Palavras diárias de Deus | "As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento" | Trecho 346

Se tanto trabalho e tantas palavras não tiveram efeito sobre você, quando chegar a hora de difundir a obra de Deus, você será incapaz de cumprir seu dever, passará vergonha e humilhação. Naquele tempo, você sentirá que deve muito a Deus e que seu conhecimento de Deus é muito superficial. Se você não buscar o conhecimento de Deus hoje, enquanto Ele está fazendo a sua obra, depois será tarde demais. Você ficará sem conhecimento de que falar — ficará vazio, sem nada. Ao que você vai recorrer então para prestar contas a Deus? Você se atreverá a levantar os olhos para Deus? Você deve se esforçar agora mesmo na sua busca, para que, no final, fique sabendo, como Pedro, o quanto o castigo e o julgamento de Deus são benéficos para o ser humano, e que sem Seu castigo e julgamento o ser humano não pode ser salvo, podendo apenas afundar-se cada vez mais em seu barro imundo, entrar cada vez mais fundo na lama. Os homens foram corrompidos por Satanás, teceram intrigas uns contra os outros e passaram por cima uns dos outros, perderam o temor a Deus, e sua desobediência é muito grande, suas concepções são demais e todas pertencem a Satanás. Sem o castigo e o julgamento de Deus, o caráter corrupto do ser humano não poderia ser purificado e ele não poderia ser salvo. O que foi expresso pela obra do Deus encarnado é exatamente o mesmo que foi expresso pelo Espírito, e a obra que Ele realiza é levada a termo de acordo com o que foi realizado pelo Espírito. Hoje, se você não tiver conhecimento dessa obra, você é muito insensato e perdeu muita coisa! Se você não ganhou a salvação de Deus, sua crença é fé religiosa e você é um cristão da religião. Por se ater à doutrina morta, você perdeu a nova obra do Espírito Santo; outros, os que buscam o amor a Deus, são capazes de adquirir a verdade e a vida, ao passo que sua fé é incapaz de obter a aprovação de Deus. Em vez disso, você se tornou um praticante do mal, alguém que comete atos ruinosos e odiosos; você se tornou o alvo das piadas de Satanás e um cativo de Satanás. Deus não está aí para ser crido pelo ser humano, mas amado, buscado e adorado por ele. Se você não buscar hoje, chegará o dia em que você dirá: “Ah, se eu tivesse seguido a Deus de maneira apropriada e O tivesse deixado satisfeito! Ah, se eu tivesse buscado fazer mudanças no meu caráter de vida. Como me arrependo de não ter sido capaz de me submeter a Deus naquele tempo e de não ter buscado o conhecimento da palavra de Deus. Deus disse tanta coisa lá atrás; como pude não buscá-Lo? Fui tão estúpido!” Você odiará a si mesmo até certo ponto. Hoje, você não crê nas palavras que digo e não presta atenção nelas; quando chegar o dia de difundir essa obra e você perceber a inteireza dela, você se arrependerá e, naquele tempo, você ficará perplexo. As bênçãos estão aí, mas você não sabe como desfrutá-las, e a verdade está aí, mas você não a busca. Acaso você não está trazendo desprezo sobre si mesmo? Hoje, embora a próxima etapa da obra de Deus ainda esteja por começar, nada há de excepcional no que se refere às demandas feitas a você e ao que se espera que você viva plenamente. Há tanta obra e tantas verdades; elas não são dignas de serem conhecidas por você? O castigo e o julgamento de Deus são incapazes de despertar seu espírito? O castigo e o julgamento de Deus são incapazes de fazer com que você se odeie? Você se contenta com viver sob a influência de Satanás, em paz e alegria e com um pouco de conforto carnal? Será que você não é a mais baixa de todas as pessoas? Não há pessoas mais insensatas do que aquelas que contemplaram a salvação, mas não buscam ganhá-la: são pessoas que se empanturram com a carne e se deliciam com Satanás. Você espera que sua fé em Deus não implique em desafios ou tribulações nem cause a menor dificuldade. Você sempre busca coisas sem valor e não agrega valor à vida; em vez disso, prioriza seus pensamentos extravagantes em vez da verdade. Você é tão inútil! Você vive como um porco — que diferença há entre você, os porcos e os cães? Os que não buscam a verdade e, em vez disso, amam a carne não são todos bestas? Os mortos sem espírito não são todos cadáveres ambulantes? Quantas palavras foram ditas no meio de vocês? Apenas uma pequena obra foi feita no meio de vocês? Quanta coisa Eu lhes proporcionei? Então por que você não as ganhou? Do que você pode se queixar? Será que você não ganhou nada porque está amando demais a carne? E não será porque seus pensamentos são exorbitantes? Não será porque você é estúpido demais? Sendo incapaz de ganhar essas bênçãos, você poderia culpar Deus por não salvá-lo? O que você busca é ser capaz de ter paz depois de crer em Deus — que suas crianças estejam livres de doenças, que seu marido tenha um bom emprego, que seu filho encontre uma boa esposa, que sua filha encontre um marido decente, que seus bois e cavalos lavrem bem o solo, que tenha um ano de clima bom para suas colheitas. É isso que você almeja. Sua busca visa tão somente a viver com conforto, que nenhum acidente afete sua família, que os ventos passem ao largo, que sua face não seja tocada pela areia, que as colheitas de sua família não sejam inundadas, que você não seja atingido por nenhum desastre, em suma, você busca viver no abraço de Deus, viver em um ninho aconchegante. Você é um covarde sempre em busca da carne — você tem coração? Você tem espírito? Você não é uma besta? Eu lhe dou o caminho verdadeiro sem pedir nada em troca, mas você não o busca. Você é mesmo alguém que crê em Deus? Eu lhe propicio a vida humana real, mas você não a busca. No que você se diferencia de um porco ou de um cão? Porcos não buscam a vida humana, não buscam ser purificados e não sabem o que é vida. Todo dia, depois de comer até ficarem satisfeitos, eles simplesmente dormem. Dei a você o caminho verdadeiro, mas você não o ganhou: você está de mãos vazias. Você está disposto a continuar nessa vida, a levar uma vida de porco? Que sentido tem tais pessoas estarem vivas? Sua vida é desprezível e ignóbil, você vive no meio da sujeira e da licenciosidade, e não busca nenhum objetivo; acaso sua vida não é a mais ignóbil de todas? Você se atreveria a levantar os olhos para Deus? Se você continuar a experimentar desse modo, o que ganhará além de nada? O caminho verdadeiro foi dado a você, mas ganhá-lo ou não depende, em última análise, da sua busca pessoal.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado