Palavras diárias de Deus | "Os que realmente amam a Deus são os que podem se submeter absolutamente à Sua praticidade" | Trecho 490

Atualmente, há muitas pessoas que estão em meio a provações e não entendem a obra de Deus, mas Eu lhe digo: se você não a entende, então é melhor não fazer julgamentos sobre ela. Talvez haja um dia em que a verdade virá à luz em sua totalidade e então você a entenderá. Não tecer julgamentos lhe seria benéfico, mas você não pode simplesmente esperar de forma passiva. Você precisa buscar entrar ativamente; só então você será uma pessoa que de fato entra. Por causa de sua rebelião, as pessoas estão sempre desenvolvendo noções sobre o Deus prático. Isso torna necessário que todas as pessoas aprendam como ser submissas, pois o Deus prático é uma provação enorme para a humanidade. Se você não consegue permanecer firme, então tudo está acabado; se você não tiver um entendimento da praticidade do Deus prático, então não será capaz de ser aperfeiçoado por Deus. Um passo crítico para se as pessoas podem ser aperfeiçoadas ou não é o entendimento delas da praticidade de Deus. A praticidade do Deus encarnado vir à terra é uma provação para toda e qualquer pessoa; se você for capaz de permanecer firme a esse respeito, então será alguém que conhece a Deus e será alguém que O ama verdadeiramente. Se você não conseguir permanecer firme a esse respeito e só crer no Espírito e for incapaz de crer na praticidade de Deus, então, não importa quão grande seja a sua fé em Deus, ela será inútil. Se você não pode crer no Deus visível, então pode crer no Espírito de Deus? Você não está simplesmente tentando enganar a Deus? Você não é submisso perante o Deus visível e tangível, então é capaz de submeter-se perante o Espírito? O Espírito é invisível e intangível, então, quando diz que se submete ao Espírito de Deus, você não está simplesmente falando algo absurdo? A chave para guardar os mandamentos é ter um entendimento do Deus prático. Uma vez que tenha um entendimento do Deus prático, você será capaz de guardar os mandamentos. Há dois componentes para guardá-los: um é agarrar-se à essência do Seu Espírito e, perante o Espírito, ser capaz de aceitar o exame do Espírito; o outro é ser capaz de ter um entendimento genuíno da carne encarnada e alcançar submissão genuína. Quer seja perante a carne ou perante o Espírito, é preciso sempre abrigar a submissão e a reverência a Deus. Só uma pessoa como essa está qualificada a ser aperfeiçoada. Se você tiver um entendimento da praticidade do Deus prático — isto é, se você permaneceu firme nessa provação — então nada será demasiado para você.

Algumas pessoas dizem: “É fácil guardar os mandamentos; você só precisa falar franca e devotamente quando estiver perante Deus e não fazer gesticulações; é isso que é guardar os mandamentos”. Está certo? Então, se você faz umas poucas coisas pelas costas de Deus que Lhe sejam resistentes, isso conta como guardar os mandamentos? Você precisa ter um entendimento completo do que envolve guardar os mandamentos. Relaciona-se a se você tem um entendimento real ou não da praticidade de Deus; se você tem um entendimento da praticidade e não tropeça e cai durante essa provação, então você pode ser contado como tendo um testemunho forte. Dar um testemunho retumbante de Deus relaciona-se principalmente a se você tem ou não um entendimento do Deus prático e a se você é ou não capaz de submeter-se perante essa pessoa que não é apenas comum, mas normal, e de submeter-se mesmo até a morte. Se, por meio dessa submissão, você verdadeiramente der testemunho de Deus, isso significa que você foi obtido por Deus. Se puder submeter-se até a morte e, perante Ele, estar livre de reclamações, não fazer julgamentos, não caluniar, não ter quaisquer noções e não ter segundas intenções, então dessa maneira Deus ganhará glória. A submissão perante uma pessoa comum que é menosprezada pelo homem e ser capaz de submeter-se até a morte sem quaisquer noções — esse é o testemunho verdadeiro. A realidade em que Deus exige que as pessoas entrem é que você seja capaz de obedecer às Suas palavras, colocá-las em prática, curvar-se na frente do Deus prático e conhecer a sua corrupção própria, abrir seu coração na frente Dele e, no final, ser ganho por Ele através dessas Suas palavras. Deus ganha glória quando essas declarações conquistam você e o tornam totalmente obediente a Ele; por meio disso, Ele envergonha Satanás e completa a Sua obra. Quando você não tem quaisquer noções sobre a praticidade do Deus encarnado — isto é, quando você permaneceu firme nessa provação — então você deu esse testemunho bem. Se chegar um dia em que você tenha um entendimento pleno do Deus prático e possa submeter-se até a morte como Pedro se submeteu, então você será ganho e aperfeiçoado por Deus. Qualquer coisa que Deus faz que não esteja alinhada às suas noções é uma provação para você. Se a obra de Deus estivesse alinhada às suas noções, ela não exigiria que você sofresse ou fosse refinado. Por Sua obra ser tão prática e não alinhada às suas noções é que ela exige que você abandone tais noções. É por isso que ela é uma provação para você. É por causa da praticidade de Deus que todas as pessoas estão em meio a provações; a Sua obra é prática e não sobrenatural. Ao entender plenamente as Suas palavras práticas e as Suas declarações práticas sem quaisquer noções e ao ser capaz de amá-Lo genuinamente enquanto Sua obra se torna cada vez mais prática, você será ganho por Ele. O grupo de pessoas que Deus ganhará constitui-se daquelas que conhecem a Deus; isto é, daquelas que conhecem a Sua praticidade. Além disso, constitui-se daquelas que são capazes de submeter-se à obra prática de Deus.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Venha conversar com a gente
Entre em contato conosco pelo Whatsapp