Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos Últimos Dias (Seleções)

Para compreender o caráter de Deus e o Próprio Deus, você deve começar com algo muito pequeno. Mas você deve começar com um pouco de que? Primeiro de tudo, Eu procurei alguns capítulos da Bíblia. As informações abaixo contêm versículos bíblicos, todos relacionados ao tema da obra de Deus, o caráter de Deus e ao Próprio Deus. Eu especificamente encontrei esses trechos como materiais de referência para ajudá-los a compreender a obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus. Aqui Eu vou compartilhar com vocês para ver que tipo de caráter e essência Deus revelou através de Sua obra passada, mas as pessoas as desconhecem. Esses capítulos podem ser antigos, mas o tema que estamos comunicando é algo novo que as pessoas não sabem e nunca ouviram falar. Alguns de vocês poderiam achar isso inconcebível — mencionar Adão e Eva e voltar a Noé não é refazer os mesmos passos novamente? Não importa o que vocês pensam, esses capítulos são muito úteis para a comunhão desse tema e podem ser trabalhados como textos de ensino ou materiais originais para a comunhão de hoje. Vocês compreenderão minhas intenções por trás da escolha dessas seções quando Eu terminar esta comunhão. Os que leram a Bíblia antes podem ter visto esses poucos versículos, mas talvez não os tenham verdadeiramente entendido. Vamos dar uma rápida olhada antes de analisá-los um por um com mais detalhes.

Adão e Eva são ancestrais da humanidade. Se vamos mencionar personagens bíblicos, então devemos começar com os dois. Em seguida Noé, o segundo ancestral da humanidade. Vocês veem isso? Quem é o terceiro personagem? (Abraão.) Todos vocês conhecem a história de Abraão? Alguns de vocês talvez a conheçam, mas para outros pode não estar muito claro. Quem é o quarto personagem? Quem é mencionado na história da destruição de Sodoma? (Ló.) Mas Ló não é mencionado aqui. A quem se refere? (Abraão.) A principal menção na história de Abraão é o que Deus Jeová tinha dito. Vocês veem isso? Quem é o quinto personagem? (Jó.) Deus não menciona muito da história de Jó durante esse estágio de Sua obra? Então vocês se importam muito com essa história? Se vocês se importam muito, vocês leram a história de Jó na Bíblia cuidadosamente? Vocês sabem o que Jó disse, o que ele fez? Aqueles que leram mais, quantas vezes vocês leram? Vocês leem com frequência? Irmãs de Hong Kong, por favor nos digam. (Li algumas vezes antes, quando estávamos na Era da Graça.) Vocês não leram novamente desde então? Se não, então isso é uma grande vergonha. Deixe-Me dizer-lhes: durante essa etapa da obra de Deus, Ele mencionou Jó muitas vezes, o que é um reflexo de Suas intenções. Que Ele mencionou Jó muitas vezes, mas não despertou a atenção de vocês é um testemunho de um fato: vocês não têm interesse em ser pessoas boas que temem a Deus e se desviam do mal. Isso é porque vocês estão satisfeitos com apenas ter uma ideia geral da história de Jó citada por Deus. Vocês estão satisfeitos em apenas compreender a história em si, mas não se importam e não tentam compreender os detalhes de quem Jó é como pessoa e o propósito por trás do porquê Deus Se refere a Jó em várias ocasiões. Se não estão nem mesmo interessados em tal pessoa elogiada por Deus, então em que exatamente vocês estão prestando atenção? Se não se preocupam e não tentam compreender uma pessoa tão importante mencionada por Deus, então o que isso diz sobre a atitude de vocês em relação à palavra de Deus? Não é algo deplorável? Não prova que a maioria de vocês não se envolve em coisas práticas e não estão todos em busca da verdade? Se buscam a verdade, vocês prestarão a atenção necessária às pessoas que Deus aprova e às histórias dos personagens de que Deus falou. Independentemente de apreciá-lo ou achá-lo palpável, vocês irão rapidamente lê-lo, tentar compreendê-lo, encontrar maneiras de seguir o exemplo deles e fazer o máximo que podem. Esse é o comportamento de alguém que anseia pela verdade. Mas o fato é que a maioria de vocês sentados aqui nunca leram a história de Jó. Isso realmente diz algo.

Vamos voltar ao assunto que Eu estava discutindo. Essa parte das escrituras que lida com a Era da Lei do Antigo Testamento é principalmente histórias de personagens que Eu havia extraído. Estas são histórias familiares para a vasta maioria das pessoas que leram a Bíblia. Esses personagens são muito representativos. Aqueles que leram suas histórias poderão sentir que a obra que Deus fez nelas e as palavras que Deus lhes falou são tangíveis e acessíveis às pessoas de hoje. Quando lerem essas histórias e registros da Bíblia, serão capazes de compreender melhor como Deus fez Sua obra e tratou as pessoas naquele momento. Mas o propósito de Eu encontrar esses capítulos hoje não é para que vocês possam tentar compreender essas histórias e os personagens nelas. Pelo contrário, é para que possam, através das histórias desses personagens, ver os feitos de Deus e Seu caráter, tornando assim mais fácil conhecerem e entenderem Deus, ver o lado real Dele, interromper suas imaginações, para impedir suas concepções sobre Ele, e pôr um fim à sua fé em meio à imprecisão. Tentar dar sentido ao caráter de Deus e compreender e conhecer o Próprio Deus sem uma base pode muitas vezes fazer com que vocês se sintam indefesos, impotentes e sem saber por onde começar. É por isso que pensei na ideia de usar tal método e abordagem para permitir que vocês entendam melhor Deus, apreciem mais autenticamente a vontade de Deus e conheçam o caráter de Deus e o Próprio Deus, e permitam que vocês genuinamente sintam a existência de Deus e apreciem Sua vontade para com a humanidade. Isso não é útil a vocês? Agora, o que sentem nos corações quando vocês olham essas histórias e as escrituras novamente? Vocês acham que essas escrituras que escolhi são supérfluas? Devo enfatizar novamente o que acabei de lhes dizer: o objetivo de permitir vocês lerem as histórias desses personagens é ajudá-los a compreender como Deus faz a obra Dele nas pessoas e a Sua atitude para com a humanidade. Através do que vocês podem compreender isso? Através da obra que Deus fez no passado, e combinado com a obra que Deus está fazendo agora para ajudá-los a compreender várias coisas sobre Ele. Essas várias coisas são reais e devem ser conhecidas e apreciadas por aqueles que desejam conhecer a Deus.

Começaremos agora com a história de Adão e Eva. Primeiro, vamos ler as escrituras.

1. Adão e Eva

1) O Comando de Deus para Adão

(Gênesis 2: 15-17) Tomou, pois, Deus Jeová ao homem, e o pôs no jardim do Édem para o lavrar e guardar. Ordenou Deus Jeová ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Entenderam algo desses versículos? Como essa parte das escrituras faz vocês se sentirem? Por que o “Comando de Deus para Adão” foi extraído das escrituras? Cada um de vocês agora tem uma imagem de Deus e Adão em sua mente? Vocês podem tentar imaginar: Se vocês fossem alguém naquela cena, como estaria Deus em seu coração? Que emoções essa imagem faz vocês sentirem? Essa é uma imagem comovente e emocionante. Embora haja apenas Deus e o homem nela, a intimidade entre eles é tão digna de inveja: o grande amor de Deus é gratuitamente concedido ao homem, envolve o homem; o homem é ingênuo e inocente, desimpedido e despreocupado, vivendo alegremente sob os olhos de Deus; Deus mostra preocupação pelo homem, enquanto o homem vive sob a proteção e bênção de Deus; tudo o que o homem faz e diz está intimamente ligado e inseparável de Deus.

Vocês podem dizer que esse é o primeiro comando que Deus deu ao homem desde que o criou. O que esse comando traz? Traz a vontade de Deus, mas também tranz Suas preocupações para com a humanidade. Essa é a primeira ordem de Deus, e é também a primeira vez que Deus Se preocupa com o homem. Isto é, Deus tem uma responsabilidade para com o homem desde o momento em que Ele o criou. Qual é a responsabilidade Dele? Ele tem que proteger o homem, cuidar do homem. Ele espera que o homem possa confiar e obedecer a Suas palavras. Essa é também a primeira expectativa de Deus para com o homem. É com essa expectativa que Deus diz o seguinte: “De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Essas simples palavras representam a vontade de Deus. Elas também revelam que o coração de Deus já começou a mostrar preocupação pelo homem. Entre todas as coisas, somente Adão foi feito à imagem de Deus; Adão era o único ser vivo com o fôlego da vida de Deus; ele poderia andar com Deus, conversar com Deus. É por isso que Deus lhe deu tal ordem. Deus deixou bem claro nesse comando o que o homem pode fazer, bem como o que ele não pode fazer.

Nessas poucas e simples palavras, vemos o coração de Deus. Mas que tipo de coração vemos? Há amor no coração de Deus? Há alguma preocupação? O amor e a preocupação de Deus nesses versículos não só podem ser apreciados pelas pessoas, mas também podem ser bem e verdadeiramente sentidos. Não é assim? Agora que Eu disse isso, vocês ainda acham que essas são apenas algumas palavras simples? Não é tão simples assim, certo? Vocês viram isso antes? Se Deus pessoalmente lhes disse essas poucas palavras, como se sentiriam por dentro? Se você não é uma pessoa compassiva, se seu coração é frio, então você não sentiria nada, você não apreciaria o amor de Deus, e não tentaria compreender o coração de Deus. Mas se você é uma pessoa com consciência, com humanidade, então se sentiria diferente. Você sentiria calor, você sentiria cuidado e amado, e sentiria felicidade. Não é verdade? Quando você sentir essas coisas, como você agirá em relação a Deus? Você se sentiria afeiçoado a Deus? Você amaria e respeitaria Deus do fundo do seu coração? Seu coração se aproximaria de Deus? Você pode ver com isso como o amor de Deus é importante para o homem. Mas o que é ainda mais crucial é a apreciação e compreensão do amor de Deus pelo homem. De fato, Deus não diz muitas coisas semelhantes durante este estágio de Sua obra? Mas as pessoas de hoje apreciam o coração de Deus? Vocês podem compreender a vontade de Deus que acabo de falar? Vocês não conseguem sequer discernir a vontade de Deus quando é concreta, tangível e realista. É por isso que digo que vocês não têm conhecimento real e compreensão de Deus. Não é verdade? Isso é tudo o que vamos compartilhar nesta seção.

2) Deus cria Eva

(Gênesis 2:18-20) Disse mais Deus Jeová: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. Da terra formou, pois, Deus Jeová todos os animais o campo e todas as aves do céu, e os trouxe ao homem, para ver como lhes chamaria; e tudo o que o homem chamou a todo ser vivente, isso foi o seu nome. Assim o homem deu nomes a todos os animais domésticos, às aves do céu e a todos os animais do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea.

(Gênesis 2:22-23) E da costela que Deus Jeová lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada.

Há algumas frases-chave nesta parte das escrituras. Por favor, sublinhe-os: “e tudo o que o homem chamou a todo ser vivente, isso foi o seu nome”. Então, quem deu nome a todos os seres viventes? Foi Adão, e não Deus. Essa frase diz à humanidade um fato: Deus deu inteligência ao homem quando o criou. Ou seja, a inteligência do homem veio de Deus. Isso é certo. Mas por que? Depois que Deus criou Adão, Adão foi para a escola? Ele sabia ler? Depois que Deus fez os vários seres viventes, Adão reconheceu todos esses animais? Deus disse a ele quais eram seus nomes? Naturalmente, Deus também não ensinou como inventar os nomes desses seres. Essa é a verdade! Então, como ele sabia dar a esses seres vivos seus nomes e que tipo de nomes lhes dar? Isso está relacionado a questão do que Deus acrescentou a Adão quando o criou. Os fatos provam que quando Deus criou o homem, Ele acrescentou Sua inteligência nele. Esse é um ponto chave. Estão todos ouvindo atentamente? Há outro ponto chave que deve ficar claro para vocês: depois que Adão deu a esses seres vivos seus nomes, esses nomes foram definidos no vocabulário de Deus. Por que Eu digo isso? Isso também envolve o caráter de Deus e devo explicá-lo.

Deus criou o homem, deu vida a ele e também lhe deu um pouco de Sua inteligência, Suas habilidades e o que Ele tem e é. Depois que Deus deu ao homem todas essas coisas, o homem foi capaz de fazer algumas coisas independentemente e pensar por conta própria. Se o que o homem inventa e faz é bom aos olhos de Deus, então Deus o aceita e não interfere. Se o que o homem faz é correto, então Deus simplesmente permitirá que seja assim para sempre. Então, o que a frase “e tudo o que o homem chamou a todo ser vivente, isso foi o seu nome”. indica? Sugere que Deus não fez nenhuma alteração aos nomes dos seres viventes. Seja qual for o nome que Adão chamasse, Deus diria “sim” e registraria o nome como está. Deus expressou alguma opinião? Com certeza não. Então, o que vocês veem aqui? Deus deu inteligência ao homem e o homem usou a inteligência dada por Deus para fazer as coisas. Se o que o homem faz é positivo aos olhos de Deus, então é afirmado, reconhecido e aceito por Deus sem qualquer avaliação ou crítica. Isso é algo que nenhuma pessoa ou espírito maligno, ou Satanás, pode fazer. Vocês veem uma revelação do caráter de Deus aqui? Será que um ser humano, um ser humano corrompido ou Satanás aceitariam que outros os representassem fazendo coisas bem debaixo do seu nariz? Claro que não! Eles lutariam por posição com aquela outra pessoa ou outra força que é diferente deles? Claro que sim! Naquele momento, se fosse uma pessoa corrompida ou Satanás que estivesse com Adão, eles certamente teriam rejeitado o que Adão estava fazendo. Para provar que eles têm a capacidade de pensar de forma independente e ter seus próprios conhecimentos únicos, eles teriam absolutamente negado tudo o que Adão fez: “Você quer chamar assim? Bem, eu não vou chamar assim, vou chamar de outro jeito; você chamou de Tom, mas eu vou chamá-lo de Harry. Eu tenho que exibir meu brilho.” Que tipo de natureza é essa? Não é descontroladamente arrogante? Mas Deus tem tal caráter? Deus fez alguma objeção extraordinária quanto a isso que Adão fez? A resposta é inequivocadamente não! Do caráter que Deus revela, não há o menor grau de argumentação, arrogância ou hipocrisia. Isso está bastante claro aqui. Isso é apenas algo muito pequeno, mas se você não entende a essência de Deus, se o seu coração não tenta descobrir como Deus age e qual é a atitude de Deus, então você não conhecerá o caráter de Deus ou verá a expressão e revelação do caráter de Deus. Não é assim? Você concorda com o que eu acabei de explicar? Em resposta às ações de Adão, Deus não proclamou em voz alta: “Você fez bem. Você fez certo. Eu concordo.” Em Seu coração, porém, Deus aprovou, apreciou e aplaudiu o que Adão fez. Essa foi a primeira coisa que o homem fez por Deus desde a criação sob Sua instrução. Foi algo que o homem fez no lugar de Deus e em nome de Deus. Aos olhos de Deus, isso surgiu da inteligência que Ele conferiu ao homem. Deus viu isso como algo bom, algo positivo. O que Adão fez naquela época foi a primeira manifestação da inteligência de Deus sobre o homem. Foi uma ótima manifestação do ponto de vista de Deus. O que Eu quero dizer a vocês aqui é que o objetivo de Deus em adicionar uma parte do que Ele tem e é e Sua inteligência ao homem era que a humanidade pudesse ser um ser vivente que O manifeste. Que tal ser vivente fizesse as coisas em Seu nome era exatamente o que Deus desejava ver.

3)Deus faz roupas de peles para Adão e Eva

(Gênesis 3: 20-21) Chamou Adão à sua mulher Eva, porque era a mãe de todos os viventes. E Deus Jeová fez roupas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu.

Vamos dar uma olhada nessa terceira passagem, que afirma que há um significado por trás do nome que Adão deu a Eva, certo? Isso mostra que depois de ser criado, Adão teve seus próprios pensamentos e compreendeu muitas coisas. Mas, por enquanto, não vamos estudar ou explorar o que ele compreendeu ou o quanto ele compreendeu, porque esse não é o ponto principal que desejo discutir na terceira passagem. Então, qual é o ponto principal da terceira passagem? Vamos dar uma olhada na frase: “E Deus Jeová fez roupas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu”. Se não comunicarmos acerca dessa frase das escrituras hoje, talvez vocês nunca percebam as conotações por trás dessas palavras. Primeiro, deixe-Me dar algumas pistas. Expanda suas imaginações e imagine o Jardim do Éden, com Adão e Eva vivendo nele. Deus vai visitá-los, mas eles se escondem porque estão nus. Deus não os vê, e depois de chamar por eles, eles dizem: “Não ousamos vê-Lo porque nossos corpos estão nus.” Eles não se atrevem a ver Deus porque estão nus. Então, o que Deus Jeová faz por eles? O texto original diz: “E Deus Jeová fez roupas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu”. Agora vocês sabem o que Deus usou para fazer a roupa deles? Deus usou peles de animais para fazer a roupa deles. Isto é, a roupa que Deus fez para o homem era um casaco de pele. Esta foi a primeira peça de roupa que Deus fez para o homem. Um casaco de pele é um item de vestuário sofisticado para os padrões atuais, algo que nem todos podem usar. Se alguém lhes perguntar: qual foi a primeira peça de roupa usada pelos ancestrais da humanidade? Vocês poderão responder: foi um casaco de pele. Quem fez este casaco de pele? Vocês ainda podem responder: foi Deus! Esse é o ponto principal: essa roupa foi feita por Deus. Não é algo que vale a pena notar? Agora que acabei de descrever, uma imagem surgiu em suas mentes? Deve haver pelo menos uma descrição aproximada disso. O ponto em dizer isso hoje, não é para que saibam qual a primeira peça que o homem vestiu. Então, qual é o ponto? O ponto não é o casaco de pele, mas como conhecer o caráter, o ser e as posses revelados por Deus quando Ele estava fazendo isso.

Nesta imagem de “E Deus Jeová fez roupas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu”, que tipo de papel Deus apresenta quando Ele está com Adão e Eva? Sob que tipo de papel Deus apresenta em um mundo com apenas dois seres humanos? Como o papel de Deus? Irmãos de Hong Kong, por favor, respondam. (Como o papel de um dos pais.) Irmãos da Coreia do Sul, que tipo de papel vocês acham que Deus apresenta? (Cabeça da família.) Irmãos de Taiwan, o que vocês acham? (O papel de alguém na família de Adão e Eva, o papel de um membro da família.) Alguns de vocês acham que Deus apresenta como um membro da família de Adão e Eva, enquanto alguns dizem que Deus apresenta como o cabeça da família e outros dizem como um dos pais. Todas estão muito apropriadas. Mas a que estou chegando? Deus criou essas duas pessoas e as tratou como Seus companheiros. Como sua única família, Deus cuidou da vida deles e também cuidou de suas necessidades básicas. Aqui, Deus Se apresenta como um dos pais de Adão e Eva. Enquanto Deus faz isso, o homem não vê o quanto Deus é elevado; ele não vê a importantíssima supremacia de Deus, Seu mistério e especialmente nem Sua ira ou majestade. Tudo o que ele vê é a humildade de Deus, seu afeto, sua preocupação com o homem e sua responsabilidade e cuidado para com ele. A atitude e o modo como Deus tratou Adão e Eva são semelhantes aos pais humanos que demonstram preocupação por seus próprios filhos. Também é como os pais humanos amam, e cuidam de seus próprios filhos e filhas — reais, visíveis e tangíveis. Em vez de Se colocar em uma posição elevada e poderosa, Deus pessoalmente usou peles para fazer roupa para o homem. Não importa se este casaco de pele foi usado para cobrir sua modéstia ou para protegê-los do frio. Em resumo, esta roupa usada para cobrir o corpo do homem foi feita pessoalmente por Deus com as próprias mãos. Ao invés de criá-lo simplesmente através do pensamento ou métodos milagrosos como as pessoas imaginam, Deus legitimamente fez algo que o homem acha que Deus não poderia e não deveria fazer. Isso pode ser algo simples que alguns nem pensam ser digno de menção, mas também permite a todos aqueles que seguem a Deus, mas antes estavam cheios de ideias vagas sobre Ele, ganhar uma visão de Sua genuinidade e beleza e ver Sua natureza fiel e humilde. Faz com que pessoas insuportavelmente arrogantes, que pensam que são superiores e poderosas, curvem suas cabeças vaidosas com vergonha diante da genuinidade e humildade de Deus. Aqui, a genuinidade e humildade de Deus permitem que as pessoas vejam quão amável Ele é. Em contrapartida, o imenso Deus, o Deus amável e o Deus onipotente no coração das pessoas é tão pequeno, pouco atraente e incapaz de resistir a um único golpe. Quando você vê esse versículo e ouve essa história, você despreza a Deus por ter feito tal coisa? Algumas pessoas talvez, mas para outras, será exatamente o contrário. Elas pensarão que Deus é genuíno e amável, e é precisamente a genuinidade e a beleza de Deus que as move. Quanto mais elas veem o lado real de Deus, mais podem apreciar a verdadeira existência do amor de Deus, a importância de Deus em seu coração e como Ele permanece ao lado delas a cada momento.

Neste ponto, devemos ligar nossa discussão ao presente. Se Deus pudesse fazer essas pequenas coisas para os homens que Ele criou no começo, até mesmo algumas coisas que as pessoas nunca ousariam pensar ou esperar, então Deus poderia fazer tais coisas para as pessoas de hoje? Algumas pessoas dizem: “Sim!”. Por quê? Porque a essência de Deus não é falsa, Sua beleza não é falsa. Porque a essência de Deus realmente existe e não é algo acrescentado por outros, e certamente não é algo que se modifica com as mudanças no tempo, lugar e eras. A genuinidade e a beleza de Deus podem realmente ser reveladas através de algo que as pessoas acham que é desinteressante e insignificante, algo tão pequeno que as pessoas nem pensam que Ele faria. Deus não é pretensioso. Não há exagero, disfarce, orgulho ou arrogância em Seu caráter e essência. Ele nunca Se vangloria, mas, ao contrário, ama, demonstra preocupação, cuida e conduz os seres humanos que Ele criou com fidelidade e sinceridade. Não importa o quanto as pessoas possam apreciar, sentir ou ver, que Deus está absolutamente fazendo essas coisas. Saber que Deus tem tal essência afetaria o amor das pessoas por Ele? Isso influenciaria seu medo de Deus? Espero que quando você compreender o lado real de Deus, você se aproxime ainda mais Dele e seja capaz de apreciar ainda mais verdadeiramente o Seu amor e cuidado para com a humanidade, enquanto ao mesmo tempo também entregue o seu coração a Deus e já não tenha quaisquer suspeitas ou dúvidas para com Ele. Deus está discretamente fazendo tudo para o homem, fazendo tudo em silêncio através de Sua sinceridade, fidelidade e amor. Mas Ele nunca tem qualquer apreensão ou arrependimento por tudo o que Ele faz, nem Ele nunca precisa de alguém para retribuir-Lhe de qualquer forma ou ter intenções de alguma vez obter qualquer coisa da humanidade. O único propósito de tudo que Ele já fez é para que Ele possa receber a verdadeira fé e amor da humanidade. Vamos encerrar o primeiro tema aqui.

Essas discussões ajudaram vocês? O quanto ajudou? (Mais compreensão e conhecimento do amor de Deus.) (Esse método de comunhão pode nos ajudar no futuro a apreciar melhor a palavra de Deus, a compreender as emoções que Ele teve e os significados por trás das coisas que Ele disse quando as disse e a sentir o que sentia naquele momento.) Algum de vocês percebem ainda mais a existência real de Deus depois de ler essas palavras? Você sente que a existência de Deus não é mais vazia ou vaga? Uma vez que têm esse sentimento, vocês percebem que Deus está bem ao lado de vocês? Talvez a sensação não seja óbvia agora ou vocês não consigam senti-la ainda. Mas um dia, quando realmente tiverem uma profunda apreciação e conhecimento real do caráter e essência de Deus em seu coração, você sentirá que Deus está bem ao seu lado — é só que você nunca tinha genuinamente aceitado a Deus em seu coração. Isso é real.

O que acham desse método de comunhão? Vocês conseguiram acompanhar? Vocês acham que esse tipo de comunhão sobre o tema da obra de Deus e o caráter de Deus é muito pesado? Como se sentiram? (Muito bom, animado.) O que fez com que se sentissem bem? Por que vocês estavam animados? (Foi como voltar ao Jardim do Éden, voltar a estar ao lado de Deus.) “O caráter de Deus” é na verdade um tema muito pouco familiar para todos, porque o que você normalmente imagina, o que você lê em livros ou ouve em comunicações, sempre faz você se sentir um cego tocando um elefante — você está apenas sentindo com as mãos, mas você não vê nada com os olhos. O “toque da mão” simplesmente não pode dar a você um esboço básico do conhecimento de Deus, muito menos um conceito claro. O que isso traz a você é mais imaginação, de modo que você não consegue definir precisamente o que o caráter e a essência de Deus são. Em vez disso, esses fatores de incerteza decorrentes de sua imaginação parecem sempre encher seu coração de dúvidas. Quando você não consegue ter certeza sobre algo e ainda assim tenta entendê-lo, em seu coração sempre haverá contradições e conflitos, e às vezes pode até formar um distúrbio, fazendo você sentir-se perdido. Não é algo muito agonizante quando você quer buscar a Deus, conhecer a Deus e vê-Lo claramente, mas parece que sempre não consegue encontrar as respostas? Naturalmente, essas palavras são direcionadas apenas àqueles que desejam buscar a reverência de Deus e satisfazer a Deus. Para aquelas pessoas que simplesmente não prestam atenção a tais coisas, isso na verdade não importa, porque elas esperam que seja melhor que o real e a existência de Deus sejam uma lenda ou fantasia, para que possam fazer o que quiserem, para que possam ser os maiores e os mais importantes, para que possam cometer más ações sem levar em conta as consequências, para que não tenham que enfrentar punição ou assumir qualquer responsabilidade, de modo que nem mesmo as coisas que Deus diz sobre os malfeitores se apliquem a elas. Essas pessoas não estão dispostas a compreender o caráter de Deus, estão fartas de tentar conhecer a Deus e qualquer coisa a respeito Dele. Elas prefeririam que Deus não existisse. Essas pessoas se opõem a Deus e são elas que serão eliminadas.

0Busca por x resultados