Palavras diárias de Deus | "Os princípios de trabalho mais importantes para líderes e obreiros " | Trecho 387

24 de Setembro de 2021

Em seu trabalho, líderes e obreiros da igreja devem dar atenção a duas coisas: uma é fazer seu trabalho exatamente de acordo com os princípios estipulados pelos arranjos de trabalho, sem jamais violar aqueles princípios e nem basear seu trabalho em qualquer coisa que eles possam imaginar ou em qualquer uma de suas próprias ideias. Em tudo que fazem, devem demonstrar preocupação pelo trabalho da casa de Deus, sempre colocando em primeiro lugar os interesses dela. Outra coisa — e isso é absolutamente crucial — é que, em todas as coisas, eles devem se concentrar em seguir a orientação do Espírito Santo e fazer tudo em observação estrita das palavras de Deus. Se você ainda for capaz de ir contra a orientação do Espírito Santo ou se seguir teimosamente as suas próprias ideias e fizer as coisas de acordo com sua própria imaginação, então suas ações constituirão uma resistência gravíssima a Deus. Voltar suas costas com frequência para o esclarecimento e a orientação do Espírito Santo só levará a um beco sem saída. Se perder a obra do Espírito Santo, você não será capaz de trabalhar; e mesmo que, de alguma forma, consiga trabalhar, não realizará nada. Esses são os dois princípios mais importantes a serem obedecidos ao trabalhar: um é realizar seu trabalho exatamente de acordo com os arranjos do Alto e também agir de acordo com os princípios que foram estabelecidos pelo Alto; e o outro é seguir a orientação interior do Espírito Santo dentro de você. Uma vez que compreender esses dois pontos, você não estará tão suscetível a cometer erros. Para vocês cuja experiência nessa área ainda é limitada, suas próprias ideias adulteram seu trabalho um pouco mais. Por vezes, vocês podem não entender o esclarecimento ou a orientação interior que vem do Espírito Santo; por outras, vocês parecem entender, mas é provável que ignorem. Você sempre imagina ou deduz de modo humano, agindo como acha ser apropriado, sem se preocupar nem um pouco com as intenções do Espírito Santo. Você faz seu trabalho exclusivamente de acordo com ideias próprias, pondo de lado qualquer esclarecimento do Espírito Santo. Essas situações ocorrem com frequência. A orientação interior do Espírito Santo não é, de forma alguma, transcendental; é, na verdade, muito normal. Ou seja, nas profundezas do seu coração, você sabe que essa é uma maneira apropriada de agir e que é a melhor maneira. Na verdade, esse pensamento é bem claro; ele não resultou de sua reflexão, mas foi um tipo de sentimento que você gerou lá no fundo, e, às vezes, você não entende completamente o que o faz agir dessa maneira. Muitas vezes, não é nada mais do que o esclarecimento do Espírito Santo, e é assim que ocorre normalmente com a maioria das pessoas. Muitas vezes, as ideias próprias resultam de reflexão e raciocínio, e todas são adulteradas pela vontade própria; ideias sobre quais áreas existem em que é possível encontrar benefício próprio e sobre quais vantagens algo pode trazer para a pessoa; toda decisão humana tem essas coisas em si. Contudo, a orientação do Espírito Santo de forma alguma contém tais adulterações. É necessário prestar muita atenção na orientação ou no esclarecimento do Espírito Santo; especialmente em questões-chave, você deve ser cuidadoso para compreender. Pessoas que gostam de usar o cérebro e que gostam de agir de acordo com ideias próprias são as mais suscetíveis a ignorar essa orientação ou esse esclarecimento. Líderes e colaboradores adequados prestam atenção na obra do Espírito Santo. Aqueles que obedecem ao Espírito Santo temem a Deus e buscam a verdade incansavelmente. Para satisfazer a Deus e dar testemunho Dele corretamente, deve-se investigar o trabalho em busca de elementos de adulteração e intenções, e então tentar ver quanto do trabalho é motivado por ideias humanas, quanto nasce do esclarecimento do Espírito Santo e quanto está de acordo com as palavras de Deus. Sempre e sob todas as circunstâncias, você deve examinar suas palavras e ações. Praticar frequentemente dessa maneira colocará você na trilha certa de servir a Deus. É necessário possuir muitas verdades para alcançar um serviço a Deus de uma maneira que esteja alinhada com Suas intenções. As pessoas têm a capacidade de discernir somente após terem entendido a verdade e serem capazes de reconhecer o que emerge de suas ideias próprias e as coisas que indicam o que as motiva. Elas são capazes de reconhecer impurezas humanas e também o que significa agir de acordo com a verdade. Somente então podem saber como se submeter de forma mais pura. Sem a verdade, é impossível que as pessoas pratiquem discernimento. Uma pessoa confusa pode acreditar em Deus por toda a vida sem saber o que significa ter a própria corrupção revelada ou o que significa resistir a Deus, pois não entende a verdade; esse pensamento nem existe em sua mente. A verdade está fora do alcance de pessoas de calibre excessivamente pobre; não importa como você comungue sobre isso com elas, elas não entendem. Essas pessoas são confusas. Em sua fé, as pessoas confusas não são capazes de testificar a Deus; só podem fazer um pouco de serviço. A fim de realizar o trabalho confiado por Deus, é necessário compreender esses dois princípios. É preciso aderir estritamente aos arranjos de trabalho do Alto e prestar atenção ao obedecer a qualquer orientação do Espírito Santo. Somente quando esses dois princípios são compreendidos, o trabalho pode ser efetivo e a vontade de Deus será satisfeita.

Extraído de “Registros das falas de Cristo”

Ver mais

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Compartilhar

Cancelar

Entre em contato conosco pelo Whatsapp