Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Com relação a uma vida espiritual normal

Um crente deve ter uma vida espiritual normal — esse é o fundamento para se experimentar as palavras de Deus e entrar na realidade. Atualmente, todas as orações, o achegar-se a Deus, o cantar, o louvor, a meditação e a tentativa de compreender as palavras de Deus que vocês praticam são capazes de atender aos padrões de uma vida espiritual normal? Nenhum de vocês tem muita clareza disso. Uma vida espiritual normal não se limita à oração, ao canto, à vida na igreja, a comer e beber as palavras de Deus e a outras práticas afins, mas significa viver uma vida espiritual que seja nova e animada. Não tem a ver com o método, mas com o resultado. A maioria das pessoas pensa que, para ter uma vida espiritual normal, é preciso orar, cantar, comer e beber as palavras de Deus, ou tentar entendê-las. Não importa se há algum resultado ou se há entendimento verdadeiro, essas pessoas têm por foco somente seguir os movimentos externos, mas não focam o resultado — são pessoas que vivem nos rituais da religião e não são pessoas que vivem na igreja, e elas não são, menos ainda, pessoas do reino. As orações desse tipo de pessoa, seu cantar, o comer e beber as palavras de Deus é tudo obediência à regra; elas são compelidas a fazê-las, e são feitas para acompanhar as tendências; elas não são feitas de bom grado nem de coração. Não importa o quanto essas pessoas orem ou cantem, não haverá qualquer resultado, porque tudo o que elas praticam são regras e rituais religiosos, mas não estão praticando a palavra de Deus. Ao focar o método somente e considerar as palavras de Deus como regras a serem mantidas, esse tipo de pessoa não está praticando a palavra de Deus, mas está satisfazendo a carne e fazendo coisas para se aparecer aos outros. Esse tipo de ritual e regra religiosos vêm do homem, não de Deus. Deus não mantém regras, não cumpre quaisquer leis; Ele faz coisas novas todo dia e faz obra prática. Como as pessoas da Igreja das Três-Autonomias, que se limitam à vigília matinal diária, às orações noturnas, a dar graças antes das refeições, a expressar agradecimentos por tudo e outras práticas afins — não importa o quanto façam nem por quanto tempo pratiquem, elas não terão a obra do Espírito Santo. Se as pessoas vivem dentro de regras, com seus corações dedicados à prática, então o Espírito Santo não tem como operar, porque o coração delas está ocupado com regras, está ocupado com concepções humanas; portanto, Deus não tem como operar; as pessoas simplesmente estarão sempre vivendo sob o controle da lei, e esse tipo de pessoa nunca será capaz de receber o elogio de Deus.

A vida espiritual normal é viver uma vida diante de Deus. Ao orar, pode-se aquietar o coração diante Dele, e por meio da oração pode-se buscar iluminação pelo Espírito Santo, conhecer as palavras de Deus e entender Sua vontade. Ao comer e beber as palavras de Deus, pode-se ser mais claro e mais lúcido quanto ao que Deus quer fazer no momento, e pode-se ter uma nova trilha de prática e não ser conservador, de modo que toda a prática da pessoa seja para o propósito de alcançar progresso na vida. Por exemplo, a oração de alguém não tem o propósito de dizer algumas palavras agradáveis, nem de gritar diante de Deus para expressar dívida, mas sim, de praticar o exercício do espírito da pessoa, aquietar o coração diante de Deus, praticar a busca da orientação das palavras de Deus em todas as coisas, fazer do coração um coração que é atraído a uma nova luz todo dia, de não ser passivo nem preguiçoso, e de entrar na trilha certa da prática das palavras de Deus. Atualmente, a maioria das pessoas está focando métodos, mas não está buscando a verdade para alcançar progresso na vida; é aqui que as pessoas se desviam. Também, há algumas pessoas que, embora sejam capazes de receber nova luz, seus métodos permanecem inalteráveis; elas incorporam noções religiosas do passado para receber a palavra de Deus hoje, e o que assimilam ainda é a doutrina que carrega consigo noções religiosas, e elas não estão absorvendo puramente a luz de hoje. Portanto, suas práticas são impuras — elas estão fazendo a mesma coisa com um nome novo, e independentemente do quanto sua prática seja boa, ainda é hipócrita. Deus guia as pessoas a fazer coisas novas diariamente, e requer que elas tenham novos insights e nova compreensão todo dia, e que não sejam antiquadas nem monótonas. Se você crê em Deus há muitos anos, porém seus métodos não mudaram absolutamente nada, se ainda é fervoroso e frenético em seu exterior, mas não vem perante Deus para desfrutar Suas palavras com um coração sereno, então você não será capaz de obter coisa alguma. Ao receber a nova obra de Deus, se você não elaborar um novo plano, se não praticar de uma nova maneira, se não buscar nova compreensão, mas, em vez disso, se agarrar às coisas antigas do passado e receber apenas uma quantidade limitada de luz nova, sem mudar a maneira da sua prática, então, embora este tipo de pessoa esteja nominalmente dentro dessa corrente, na realidade ela é um Fariseu religioso que está fora da corrente do Espírito Santo.

Se você quiser viver uma vida espiritual normal, você precisa receber luz nova diariamente, buscar a compreensão verdadeira das palavras de Deus e alcançar lucidez com relação à verdade. Você precisa ter uma trilha para praticar em tudo e, pela leitura diária das palavras de Deus, você pode encontrar novas perguntas e descobrir as próprias deficiências. Por sua vez, isso criará um coração que tem sede e que busca, que colocará todo o seu ser em movimento, e você poderá aquietar-se diante de Deus em qualquer momento e ter um temor profundo de ficar para trás. Se uma pessoa pode ter esse coração sedento e que busca, e também está disposta a entrar continuamente, então ela está na trilha certa para uma vida espiritual. Todos os que conseguem aceitar serem movidos pelo Espírito Santo, que desejam progredir, que estão dispostos a buscar serem aperfeiçoados por Deus, os que anelam por uma compreensão mais profunda das palavras de Deus e que não buscam o sobrenatural, mas pagam um preço prático, demonstram consideração prática pela vontade de Deus; tais pessoas entram de modo prático tornam suas experiências mais verdadeiras e mais realista que os que não buscam palavras vazias de doutrina e que também não buscam um sentimento do sobrenatural, nem adoram qualquer grande homem — esse tipo de pessoa entrou em uma vida espiritual normal. Tudo o que faz é com o propósito de alcançar mais progresso na vida, manter o espírito renovado e não estagnado, e sempre ser capaz de entrar positivamente. Por exemplo, ao orar antes das refeições, elas não são compelidas a fazê-lo, mas, em vez disso, aquietam o coração diante de Deus, agradecem-No em seu coração, estão dispostas a viver para Ele, a colocar seu tempo nas mãos Dele, e a cooperar com Ele e gastarem-se por Ele. Se o coração delas não puder se aquietar diante de Deus, seria preferível que não comessem, mas continuassem praticando; logo, isso não é cumprir regras, mas é praticar a palavra de Deus. Algumas pessoas, ao orar antes de comer, fazem pose conscientemente para representar uma cena, o que pode parecer muito piedoso, mas a mente delas se pergunta: “Por que eu preciso praticar dessa forma? Não está tudo bem sem a oração? As coisas permanecem iguais depois de orar, então, por que se preocupar?” Esse tipo de pessoa está cumprindo regras, e embora suas palavras estejam dizendo que estão dispostas a satisfazer Deus, seu coração não veio diante Dele. Elas não oram desse jeito para praticar aquietar o coração diante de Deus, em vez disso, oram para enganar outras pessoas e para que outras pessoas vejam. Esse tipo de pessoa é uma pessoa puramente hipócrita, como um pastor religioso que pode somente interceder por outras pessoas, mas não pode, ele próprio, entrar; esse tipo de pessoa é um funcionário religioso, da cabeça aos pés! Todo dia Deus diz coisas novas, faz coisas novas, mas você está cumprindo regras diariamente, tentando enganá-Lo, lidando com Ele superficialmente, portanto, você não é alguém que está desafiando a Deus? É possível que você receba bênçãos ao mesmo tempo em que cumpre regras e desafia a Deus? Você não será castigado por Deus?

A obra de Deus está desenvolvendo-se rapidamente, lançando longe os religionários de várias religiões e denominações e as celebridades que observam o culto da igreja à distância, bem de longe, e ainda está espalhando aos quatro ventos esses peritos entre vocês que amam, de modo especial, cumprir regras. A obra de Deus não espera, não depende de nada e não fica arrastando os pés. Ela não puxa nem arrasta ninguém consigo; se não puder acompanhar o ritmo, você será abandonado, não importa quantos anos tenha seguido. Não importa o quanto seja um veterano qualificado, se cumprir regras, então você deverá ser eliminado. Eu aconselho esse tipo de pessoa a obter autoconhecimento, a desempenhar voluntariamente um papel secundário, e a não se apegar àquilo que é velho; fazer outras pessoas praticarem a palavra de Deus de acordo com seus princípios de ação — isso não seria tentar ganhar o coração das pessoas? Sua prática é cumprir regras e ensinar as pessoas a observar o culto da igreja. Você sempre leva as pessoas a fazer as coisas de acordo com os desejos que você tem, portanto, isso não é formar panelinhas? Isso não está dividindo a igreja? Então, como você tem a cara de pau de dizer que é atencioso com a vontade de Deus? O que o qualifica a dizer que isso é para aperfeiçoar outras pessoas? Se você continuar a liderar dessa maneira, isso não é conduzir as pessoas a rituais religiosos? Se a pessoa tem uma vida espiritual normal, se obtém liberação e liberdade em seu espírito todo dia, então ela pode praticar as palavras de Deus livremente para satisfazê-Lo e, mesmo quando estiver orando, não está apenas cumprindo formalidades ou seguindo um processo, e é capaz de se manter em dia com a nova luz todo dia. Por exemplo: quando pratica o aquietar o coração diante de Deus, ela consegue deixar seu coração verdadeiramente tranquilo diante Dele, e ninguém pode perturbá-la, e nenhuma pessoa, acontecimento ou coisa alguma pode coibir sua vida espiritual normal. Esse tipo de prática tem o propósito de alcançar um resultado, não apenas de dar às pessoas algumas regras a serem cumpridas. Esse tipo de prática não é cumprir regras, mas é melhorar o progresso das pessoas na vida. Se você for apenas um observador de regras, então sua vida jamais mudará; embora outros possam praticar desse jeito, como você o faz, no final outros poderão acompanhar o ritmo da obra do Espírito Santo enquanto você será eliminado da corrente do Espírito Santo. Portanto, você não está enganando a si mesmo? O propósito dessas palavras é permitir que as pessoas aquietem o coração diante de Deus e voltem-se a Ele, é permitir que a obra de Deus seja realizada em pessoas desimpedidas, e que essa obra alcance resultados.

Anterior:Como conhecer a realidade

Próximo:Discutindo a vida da igreja e a vida real

Conteúdo Relacionado