208 Deus chega silenciosamente entre nós

I

Deus é silencioso e nunca apareceu pra nós,

mas Sua obra nunca parou.

Ele olha pra todas as terras

e ordena todas as coisas,

contemplando todas as palavras

e ações do homem.

Sua gestão é feita, passo a passo, conforme Seu plano.

Silencioso, mas Seus passos

se aproximam do homem.

Seu assento de juízo está instalado no universo,

seguido por Seu trono descendo entre nós.

II

Que cena majestosa, imponente e solene.

Como uma pomba e um leão, o Espírito chega.

Ele é realmente sábio, justo e majestoso,

com autoridade, cheio de amor e compaixão.

Sua gestão é feita, passo a passo,

conforme Seu plano.

Silencioso, mas seus passos

se aproximam do homem.

Seu assento de juízo está instalado no universo,

seguido por Seu trono descendo entre nós. Oh.

Sua gestão é feita, passo a passo, c

onforme Seu plano.

Silencioso, mas Seus passos

se aproximam do homem.

Seu assento de juízo está instalado no universo,

seguido por Seu trono descendo entre nós,

seguido por Seu trono descendo entre nós,

descendo entre nós.


Adaptado de ‘Contemplando a aparição de Deus em Seu julgamento e Seu castigo’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 207 Quem abandonar Cristo dos últimos dias será punido para sempre

Próximo: 209 Você segue a obra atual de Deus?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

5. As diferenças essenciais entre o Deus encarnado e aqueles que são usados por Deus

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade. Portanto, Sua substância é a do Próprio Deus, essa substância não interromperá Sua própria obra e Ele não poderia fazer qualquer coisa que destrua Sua própria obra, nem jamais pronunciaria palavras que fossem contra Sua própria vontade.

14. O Senhor apareceu no Leste

Por Qiu Zhen, ChinaCerto dia, minha irmã mais nova me ligou para me informar que ela tinha retornado do Norte e que tinha algo importante a...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro