238 O julgamento de Deus é tão precioso

1 Tendo acredita em Deus por tantos anos e tendo sido capaz de pregar muitas doutrinas espirituais, eu pensava que entendia a verdade e que tinha ganho a realidade da verdade. Tendo sido um tanto eficaz no cumprimento do meu dever, eu me exibia e gabava. Eu era obstinado em minha busca de status e reputação e muitas vezes me comparava com os outros. Embora fizesse sacrifícios, me despendesse, trabalhasse e sofresse, eu fazia tudo para ser abençoado e receber a coroa. Eu engolia a humilhação e carregava o fardo pesado em prol de meu próprio prestígio e status, mas ainda assim acreditava ser fiel a Deus. Por fora, eu era modesto e paciente, mas minha natureza era extremamente arrogante e hipócrita. Hoje, só por meio da experiência do julgamento e castigo de Deus, despertei ao fato de que, a despeito de anos de crença em Deus, meu caráter permanece igual e que ainda pertenço a Satanás.

2 Exposto por provações, percebi quão profunda era minha corrupção: eu prezava status e autoridade e imitava Paulo trilhando a senda da oposição a Deus, regozijando-me na admiração e aprovação dos outros, sempre querendo ser um líder e senhor sobre os outros – como eu era arrogante e insensato. As palavras de Deus perfuraram minha natureza satânica como uma espada de dois gumes: se eu sempre queria exercer o poder de um rei e controlar os outros, como eu era diferente de Satanás? O caráter de Deus é justo, santo e não pode ser ofendido pelo homem. Eu me curvei, tremendo de medo, diante de Deus e confessei meus pecados em arrependimento. O julgamento de Deus me purificou e salvou. Eu tinha uma prova de quão real é o amor de Deus.

3 Foi somente após experimentar julgamento que vim a entender que nada é mais significativo do que crer em Deus e ganhar a verdade. Status e reputação são vazios e só podem levar o homem a uma degradação maior. Foram o julgamento e castigo de Deus que impediram meus passos malignos; ganhei a iluminação e o julgamento das palavras de Deus e me tornei mais odioso na extensão da minha própria corrupção. Vim a reconhecer que não existe amor e proteção maior para mim do que o julgamento de Deus. Contemplei como é preciosa a verdade; ela pode purificar e aperfeiçoar o homem, e mesmo que eu sofra extrema dor e refinamento, ainda assim seguirei Cristo até o fim. Não importa quão grande seja a dor – mesmo até meu último suspiro – cumprirei o meu dever e trarei glória para Deus. Somente o amor de Deus é o mais real, e darei graças e louvarei a Deus para sempre.

Anterior: 237 Estou sempre pensando em como Deus é amável

Próximo: 239 Foi Deus quem me salvou

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro