Palavras diárias de Deus | "Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus" | Trecho 496

O tratamento que Deus faz da parte externa do caráter das pessoas é também uma parte de Sua obra; lidar com a humanidade anormal e o exterior das pessoas, por exemplo, ou o estilo de vida e hábitos, seus modos e costumes, bem como suas práticas externas e seu fervor. Mas quando Ele pede que as pessoas coloquem a verdade em prática e modifiquem seu caráter, o que está sendo tratado, primordialmente, são as motivações e concepções internas das pessoas. Lidar apenas com a parte externa do caráter não é difícil; é como pedir que você não coma as coisas que ama, o que é fácil. Aquilo que toca nas concepções internas, no entanto, não é fácil de ser abandonado: requer que você se rebele contra a carne, pague o preço e sofra diante de Deus. É especialmente verdade com as motivações das pessoas. Desde o momento de sua crença em Deus até hoje, as pessoas têm abrigado muitas motivações incorretas. Quando você não está colocando a verdade em prática, sente que todas as suas motivações estão corretas, mas quando algo acontece com você, verá que há muitas motivações incorretas no seu interior. Assim, quando Deus aperfeiçoa as pessoas, Ele faz com que elas percebam que existem muitas concepções dentro delas que estão obstruindo o conhecimento de Deus. Quando você reconhece que suas motivações estão erradas, se você consegue parar de praticar de acordo com suas concepções e motivações e consegue testemunhar de Deus e permanecer firme em sua posição em tudo o que acontece com você, isso prova que você se rebelou contra a carne. Quando você se rebela contra a carne, inevitavelmente haverá uma batalha interna. Satanás tentará fazer você segui-lo, tentará que você siga as concepções da carne e defenda os interesses da carne — mas as palavras de Deus o esclarecerão e iluminarão interiormente, e neste momento, depende de você seguir a Deus ou a Satanás. Deus pede que as pessoas coloquem a verdade em prática, principalmente, para lidar com as coisas no interior delas, para lidar com seus pensamentos e suas concepções que não são segundo o coração de Deus. O Espírito Santo toca o interior das pessoas e realiza Sua obra ali, e assim, por trás de tudo que acontece está uma batalha: toda vez que as pessoas colocam a verdade em prática, ou praticam o amor a Deus, há uma grande batalha, e embora tudo pareça bem com a carne, no fundo do coração uma batalha de vida ou morte estará acontecendo — e somente após essa intensa batalha, depois de muita reflexão, pode a vitória ou a derrota ser decidida. Não se sabe se deve rir ou chorar. Muitas das motivações dentro das pessoas estão erradas, ou muito da obra de Deus vai contra as concepções delas, e quando as pessoas colocam a verdade em prática, uma grande batalha é travada nos bastidores. Tendo colocado essa verdade em prática, nos bastidores as pessoas terão derramado incontáveis lágrimas de tristeza antes de finalmente decidirem satisfazer a Deus. É por causa dessa batalha que as pessoas enfrentam o sofrimento e o refinamento; isso é sofrimento verdadeiro. Quando a batalha vier sobre você, se você conseguir realmente ficar do lado de Deus, conseguirá satisfazer a Deus. Sofrer no curso da prática da verdade é inevitável; se, quando colocassem a verdade em prática, tudo dentro deles estivesse certo, não precisariam ser aperfeiçoados por Deus, não haveria batalha, e eles não sofreriam. É por causa das várias coisas que há dentro das pessoas que não são apropriadas para o uso de Deus, e muito do caráter rebelde da carne, que as pessoas precisam aprender a lição de se rebelar contra a carne com mais profundidade. Isto é o que Deus chama de sofrimento que Ele pediu ao homem para passar com Ele. Quando você encontrar dificuldades, apresse-se e ore a Deus: “Ó Deus! Desejo Te satisfazer, desejo suportar as dificuldades finais para satisfazer o Teu coração e, independente de quão grandes sejam os contratempos que eu encontre, ainda assim devo satisfazê-Lo. Mesmo que tenha que desistir de toda a minha vida, ainda assim devo satisfazer a Ti!” Com esta resolução, quando você orar deste modo, conseguirá permanecer firme em seu testemunho. Cada vez que eles colocam a verdade em prática, cada vez que passam por refinamento, cada vez que são provados e cada vez que a obra de Deus vem sobre eles, os seres humanos suportam dores extremas. Tudo isso é um teste para eles, e no interior de todos eles há uma batalha. Este é o preço real que eles pagam. Ler mais das palavras de Deus e ocupar-se mais é parte do preço. É o que as pessoas devem fazer, é a obrigação e a responsabilidade que devem cumprir, mas as pessoas devem deixar de lado aquilo que, no interior delas, precisa ser posto de lado. Se você não fizer isso, então, não importa quão grande seja seu sofrimento externo, e quanto você se ocupe, tudo será em vão! O que quer dizer que apenas as mudanças internas podem determinar se o seu sofrimento externo é valioso. Quando seu caráter interno tiver mudado e você tiver colocado a verdade em prática, então todo o seu sofrimento externo receberá a aprovação de Deus. Se não houve mudança em seu caráter interno, não importa quanto sofra ou o quanto se ocupe externamente, não haverá a aprovação de Deus — e o sofrimento que não é confirmado por Deus é em vão. Assim, para que o preço que você pagou seja válido, será considerado se houve ou não uma mudança em você, se você colocou ou não a verdade em prática e se você se rebelou contra suas próprias motivações e concepções para alcançar a satisfação da vontade, do conhecimento e da lealdade a Deus. Não importa o quanto você se ocupe, se você nunca se rebelou contra suas próprias motivações, apenas busca ações externas e fervor, e nunca presta atenção em sua vida, então seus sofrimentos terão sido em vão. Se, num certo ambiente, você tem algo que deseja dizer, mas interiormente não acha que é certo, que isso não beneficia seus irmãos e pode machucá-los, então você não dirá isso e preferirá ter dores internas, pois estas palavras são incapazes de satisfazer a vontade de Deus. Neste momento, haverá uma batalha interior, mas você estará disposto a sofrer a dor e a desistir daquilo que você ama; estará disposto a suportar este sofrimento para satisfazer a Deus, e embora você sofra dores internamente, não cede à carne, e o coração de Deus terá sido satisfeito, e assim você também será consolado interiormente. Isso é verdadeiramente pagar o preço e é o preço desejado por Deus. Se você praticar dessa maneira, Deus certamente o abençoará. Se você não pode conseguir isso, não importa o quanto você compreenda, ou quão bem você possa falar, tudo será em vão! Se, no caminho para amar a Deus, você consegue ficar do lado de Deus quando Ele luta contra Satanás e você não volta para Satanás, então você terá alcançado o amor a Deus, e permanecerá firme em seu testemunho.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado