169 Aguardando a boa nova de Deus

I

Com o olhar ansioso, chamas com urgência.

Frente à humanidade cruel, falas do coração.

Por um só desejo, sofres ofensas,

derramando Tua esperança e o sangue do Teu coração.

Nunca pedes demais, tudo dás,

conheces a dor e a perseguição.

Ó ser sagrado, quem se compara à Tua beleza?

Tua grande obra será honrada pra sempre.

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Prefiro sofrer pra aliviar Teu coração de luto.

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Quando as flores se abrirem novamente, escutarei Tua boa nova.

II

Em pecado eu caí, mas me levanto na luz.

Tu me exaltas muito, eu sou tão grato.

Deus em carne sofre, quanto mais devo também?

Se eu cedesse à escuridão, como veria Deus?

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Prefiro sofrer pra aliviar Teu coração de luto.

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Quando as flores se abrirem novamente, escutarei Tua boa nova.

III

Quando penso em Tuas palavras,

elas me fazem ansiar por Ti.

Sempre que vejo Teu rosto,

na minha culpa Te saúdo.

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Prefiro sofrer para aliviar Teu coração de luto.

Como Te abandonar pra buscar a suposta liberdade?

Quando as flores se abrirem novamente, escutarei Tua boa nova.

Anterior: 168 Desejo ver o dia da glória de Deus

Próximo: 170 Buscar a verdade é tão significativo

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro