Discutindo a vida da igreja e a vida real

As pessoas sentem que só são capazes de se transformar em sua vida da igreja. Se não estiverem na vida da igreja, elas se acham incapazes de se transformar, como se a transformação não pudesse ser alcançada na vida real. Vocês conseguem ver o problema nisso? Eu discuti sobre trazer Deus para a vida real antes; para que aqueles que creem em Deus, essa é a senda para entrar na realidade das palavras de Deus. Na verdade, a vida da igreja é apenas uma maneira limitada de aperfeiçoar as pessoas. O ambiente primário para aperfeiçoar as pessoas ainda é a vida real. Essa é a prática e o treinamento reais de que falei, que permitem que as pessoas alcancem uma vida de humanidade normal e vivam a semelhança de uma pessoa verdadeira no dia a dia. Por um lado, as pessoas devem estudar para elevarem seu nível de educação, serem capazes de compreender as palavras de Deus e alcançarem a habilidade de receber. Por outro, as pessoas precisam estar equipadas com o conhecimento básico necessário para viverem como um ser humano, a fim de alcançarem o discernimento e a razão da humanidade normal, pois as pessoas são quase totalmente desprovidas nessas áreas. Além disso, também é preciso saborear as palavras de Deus por meio da vida da igreja e, gradualmente, vir a ter uma compreensão clara da verdade.

Por que se diz que, ao crer em Deus, é preciso trazê-Lo para a vida real? Não é só a vida da igreja que transforma as pessoas; mais importante do que isso, as pessoas devem entrar na realidade na vida real. Vocês sempre falavam de seu estado espiritual e de assuntos espirituais, ao mesmo tempo em que negligenciavam a prática de muitas coisas na vida real, e negligenciavam sua entrada nelas. Vocês escreviam, ouviam e liam diariamente. Vocês até oravam enquanto cozinhavam: “Oh Deus! Que Tu sejas a minha vida dentro de mim. Não importa como seja o dia de hoje, por favor, me abençoa e me ilumina. Seja sobre o que for que me ilumines hoje, por favor, permite que eu o compreenda neste momento, para que as Tuas palavras possam agir como minha vida”. Vocês também oravam enquanto jantavam: “Oh Deus! Tu nos concedeste esta refeição. Que Tu nos abençoes. Amém! Que possamos viver dependendo de Ti. Que Tu estejas conosco. Amém!” Depois de terminarem o jantar, ao lavar a louça, vocês começavam a divagar novamente: “Oh Deus, eu sou essa tigela. Fomos corrompidos por Satanás e somos simplesmente como tigelas que foram usadas e devem ser lavadas com água. Tu és a água, e as Tuas palavras são a água viva que provê para a minha vida”. Antes que notassem, era hora de dormir, e vocês começavam a divagar novamente: “Oh Deus! Tu me abençoaste e me orientaste ao longo do dia. Sou sinceramente grato a Ti…” Era assim que vocês passavam o dia, então vocês caíam no sono. A maioria das pessoas vive assim diariamente e, até hoje são negligentes quanto à entrada real, concentrando-se apenas em falar da boca para fora em suas orações. Essa é a vida anterior delas — a sua vida antiga. E a maioria é assim: falta-lhes qualquer treinamento real, e elas se submetem a pouquíssimas transformações reais. Só falam da boca para fora em suas orações, só chegando mais perto de Deus em suas palavras, mas carecendo de profundidade em sua compreensão. Tomemos o exemplo mais simples: arrumar sua casa. Você vê que a casa está bagunçada, então se senta e ora: “Oh Deus! Vê a corrupção que Satanás causou em mim. Eu estou tão sujo quanto esta casa. Oh Deus! Eu verdadeiramente Te louvo e agradeço. Sem a Tua salvação e iluminação, eu não teria percebido esse fato”. Você simplesmente fica sentado lá, divagando, orando por muito tempo, e depois age como se nada tivesse acontecido, como se você fosse uma pessoa idosa incoerente. Vocês passam sua vida espiritual dessa maneira, sem qualquer entrada verdadeira na realidade, com práticas superficiais excessivas! Entrar no treinamento verdadeiro envolve a vida real das pessoas e suas dificuldades práticas — essa é a única maneira de elas mudarem. Sem a vida real, as pessoas não podem ser transformadas. De que adianta falar da boca para fora na oração? Sem entender a natureza humana, é tudo uma perda de tempo, e sem uma senda para a prática é tudo um desperdício de esforço! A oração normal pode ajudar as pessoas a manter seu estado normal por dentro, porém elas não podem ser completamente transformadas por isso. Conhecer a hipocrisia humana, a arrogância, a prepotência, a soberba e conhecer o caráter corrupto do homem — o conhecimento dessas coisas não vem por meio da oração — essas coisas são descobertas por saborear as palavras de Deus e são conhecidas pelo esclarecimento do Espírito Santo na vida real. Hoje em dia, todas as pessoas podem falar muito bem e ouviram as mais elevadas pregações — mais elevadas do que quaisquer outras ao longo das eras — no entanto, muito pouco delas é aplicado de fato em sua vida real. Ou seja, não há Deus na vida real das pessoas; elas não possuem a vida de uma pessoa nova após a transformação. Elas não vivem a verdade na vida real, nem trazem Deus para a vida real. Elas vivem como os filhos do inferno. Isso não é um desvio gritante?

Para restaurar a semelhança de uma pessoa normal, isso é, para alcançar uma humanidade normal, as pessoas não podem simplesmente agradar a Deus com suas palavras. Elas apenas prejudicam a si mesmas fazendo isso, e isso não beneficia a sua entrada nem a sua transformação. Portanto, para alcançar transformação, as pessoas precisam praticar pouco a pouco. Elas devem entrar devagar, buscar e explorar um pouco por vez, entrar a partir do positivo e viver uma vida prática de verdade, uma vida de um santo. A partir disso, coisas reais, eventos reais e ambientes reais permitem que as pessoas tenham treinamento prático. Não se requer que as pessoas falem da boca para fora; em vez disso, elas devem se treinar em ambientes reais. Primeiro, as pessoas notam que seu calibre é baixo e, então, comem e bebem das palavras de Deus normalmente, e também entram e praticam normalmente; só assim elas podem obter realidade, e é assim que a entrada pode ocorrer ainda mais rapidamente. Para transformar as pessoas, precisa haver alguma praticidade; elas devem praticar com coisas reais, eventos reais e ambientes reais. É possível alcançar treinamento verdadeiro só por depender da vida da igreja? As pessoas poderão entrar na realidade desse jeito? Não! Se as pessoas são incapazes de entrar na vida real, então elas são incapazes de transformar seus velhos estilos de vida e maneiras de fazer as coisas. Isso não se deve inteiramente à preguiça das pessoas ou ao alto nível de dependência, em vez disso, é porque elas simplesmente não têm a capacidade de viver e, além disso, não têm compreensão do padrão de Deus para a semelhança de uma pessoa normal. No passado, as pessoas estavam sempre conversando, falando, comunicando-se — e até viravam “oradoras” — todavia, nenhuma delas buscava transformação no seu caráter de vida; ao contrário, elas buscavam cegamente teorias profundas. Assim, as pessoas de hoje devem mudar esse estilo religioso de crença em Deus na vida delas. Elas devem entrar na prática concentrando-se em um evento, uma coisa, uma pessoa. Elas devem fazê-lo com foco — só assim poderão obter resultados. A transformação das pessoas começa com uma mudança em sua substância. A obra deve ser direcionada à substância das pessoas, sua vida, à preguiça, dependência e servilismo delas — e só assim elas podem ser transformadas.

Embora a vida da igreja possa produzir resultados em algumas áreas, a questão principal ainda é que a vida real pode transformar as pessoas. A natureza antiga de uma pessoa não pode ser transformada sem a vida real. Tomemos, por exemplo, a obra de Jesus durante a Era da Graça. Quando Jesus aboliu as leis anteriores e estabeleceu os mandamentos da nova era, Ele falou utilizando exemplos de fato da vida real. Enquanto Jesus conduzia Seus discípulos pelo campo de trigo em um sábado, Seus discípulos ficaram com fome e arrancaram espigas de grãos para comer. Os fariseus viram isso e disseram que eles não estavam guardando o sábado. Disseram também que as pessoas estavam proibidas de salvar os bezerros que haviam caído em um poço no sábado, dizendo que nenhum trabalho poderia ser realizado no sábado. Jesus citou esses incidentes para, aos poucos, anunciar os mandamentos da nova era. Na época, Ele usou muitos assuntos práticos para ajudar as pessoas a entender e se transformar. Esse é o princípio pelo qual o Espírito Santo realiza Sua obra, e é a única maneira que pode transformar as pessoas. Sem questões práticas, as pessoas só podem ganhar um entendimento teórico e intelectual — essa não é uma maneira eficaz de transformar as pessoas. Então, como se pode adquirir sabedoria e percepção por meio de treinamento? As pessoas poderiam adquirir sabedoria e discernimento simplesmente ouvindo, lendo e ampliando seu conhecimento? Como poderia ser assim? As pessoas devem entender e vivenciar na vida real! Portanto, deve-se treinar e não se deve afastar da vida real. As pessoas devem prestar atenção aos diferentes aspectos e ter entrada em vários aspectos: nível de educação, expressividade, capacidade de enxergar as coisas, discernimento, habilidade de entender as palavras de Deus, o bom senso e regras de humanidade, e as outras coisas relacionadas à humanidade com as quais as pessoas devem estar equipadas. Após ter alcançado o entendimento, as pessoas devem se concentrar na entrada, e só então a transformação poderá ser alcançada. Se alguém alcançou entendimento, mas negligenciou a prática, como pode ocorrer transformação? No momento, as pessoas entendem muito, mas não vivem a realidade; assim, elas têm pouco entendimento substancial das palavras de Deus. Você foi apenas marginalmente iluminado; você recebeu um pouco de iluminação do Espírito Santo, mas não tem entrada na vida real — ou talvez nem se importe com a entrada — desse modo, a sua transformação é diminuída. Depois de tanto tempo, as pessoas entendem muito. Elas são capazes de falar bastante sobre seu conhecimento de teorias, mas seu caráter exterior permanece o mesmo e seu calibre original permanece como era, não avançando nem um pouco. Se for esse o caso, quando finalmente você entrará?

A vida da igreja não passa de um tipo de vida em que as pessoas se reúnem para saborear as palavras de Deus, e isso perfaz apenas uma ínfima parte da vida de uma pessoa. Se a vida real das pessoas também pudesse ser como sua vida da igreja — incluindo uma vida espiritual normal, saboreando as palavras de Deus, orando e estando perto de Deus normalmente, vivendo uma vida real em que tudo é realizado de acordo com a vontade de Deus, vivendo uma vida real em que tudo é realizado de acordo com a verdade, vivendo uma vida real de praticar orações e praticar ficar em silêncio diante de Deus, de praticar o canto de hinos e a dança — então esse é o único tipo de vida que traria as pessoas para uma vida das palavras de Deus. A maioria das pessoas se concentra apenas nas várias horas de sua vida da igreja sem “cuidar” de sua vida fora daquelas horas, como se não fossem uma preocupação para elas. Também, há muitos que só entram na vida dos santos quando comem e bebem as palavras de Deus, cantando hinos ou orando, e depois voltam ao seu estado antigo fora desses momentos. Viver assim não pode transformar as pessoas, muito menos fazer com que elas conheçam a Deus. Ao crer em Deus, se as pessoas desejam transformação de seu caráter, elas não devem se separar da vida real. Na vida real, você deve conhecer a si mesmo, renunciar a si mesmo, praticar a verdade e também aprender os princípios, bom senso e regras de conduta própria em todas as coisas antes de ser capaz de alcançar uma transformação gradual. Se você se concentrar apenas no conhecimento teórico e viver apenas em meio a cerimônias religiosas sem entrar profundamente na realidade, sem entrar na vida real, você nunca entrará na realidade, você nunca conhecerá a si mesmo, a verdade ou a Deus, e você será para sempre cego e ignorante. A obra de Deus de salvar as pessoas não é permitir que elas vivam vidas humanas normais depois de um curto período, nem é transformar suas noções e doutrinas errôneas. Antes, Seu propósito é mudar o caráter antigo das pessoas, mudar todo o seu antigo jeito de viver, e mudar todos os seus modos de pensar e sua perspectiva mental ultrapassados. Concentrar-se apenas na vida da igreja não mudará os velhos hábitos de vida das pessoas nem os velhos modos como viveram por muito tempo. Não importa o que aconteça, as pessoas não devem se desligar da vida real. Deus pede que as pessoas vivam a humanidade normal na vida real, não apenas na vida da igreja; que vivam a verdade na vida real, não apenas na vida da igreja; e que realizem suas funções na vida real, não apenas na vida da igreja. Para entrar na realidade, é preciso direcionar tudo para a vida real. Se, ao acreditar em Deus, as pessoas não puderem chegar a se conhecer por meio da entrada na vida real, se não puderem viver a humanidade normal na vida real, então elas se tornarão fracassos. Todos aqueles que desobedecem a Deus não podem entrar na vida real. Todas são pessoas que falam de humanidade, mas vivem a natureza de demônios. Todas são pessoas que falam da verdade, mas, ao invés disso, vivem doutrinas. Os que são incapazes de viver a verdade na vida real são os que acreditam em Deus, mas são detestados e rejeitados por Ele. Você tem de praticar sua entrada na vida real, conhecer suas próprias deficiências, desobediência e ignorância, e conhecer sua humanidade anormal e suas fraquezas. Dessa forma, seu conhecimento será integrado à sua condição e dificuldades reais. Somente esse tipo de conhecimento é real e pode permitir que você realmente compreenda sua própria condição e alcance a transformação de caráter.

Agora que o aperfeiçoamento das pessoas começou formalmente, você deve entrar na vida real. Portanto, para alcançar transformação, você deve partir da entrada na vida real e se transformar pouco a pouco. Se você evita a vida humana normal e só fala de assuntos espirituais, então as coisas se tornam áridas e monótonas; elas se tornam irrealistas, e, então, como poderiam as pessoas se transformar? Agora você está sendo instruído a entrar na vida real para praticar, a fim de estabelecer um fundamento para entrar na verdadeira experiência. Esse é um aspecto do que as pessoas devem fazer. A obra do Espírito Santo é principalmente guiar, enquanto o restante depende da prática e da entrada das pessoas. Todos podem obter entrada na vida real por meio de sendas diferentes, de modo que podem trazer Deus para a vida real e viver uma humanidade normal real. Esse é o único tipo de vida com sentido!

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp