1. Quais são as diferenças entre a obra do Espírito Santo e o trabalho dos espíritos malignos

Palavras de Deus relevantes:

Como se passa a entender os detalhes do espírito? Como o Espírito Santo opera no homem? Como Satanás opera no homem? Como os espíritos malignos operam no homem? Quais são as manifestações? Quando algo lhe acontece, isso vem do Espírito Santo, e você deveria obedecer ou rejeitar? Na prática real das pessoas, surge muita coisa da vontade humana que as pessoas invariavelmente acreditam que vem do Espírito Santo. Algumas coisas vêm de espíritos malignos, mas as pessoas pensam que vieram do Espírito Santo, e às vezes o Espírito Santo guia as pessoas de dentro, mas elas receiam que tal orientação vem de Satanás e, por isso, não se atrevem a obedecer, quando na realidade essa orientação é o esclarecimento do Espírito Santo. Assim, a menos que a pessoa pratique a diferenciação, não há como experimentar em sua experiência prática; sem diferenciação, não há como ganhar vida. Como o Espírito Santo faz a obra? Como os espíritos malignos fazem a obra? O que vem da vontade do homem? E o que nasce da orientação e do esclarecimento do Espírito Santo? Se você compreender os padrões da obra do Espírito Santo dentro do homem, então, no seu dia a dia e durante as suas experiências práticas, você será capaz de aumentar o seu conhecimento e fazer as distinções; você chegará a conhecer Deus, será capaz de entender e discernir Satanás; não ficará confuso em sua obediência ou busca, e será alguém cujos pensamentos são claros, que obedece à obra do Espírito Santo.

A obra do Espírito Santo é uma forma de orientação proativa e esclarecimento positivo. Ela não permite que as pessoas sejam passivas. Ela lhes traz consolo, lhes dá fé e determinação, e as capacita a buscar que sejam aperfeiçoadas por Deus. Quando o Espírito Santo opera, as pessoas são capazes de entrar ativamente; elas não são passivas nem forçadas, mas agem por iniciativa própria. Quando o Espírito Santo opera, as pessoas são alegres e dispostas, dispostas a obedecer e felizes em se humilhar. Ainda que estejam doloridas e frágeis por dentro, elas têm a determinação para cooperar; sofrem com alegria, são capazes de obedecer e não são contaminadas pela vontade humana, contaminadas pelo pensamento do homem, e certamente não são contaminadas por motivações e desejos humanos. Quando experimentam a obra do Espírito Santo, as pessoas são especialmente santas por dentro. Aquelas que são possuídas da obra do Espírito Santo vivem o amor por Deus e o amor por seus irmãos e irmãs; elas se deliciam nas coisas que deliciam Deus e abominam as coisas que Deus abomina. Pessoas que são tocadas pela obra do Espírito Santo têm humanidade normal, buscam a verdade constantemente e são possuídas de humanidade. Quando o Espírito Santo opera dentro das pessoas, a condição delas melhora cada vez mais e sua humanidade se torna cada vez mais normal, e, ainda que parte da sua cooperação possa ser tola, suas motivações são corretas, sua entrada é positiva, elas não tentam causar interrupção, e não há malevolência dentro delas. A obra do Espírito Santo é normal e real, o Espírito Santo opera no homem conforme as regras da vida humana normal e realiza esclarecimento e orientação dentro das pessoas de acordo com a busca real das pessoas normais. Quando opera nas pessoas, o Espírito Santo as guia e esclarece conforme as necessidades das pessoas normais. Ele provê para elas conforme suas necessidades e as guia e esclarece positivamente de acordo com o que carecem e de acordo com suas deficiências. A obra do Espírito Santo é iluminar e guiar as pessoas na vida real; apenas se experimentarem as palavras de Deus em sua vida real, elas podem ver a obra do Espírito Santo. Se, no seu dia a dia, as pessoas estão num estado positivo e têm uma vida espiritual normal, então elas são possuídas da obra do Espírito Santo. Em tal estado, quando comem e bebem as palavras de Deus, elas têm fé; quando oram, elas são inspiradas; quando enfrentam algo, elas não são passivas; e, conforme as coisas acontecem, elas são capazes de ver as lições dentro daquelas coisas que Deus exige que aprendam. Elas não são passivas nem fracas e, embora tenham dificuldades reais, estão dispostas a obedecer a todos os arranjos de Deus.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando o Espírito Santo opera para iluminar as pessoas, Ele geralmente lhes dá conhecimento da obra de Deus e de sua verdadeira entrada e verdadeiro estado, Ele também permite que compreendam as intenções urgentes de Deus e Suas exigências para o homem hoje, para que elas tenham a determinação de sacrificar tudo para satisfazer a Deus e amar a Deus, mesmo que se deparem com perseguição e adversidade, deem testemunho de Deus, mesmo que isso signifique derramar seu sangue ou dar a sua vida, e façam isso sem arrependimento. Se você tiver esse tipo de determinação, isso significa que você tem o mover e a obra do Espírito Santo — mas saiba que você não está possuído por esse mover a cada momento que passa. Às vezes, nas reuniões, quando você ora, e come, e bebe as palavras de Deus, você pode se sentir extremamente comovido e inspirado. A sensação é tão nova e fresca quando outros compartilham alguma comunicação sobre sua experiência e compreensão das palavras de Deus, e seu coração está perfeitamente claro e iluminado. Tudo isso é a obra do Espírito Santo. Se você é um líder e o Espírito Santo lhe dá esclarecimento e iluminação excepcionais quando vai à igreja para trabalhar, dá a você uma percepção de problemas que existem dentro da igreja, permite que você saiba como comungar sobre a verdade para resolvê-los, torna você incrivelmente sincero, responsável e sério em seu trabalho, tudo isso é a obra do Espírito Santo.

Extraído de ‘Prática (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quais efeitos são alcançados pela obra do Espírito Santo? Você pode ser tolo, e pode ser destituído de discernimento, mas basta o Espírito Santo operar e haverá fé em você e você sempre sentirá que não pode amar Deus o bastante. Você estará disposto a cooperar, por maiores que sejam as dificuldades pela frente. Acontecerão coisas com você, e você não terá certeza se elas vêm de Deus ou de Satanás, mas será capaz de esperar e não será passivo nem negligente. É essa a obra normal do Espírito Santo. Quando o Espírito Santo opera dentro de você, você ainda encontra dificuldades reais: às vezes, será levado às lágrimas e às vezes haverá coisas que você será incapaz de superar, mas tudo isso é só uma fase da obra comum do Espírito Santo. Embora não tenha superado aquelas dificuldades, e embora naquele momento estivesse fraco e cheio de queixas, depois você continuou sendo capaz de amar a Deus com fé absoluta. Sua passividade não pode impedi-lo de ter experiências normais, e, independentemente do que outras pessoas digam e de como os outros o ataquem, você ainda é capaz de amar a Deus. Durante a oração, você sempre sente que no passado esteve tão em débito com Deus, e decide satisfazer a Deus e renunciar à carne toda vez que encontrar tais coisas de novo. Essa força mostra que a obra do Espírito Santo está dentro de você. Esse é o estado normal da obra do Espírito Santo.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando as condições das pessoas são normais, então sua vida espiritual e sua vida na carne são normais e sua razão é normal e ordeira. Quando estão nessa condição, o que elas experimentam e chegam a conhecer dentro de si, disso se pode dizer que decorre de serem tocadas pelo Espírito Santo (ter discernimentos ou possuir um conhecimento simples quando comem e bebem as palavras de Deus, ou ser fiéis em algumas coisas, ou ter a força para amar Deus em algumas coisas — isso tudo vem do Espírito Santo). A obra do Espírito Santo no homem é especialmente normal; o homem é incapaz de senti-la, e ela parece se dar por meio do próprio homem, embora, na verdade, seja obra do Espírito Santo. No dia a dia, o Espírito Santo faz obra grande e pequena em todos, e só o alcance dessa obra é que varia. Algumas pessoas são de bom calibre e entendem as coisas com rapidez, e o esclarecimento do Espírito Santo é especialmente grande dentro delas. Entretanto, algumas pessoas são de baixo calibre e precisam de mais tempo para entender as coisas, mas o Espírito Santo as toca no interior, e elas, também, são capazes de alcançar a fidelidade a Deus — o Espírito Santo opera em todos aqueles que buscam Deus. Quando, na vida cotidiana, as pessoas não se opõem a Deus nem se rebelam contra Ele, não fazem coisas que estão em conflito com a gestão de Deus e não interferem em Sua obra, então o Espírito de Deus opera em cada uma delas em medida maior ou menor; Ele as toca, as esclarece, lhes dá fé, lhes dá força e as leva a entrar proativamente, a não ser preguiçosas e a não cobiçar os prazeres da carne, estar dispostas a praticar a verdade e ansiar pelas palavras de Deus. Tudo isso é obra que vem do Espírito Santo.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

Tudo na obra do Espírito Santo é normal e real. Quando você lê as palavras de Deus e ora, em seu interior você está brilhante e firme, e o mundo exterior não pode interferir em você; por dentro, você está disposto a amar Deus, está disposto a se envolver com coisas positivas e detesta o mundo maligno. Isso é viver dentro de Deus. Não é, como se diz, experimentar um grande prazer — tal conversa não é prática. Hoje, tudo deveria começar da realidade. Tudo que Deus faz é real, e em suas experiências você deveria prestar atenção ao verdadeiro conhecimento de Deus e à busca das pegadas da obra de Deus e dos meios pelos quais o Espírito Santo toca e esclarece as pessoas. Se você come e bebe as palavras de Deus e ora, e coopera de uma maneira que é mais real, assimilando o que foi bom em tempos passados e rejeitando o que foi ruim, como Pedro fez, se você escuta com os ouvidos e observa com os olhos, se com frequência ora e pondera em seu coração, se faz tudo que pode para cooperar com a obra de Deus, então Deus certamente vai guiar você.

Extraído de ‘Como conhecer a realidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Às vezes, Deus lhe proporciona um certo tipo de sentimento, um sentimento que faz você perder sua alegria interior e perder a presença de Deus, de modo que você é mergulhado nas trevas. Isso é um tipo de refinamento. Sempre que você faz qualquer coisa, dá errado ou você topa com uma parede. Isso é a disciplina de Deus. Às vezes, quando você faz algo que é desobediência a Deus e rebeldia para com Ele, pode ser que ninguém mais saiba disso, mas Deus sabe. Ele não deixará você se safar e irá discipliná-lo. A obra do Espírito Santo é muito detalhada. Ele observa muito cuidadosamente cada palavra e cada ato das pessoas, cada atitude e movimento, cada ideia e pensamento, para que as pessoas possam adquirir consciência dessas coisas. Você faz uma coisa uma vez e dá errado; você faz uma coisa de novo e ainda dá errado, e aos poucos, você chegará a compreender a obra do Espírito Santo. Através das muitas vezes em que é disciplinado, você saberá o que fazer para estar alinhado com a vontade de Deus, e saberá o que não está alinhado com a vontade Dele. No fim, terá reações exatas à orientação dada pelo Espírito Santo em seu íntimo. Às vezes, você será rebelde e será repreendido por Deus em seu íntimo. Tudo isso vem da disciplina de Deus. Se você não valoriza a palavra de Deus, se menospreza Sua obra, então Ele não prestará atenção em você. Quanto mais a sério você considerar as palavras de Deus, mais Ele o esclarecerá. Agora mesmo, existem certas pessoas na igreja com uma fé confusa e atrapalhada; elas fazem muitas coisas impróprias e agem sem disciplina, e com isso a obra do Espírito Santo não pode ser vista claramente nelas.

Extraído de ‘Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

O Espírito Santo tem uma senda a trilhar em cada pessoa e dá a cada pessoa a oportunidade de ser aperfeiçoada. Através de sua negatividade, você é levado a conhecer a sua própria corrupção e, então, eliminando a negatividade, você encontrará o caminho para a prática; todas essas são maneiras em que você é aperfeiçoado. Além disso, através de orientação e iluminação contínuas de algumas coisas positivas dentro de você, você cumprirá proativamente sua função, crescerá em percepção e ganhará discernimento. Quando suas condições são boas, você está especialmente disposto a ler a palavra de Deus e especialmente disposto a orar a Deus, e pode relacionar os sermões que você ouve a seu próprio estado. Nesses momentos, Deus esclarece e ilumina você por dentro, fazendo-o perceber algumas coisas do aspecto positivo. É assim que você é aperfeiçoado no aspecto positivo. Em estados negativos, você é fraco e passivo; sente que não tem Deus em seu coração, mas mesmo assim Deus o ilumina, ajudando você a encontrar uma senda da prática. Sair disso é alcançar a perfeição no aspecto negativo.

Extraído de ‘Somente os que se concentram na prática podem ser aperfeiçoados’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que é a obra que vem de Satanás? Na obra que vem de Satanás, as visões dentro das pessoas são vagas; as pessoas estão sem humanidade normal, as motivações por trás de suas ações são erradas, e, embora elas desejem amar Deus, há sempre acusações dentro delas, e essas acusações e esses pensamentos causam interferência constante dentro delas, refreando o crescimento de sua vida e impedindo-as de vir diante de Deus na condição normal. Ou seja, assim que a obra de Satanás está dentro das pessoas, o coração delas não consegue ficar em paz perante Deus. Tais pessoas não sabem o que fazer consigo — quando veem outras reunidas, elas querem fugir e são incapazes de fechar os olhos quando outras oram. A obra dos espíritos malignos destrói o relacionamento normal entre o homem e Deus, e perturba as visões anteriores das pessoas ou sua antiga senda de entrada na vida; elas nunca podem se aproximar de Deus no seu coração, e sempre acontecem coisas que lhes causam interrupção e as algemam. Seus corações não conseguem encontrar paz, e elas são deixadas sem forças para amar a Deus e com seu espírito afundando. Tais são as manifestações da obra de Satanás. As manifestações da obra de Satanás são: ser incapaz de defender sua posição e ser testemunha, fazendo com que você se torne alguém que está em falta perante Deus e que não tem fidelidade a Deus. Quando Satanás interfere, você perde o amor e a lealdade a Deus dentro de si, é despojado de um relacionamento normal com Deus, não busca a verdade nem o próprio aprimoramento; você regride e se torna passivo, se deixa levar, dá rédeas à disseminação do pecado e não tem ódio do pecado; ademais, a interferência de Satanás torna você dissoluto; faz o toque de Deus desaparecer dentro de você e faz com que você se queixe de Deus e se oponha a Ele, levando-o a questioná-Lo; existe até o risco de você abandonar Deus. Tudo isso vem de Satanás.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando o estado das pessoas não é normal, elas são abandonadas pelo Espírito Santo; em sua mente, elas ficam propensas a reclamar, suas motivações são erradas, elas são preguiçosas, entregam-se à carne, e seu coração se rebela contra a verdade. Tudo isso vem de Satanás. Quando as condições das pessoas não são normais, quando elas estão escuras por dentro e perderam sua razão normal, foram abandonadas pelo Espírito Santo e são incapazes de sentir Deus no seu interior, é quando Satanás está operando dentro delas. Se as pessoas sempre têm força interior e sempre amam a Deus, então, em geral, quando as coisas lhes acontecem, essas coisas vêm do Espírito Santo, e quem quer que elas encontrem, o encontro é resultado dos arranjos de Deus. Isso significa que, quando você está em uma condição normal, quando está na grande obra do Espírito Santo, é impossível que Satanás o faça vacilar. Com esse fundamento, pode-se dizer que tudo vem do Espírito Santo e que, embora possa ter pensamentos incorretos, você é capaz de renunciar a eles e não os seguir. Tudo isso vem da obra do Espírito Santo. Em quais situações Satanás interfere? É fácil para Satanás operar dentro de você quando as suas condições não são normais, quando você não foi tocado por Deus e está sem a obra Dele, quando está seco e estéril por dentro, quando você ora a Deus, mas não compreende nada, e quando come e bebe as palavras de Deus, mas não é esclarecido nem iluminado. Em outras palavras, quando você foi abandonado pelo Espírito Santo e não consegue sentir Deus, acontecem-lhe muitas coisas que vêm da tentação de Satanás. Enquanto o Espírito Santo opera, Satanás também está operando o tempo todo. O Espírito Santo toca o interior do homem, enquanto ao mesmo tempo Satanás interfere no homem. No entanto, a obra do Espírito Santo assume a posição de liderança, e as pessoas cujas condições são normais podem triunfar; esse é o triunfo da obra do Espírito Santo sobre a obra de Satanás. Quando o Espírito Santo opera, um caráter corrupto ainda existe nas pessoas; no entanto, durante a obra do Espírito Santo, é fácil para as pessoas descobrir e reconhecer sua rebeldia, suas motivações e adulterações. Só então as pessoas sentem remorso e se tornam dispostas a se arrepender. Como tais, seus caracteres rebeldes e corruptos são gradativamente expulsos dentro da obra de Deus. A obra do Espírito Santo é especialmente normal; conforme Ele opera nas pessoas, elas ainda têm problemas, ainda choram, ainda sofrem, ainda são fracas, e ainda há muitas coisas que não são claras para elas, mas, em tal estado, elas são capazes de parar de regredir e podem amar a Deus e, embora chorem e estejam aflitas, ainda são capazes de louvar a Deus; a obra do Espírito Santo é especialmente normal, nem um pouco sobrenatural. A maioria das pessoas crê que, assim que o Espírito Santo começa a operar, ocorrem mudanças no estado das pessoas e coisas que para elas são substanciais são removidas. Tais crenças são falaciosas. Quando o Espírito Santo opera dentro do homem, as coisas passivas do homem continuam ali e sua estatura continua igual, mas ele ganha a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo e assim seu estado se torna mais proativo, as condições dentro dele se tornam normais e ele muda rapidamente.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra do Espírito Santo é progresso positivo, enquanto a obra de Satanás é recuo, negatividade, rebeldia, resistência a Deus, perda de fé em Deus, falta de vontade até para cantar hinos e ser fraco demais para cumprir o seu dever. Tudo que se origina do esclarecimento do Espírito Santo é bastante natural; não é imposto a você. Se o seguir, então você terá paz; se não o seguir, posteriormente você será repreendido. Com o esclarecimento do Espírito Santo, nada do que você fizer sofrerá interferência nem limitação; você será liberto, haverá uma senda para praticar nas suas ações, e você não estará sujeito a restrição alguma, mas será capaz de agir segundo a vontade de Deus. A obra de Satanás lhe causa interferência em muitas coisas; o torna indisposto a orar, preguiçoso demais para comer e beber as palavras de Deus e indisposto para viver a vida da igreja, bem como afasta você da vida espiritual. A obra do Espírito Santo não interfere com sua vida cotidiana e não interfere com sua vida espiritual normal. Você é incapaz de discernir muitas coisas no exato momento em que ocorrem, mas, após alguns dias, seu coração se torna mais claro, e a sua mente, mais nítida. Você chega a ter alguma sensação sobre as coisas do espírito e lentamente consegue discernir se um pensamento vem de Deus ou de Satanás. Algumas coisas claramente o fazem se opor a Deus e se rebelar contra Ele, ou o impedem de colocar as palavras de Deus em prática; todas essas coisas vêm de Satanás. Algumas coisas não são evidentes, e você não consegue dizer o que são no momento; depois, você pode ver as suas manifestações e então exercer o discernimento. Se puder distinguir claramente quais coisas vêm de Satanás e quais são orientadas pelo Espírito Santo, então você não será desviado facilmente em suas experiências.

Extraído de ‘A obra do Espírito Santo e a obra de Satanás’ em “A Palavra manifesta em carne”

Na experiência da obra de Deus, ter obra do Espírito Santo acontece ocasionalmente, enquanto ter a presença do Espírito Santo é quase constante. Enquanto a razão e os pensamentos das pessoas são normais e enquanto seus estados são normais, então, o Espírito Santo seguramente está com elas. Quando a razão e os pensamentos das pessoas não são normais, a humanidade delas não é normal. Se, neste momento, a obra do Espírito Santo estiver em você, então o Espírito Santo certamente também estará com você. Mas se o Espírito Santo estiver com você, não quer dizer que a obra do Espírito Santo está definitivamente operando dentro de você, pois o Espírito Santo opera em momentos especiais. Ter a presença do Espírito Santo pode apenas manter a existência normal das pessoas, mas o Espírito Santo só opera em determinados momentos. Por exemplo, se você é um líder ou colaborador, quando você rega e provê sustento para a igreja, o Espírito Santo o iluminará para algumas palavras que são edificantes para outros e podem resolver alguns dos problemas práticos de seus irmãos e irmãs — nesses momentos, o Espírito Santo está operando. Às vezes, quando você está comendo e bebendo as palavras de Deus, o Espírito Santo o ilumina com certas palavras que são especialmente relevantes para as suas próprias experiências, permitindo-lhe ganhar um maior conhecimento sobre seu próprio estado; isso também é a obra do Espírito Santo. Às vezes, enquanto Eu falo, vocês escutam e são capazes de comparar seus próprios estados com Minhas palavras e, às vezes, vocês são tocados ou inspirados; tudo isso é a obra do Espírito Santo. Alguns dizem que o Espírito Santo está operando neles o tempo todo. Isso é impossível. Se dissessem que o Espírito Santo está sempre com eles, seria realista. Se dissessem que o pensamento e a razão deles são normais o tempo todo, isso também seria realista e mostraria que o Espírito Santo está com eles. Se disserem que o Espírito Santo está sempre operando dentro deles, que são iluminados por Deus e tocados pelo Espírito Santo a todo momento, e que ganham novo conhecimento o tempo todo, então isso absolutamente não é normal! É completamente sobrenatural! Sem sombra de dúvida, tais pessoas são espíritos malignos! Mesmo quando o Espírito de Deus entra na carne, há momentos em que Ele precisa descansar e comer — para não dizer nada dos humanos. Aqueles que foram possuídos por espíritos malignos parecem não ter a fraqueza da carne. São capazes de renunciar a tudo, de abrir mão de tudo, estão livres de emoções, são capazes de suportar tormentos, não sentem o menor cansaço, como se tivessem transcendido a carne. Isso não é extremamente sobrenatural? A obra dos espíritos malignos é sobrenatural — nenhum humano poderia realizar essas. Aqueles que carecem de discernimento sentem inveja quando veem tais pessoas: dizem que têm tanto vigor em sua crença em Deus, têm grande fé e nunca demonstram o menor sinal de fraqueza! Na verdade, tudo isso é a manifestação da obra de um espírito maligno. Isso é porque as pessoas normais inevitavelmente têm fraquezas humanas; esse é o estado normal daqueles que têm a presença do Espírito Santo.

Extraído de ‘Prática (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando as pessoas têm algum entendimento de Deus, elas podem sofrer de boa vontade por Ele e viver para Ele. Contudo, Satanás ainda está no controle sobre as fraquezas dentro delas e ainda pode fazê-las sofrer. Espíritos malignos ainda podem trabalhar nas pessoas, interferindo nelas e levando-as a um estado mental confuso, a perder os sentidos, a se sentir desconfortáveis e a ficar perturbadas em todos os sentidos. Há coisas da mente ou da alma nas pessoas que ainda podem ser controladas e manipuladas por Satanás. É por isso que você adoece e fica perturbado, e é possível que você cometa suicídio e, por vezes, sinta também que o mundo está desolado ou que a vida não tem sentido. Em outras palavras, esses sofrimentos humanos ainda estão sob o comando de Satanás; eles constituem uma das fraquezas fatais do homem. Satanás ainda é capaz de usar aquelas coisas que ele corrompeu e espezinhou; elas são as armas que Satanás pode usar contra a humanidade. […] Espíritos malignos se agarram a cada oportunidade para fazer seu trabalho; eles conseguem falar a você de dentro ou sussurrar em seu ouvido, ou conseguem desordenar seus pensamentos e sua mente. Eles podem até suprimir o toque do Espírito Santo de tal modo que você não consiga senti-lo. Depois disso começam a interferir com você, confundindo seu pensamento e avariando seu cérebro, deixando você inquieto e desequilibrado. Tal é o trabalho que os espíritos malignos fazem nas pessoas. Se não conseguirem discernir isso, elas se encontrarão em grande perigo.

Extraído de ‘O significado de Deus provar do sofrimento mundano’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Deus opera de maneira sutil, delicada, amorosa e atenciosa, de maneira extraordinariamente dosada e apropriada. Sua maneira não provoca em você reações emocionais intensas como: “Deus deve me deixar fazer isto” ou: “Deus deve me deixar fazer aquilo”. Deus nunca lhe proporciona esse tipo de intensidade mental ou emocional que torna as coisas insuportáveis. Isso não é assim? Mesmo quando você aceita as palavras de Deus de julgamento e castigo, como é que você se sente então? Quando sente a autoridade e o poder de Deus, como você se sente então? Você sente que Deus é divino e inviolável? (Sim.) Você sente uma distância entre você e Deus nesses momentos? Sente o temor de Deus? Não, em vez disso, você sente uma temerosa reverência em relação a Deus. Não é por causa da obra de Deus que as pessoas sentem todas essas coisas? Elas teriam esses sentimentos se fosse Satanás que estivesse operando? (Não.) Deus usa Suas palavras, Sua verdade e Sua vida para prover continuamente ao homem, para apoiá-lo. Quando o homem é fraco, quando o homem está se sentindo desanimado, Deus certamente não fala asperamente, dizendo: “Não fique desanimado. Que motivo há para se sentir desanimado? Por que você está fraco? Que razão existe para estar fraco? Você é sempre tão fraco e sempre é tão negativo! De que adianta viver? Morra de uma vez e acabe logo com isso!” Deus opera desse modo? (Não.) Deus tem autoridade para agir desse modo? (Sim.) No entanto, Deus não age desse modo. A razão pela qual Deus não age desse modo é Sua essência, a essência da santidade de Deus. Seu amor pelo homem, Seu valorizar e estimar o homem não podem ser claramente expressos em apenas uma ou duas sentenças. Não é algo que é ocasionado pelo vangloriar do homem, mas é algo que Deus cria na prática real; é a revelação de Sua essência. Podem todas essas maneiras pelas quais Deus opera fazer com que o homem veja a santidade de Deus? Em todas essas maneiras pelas quais Deus opera, incluindo Suas boas intenções, incluindo os efeitos que Deus deseja operar no homem, incluindo os diferentes meios que Ele adota para operar no homem, o tipo de obra que realiza, o que Ele quer que o homem compreenda, você enxergou alguma maldade ou enganação nas boas intenções de Deus? (Não.) Então, em tudo que Deus faz, em tudo que Deus diz, em tudo que Ele tem em Seu coração, assim como toda a essência que Ele revela, podemos chamar Deus de santo? (Sim.) Algum homem já viu alguma vez essa santidade no mundo ou dentro de si mesmo? Além de Deus, você a viu em qualquer ser humano ou em Satanás? (Não.) […]

Que tipo de aspecto representativo caracteriza a obra de Satanás no homem? Vocês deveriam ser capazes de aprender isso por meio de suas próprias experiências — é o aspecto mais representativo de Satanás, o que ele faz repetidamente, aquilo que ele tenta fazer com cada pessoa. Talvez vocês não consigam ver essa característica, de modo que não acham que Satanás seja tão temível e odioso. Alguém sabe qual é essa característica? (Tudo que ele faz é feito para prejudicar o homem.) Como ele prejudica o homem? Vocês podem Me dizer mais especificamente, em mais detalhes? (Ele seduz, provoca e tenta o homem.) Isso é correto; essas são várias maneiras como essa característica se manifesta. Satanás também ilude, ataca e acusa o homem — tudo isso são manifestações. Há mais alguma? (Ele mente.) Trapacear e mentir é muito natural para Satanás. Ele faz essas coisas com tanta frequência que as mentiras saem de sua boca sem que ele nem precise pensar. Há ainda outras? (Ele semeia a discórdia.) Essa não é tão importante. Agora vou descrever para vocês algo fará com que seus cabelos fiquem de pé, mas não faço isso para amedrontar vocês. Deus opera no homem e estima o homem tanto em Suas atitudes como em Seu coração. Satanás, por sua vez, estima o homem? Não, ele não estima o homem. Ao contrário, ele gasta muito tempo pensando em prejudicar o homem. Não é assim? Quando pensa em prejudicar o homem, seu estado de espírito é de urgência? (Sim.) Portanto, no que diz respeito à obra de Satanás no homem, tenho duas frases que podem descrever amplamente a natureza maliciosa e maligna de Satanás, que realmente podem permitir a vocês conhecer a odiosidade de Satanás: na maneira como ele aborda o homem, Satanás sempre quer ocupar e possuir à força o homem, cada um deles, a ponto de poder ganhar controle completo sobre o homem e prejudicá-lo gravemente, a fim de atingir seu objetivo e cumprir sua louca ambição. O que significa “ocupar à força”? É algo que acontece com o seu consentimento ou sem? Acontece com o seu conhecimento ou sem? A resposta é que acontece completamente sem o seu conhecimento! Acontece em situações nas quais você não está ciente, talvez sem que ele diga ou faça nada a você, sem premissa, sem contexto — ali está Satanás, rodeando você, cercando você. Ele busca uma oportunidade para explorar e então ocupa você à força, possui você, atingindo seu objetivo de ganhar controle completo sobre você e de prejudicar você. Essa é uma intenção e conduta muito típica de Satanás ao lutar para afastar a humanidade de Deus.

Extraído de ‘O Próprio Deus, o Único IV’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje há alguns espíritos malignos que enganam o homem com coisas sobrenaturais; isso não passa de imitação da parte deles, para enganar o homem através de uma obra que, agora, não é feita pelo Espírito Santo. Muitas pessoas realizam milagres e curam os enfermos e expulsam demônios; essas coisas não passam de obra dos espíritos malignos, pois o Espírito Santo não mais faz tal obra nos dias de hoje, e todos os que imitaram a obra do Espírito Santo a partir daquele tempo são de fato espíritos malignos. Toda a obra executada em Israel naquele tempo foi de uma natureza sobrenatural, embora o Espírito Santo não opere agora de tal maneira, e qualquer obra semelhante agora é a imitação e o disfarce de Satanás e sua perturbação. Mas você não pode dizer que tudo o que for sobrenatural vem dos espíritos malignos — isso dependeria da era da obra de Deus.

Extraído de ‘O mistério da encarnação (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Deus não repete Sua obra, Ele não realiza uma obra que não é realista, Ele não faz exigências excessivas ao homem e Ele não realiza obra que esteja além do sentido do homem. Toda a obra que Ele realiza está dentro do escopo do sentido normal do homem e não excede o sentido da humanidade normal, e Sua obra é realizada de acordo com os requisitos normais do homem. Se é a obra do Espírito Santo, o homem se torna cada vez mais normal, e sua humanidade se torna cada vez mais normal. As pessoas ganham um conhecimento cada vez maior de seu caráter satânico corrompido e da substância do homem, e elas também ganham um anseio cada vez maior pela verdade. Ou seja, a vida do homem cresce e cresce, e o caráter corrupto do homem se torna cada vez mais capaz de mudar — sendo que todas são o significado de Deus tornar-Se a vida do homem. Se um caminho é incapaz de revelar aquelas coisas que são a substância do homem, é incapaz de mudar o caráter do homem e, além disso, é incapaz de trazê-lo para diante de Deus ou de lhe dar uma verdadeira compreensão de Deus e até faz com que sua humanidade se torne cada vez mais baixa e seu sentido cada vez mais anormal, esse não deve ser o caminho verdadeiro e pode ser a obra de um espírito maligno ou o caminho antigo. Resumindo, não pode ser o trabalho atual do Espírito Santo.

Extraído de ‘Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 3. Se entender conhecimento bíblico e teoria teológica significa entender a verdade e conhecer a Deus

Próximo: 2. Quais pessoas podem obter a obra do Espírito Santo e quais não podem

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

3. O mundo religioso acredita que a crença em Deus é a crença na Bíblia e que se desviar da Bíblia é não crer em Deus; esse entendimento é falso

Antes, o povo de Israel lia apenas o Antigo Testamento. Em outras palavras, no início da Era da Graça, as pessoas liam o Antigo Testamento. O Novo Testamento só apareceu durante a Era da Graça. O Novo Testamento não existia quando Jesus trabalhava; as pessoas registraram Sua obra depois que Ele ressuscitou e ascendeu ao céu. Só então os Quatro Evangelhos passaram a existir, e além deles também as epístolas de Paulo e Pedro e o livro do Apocalipse. Apenas mais de trezentos anos depois que Jesus ascendeu ao céu, quando as gerações subsequentes reuniram seus registros, passou a existir o Novo Testamento. Somente depois que essa obra foi concluída surgiu o Novo Testamento; ele não existia anteriormente. Deus havia feito toda a obra, o apóstolo Paulo tinha feito todo o trabalho, e depois as epístolas de Paulo e Pedro foram reunidas, e a grandiosa visão registrada por João, na ilha de Patmos, foi colocada por último, pois profetizava a obra dos últimos dias. Estes foram arranjos das gerações posteriores, e são diferentes dos enunciados de hoje. O que está registrado hoje está de acordo com as fases da obra de Deus; aquilo com que as pessoas se envolvem hoje é a obra feita pessoalmente por Deus, e as palavras proferidas pessoalmente por Ele. Você não precisa interferir — as palavras, que vêm diretamente do Espírito, foram arranjadas passo a passo e são diferentes dos arranjos dos registros do homem. O que registraram, pode-se dizer, estava de acordo com seu nível educacional e com o calibre humano. O que registraram foram as experiências dos homens, cada um tinha seus próprios meios de registro e conhecimento, e cada registro era diferente. Assim, se você adora a Bíblia como Deus, você é extremamente ignorante e tolo!

4. As diferenças essenciais entre Deus encarnado e aqueles que são usados por Deus

A obra de julgamento é a própria obra de Deus, portanto ela deve ser naturalmente realizada pelo Próprio Deus; não pode ser realizada pelo homem em Seu lugar. Como o julgamento é a conquista da raça humana por meio da verdade, é inquestionável que Deus ainda apareça como imagem encarnada para realizar essa obra entre os homens. Isto é, nos últimos dias, Cristo irá usar a verdade para ensinar os homens do mundo todo e revelar todas as verdades a eles. Essa é a obra de julgamento de Deus.

4. Como conhecer o significado da obra de julgamento de Deus nos últimos dias

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus.

2. As ovelhas de Deus ouvem Sua voz, e é somente ouvindo a voz de Deus que se pode encontrar o Senhor retornado

As palavras do Deus encarnado iniciam uma nova era, guiam toda a humanidade, revelam mistérios e mostram ao homem a direção à frente em uma nova era. O esclarecimento obtido pelo homem nada mais é do que simples prática ou conhecimento. Não pode guiar a humanidade inteira rumo a uma nova era nem revelar os mistérios do Próprio Deus. Deus, afinal, é Deus, e o homem é o homem. Deus tem a substância de Deus, e o homem tem a substância do homem.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro