Palavras diárias de Deus | "Vocês todos são tão baixos em personalidade!" | Trecho 341

Seus lábios são mais gentis que as pombas, mas seu coração é mais sinistro que aquela serpente de outrora. Seus lábios são tão lindos até mesmo como as mulheres libanesas, apesar de seu coração não ser mais gentil que o delas, e ele certamente não pode se comparar à beleza dos cananeus. Seu coração é tão traiçoeiro! As coisas que Eu detesto são apenas os lábios dos injustos e seu coração e as Minhas exigências para com as pessoas não são em nada maiores do que Eu espero dos santos; simplesmente é que sinto repugnância pelos atos malignos dos injustos e espero que eles consigam ser capazes de se livrar da sua imundície e escapar do seu apuro atual de modo que possam se destacar daqueles injustos e viver e ser santos com aqueles que são justos. Vocês estão nas mesmas circunstâncias que Eu, apesar de estarem cobertos de imundície; vocês não retêm nem a menor parcela da semelhança original dos humanos que foram criados no princípio. Além disso, por imitarem a cada dia as semelhanças daqueles espíritos imundos, fazendo o que eles fazem e dizendo o que eles dizem, todas as partes de vocês — até mesmo sua língua e seus lábios — estão imersas na água suja deles, a ponto de vocês ficarem inteiramente cobertos com tais manchas e nem uma única parte de vocês pode ser usada para a Minha obra. É de cortar o coração! Vocês vivem em um mundo tal de cavalos e gado, mas na verdade não se sentem perturbados; estão cheios de alegria e vivem de forma tranquila e relaxada. Estão nadando naquela água suja, mas na verdade não percebem que caíram em tal apuro. Todos os dias, se associam com os espíritos imundos e interagem com “excremento”. A vida de vocês é bastante vulgar, mas na verdade você não está consciente de que decerto não existe no mundo humano e que não está no controle de si mesmo. Você não sabe que sua vida foi há muito pisoteada por aqueles espíritos imundos, nem que sua personalidade ficou manchada há muito pela água suja? Você acha que está vivendo em um paraíso terreno e que está em meio à felicidade? Você não sabe que viveu uma vida ao lado de espíritos imundos e que coexistiu com tudo que eles prepararam para você? Como o caminho que você vive poderia ter algum significado? Como sua vida poderia ter algum valor? Você ficou correndo por aí atrás de seus pais, pais de espíritos imundos, mas na verdade não faz ideia de que os que o aprisionam são aqueles pais de espíritos imundos que lhe deram à luz e o criaram. Além disso, não está consciente de que toda a sua imundície na verdade foi dada a você por eles; tudo que você sabe é que eles podem lhe trazer “prazer”, que eles não o castigam, nem o julgam e em especial não o amaldiçoam. Eles nunca explodiram de raiva com você, mas o tratam com afeto e bondade. As palavras deles nutrem seu coração e o cativam de modo que você fique desorientado e, sem o perceber, seja sugado e se disponha a estar a serviço deles, a se tornar um escape e um servo deles. Você não tem queixas de modo algum, mas está disposto a trabalhar para eles como cães, como cavalos; você é iludido por eles. Por essa razão, você não tem quaisquer reações à obra que faço. Não é de admirar que sempre queira escorregar secretamente pelos Meus dedos e não é de admirar que sempre queira usar palavras doces para extrair favor de Mim de modo fraudulento. Ao que se revela, você já tinha outro plano, outro arranjo. Você consegue ver um pouco das Minhas ações como o Todo-Poderoso, mas não tem o menor conhecimento do Meu julgamento e castigo. Você não tem ideia de quando Meu castigo começou; só sabe como Me enganar — mas não sabe que não tolerarei qualquer violação do homem. Visto que você já fez resoluções para Me servir, Eu não o deixarei ir. Eu sou um Deus que odeia o mal e Eu sou um Deus que tem ciúmes da humanidade. Visto que você já colocou suas palavras sobre o altar, Eu não tolerarei sua fuga diante dos Meus olhos, nem tolerarei seu serviço a dois senhores. Você pensou que poderia ter um segundo amor depois de ter colocado suas palavras sobre o Meu altar e diante dos Meus olhos? Como Eu poderia permitir que as pessoas Me fizessem de tolo de tal maneira? Você pensou que poderia casualmente fazer votos e juramentos a Mim com sua língua? Como você poderia jurar pelo Meu trono, o trono Meu que sou o Altíssimo? Você pensou que seus juramentos já tinham morrido? Deixem-Me lhes dizer: embora sua carne possa morrer, seus juramentos não podem. No fim, os condenarei com base em seus juramentos. No entanto, vocês acreditam que podem lidar Comigo ao colocar suas palavras diante de Mim e que o coração de vocês pode servir a espíritos imundos e espíritos malignos. Como Minha ira poderia tolerar aquelas pessoas semelhantes a cães e porcos que Me enganam? Tenho de cumprir os Meus decretos administrativos e arrancar de volta das mãos dos espíritos imundos todos aqueles “piedosos” conservadores que têm fé em Mim para que possam Me “atender” de um modo disciplinado, ser Meus bois, ser Meus cavalos, e estar à mercê do Meu abate. Farei com que você retome sua determinação anterior e Me sirva mais uma vez. Eu não tolerarei qualquer criação que Me engane. Você pensou que poderia licenciosamente só fazer pedidos e mentir diante de Mim? Pensou que Eu não tinha ouvido nem visto suas palavras e ações? Como suas palavras e ações não poderiam ter estado em Minha vista? Como Eu poderia permitir que as pessoas Me iludam assim?

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado