Palavras diárias de Deus | "Você sabe o que de fato é a verdade?" | Trecho 377

A verdade é a vida do Próprio Deus; ela representa o Seu caráter, Sua essência e tudo Nele. Se você disser que ter um pouco de experiência significa possuir a verdade, então você pode representar o caráter de Deus? Você pode ter certa experiência ou certa luz em relação a determinado aspecto ou faceta de uma verdade, mas não pode suprir os outros com ela para sempre, portanto essa luz que você ganhou não é a verdade; é apenas determinado ponto que as pessoas podem alcançar. É simplesmente a experiência adequada e a compreensão adequada que uma pessoa deveria possuir: alguma experiência real e conhecimento da verdade. Essa luz, esse esclarecimento e entendimento experiencial nunca podem substituir a verdade; mesmo se todas as pessoas tiverem experimentado completamente essa verdade e reunirem todo o seu entendimento experiencial, isso ainda não seria capaz de tomar o lugar dessa única verdade. Como foi dito no passado: “Eu resumo isso em uma máxima para o mundo humano: entre os homens, não há nenhum que Me ame”. Essa é uma afirmação da verdade; é a verdadeira essência da vida. Essa é a mais profunda das coisas; essa é uma expressão do Próprio Deus. Você pode continuar experimentando-a e, se experimentá-la por três anos, você terá um entendimento superficial dela; se experimentá-la por sete ou oito anos, ganhará ainda mais entendimento dela — mas qualquer entendimento que ganhar nunca será capaz de substituir aquela única afirmação da verdade. Outra pessoa, após experimentá-la por dois anos, poderia ganhar um pequeno entendimento, e depois um entendimento ligeiramente mais profundo após experimentá-la por dez anos, e depois um entendimento mais além após experimentá-la pela vida toda — mas se vocês dois combinarem o entendimento que ganharam, mesmo assim — não importa quanto entendimento, quanta experiência, quantas percepções, quanta luz ou quantos exemplos vocês dois possuírem — tudo isso ainda não pode substituir aquela única afirmação da verdade. Em outras palavras, a vida do homem sempre será a vida do homem, e não importa o quanto seu entendimento poderia concordar com a verdade, com as intenções de Deus e Suas exigências, ele nunca será capaz de ser um substituto da verdade. Dizer que as pessoas ganharam a verdade significa que possuem certa realidade, que ganharam certo entendimento da verdade, que alcançaram alguma entrada real nas palavras de Deus, que tiveram certa experiência real com elas e que estão na trilha certa em sua fé em Deus. Apenas uma afirmação de Deus é suficiente para uma pessoa experimentar por uma vida inteira; mesmo se fossem experimentá-la por várias vidas ou mesmo vários milênios, as pessoas ainda não seriam capazes de experimentar uma única verdade de forma completa e total. Se as pessoas simplesmente compreenderam algumas palavras superficiais, mas alegam ter ganhado a verdade, isso não seria um absurdo completo e absoluto? […]

Quando as pessoas entendem a verdade e vivem com ela como sua vida, a que vida isso se refere? Refere-se à sua capacidade de basear sua vida nas palavras de Deus; significa que elas têm um conhecimento real das palavras de Deus e um entendimento genuíno da verdade. Quando as pessoas possuem essa nova vida dentro de si, a maneira como vivem é estabelecida sobre um fundamento da palavra de Deus, a verdade, e elas estão vivendo dentro do reino da verdade. A vida das pessoas gira em torno de conhecer e experimentar a verdade e de ter isso como seu fundamento, não ultrapassando esse escopo; essa é a vida referida quando se fala em ganhar a verdade-vida. Para que você viva a verdade como sua vida, não é o caso que a vida da verdade está dentro de você, nem é o caso que, se você possui a verdade como sua vida, você se torna a verdade e sua vida interior se torna a vida da verdade; muito menos pode-se dizer que você é a verdade-vida. No fim das contas, sua vida ainda é a vida de um humano. É apenas que um humano pode viver segundo as palavras de Deus, possuir conhecimento da verdade e entendê-la até certo grau aprofundado; esse entendimento não pode ser tirado de você. Você experimenta e entende essas coisas totalmente, sentindo que são tão boas e preciosas, e você vem a aceitá-las como a base para a sua vida; além do mais, você vive em dependência dessas coisas, e ninguém pode mudar isso: essa, então, é a sua vida. Isto é, sua vida só contém essas coisas — entendimento, experiência e percepções da verdade — e, não importa o que faça, você baseará a maneira como vive nelas, e não ultrapassará esse escopo nem essas fronteiras; esse é precisamente o tipo de vida que você tem. O objetivo último da obra de Deus é que as pessoas tenham esse tipo de vida. Não importa quão bem as pessoas entendam a verdade, a essência delas ainda é uma essência de humanidade e não é, de maneira alguma, comparável à essência de Deus. Visto que sua experiência da verdade é contínua, é impossível que vivam completamente a verdade; elas só podem viver o pedaço extremamente limitado da verdade atingível pelos humanos. Como, então, eles podem se transformar em Deuses? […] Se você tem um pouco de experiência com as palavras de Deus e está vivendo de acordo com o seu entendimento da verdade, então as palavras de Deus se tornam a sua vida. No entanto, você ainda não pode dizer que a verdade é a sua vida ou que o que você está expressando é a verdade; se for essa a sua opinião, então você está errado. Se você tem alguma experiência com um aspecto da verdade, isso pode, em si mesmo, representar a verdade? Com certeza não pode. Você pode explicar totalmente a verdade? Você pode descobrir o caráter de Deus, e Sua essência, a partir da verdade? Não pode. Todos têm experiência com apenas um aspecto e um escopo da verdade; ao experimentá-la dentro de seu escopo limitado, você não pode tocar na miríade dos aspectos da verdade. As pessoas podem viver o significado original da verdade? A quanto sua pouca experiência equivale? A um único grão de areia na praia; a uma solitária gota de água no oceano. Portanto, não importa quão preciosos sejam esse conhecimento e aqueles sentimentos que você ganhou de suas experiências, eles ainda não podem ser contados como a verdade. A fonte da verdade e o significado da verdade abrangem uma área muito ampla. Nada pode contradizê-la. Algumas pessoas dizem: “Meu conhecimento de experiência nunca será contradito?” É claro que não. O conhecimento verdadeiro que vem de sua experiência das palavras de Deus está de acordo com a verdade — como poderia ser contradito? A verdade pode ser a sua vida em qualquer ambiente. Pode lhe dar uma senda e pode lhe permitir sobreviver. No entanto, as coisas que as pessoas têm e a luz que as pessoas obtiveram são adequadas apenas para si mesmas ou para outras pessoas dentro de determinado escopo, mas não seriam adequadas dentro de um escopo diferente. Não importa quão profunda seja a experiência de uma pessoa, ela ainda é tão limitada, e sua experiência nunca alcançará o escopo da verdade. A luz de uma pessoa e o entendimento de uma pessoa nunca podem ser comparados à verdade.

Extraído de “Registros das falas de Cristo”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado