318 Os feitos maravilhosos de Deus ao administrar todas as coisas

I

No decorrer dos séculos,

o riacho pequenino escorreu suavemente

ao redor do pé da montanha.

Ao seguir o curso que a montanha tinha criado,

o riacho pequenino voltou para sua casa,

juntou-se ao rio e fluiu para o mar.

Sob os cuidados da montanha,

o riacho nunca se perdeu.

O riacho e a montanha um no outro confiaram,

se limitaram e dependeram um do outro.

II

No decorrer dos séculos,

o vento forte não parou de uivar para a montanha.

Ele soprava redemoinhos de areia

quando "visitava" a montanha, igual como antes.

E ameaçava a montanha, mas jamais passou pelo meio dela.

E contiuaram do mesmo jeito que eles sempre foram.

O vento forte e a montanha um no outro confiaram,

se limitaram e dependeram um do outro.

O vento forte e a montanha um no outro confiaram,

se limitaram e dependeram um do outro.

III

No decorrer dos séculos,

a onda gigantesca não descansou

e nunca parou de se expandir.

Ela rugiria e se ergueria para montanha,

mas a montanha nem um centímetro se moveu.

A montanha zelou pelo mar,

e os seres marinhos se multiplicaram e proliferaram.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.

A onda e a montanha confiaram uma na outra,

limitaram-se e dependeram uma da outra.


Adaptado de ‘O Próprio Deus, o Único VII’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 317 A autoridade do Criador é imutável

Próximo: 319 A humanidade recupera a santidade que possuía no passado

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

2. O que é a encarnação? Qual é a essência da encarnação?

O significado de encarnação é que Deus aparece na carne, e Ele vem para trabalhar entre os homens de Sua criação na imagem de uma carne. Assim, para Deus Se encarnar, Ele precisa primeiro ser carne, carne com humanidade normal; esse é o pré-requisito mais básico. De fato, a implicação da encarnação de Deus é que Deus vive e opera na carne, Deus, em Sua essência, Se torna carne, Se torna um homem.

A obra de Deus e a obra do homem

Quanto da obra do homem é a obra do Espírito Santo e quanto é a experiência do homem? Mesmo hoje se pode dizer que as pessoas ainda não...

Deus é a fonte da vida do homem

Desde o momento em que chega a este mundo chorando, você começa a executar o seu dever. Você assume seu papel no plano e na ordenação de...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro