159 Sofrendo em nome da justiça

1 Ao seguir a Cristo, tenho sido perseguido pelo PCCh, encontrando perigo e adversidade a cada passo e constantemente encarando o perigo de ser detido, preso e torturado. Mesmo assim, meu coração foi preparado há muito tempo; mesmo se fosse martirizado, eu não teria arrependimentos: sou feliz por seguir a Cristo durante os últimos dias; sou realmente elevado por Deus. Tendo ouvido a voz de Deus e vindo a entender muitas verdades, estou satisfeito; sendo capaz de espalhar e testificar do evangelho do reino de Deus, não vivi esta vida em vão. Deus Todo-Poderoso, és tão amável, e devo seguir e testificar de Ti por toda a eternidade! Embora a senda até o reino celestial seja perigoso, tumultuoso e cheio de perigos e adversidades, ainda assim buscarei amar a Ti. Como posso me tornar um vencedor se eu prezar a carne e me preocupar com minha própria vida?

2 No momento em que fui detido e preso, deixei nas mãos de Deus a decisão se eu viveria ou morreria. Eles me atacaram com instrumentos de tortura que eram como animais raivosos. O tormento foi insuportável. As palavras de Deus me esclareceram e me guiaram. Perder a vida por Ele é ganhar a vida. Em meio a provações e tribulações, provei como Deus é amável, e meu coração se aproximou Dele. Vi os rostos feios do PCCh, desse demônio maligno, e renunciei totalmente ao grande dragão vermelho e me dediquei de todo coração a dar testemunho retumbante de Deus! Deus Todo-Poderoso, és tão amável, e devo seguir e testificar de Ti por toda a eternidade! Não importa quão longa e árdua seja a noite escura, com alegria me submeterei aos Teus arranjos; ser capaz de envergonhar Satanás e trazer glória para Ti vale qualquer sofrimento.

3 Isso é sofrer perseguição em nome da justiça, e é uma escolha da qual não me arrependo! Tendo desfrutado tanto do amor de Deus, devo dedicar minha vida a amá-Lo. Devo empreender minha missão e testificar Dele. Não importa quão grande seja a dificuldade, não recuarei e suportarei com alegria minha porção de sofrimento, para que Ele seja satisfeito. Isso é sofrer perseguição em nome da justiça, e é uma escolha da qual não me arrependo! Tendo desfrutado tanto do amor de Deus, devo dedicar minha vida a amá-Lo. A luz do amanhecer chegou, o grande dragão foi destruído por Deus, e eu canto louvor retumbante à justiça de Deus. O reino de Cristo apareceu.

Anterior: 158 Quem tem consideração pelo coração de Deus?

Próximo: 160 Uma senda tumultuosa me deixa ainda mais determinado

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Entre em contato conosco pelo Whatsapp