731 O homem faz exigências demais a Deus

1 As pessoas exigem demais de Deus, e tais exigências são excessivas; as pessoas são absolutamente irracionais no modo como estão sempre pedindo que Ele faça coisas desta ou daquela forma. As pessoas não são capazes de se submeter completamente a Deus ou de adorá-Lo. Em vez disso, elas fazem suas exigências insensatas de acordo com suas próprias preferências. Elas esperam que Deus tenha muita tolerância, seja sempre paciente com as pessoas, comunique sobre a verdade toda vez que Ele as vê, sempre fale com elas e assim por diante. Vocês devem refletir sobre essas questões. A razão humana é tão falha, não é? Elas não só são incapazes de se submeter completamente às orquestrações e arranjos de Deus ou de aceitar tudo o que vem de Deus, mas, ao contrário, elas impõem exigências adicionais a Deus. Como pessoas com tais exigências podem ser fiéis a Deus? Como podem se submeter aos arranjos de Deus? Como podem amar a Deus?

2 Todas as pessoas têm exigências em relação a como Deus deve amá-las, tolerá-las, guardá-las, protegê-las e cuidar delas, mas não têm exigências para como elas próprias devem amar a Deus, pensar em Deus, ser atenciosas para com Deus, satisfazer Deus, ter Deus em seus corações e adorar a Deus. Essas coisas existem no coração das pessoas? Essas são coisas que as pessoas devem fazer, então por que elas não prosseguem diligentemente nessas coisas? Algumas pessoas podem ser entusiastas por um tempo, mas isso não dura; esbarrar em um pequeno revés pode fazê-las ficar desanimadas, perder esperança e reclamar. As pessoas têm tantos problemas e há tão poucas que buscam a verdade e procuram amar e satisfazer Deus. Os humanos são absolutamente irracionais, colocam-se na posição errada e veem a si mesmos como especialmente valiosos.

Adaptado de ‘Pessoas que fazem exigências constantes a Deus são as menos razoáveis’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Anterior: 730 Como se submeter à autoridade de Deus

Próximo: 732 Por que o homem sempre faz exigências a Deus?

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Resposta: Já que vocês reconheceram que o Senhor Jesus fez foi a obra de redenção, e a forma que Ele expôs é “Arrependei-vos, porque é...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Conecte-se conosco no Messenger