597 Cumpra seu dever e você dará testemunho

1 Não importa o que lhe aconteça, você deve se apresentar diante de Deus; essa é a coisa correta a se fazer. Por um lado, você deve refletir, e, por outro, não deve adiar o cumprimento de seu dever. Não reflita apenas sobre si, deixando de cumprir seu dever. Muitas vezes, as provações que Deus dá às pessoas são um fardo. Por mais pesado que seja o fardo que Deus lhe der, você deverá aceitá-lo, pois Deus o compreende e sabe que você é capaz de suportá-lo. O fardo que Deus lhe der não excederá suas limitações; você certamente poderá suportá-lo.

2 Seja qual for o fardo Deus lhe der, ou a provação Ele lhe der, lembre-se disso: ao orar, se você vier ou não a compreender a vontade de Deus, se você obtiver ou não a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo, e se a provação de Deus estiver disciplinando-o ou lhe dando um aviso, não importa se você não compreender isso. Contanto que você não deixe de cumprir o dever que lhe compete e seja capaz de se dedicar a ele fielmente, Deus ficará satisfeito e você terá dado testemunho.

Adaptado de ‘A senda vem de ponderar com frequência sobre a verdade’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Anterior: 596 Você deve se ater a seu dever

Próximo: 598 Você deve aceitar o escrutínio de Deus em todas as coisas

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

A obra na Era da Lei

A obra que Jeová fez sobre os israelitas estabeleceu em meio à humanidade o local terreno de origem de Deus, que também era o local sagrado...

O Próprio Deus, o Único I

A autoridade de Deus (I)Minhas várias comunicações recentes foram sobre a obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus. Depois de ouvir...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Conecte-se conosco no Messenger