957 Deus espera que o homem se arrependa de verdade

I

Deus estava bravo com os Ninivitas

quando proclamou que ia destruir sua cidade.

Mas eles jejuaram, usaram juta e cinzas

e o coração de Deus abrandou.

A fúria de Deus em misericórdia se transformou,

por suas confissões, suas contrições.

Quando Deus Se ira com o homem,

espera que ele se arrependa,

então, lhe dá Sua misericórdia.

A maldade do homem traz a ira de Deus.

Os que ouvirem a Deus, se arrependerem,

se afastarem do mal, e abandonarem a violência,

receberão Sua misericórdia e tolerância.

II

Não há contradição na revelação do caráter de Deus.

Ele expressou distintas substâncias

antes e depois da contrição dos Ninivitas;

Sua essência foi revelada.

E então o povo pôde ver Sua substância e sua verdade,

e é impossível ofender a substância de Deus.

Quando Deus Se ira com o homem,

espera que ele se arrependa,

então, lhe dá Sua misericórdia.

A maldade do homem traz a ira de Deus.

Os que ouvirem a Deus, se arrependerem,

se afastarem do mal, e abandonarem a violência,

receberão Sua misericórdia e tolerância.

III

Deus usou Sua atitude para contar ao povo o seguinte:

não é que Ele não queira mostrar Sua misericórdia,

mas poucos se arrependem,

e se afastam dos caminhos do mal.

Como Deus fez com os Ninivitas,

Sua misericórdia pode se alcançar.

Se o homem se arrepende, o coração de Deus irá mudar.

Quando Deus Se ira com o homem,

espera que ele se arrependa,

então, lhe dá Sua misericórdia.

A maldade do homem traz a ira de Deus.

Os que ouvirem a Deus, se arrependerem,

se afastarem do mal, e abandonarem a violência,

receberão Sua misericórdia e tolerância.

Adaptado de ‘O Próprio Deus, o Único II’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 956 A atitude de Deus perante o homem

Próximo: 958 Os princípios de Deus para a ação não mudam

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

20. Praticar a verdade é essencial para uma coordenação harmoniosa

Eu sou uma pessoa arrogante e orgulhosa e a busca por posição é o meu calcanhar de Aquiles. Por muitos anos, não conseguia me libertar da necessidade de manter uma reputação e uma posição. Fui promovida e substituída repetidas vezes, tive muitos contratempos na minha função e diversos percalços ao longo do caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Conecte-se conosco no Messenger