6. O que é possessão demoníaca? Quais são as manifestações de possessão demoníaca?

Palavras de Deus relevantes:

Se, durante o dia de hoje, surgir uma pessoa que seja capaz de mostrar sinais e maravilhas, expulsar demônios, curar os doentes e realizar muitos milagres e, se essa pessoa afirmar que ela é Jesus que veio, então isso seria uma fraude produzida pelos espíritos malignos que imita Jesus. Lembre-se disso! Deus não repete a mesma obra. O estágio da obra de Jesus já foi concluída, e Deus nunca mais realizará aquele estágio da obra. A obra de Deus é irreconciliável com as noções do homem; por exemplo, o Antigo Testamento predisse a vinda de um Messias, e o resultado dessa profecia foi a vinda de Jesus. Isso já tendo acontecido, seria errado se outro Messias viesse novamente. Jesus já veio uma vez, e seria errado se Jesus viesse novamente desta vez. Existe um nome para cada era, e cada nome contém a caracterização daquela era. Nas noções do homem, Deus deve sempre mostrar sinais e maravilhas, deve sempre curar os doentes e expulsar demônios e deve ser sempre ser igual a Jesus. Mas desta vez, Deus não é nada assim. Se, durante os últimos dias, Deus ainda mostrasse sinais e maravilhas e ainda expulsasse demônios e curasse os doentes — se Ele fizesse exatamente o mesmo que Jesus — então Deus estaria repetindo a mesma obra, e a obra de Jesus não teria significado nem valor. Assim, Deus realiza um estágio de obra em cada era. Uma vez que cada estágio de Sua obra foi concluída, logo ele é imitado por espíritos malignos e, depois que Satanás começa a seguir os passos de Deus, Deus adota um método diferente. Uma vez que Deus completou um estágio de Sua obra, ele é imitado por espíritos malignos. Isso deve estar claro para vocês.

Extraído de ‘Conhecer a obra de Deus hoje’ em “A Palavra manifesta em carne”

Há alguns que estão possuídos por espíritos malignos e clamam vociferantemente: “Eu sou Deus!”. Mas, no fim, eles são revelados, porque estão errados no que representam. Eles representam Satanás e o Espírito Santo não lhes presta atenção. Por mais alto que você se exalte ou por mais forte que você grite, você ainda é um ser criado que pertence a Satanás. Eu nunca grito: “Eu sou Deus, Eu sou o amado Filho de Deus!”. Mas a obra que Eu realizo é a obra de Deus. Preciso gritar? Não há necessidade de exaltação. Deus faz a Sua obra Ele Mesmo e não necessita que o homem Lhe confira um status ou título honorífico: Sua obra representa Sua identidade e status. Antes de Seu batismo, Jesus não era o Próprio Deus? Não era a carne encarnada de Deus? Não é certo que não se pode dizer que Ele só Se tornou o único Filho de Deus depois que testificaram Dele? Já não havia um homem com o nome de Jesus muito antes que Ele começasse a Sua obra? Você não pode gerar novas sendas ou representar o Espírito. Você não pode expressar a obra do Espírito ou as palavras que Ele profere. Você é incapaz de fazer a obra do Próprio Deus, e a do Espírito, também não. A sabedoria, a maravilha e a insondabilidade de Deus e a plenitude do caráter pelo qual Deus castiga o homem — todas essas estão além de sua capacidade de expressar. Portanto, seria inútil tentar afirmar ser Deus; você teria apenas o nome, mas nada da substância. O Próprio Deus veio, mas ninguém O reconhece, mesmo assim Ele continua em Sua obra e a faz representando o Espírito. Se você O chama de homem, Deus, o Senhor ou Cristo, ou O chama de irmã, não importa. Mas a obra que Ele faz é a do Espírito e representa a obra do Próprio Deus. Ele não Se importa com o nome pelo qual o homem O chama. Pode o nome determinar Sua obra? Independentemente do que você O chame, no que se refere a Deus, Ele é a carne encarnada do Espírito de Deus; Ele representa o Espírito e é aprovado por Ele. Se você é incapaz de abrir caminho para uma nova era ou de fazer terminar a era antiga, ou de introduzir uma nova era ou de fazer uma nova obra, então você não pode ser chamado de Deus!

Extraído de ‘O mistério da encarnação (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Existem algumas pessoas que, quando não surge nenhum problema, são bem normais, que falam e conversam de forma bastante normal, que parecem normais e que não fazem nada ruim. Mas quando as palavras de Deus são lidas em reuniões, quando a verdade é comunicada, de repente, elas começam a se comportar de modo anormal. Algumas não suportam ouvir, outras ficam sonolentas, dizem que não estão se sentindo bem e que não desejam mais ouvir. Elas ficam completamente sem consciência — o que de fato está acontecendo aqui? Elas foram possuídas por um espírito maligno. Por que, quando foram possuídas por um espírito maligno, elas ficam dizendo estas palavras: “Não quero ouvir”? Às vezes, as pessoas não conseguem entender o que está acontecendo aqui, mas é absolutamente claro para um espírito maligno. Esse é o espírito dentro de anticristos. Você lhes pergunta por que são tão relutantes em relação à verdade, e elas dizem que não o são e se recusam firmemente a reconhecer isso. Mas em seu coração, elas sabem que não amam a verdade. Quando não estão lendo as palavras de Deus, parecem normais ao se envolverem com outras. Não se sabe o que está no interior delas. Quando tentam ler as palavras de Deus, saem as palavras “Não quero ouvir”; sua natureza foi exposta, e isso é o que elas são. As palavras de Deus as provocaram, as revelaram ou as atingiram onde dói? Nada disso. O que acontece é que, quando todos estão lendo as palavras de Deus, elas dizem que não querem ouvir. Elas não são perversas? (Sim.) O que significa ser perverso? Significa ser muito relutante em relação a algo sem razão discernível e ser muito relutante em relação a coisas positivas sem nem mesmo saber por quê. Elas realmente querem dizer: “Assim que ouço as palavras de Deus, essas palavras saem; assim que ouço testemunho de Deus, sinto-me hostil e nem mesmo sei por quê. Quando vejo alguém que busca a verdade ou que ama a verdade, quero desafiá-lo, sempre quero repreendê-lo, fazer algo prejudicial a ele por suas costas, quero matá-lo”. Ao dizerem isso, elas são perversas. Na verdade, desde o início, anticristos nunca tiveram o espírito de uma pessoa normal e nunca tiveram humanidade normal — isso é o que está realmente acontecendo.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (5)’ em “Registros das falas de Cristo”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

As pessoas possuídas por demônios são aquelas que foram invadidas e controladas por espíritos malignos. As principais maneiras em que isso se manifesta em tais pessoas é ter transtornos psicológicos ou, às vezes, instabilidade mental, até mesmo ao ponto de perderem completamente todo senso normal de razão. Tais pessoas creem em Deus, mas são incapazes de aceitar a verdade e só podem agir como servos de Satanás exercendo um papel que gera perturbações e interrupções. Como resultado, a despeito de crerem em Deus, não podem ser salvas e devem ser expulsas. Pessoas que são possuídas por espíritos malignos se expressam primariamente das dez maneiras seguintes:

1. Qualquer um que personifica Deus ou Cristo é possuído por um espírito maligno.

2. Qualquer um que personifica o espírito de um anjo é possuído por um espírito maligno.

3. Qualquer um que alega ser outra encarnação de Deus é possuído por um espírito maligno.

4. Qualquer um que reivindida palavras expressadas por Deus como suas próprias ou que exige que outros trarem suas próprias palavras como as de Deus é possuído por um espírito maligno.

5. Qualquer um que personifica o homem usado pelo Espírito Santo e exige que as pessoas o sigam e obedeçam é possuído por um espírito maligno.

6. Qualquer um que frequentemente fala em línguas, interpreta línguas, consegue ver qualquer tipo de visão sobrenatural ou frequentemente ouve vozes que o ordenam a agir é possuído por espírito maligno.

7. Qualquer um que alega ser capaz de ouvir sobrenaturalmente espíritos falarem em sua cabeça, que frequentemente ouve as vozes de espíritos ou vê fantasmas e que visivelmente perdeu as faculdades da razão é possuído por um espírito maligno.

8. Qualquer um que perde as faculdades mentais de uma humanidade normal, que frequentemente fala palavras diabólicas, que fala consigo mesmo, que fala em termos insanos é possuído por um espírito maligno.

9. Qualquer um que, por vezes, parece ficar insano, que ocasionalmente cai em transe ou que ocasionalmente é maníaco e não consegue se comunicar normalmente com os outros é possuído por um espírito maligno.

10. Qualquer um que costuma se expressar normalmente, mas pode ser provocado a surtos de insanidade a cada poucos meses ou a cada ano ou dois e parece ser idêntico a pessoas possuídas por demônios e que, às vezes, ainda é normal é possuído por um espírito maligno. (Se alguém teve episódios de insanidade muitos anos atrás, mas nunca mais teve um episódio desde então é uma pessoa que não é mais possuída por um espírito maligno.)

Pessoas que são possuídas por demônios e são completamente ocupadas e controladas por Satanás, pertencem a ele e são amaldiçoadas.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Anterior: 5. Quais são as principais diferenças entre a obra do Espírito Santo e o trabalho dos espíritos malignos?

Próximo: 7. Por que Deus não salva aqueles que têm neles o trabalho de espíritos malignos ou aqueles possuídos por demônios?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Venha conversar com a gente
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

3. Por que Deus não usa o homem para fazer Sua obra de julgamento nos últimos dias, mas Se torna carne e a faz Ele Próprio

A obra do Espírito é capaz de cobrir todo o universo, através de todas as montanhas, rios, lagos e oceanos, no entanto a obra da carne relaciona-se de maneira mais eficaz a todas as pessoas com a quais Ele tem contato. Além disso, a carne de Deus com uma forma tangível pode ser melhor entendida, confiada pelo homem, pode aprofundar o conhecimento que o homem tem de Deus e pode deixar no homem uma impressão mais profunda dos feitos reais de Deus. A obra do Espírito é envolta em mistério, é difícil para seres mortais compreenderem, ainda mais difícil para eles verem e então podem apenas confiar em imaginações vãs. A obra da carne, contudo, é normal, baseada na realidade, possui uma rica sabedoria e é um fato que pode ser visto pelo olho físico do homem;

2. O mundo religioso acredita que toda a Escritura foi inspirada por Deus e é inteiramente Suas palavras; por que esse ponto de vista é errado

Nem tudo contido na Bíblia é um registro das palavras pronunciadas pessoalmente por Deus. A Bíblia simplesmente documenta os dois estágios prévios da obra de Deus, dos quais uma parte é um registro das previsões dos profetas, enquanto a outra as experiências e conhecimentos escritos por pessoas empregadas por Deus ao longo das eras. Experiências humanas estão contaminadas com opiniões e conhecimentos humanos, o que é inevitável. Em muitos dos livros da Bíblia, há conceitos e preconceitos humanos e interpretações humanas absurdas. É claro que a maioria das palavras resulta da iluminação e esclarecimento do Espírito Santo, e elas são interpretações corretas, mas ainda assim, não se pode dizer que são expressões inteiramente corretas da verdade. Suas visões sobre certas coisas não passam de conhecimento pela experiência pessoal ou da iluminação pelo Espírito Santo. As previsões dos profetas foram instruídas pessoalmente por Deus: as profecias de Isaías, Daniel, Esdras, Jeremias e Ezequiel vieram da instrução direta do Espírito Santo; essas pessoas eram videntes, haviam recebido o Espírito de profecia, todas eram profetas do Antigo Testamento. Durante a Era da Lei, essas pessoas que haviam recebido as inspirações de Jeová fizeram muitas profecias instruídas diretamente por Jeová.

3. Qual As consequências de se confiar em conhecimento bíblico e teoria teológica em sua fé

O Próprio Deus é vida e a verdade, e Sua vida e verdade coexistem. Aqueles que são incapazes de ganhar a verdade nunca ganharão vida. Sem a orientação, o apoio e provisão da verdade, você ganhará apenas letras e doutrinas e, além disso, morte. A vida de Deus está sempre presente, e Sua verdade e vida coexistem. Se você não pode achar a fonte de verdade, não ganhará o alimento de vida; se você não pode ganhar a provisão de vida, certamente não terá verdade alguma e, assim, para além de imaginações e concepções, a totalidade do seu corpo será nada além de carne, sua carne fétida.

2. Por que se diz que pastores e presbítereos religiosos estão todos trilhando a senda dos fariseus e qual é a essência deles

Basta olhar para os líderes de cada denominação — são todos arrogantes e hipócritas, eles interpretam a Bíblia fora de contexto e de acordo com a própria imaginação. Eles todos se fiam em seus dons e em sua erudição para realizar seu trabalho. Se fossem incapazes de pregar qualquer coisa, será que aquelas pessoas iriam segui-los? Afinal de contas, eles, de fato, possuem certo conhecimento e conseguem pregar sobre alguma doutrina, ou sabem como conquistar as pessoas e como usar alguns artifícios. Eles usam isso para trazer as pessoas para si mesmos e enganá-las. Teoricamente, essas pessoas acreditam em Deus, mas, na realidade, seguem seus líderes. Se encontrarem alguém pregando o caminho verdadeiro, algumas dizem: “Temos que consultar nosso líder sobre a nossa fé”. A fé dessas pessoas tem de passar por um ser humano; isso não é um problema? Então, no que esses líderes se transformaram? Será que não se tornaram fariseus, falsos pastores, anticristos e pedras de tropeço para que as pessoas aceitem o caminho verdadeiro?

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro