Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

A santidade de Deus (I) (Parte 3)

Agora que acabamos de falar sobre Satanás, voltemos a falar sobre nosso Deus. Durante o plano de gestão de seis mil anos de Deus, muito pouco das falas diretas de Deus foi registrado na Bíblia, e o que foi registrado é muito simples. Portanto, vamos começar pelo princípio. Deus criou o homem e, desde então, tem sempre conduzido a vida da humanidade. Quer ao dar bênçãos à humanidade, dar-lhe as leis e Seus mandamentos, ou ao estipular as várias regras para a vida, vocês sabem quais são os objetivos pretendidos por Deus ao fazer essas coisas? Em primeiro lugar, vocês podem dizer ao certo que tudo que Deus faz é para o bem da humanidade? (Sim, podemos.) Vocês podem pensar que essa é uma sentença relativamente ampla e vazia, mas, falando de modo específico, tudo que Deus faz é conduzir e guiar o homem na direção de uma vida normal. Quer seja para que o homem guarde Suas regras ou respeite Suas leis, o objetivo de Deus para o homem é que este não adore Satanás, não seja prejudicado por Satanás; isso é fundamental e foi isso que aconteceu no princípio. No começo de tudo, quando o homem não entendia a vontade de Deus, Ele tomou algumas leis e regras simples e fez provisões que cobriam todos os aspectos concebíveis. Essas provisões são muito simples e, não obstante, contêm a vontade de Deus. Deus preza, valoriza e ama profundamente a humanidade. Não é esse o caso? (Sim.) Podemos então dizer que Seu coração é santo? Podemos dizer que Seu coração é puro? (Sim.) Deus tem alguma intenção ulterior? (Não.) Então, esse Seu objetivo é correto e positivo? (Sim.) Não importa que provisões Deus tenha feito, no curso de Sua obra todas têm um efeito positivo para o homem, e elas mostram o caminho. Existe então algum pensamento interesseiro na mente de Deus? Deus tem quaisquer objetivos adicionais no que diz respeito ao homem, ou quer usar o homem de alguma maneira? (Não.) De modo algum. Deus faz o que diz, e Ele também pensa desse modo em Seu coração. Não existem propósitos misturados, nem pensamentos interesseiros. Deus não faz nada para Si Mesmo, mas faz absolutamente tudo para homem, sem nenhum propósito pessoal. Embora Ele tenha planos e intenções para o homem, Ele não faz nada para Si Mesmo. Tudo que Ele faz é feito puramente para humanidade, para protegê-la e impedi-la de ser levada a se desviar. Esse coração, portanto, não é precioso? (Sim.) Você consegue ver em Satanás o menor indício desse coração precioso? Você consegue ver? (Não.) Você não consegue ver nenhum indício disso em Satanás. Tudo que Deus faz é revelado naturalmente. Olhando para o modo como Deus opera, como é que Ele opera? Deus pega essas leis e Suas palavras e as amarra bem apertado na cabeça de cada pessoa como o feitiço do aro dourado[a], impondo-as a cada uma? Ele opera desse modo? (Não.) Então, de que maneira Deus faz Sua obra? (Ele nos guia.) Esse é um aspecto. Mais algum? Deus opera em vocês de muitas maneiras; como pode ser que vocês tenham ficado sem palavras após somente uma delas? (Ele aconselha e encoraja.) Eis um segundo aspecto. Mais algum? Ele ameaça? Usa rodeios para falar com vocês? (Não.) Quando você não compreende a verdade, como Deus guia você? (Ele acende uma luz.) Ele acende uma luz em você, dizendo-lhe claramente que isso não está de acordo com a verdade, e o que você deve fazer. Com base nessas maneiras como Deus opera, que espécie de relacionamento você sente que tem com Deus? Elas fazem você pensar que Deus está além de seu entendimento? (Não.) Como, então, elas fazem você se sentir? Deus está especialmente próximo de você, não existe distância entre vocês. Quando Deus guia você, quando Ele provê para você, ajuda-o e o apoia, você sente a amabilidade de Deus, Sua respeitabilidade, você sente como Ele é adorável, como é afetuoso. Mas, quando Deus reprova sua corrupção, ou quando Ele julga e disciplina você por se rebelar contra Ele, que método Deus usa? Ele o repreende com palavras? Ele o disciplina por meio do seu ambiente e das pessoas, das situações e das coisas? (Sim.) Que nível essa disciplina alcança? (Um nível que o homem consegue tolerar.) O nível de disciplina de Deus atinge o mesmo ponto em que Satanás prejudica o homem? (Não.) Deus opera de maneira gentil, amorosa, delicada e atenciosa, uma maneira especialmente dosada e apropriada. Sua maneira não faz você sentir emoções intensas como “Deus deve me deixar fazer isto” ou “Deus deve me deixar fazer aquilo”. Deus nunca lhe proporciona esse tipo de mentalidade intensa ou de sentimentos intensos que torna as coisas insuportáveis. Isso não está correto? Mesmo quando você aceita as palavras de Deus de julgamento e castigo, como é que você se sente então? Quando sente a autoridade e o poder de Deus, como você se sente então? Você sente que Deus é divino e inviolável? (Sim.) Você se sente distante de Deus nesses momentos? Sente medo de Deus? (Não.) Não. Em vez disso, você sente uma temerosa reverência por Deus. As pessoas sentem todas essas coisas somente por causa da obra de Deus? (Sim.) Então, elas teriam esses sentimentos se Satanás operasse no homem? (Não.) Deus usa Suas palavras, Sua verdade e Sua vida para prover continuamente ao homem, para apoiá-lo. Quando o homem é fraco, quando o homem está se sentindo abatido, Deus certamente não fala asperamente, dizendo: “Não fique abatido. Para que se abater? Por que se sente fraco? Que motivo há para se sentir fraco? Voce está tão fraco e sempre tão abatido. De que adianta viver? Morra de uma vez!” Deus opera desse modo? (Não.) Deus tem autoridade para agir assim? (Sim.) Mas Deus age assim? (Não.) A razão pela qual Deus não age assim é Sua essência, a essência da santidade de Deus. Seu amor pelo homem, Seu valorizar e estimar o homem não podem ser claramente expressos em apenas uma ou duas sentenças. Não é algo que é ocasionado pelo vangloriar do homem, mas é algo que Deus cria na prática real; é a revelação de Sua essência. Podem todas essas maneiras pelas quais Deus opera permitir que o homem veja a santidade de Deus? Em todas essas maneiras pelas quais Deus opera, incluindo Suas boas intenções, incluindo os efeitos que Deus deseja alcançar no homem, incluindo os diferentes meios que Ele adota para operar no homem, o tipo de obra que realiza, o que Ele quer que o homem compreenda, você enxergou alguma maldade ou astúcia nas boas intenções de Deus? (Não.) Então, em tudo que Deus faz, em tudo que Deus diz, em tudo que Ele tem em Seu coração, assim como toda a essência que Ele revela, podemos chamar Deus de santo? (Sim.) Algum homem já viu alguma vez essa santidade no mundo ou em si mesmo? Além de Deus, você a viu em qualquer homem ou em Satanás? (Não.) Com base no que falamos até aqui, podemos chamar Deus de o Próprio Deus único e santo? (Sim.) Tudo que Deus dá ao homem, incluindo Suas palavras, as diferentes maneiras pelas quais opera no homem, aquilo que Ele diz ao homem, aquilo que Deus faz o homem recordar, aquilo que Ele aconselha e encoraja, tudo isso se origina da mesma essência: tudo se origina da santidade de Deus. Se não houvesse um Deus santo assim, homem algum poderia ocupar Seu lugar para realizar a obra que Ele faz. Se Deus pegasse essas pessoas e as entregasse inteiramente nas mãos de Satanás, vocês já pensaram no tipo de condição em que todos vocês estariam hoje? Vocês estariam todos sentados aqui, completos e intactos? (Não.) Então, como estariam? Vocês também diriam: “De rodear a terra, e de passear por ela”? Iriam se gabar, ser tão descarados e se vangloriar sem vergonha diante de Deus, se exibindo e falando dessa maneira? (Sim.) Iriam cem por cento! Absolutamente, iriam! A atitude de Satanás quanto ao homem permite-lhe enxergar que a natureza de Satanás é radicalmente diferente da de Deus. Sua essência é completamente diferente da de Deus. Que essência de Satanás é o oposto da santidade de Deus? (O seu mal.) A natureza maligna de Satanás é o oposto da santidade de Deus. A razão pela qual a maioria das pessoas não reconhece essa expressão de Deus e essa essência da santidade de Deus é porque elas vivem sob o império de Satanás, dentro da corrupção de Satanás, no recinto onde Satanás vive. Elas não sabem o que a santidade é nem como definir santidade. Mesmo quando você percebe a santidade de Deus, você ainda não consegue defini-la como a santidade de Deus com alguma certeza. Isso é uma disparidade no conhecimento da santidade de Deus pelo homem.

Que tipo de característica representativa é demonstrado na obra de Satanás no homem? Vocês devem saber disso a partir de suas próprias experiências: a característica mais representativa de Satanás, o que ele mais faz, aquilo que tenta fazer com cada pessoa. Ele tem um traço que talvez vocês não consigam ver para que não pensem quanto Satanás é temível e odioso. Alguém sabe qual é essa característica? Digam-Me. (Tudo que ele faz é para prejudicar o homem.) Ele faz coisas para prejudicar o homem. Como ele prejudica o homem? Vocês podem Me mostrar mais especificamente, em mais detalhes? (Ele seduz, provoca e tenta o homem.) É isso mesmo, isso demonstra vários aspectos. Mais alguma coisa? (Ele ilude o homem.) Ele ilude, ataca e acusa. Sim, tudo isso. Há mais alguma? (Ele mente.) Trapacear e mentir é muito natural para Satanás. Ele faz isso com tanta frequência que as mentiras saem de sua boca sem que ele nem precise pensar. Algo mais? (Ele semeia a discórdia.) Essa não é tão importante. Vou descrever para vocês algo que os aterrorizará, mas não faço isso para amedrontar vocês. Deus opera no homem e o homem é estimado tanto nas atitudes de Deus como em Seu coração. Satanás, ao contrário, estima o homem? Ele não estima o homem. O que ele quer com o homem? Ele quer prejudicar o homem, só pensa em prejudicá-lo. Não é isso? Quando rumina sobre prejudicar o homem, Satanás faz isso num estado de espírito urgente? (Sim.) Portanto, quando se trata da obra de Satanás no homem, tenho aqui duas palavras que podem descrever amplamente a natureza maliciosa e maligna de Satanás, que realmente podem permitir a vocês conhecer a odiosidade de Satanás: na maneira como ele aborda o homem, Satanás sempre quer “ocupar” e “possuir” à força a cada um deles, de modo que possa chegar a um ponto em que esteja completamente no controle do homem, prejudicando-o, a fim de atingir esse objetivo e sua louca ambição. O que significa “ocupar à força”? Isso acontece com o seu consentimento ou sem? Acontece com o seu conhecimento ou sem? É completamente sem o seu conhecimento! Em situações nas quais você não está consciente, possivelmente quando Satanás não tiver dito nada ou possivelmente quando ele não tiver feito nada, quando não existe uma premissa, nenhum contexto, ali está ele à sua volta, cercando você. Ele busca uma oportunidade para explorar e então ocupa você à força, possui você, atingindo seu objetivo de estar completamente controlando e prejudicando você. Essa é uma intenção e conduta muito típica na luta de Satanás contra Deus pela humanidade. Como vocês se sentem quando ouvem isso? (Aterrorizados e termerosos em nosso coração.) Vocês se sentem enojados? (Sim.) Quando se sentem enojados, vocês acham que Satanás não tem vergonha? (Sim.) Quando pensam que Satanás não tem vergonha, vocês então se sentem enojados com essas pessoas à sua volta que sempre querem controlá-los, que têm uma descontrolada ambição por status e interesses? (Sim.) E quais métodos Satanás usa para possuir à força o homem e ocupá-lo? Vocês têm clareza a esse respeito? Quando ouve essas duas expressões – “ocupação à força” e “possessão” – você tem uma sensação estranha e sente desgosto, não é? Você sente o gosto do sabor maligno delas? Sem seu conhecimento ou consentimento, ele possui você, ocupa você e o corrompe. Que gosto você consegue sentir em seu coração? Abominação? (Sim.) Enojo? (Sim.) Quando você sente essa abominação e esse enojo por esse método de Satanás, que tipo de sentimento você tem por Deus? (Gratidão.) Você se sente grato a Deus por salvá-lo. Assim, neste momento, você tem o desejo ou a vontade de deixar que Deus assuma o controle de você por inteiro e domine tudo em você? (Sim.) Em que contexto? Você diz “sim” porque teme ser ocupado e possuído à força por Satanás? (Sim.) Você não pode ter esse tipo de mentalidade, não é correto. Não tenha medo, Deus está aqui. Não há nada a temer, certo? Quando você tiver entendido a essência maligna de Satanás, você deverá ter um entendimento mais preciso ou uma apreciação mais profunda do amor de Deus, de Suas boas intenções, da compaixão e da tolerância de Deus em relação ao homem, e de Seu caráter justo. Satanás é tão odioso e, no entanto, se isso ainda não inspira seu amor por Deus, sua dependência de Deus e sua confiança Nele, então que espécie de pessoa você é? Você está disposto a deixar que Satanás o prejudique tanto assim? Depois de enxergar o mal e a hediondez de Satanás, nós o viramos de lado e então olhamos para Deus. Seu conhecimento de Deus agora passou por alguma mudança? (Sim.) Que tipo de mudança? Podemos dizer que Deus é santo? Podemos dizer que é perfeito? “Deus é santidade única”: Ele pode aguentar esse título? (Sim.) Portanto, no mundo e entre todas as coisas, é somente o Próprio Deus que pode aguentar esse entendimento do homem? Existe mais alguém? (Não.) Então, o que exatamente Deus dá ao homem? Ele lhe dispensa somente poucos cuidados, interesse e consideração quando você não está prestando atenção? O que Deus deu ao homem? Deus deu vida ao homem, deu-lhe tudo, e lhe outorga incondicionalmente sem exigir nada, sem nenhuma intenção ulterior. Ele usa a verdade, usa Suas palavras, usa Sua vida para conduzir e guiar o homem, afastando-o dos danos de Satanás, de suas tentações, de sua sedução, permitindo que o homem enxergue claramente através da natureza maligna de Satanás e de sua face hedionda. O amor e o interesse de Deus pela humanidade são verdadeiros? São algo que cada um de vocês pode experimentar? (Sim.)

Reveja sua vida até agora todas as coisas que Deus fez em você, em todos os anos de sua fé. Quer você sinta isso com profundidade ou não, não foi muito necessário? Não foi o que você mais necessitava obter? (Sim.) Isso não é verdade? Isso não é a vida? (Sim.) Então, alguma vez Deus o iluminou para que você desse algo em troca ou retribuísse com qualquer coisa depois de Ele lhe ter dado essas coisas? (Não.) Então, qual é o propósito de Deus? Por que Deus faz isso? Deus também tem o objetivo de ocupar você? (Não.) Deus quer elevar Seu trono no coração do homem? (Sim.) Então, qual é a diferença entre Deus elevar Seu trono e a ocupação à força de Satanás? Deus quer ganhar o coração do homem, Ele quer ocupar o coração do homem. O que isso quer dizer? Quer dizer que Deus quer que o homem se torne Sua marionete, Sua máquina? (Não.) Então, qual é o propósito de Deus? Existe diferença entre Deus querer ocupar o coração dos homens e a ocupação à força de Satanás e sua posse do homem? (Sim.) Qual é a diferença? Você pode Me dizer claramente? (Satanás age pela força ao passo que Deus deixa que o homem aja voluntariamente.) Satanás atua pela força enquanto Deus deixa você agir voluntariamente. É essa a diferença? Então, se você não se voluntariar, o que acontece? Se você não se voluntariar, Deus faz alguma coisa? (Ele dá alguma orientação e esclarecimento, mas se, no fim, o homem não está disposto, Ele não o força.) Para que Deus quer o seu coração? E, além disso, para que Deus quer ocupar você? Como é que, no seu coração, vocês entendem “Deus ocupa o coração dos homens”? Aqui devemos ser justos com Deus, caso contrário as pessoas sempre entenderão errado e pensarão: “Deus sempre quer me ocupar. Para que Ele quer me ocupar? Não quero ser ocupado, só quero ser eu mesmo. Você diz que Satanás ocupa as pessoas, mas Deus também ocupa as pessoas. Não é a mesma coisa? Não quero deixar ninguém me ocupar. Eu sou eu mesmo”. Qual a diferença aqui? Pare um minuto para pensar nisso. (Acho que Deus quer ganhar o coração dos homens e ocupar seu coração para salvar o homem, para torná-lo perfeito.) O que você diz é o objetivo da gestão do homem por Deus: torná-lo perfeito. Você entende o que “ocupar” significa aqui? (Significa não deixar que Satanás ocupe o homem. Se Deus está na ocupação, então Satanás não tem como ocupar o homem.) Você quer dizer que Deus é o primeiro ocupante; como numa casa vazia, quem entra primeiro se torna o dono da casa. Quem vem depois não pode se tornar o dono da casa, mas, ao contrário, se torna o servo, ou nem pode entrar na casa. É isso que você quer dizer? (Sim, quero dizer algo assim.) Alguém tem outra opinião? (Meu entendimento de “Deus ocupa o coração dos homens” é que Deus nos trata como Sua Própria família, importando-Se conosco e nos amando. Satanás ocupa o coração dos homens a fim de nos causar dano, nos prejudicar.) É assim que você entende “Deus ocupa o homem”. Há algum outro entendimento ou opiniões diferentes? (Deus ocupa o homem usando Sua palavra, na esperança de que o homem possa aceitar a palavra de Deus como sua vida, a fim de que o homem possa viver de acordo com a palavra de Deus.) Esse é o verdadeiro significado de “Deus ocupa o homem”, não é? Há opiniões diferentes? (Minha opinião é que Deus é a corporificação da verdade, por isso Deus quer nos fornecer toda a verdade e, porque obtemos essa verdade e somos postos sob Seus cuidados e proteção, podemos, portanto, evitar cair nos esquemas astuciosos de Satanás e sermos prejudicados por ele. Em termos práticos, Deus quer ganhar o coração dos homens para que possam viver uma vida normal na terra e obter as bênçãos de Deus.) Mas vocês ainda não atingiram o real significado de “Deus ocupa o coração dos homens”. (Originalmente, o homem foi feito por Deus, então o homem deve adorá-Lo e voltar a Ele. O homem pertence a Deus.) Pergunto a vocês: a frase “Deus ocupa o homem” é vazia? A ocupação do homem por Deus significa que Ele vive no seu coração e domina cada palavra e cada movimento seu? Se Ele lhe diz para sentar, você não ousa ficar em pé? Se Ele lhe diz para ir para o leste, você não ousa ir para o oeste? É uma ocupação que quer dizer algo como isso? (Não.) Então o que é? (Quer dizer que o homem deve viver o que Deus tem e é.) Através desses anos em que Deus gerenciou o homem, em Sua obra sobre o homem até agora, neste último estágio, qual é o efeito pretendido no homem de todas as palavras que Ele pronunciou? É que o homem viva o que Deus tem e é? Considerando o sentido literal de “Deus ocupa o coração dos homens”, parece que Deus pega o coração dos homens e o ocupa, vive nele e não sai mais dali; Ele vive ali dentro e se torna o senhor do coração dos homens a fim de dominar e arranjar do coração deles à vontade, de modo que o homem deve ir aonde quer que Deus lhe disser que vá. Nesse nível de significado, parece que todas as pessoas se tornaram Deus, possuindo a essência de Deus, possuindo o caráter de Deus. Nesse caso, portanto, poderia o homem também realizar os atos e os feitos de Deus? Pode-se explicar a “ocupação” desse modo? (Não.) Então o que é? (As pessoas que Deus quer não são marionetes; elas têm pensamentos e seu coração está vivo. Portanto, a ocupação do homem por Deus é na esperança de que o homem possa ter pensamentos e possa sentir as alegrias e as tristezas de Deus; o homem e Deus interagem um com o outro.) Eu lhes pergunto isto: todas as palavras e a verdade que Deus fornece ao homem são uma revelação da essência de Deus e do que Ele tem e é? (Sim.) Isso é certo. Mas todas as palavras que Deus fornece ao homem são para o Próprio Deus praticar, para o Próprio Deus possuir? Pare um instante para pensar nisso. Quando Deus julga o homem, por causa de que Ele faz isso? De onde vieram essas palavras? Qual é o conteúdo dessas palavras que Deus fala quando Ele julga o homem? Em que elas se baseiam? Elas se baseiam no caráter corrupto do homem? (Sim.) Então, o efeito alcançado pelo julgamento do homem por Deus está baseado na essência de Deus? (Sim.) Assim, é a ocupação do homem por Deus uma frase vazia? Certamente não. Então, por que Deus diz essas palavras? Qual é Seu propósito ao dizer tais palavras? Ele quer usar essas palavras para a vida do homem? (Sim.) Deus quer usar toda essa verdade que Ele falou para a vida do homem. Quando o homem toma toda essa verdade e a palavra de Deus e as transforma em sua própria vida, o homem pode então obedecer a Deus? O homem pode então temer a Deus? O homem pode evitar o mal? Quando o homem tiver alcançado esse ponto, ele poderá então obedecer à soberania e aos arranjos de Deus? O homem está então em posição de se submeter à autoridade de Deus? Quando pessoas como Jó ou Pedro chegam ao fim de seu caminho, quando sua vida pode ser considerada madura, quando possuem um real entendimento de Deus, Satanás ainda consegue desviá-las do caminho? Satanás ainda consegue ocupá-las? Satanás ainda consegue possuí-las à força? (Não.) Então, que espécie de pessoa é essa? É alguém que foi completamente conquistado por Deus? (Sim.) Nesse nível de significado, como vocês veem essa espécie de pessoa que foi completamente ganha por Deus? Para Deus, nessas circunstâncias, Ele já ocupou o coração dessa pessoa. Mas o que ela sente? É o caso de a palavra de Deus, Sua autoridade e o caminho de Deus tornarem-se vida no interior do homem e então essa vida ocupa o ser inteiro do homem, constituindo o que ele vive, assim como sua essência adequada a satisfazer a Deus? Para Deus, o coração da humanidade neste exato momento está ocupado por Ele? (Sim.) Como vocês entendem este nível de significado agora? É o Espírito de Deus que ocupa você agora? (Não.) Então, o que exatamente ocupa você? (A palavra de Deus.) É o caminho de Deus e Sua palavra. É a verdade que se tornou sua vida, e é a palavra de Deus que se tornou a sua vida. Neste momento, o homem tem então a vida que vem de Deus, mas não podemos dizer que esta vida é a vida de Deus. Em outras palavras, não podemos dizer que a vida que o homem deve derivar da palavra de Deus é a vida de Deus. Assim, não importa por quanto tempo o homem siga a Deus, não importa quantas palavras o homem obtenha de Deus, o homem nunca pode se tornar Deus. Isso não é correto? (Sim.) Mesmo se um dia Deus disser: “Ocupei o seu coração; agora você possui a Minha vida”, você então sentiria que é Deus? (Não.) O que você se tornaria então? Você não teria uma obediência absoluta a Deus? Seu corpo e seu coração não estariam repletos com a vida que Deus lhe concedeu? Essa é uma manifestação muito normal quando Deus ocupa o coração dos homens. Isso é fato. Assim, vendo por esse aspecto, o homem pode se tornar Deus? (Não.) Quando o homem tiver obtido toda a palavra de Deus, quando o homem puder temer a Deus e evitar o mal, o homem poderá então possuir a identidade de Deus? (Não.) O homem poderá então possuir a essência de Deus? (Não.) Não importa o que aconteça, o homem ainda é o homem depois que tudo tiver sido dito e feito. Você é uma criação; quando tiver recebido de Deus a palavra de Deus e tiver recebido o Seu caminho, você só possui a vida que vem da palavra de Deus e nunca pode se tornar Deus.

Voltando agora ao nosso tópico, Eu lhes fiz uma pergunta – Abraão é santo? (Não.) Ele não é, e vocês agora entendem isso, não é? Jó é santo? (Não.) Nessa santidade está contida a essência de Deus. O homem não tem a essência de Deus, nem Seu caráter. Ainda que tenha experimentado todas as palavras de Deus e possua a essência da palavra de Deus, ainda assim o homem nunca poderá ser chamado de santo; o homem é o homem. Vocês entendem certo? Então, como vocês entendem agora a frase “Deus ocupa o coração dos homens”? (São as palavras de Deus, Seu caminho e Sua verdade que se tornam a vida do homem.) Vocês memorizaram essas palavras. Espero que vocês tenham um entendimento mais profundo. Alguns podem perguntar: “Então por que dizer que os mensageiros e os anjos de Deus não são santos?”. O que vocês acham dessa pergunta? Talvez não tenham pensado nisso antes. Usarei um exemplo simples: quando você liga um robô, ele pode tanto dançar como falar, e você consegue entender o que ele diz, mas você poderia chamá-lo de adorável? Você poderia chamá-lo de animado? Você pode dizer isso, mas o robô não entenderá porque não tem vida. Quando você desliga sua fonte de energia, ele ainda consegue se movimentar? Quando esse robô é ativado, você pode ver que é animado e adorável. Você faz uma avaliação dele, seja ela substancial ou superficial; em qualquer dos casos, porém, seus olhos podem vê-lo se movimentar. Mas, quando você desliga sua fonte de energia, você enxerga nele algum tipo de caráter? Você o vê possuir algum tipo de essência? Você entende o sentido do que estou dizendo? (Sim.) Quer dizer, mesmo que esse robô possa se movimentar e possa parar, você nunca poderia descrevê-lo como dotado de algum tipo de essência. Isso não é um fato? Não falaremos mais disso. É o suficiente para que vocês tenham um entendimento geral do significado. Encerremos nossa comunicação por aqui. Adeus!

17 de dezembro de 2013

0Busca por x resultados