154 A essência de Cristo se determina por Sua obra e expressões

I

A essência de Cristo se determina

por Sua obra e expressões.

Com um coração verdadeiro, Ele completa Sua missão,

adora a Deus no céu e busca a vontade de Seu Pai.

Sua substância determina tudo,

e também Sua revelações naturais.

Assim chamadas pois Suas expressões não são imitações,

não vem do cultivo ou da educação do homem.

Não são aprendidas ou decoração, são inerentes. Ah…

Não são aprendidas ou decoração, são inerentes. Ah…

II

O homem pode negar Sua obra,

Suas expressões e humanidade,

pode negar Sua vida de humanidade normal,

mas não Seu coração de verdade

quando adora a Deus no céu.

Ninguém pode negar que aqui Ele está

para cumprir a vontade do Pai.

Ninguém pode negar Sua busca sincera por Deus Pai.

Sua imagem pode não agradar aos sentidos,

Seu discurso pode não ser extraordinário,

Sua obra pode a terra e o céu não abalar,

como acredita a imaginação do homem.

Mas Ele é mesmo Cristo, que cumpre a vontade do Pai,

com um coração verdadeiro,

obediência plena e até a morte.

Pois Sua essência é a de Cristo.

Uma verdade que é difícil de acreditar

mas que, de fato, existe.

Uma verdade que é difícil de acreditar

mas que, de fato, existe.

Uma verdade que é difícil de acreditar

mas que, de fato, existe. Ah…

Adaptado de ‘A essência de Cristo é obediência à vontade do Pai celestial’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 153 A identidade de Cristo é o Próprio Deus

Próximo: 155 A carne e o Espírito de Deus são idênticos em essência

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

Sirva como serviram os israelitas

Hoje em dia, muitas pessoas não prestam atenção em quais lições deveriam ser aprendidas enquanto se coordenam com as outras. Descobri que...

Capítulo 13

Ocultas nas Minhas palavras e declarações estão várias das Minhas intenções, mas as pessoas não sabem e não entendem nada sobre elas; elas...

Ai de quem crucificar Deus mais uma vez

Nos últimos dias, Deus encarnou na China para realizar a obra e transmitir milhões de palavras, conquistando e salvando um grupo de pessoas através da Sua palavra, inaugurando, assim, a nova era de julgamento, a começar pela casa de Deus. Hoje, a divulgação da obra de Deus nos últimos dias atingiu seu auge na China Continental.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Conecte-se conosco no Messenger