Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único V" | Trecho 153

O que os métodos usados por Satanás para corromper as pessoas trazem à humanidade? Há alguma coisa positiva neles? (Não.) Primeiro, o homem consegue diferenciar entre o bem e o mal? Você vê, neste mundo, quer se trate de alguma pessoa importante ou de alguma revista, dirão que isso ou aquilo é bom ou maligno; isso é acurado? Isso está correto? (Não.) Suas avaliações de eventos e pessoas são justas? Há verdade nelas? (Não.) Este mundo ou a humanidade avaliam as coisas positivas e negativas com base no padrão para a verdade? (Não.) Por que as pessoas não têm essa capacidade? As pessoas estudaram tanto conhecimento e sabem tanto de ciência, suas habilidades não são suficientemente grandes? Por que elas não conseguem diferenciar entre coisas positivas e negativas? Por que isso? (Porque as pessoas não têm a verdade; ciência e conhecimento não são a verdade.) Tudo que Satanás traz à humanidade é maldade e corrupção e carece da verdade, da vida e do caminho. Com a maldade e a corrupção que Satanás traz ao homem, você pode dizer que Satanás tem amor? Você pode dizer que o homem tem amor? Algumas pessoas podem até dizer: “Você está errado, há muitas pessoas ao redor do mundo que ajudam pessoas pobres e sem lar. Elas são boas pessoas? Há também organizações caritativas que fazem boas obras, e todo o trabalho que fazem não é para o bem?” Então, o que dizemos a respeito disso? Satanás usa muitos métodos e teorias diferentes para corromper o homem; essa corrupção do homem é um conceito vago? Não, não é vago. Satanás também faz algumas coisas práticas e também promove um ponto de vista ou uma teoria neste mundo e na sociedade. Em cada dinastia e em cada época, ele promove uma teoria e instila alguns pensamentos nos homens. Esses pensamentos e essas teorias gradualmente fixam suas raízes no coração das pessoas e então as pessoas começam a viver por essas teorias e esses pensamentos; elas não se convertem involuntariamente em Satanás? As pessoas não são uma coisa só com Satanás? Quando as pessoas se tornaram uma coisa só com Satanás, qual é sua atitude em relação a Deus no final? Não é a mesma atitude que Satanás tem em relação a Deus? Ninguém ousa admitir isso, certo? Isso é muito assustador! Por que digo que a natureza de Satanás é maligna? Isso é determinado e analisado com base no que Satanás fez e nas coisas que Satanás revelou; não é sem motivo que se diz que Satanás é maligno. Se Eu apenas dissesse que Satanás era maligno, o que vocês pensariam? Vocês pensariam: “Obviamente Satanás é maligno”. Então Eu perguntarei a você: “Que aspecto de Satanás é maligno?” Se você disser: “A resistência de Satanás a Deus é maligna”, você ainda não estará falando com clareza. Agora dissemos as coisas específicas desse modo; vocês têm algum entendimento sobre o conteúdo específico da substância da maldade de Satanás? (Sim.) Agora que vocês passaram a ter esse entendimento da natureza maligna de Satanás, o quanto vocês entendem sobre si mesmos? Essas coisas estão ligadas? (Sim.) Essa ligação machuca vocês? (Não.) Ela é útil para vocês? (Sim.) Quando Eu comunico sobre a substância da santidade de Deus, é necessário que Eu comunique sobre a substância maligna de Satanás? O que vocês opinam? (Sim, é necessário.) Por quê? (A maldade de Satanás põe em alto relevo a santidade de Deus.) Isso é assim mesmo? Isso é parcialmente certo em que, sem a maldade de Satanás, as pessoas não conhecerão a santidade de Deus; isso está correto. No entanto, se você disser que a santidade de Deus somente existe devido ao seu contraste com a maldade de Satanás, isso está certo? Esse argumento está errado. A santidade de Deus é a substância inerente de Deus; mesmo que Deus a revele por meio de Seus feitos, ainda é uma expressão natural da substância de Deus e é a substância inerente a Deus; ela sempre existiu e é intrínseca ao Próprio Deus, mas o homem não consegue vê-la. Isso é porque o homem vive em meio ao caráter corrupto de Satanás e sob a influência de Satanás e não conhece a santidade, muito menos o conteúdo específico da santidade de Deus. Assim, é necessário que comuniquemos primeiro sobre a substância maligna de Satanás? (É, sim.) Você vê, nós comunicamos sobre vários aspectos da unicidade de Deus e não mencionamos a substância de Satanás, certo? Algumas pessoas podem até expressar alguma dúvida, tal como: “Você está comunicando algo sobre o Próprio Deus, então por que está sempre falando sobre como Satanás corrompe as pessoas e como a natureza de Satanás é maligna?” Você pôs fim a essas dúvidas? (Sim.) Como você pôs fim a elas? (Através da comunicação de Deus, nós diferenciamos aquilo que é maligno.) Quando as pessoas tiverem discernimento do mal e quando tiverem uma definição acurada dele, quando as pessoas conseguirem ver claramente o conteúdo específico e a manifestação do mal, a fonte e a substância do mal — quando a santidade de Deus for discutida agora —, as pessoas a perceberão claramente ou a reconhecerão claramente como santidade de Deus, como a verdadeira santidade. Se Eu não discutir a maldade de Satanás, algumas pessoas acreditarão erroneamente que alguma coisa do que as pessoas fazem na sociedade e entre as pessoas — ou alguma coisa neste mundo — pode estar relacionada com a santidade. Não está errado esse ponto de vista? (Sim.)

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado