Palavras diárias de Deus | "A diferença entre o ministério de Deus encarnado e o dever do homem" | Trecho 449

Aqueles homens imprudentes e arrogantes não apenas não deram o seu melhor nem cumpriram seu dever, mas, em vez disso, têm as mãos estendidas para a graça, como se o que eles pedissem fosse merecido. E se não recebem o que pedem, tornam-se cada vez mais infiéis. Como podem tais homens ser considerados razoáveis? Vocês são de calibre baixo e desprovidos de razão, completamente incapazes de cumprir o dever que devem cumprir durante a obra de gerenciamento. O seu valor já caiu precipitadamente. Seu fracasso em Me retribuir por lhes mostrar tal favor já é um ato de extrema rebeldia, suficiente para condená-los e demonstrar sua covardia, incompetência, baixeza e indignidade. Como vocês ainda podem estar qualificados para manter suas mãos estendidas? Vocês são incapazes de darem a menor assistência à Minha obra, incapazes de se comprometerem com a sua fé e incapazes de serem testemunhas para Mim. Esses já são seus erros e fracassos, mas vocês, ao contrário, Me atacam, dizem falsidades a Meu respeito e se queixam de que sou injusto. É isso o que constitui a sua lealdade? É isso o que constitui o seu amor? Que outra obra vocês podem fazer além disso? Como foi que vocês contribuíram para todo o trabalho que já foi feito? Quanto vocês gastaram? Já é um ato de grande misericórdia que Eu não coloque culpa em vocês, mas vocês, vergonhosamente, ainda Me dão desculpas e reclamam de Mim em particular. Vocês ainda têm sequer o menor traço de humanidade? Embora o dever do homem seja maculado pela mente do homem e suas noções, você deve cumprir seu dever e comprometer-se com a sua fé. As impurezas na obra do homem são uma questão de seu calibre, ao passo que, se o homem não cumpre seu dever, mostra sua rebeldia. Não há correlação entre o dever do homem e se ele é abençoado ou amaldiçoado. O dever é o que o homem deve cumprir; é seu dever obrigatório e não deve depender de recompensas, condições ou razões. Só então é que ele está fazendo o seu dever. Um homem que é abençoado goza de bondade ao ser aperfeiçoado após o julgamento. Um homem que é amaldiçoado recebe punição quando seu caráter permanece inalterado depois do castigo e do julgamento, ou seja, ele não foi aperfeiçoado. Como um ser criado, o homem deve cumprir seu dever, fazer o que deve fazer e fazer o que for capaz de fazer, independentemente de ser abençoado ou amaldiçoado. Essa é a condição básica do homem, como alguém que busca a Deus. Você não deve fazer o seu dever apenas para ser abençoado, e você não deve se recusar a agir por medo de ser amaldiçoado. Deixe-Me dizer-lhes uma coisa: se o homem é capaz de cumprir o seu dever, isso significa que ele realiza o que deve fazer. Se o homem é incapaz de cumprir seu dever, isso mostra a rebeldia do homem. É sempre através do processo de fazer o seu dever que o homem é gradualmente mudado e é através deste processo que ele demonstra sua lealdade. Assim, quanto mais você for capaz de fazer o seu dever, mais verdades você receberá e, assim, também sua expressão se tornará mais real. Aqueles que somente agem sem se envolver ao cumprir seu dever e não buscam a verdade, serão eliminados no fim, pois tais homens não cumprem seu dever na prática da verdade e não praticam a verdade no cumprimento de seu dever. Tais homens são aqueles que permanecem inalterados e serão amaldiçoados. Suas expressões não são apenas impuras, mas o que expressam não é nada além de maldade.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado