Pergunta 32: Os fariseus frequentemente expunham a Bíblia às pessoas nas sinagogas. Por fora, pareciam piedosos e compassivos e não pareciam fazer nada em clara violação da lei. Então, por que os fariseus foram amaldiçoados pelo Senhor Jesus? Como a hipocrisia deles se manifestava? Por que se diz que os pastores e os presbíteros religiosos de hoje estão seguindo a mesma senda dos fariseus hipócritas?

Resposta:

Quem acredita no Senhor sabe que o Senhor Jesus odiava os fariseus, os amaldiçoou e pronunciou os sete ais sobre eles. Isso é muito significativo para permitir que os que creem em Deus distingam os fariseus hipócritas, se livrem da servidão e controle deles e obtenham a salvação de Deus. Mas é uma pena. Muitos fiéis não conseguem discernir a essência da hipocrisia dos fariseus. Nem mesmo entendem por que o Senhor Jesus odiou e amaldiçoou tanto os fariseus. Hoje vamos conversar. Vamos falar um pouco sobre esses problemas. Os fariseus geralmente interpretavam a Bíblia para outros na sinagoga. Eles oravam diante dos outros e usavam regras da Bíblia para condenar as pessoas. Os que observavam de fora pareciam respeitosos protetores da Bíblia. Se era assim, por que o Senhor odiava e amaldiçoava eles tanto? Na verdade, o principal motivo é que na essência, eles eram hipócritas que resistiam a Deus. Os fariseus só se importavam em realizar cerimônias religiosas e seguir regras; eles só interpretavam as regras e doutrinas na Bíblia e nunca comungam a vontade de Deus com ninguém, e nem se concentravam em praticar a palavra de Deus ou obedeciam aos mandamentos Dele. Eles ignoravam os mandamentos de Deus. Tudo o que faziam era totalmente oposto à vontade e exigências de Deus. Essa é a essência da hipocrisia dos fariseus. É o principal motivo de o Senhor Jesus tê-los odiado e amaldiçoado. O Senhor Jesus disse isso quando expôs eles: “E vós, por que transgredis o mandamento de Deus por causa da vossa tradição? Pois Deus ordenou: Honra a teu pai e a tua mãe; e, Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe, certamente morrerá. Mas vós dizeis: Qualquer que disser a seu pai ou a sua mãe: O que poderias aproveitar de mim é oferta ao Senhor; esse de modo algum terá de honrar a seu pai. E assim por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus. Hipócritas! bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-Me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de Mim. Mas em vão Me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem” (Mateus 15:3-9). Agora que o Senhor Jesus expôs os fariseus, podemos ver claramente que embora eles sempre interpretassem a Bíblia para os outros na sinagoga, eles não reverenciavam ou exaltavam Deus de forma alguma. Não seguiam os mandamentos de Deus, e substituiu os mandamentos por tradições do homem; esqueceram dos mandamentos de Deus. Se opunham abertamente a Deus. Essa não é uma prova irrefutável de como os fariseus serviam a Deus, porém resistiam a Ele? Como poderiam evitar as maldições e a ira de Deus? Os mandamentos de Deus declaravam de forma clara: “Não matarás. […] Não dirás falso testemunho contra o teu próximo” (Êxodo 20:13, 16). Mas os fariseus ignoraram os mandamentos de Deus. Eles prestaram falsos testemunhos, condenaram e mataram os profetas e homens justos enviados por Deus; resistiram diretamente a Deus. No entanto, o Senhor Jesus condenou e amaldiçoou os fariseus, dizendo: “Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno? Portanto, eis que Eu vos envio profetas, sábios e escribas: e a uns deles matareis e crucificareis; e a outros os perseguireis de cidade em cidade; para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra” (Mateus 23:33-35). Os fariseus fanaticamente resistiram a Deus, mataram os profetas e homens justos que Ele enviou. Eles tentaram destruir a obra de Deus e impedir a execução da vontade Dele. Eles enfureceram o caráter de Deus. Como não poderiam ser amaldiçoados por Ele? Tudo que os fariseus fizeram foi verdade, não foi? Nós somos incapazes de ver a essência e comportamento hipócritas dos fariseus?

Os fariseus pareciam respeitosos na aparência, mas sua essência era traiçoeira e sagaz; eles tinham a habilidade de fingir e enganar os outros. Se o Senhor Jesus não tivesse exposto todas as ações maldosas deles, inclusive a traição e abandono aos mandamentos de Deus, não seríamos capazes de ver a essência da hipocrisia dos fariseus. Agora vamos dar outra olhada no por que o Senhor Jesus expôs e condenou os fariseus. “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fé; estas coisas, porém, devíeis fazer, sem omitir aquelas. Guias cegos! que coais um mosquito, e engolis um camelo” (Mateus 23:23-24). “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade” (Mateus 23:27-28). Os fariseus fingiam ser muito reverentes na frente dos outros. Eles oravam de propósito na sinagoga e nas esquinas das ruas. Quando jejuavam, tinham de propósito uma expressão triste no rosto. Faziam caridade só para que os outros vissem. Eles faziam questão de não se esquecerem de pagar o dízimo de menta, cominho e anis. Até seguiam muitas das regras históricas, tais como “não coma se não tiver lavado bem as mãos”, etc. Os fariseus tinham preferência aos mínimos detalhes, com requinto. Porém, eles não obedeciam às exigências da lei de Deus, ou seja, amar Deus, amar os outros, ser justo, piedoso e fiel. Eles não obedeciam aos mandamentos de Deus. Só falavam do conhecimento bíblico e teoria teológica. Só faziam cerimônias religiosas e obedeciam às regras. Esse é o nível da hipocrisia deles e de como enganavam os outros. O comportamento deles nos mostra que tudo que os fariseus faziam era parte da tentativa deles de enganar e coagir os outros. Eles só tentavam se estabelecer para serem venerados. Só se preocupavam em controlar e consolidar seus cargos e sustento. Eles andavam por um caminho falso de hipocrisia e resistência a Deus. Foi essa resistência a Deus que fez com que fossem amaldiçoados.

Os fariseus não amavam a verdade. Nunca focaram em praticar as palavras de Deus ou cumprir os mandamentos Dele. Eles só focavam em fazer cerimônias religiosas e andavam por um caminho de resistência a Deus. No entanto, quando o Senhor Jesus ia fazer a obra e pregar, a natureza satânica de hipocrisia e hostilidade deles contra Deus era exposta por Deus. Os fariseus sabiam muito bem que as palavras do Senhor Jesus tinham autoridade e poder. Além de não procurarem a essência e fonte das palavras e obra do Senhor Jesus, eles atacavam de forma maliciosa e difamavam o Senhor Jesus; diziam que o Senhor Jesus estava expulsando demônios pelo príncipe dos demônios; eles rotulavam a obra do Senhor Jesus, cheia de autoridade e poder de Deus, como loucura. Eles cometeram o pecado da blasfêmia contra o Espírito Santo e ofenderam severamente o caráter de Deus. Os fariseus, além de blasfemarem e condenaram o Senhor Jesus, incitaram e iludiram os fiéis a resistir e condenar o Senhor Jesus. Eles fizeram os fiéis perderem a salvação de Deus e os transformaram em objetos funerários e vítimas deles. Portanto, quando o Senhor Jesus os condenou e amaldiçoou, Ele disse: “Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque fechais aos homens o reino dos céus; pois nem vós entrais, nem aos que entrariam permitis entrar” (Mateus 23:13). “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós” (Mateus 23:15). No entanto, podemos ver que os fariseus eram hipócritas que resistiam e cometiam blasfêmias contra Deus, anticristos que se posicionavam como inimigos de Deus. Eram um grupo do mal que devorava as almas dos homens e os atraíam para o inferno. Só que o Senhor Jesus censurou os fariseus com os “Sete Ais” devido ao comportamento maligno deles. Isso mostra que o caráter justo e a santidade de Deus não podem ser ofendidos.

Agora nós ganhamos algum discernimento a respeito da essência hipócrita dos fariseus. Agora vamos dar uma olhada nos pastores e presbíteros atuais. Eles só interpretam o conhecimento bíblico e teoria teológica. Só fazem cerimonias religiosas e seguem regras. Eles não praticam as palavras de Deus nem executam Seus mandamentos. Eles são iguais aos fariseus, andando por um caminho onde servem, mas também resistem a Deus. O Senhor Jesus disse: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:37-39). Os que amam Deus deviam praticar Sua palavra e precisam estar atentos à vontade Dele. Devem ser responsáveis pela vida dos irmãos e irmãs. Os pastores e presbíteros enfrentam igrejas desoladas, com a fé e amor dos que creem sendo diminuídos. Eles não encontram a água viva da vida para os fiéis. Quando Deus Todo-Poderoso vier expressar a verdade e dar vida às pessoas, eles a rejeitarão; eles não a estudam ou aceitam. Resistem e condenam enquanto impedem os fiéis de buscarem o verdadeiro caminho. Não permitem que os fiéis entrem em contato com as pessoas da Igreja de Deus Todo-Poderoso nem permitem que eles leiam as palavras de Deus. E pior, eles amaldiçoam ou atacam nossos irmãos e irmãs que espalham o Evangelho do reino de Deus. Podem até chamar a polícia para prendê-los. Não estão fazendo o mal e resistindo a Deus com tudo que fazem? Como pode o que fazem ser diferente da maneira que os fariseus resistiram e condenaram o Senhor Jesus? Para protegerem seus cargos e sustento, pastores e presbíteros impedem os fiéis de aceitarem a salvação de Deus nos últimos dias. Não estão arrastando as pessoas para o inferno? Eles não são os servos malignos dos quais o Senhor Jesus falou? Não são os fariseus da modernidade?

Os pastores e presbíteros não são verdadeiros fiéis ou servos de Deus. Eles sempre traem as palavras de Deus, abandonam Seus mandamentos e O veem como um inimigo. O Senhor Jesus disse que somente aqueles que fizerem a vontade do Pai que está no céu poderão entrar em Seu reino. Pastores e presbíteros dizem que as pessoas foram justificadas pela fé e salvas pela graça e vão entrar no reino dos céus. Não estão traindo as palavras do Senhor e falando em contradição direta com Ele? O Senhor Jesus pediu: “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não” (Mateus 5:37). Pastores e presbíteros mentem, condenam e blasfemam contra Deus Todo-Poderoso. Prestam falso testemunho e difamam a Igreja de Deus Todo-Poderoso. O Senhor Jesus disse: “Quem receber aquele que Eu enviar, a Mim Me recebe” (João 13:20). Pastores e presbíteros não permitem que fiéis recebam irmãos e irmãs que espalham o evangelho do reino. Quem os recebe é expulso da igreja. O Senhor Jesus pede que as pessoas sejam virgens prudentes, ouçam a voz do noivo e vão saudá-Lo. Sempre que pastores e presbíteros ouvem alguém dando testemunho da volta do Senhor Jesus, eles julgam e condenam sem ao menos examinar. Não sei que frase das palavras do Senhor, pastores e presbíteros estão praticando. Se pastores e presbíteros acreditassem mesmo em Deus, se ao menos temessem Deus, não espalhariam esse tipo de mentiras nem condenariam de forma fanática e resistiriam a Deus Todo-Poderoso. Essa é a verdade. Os pastores e presbíteros são os fariseus modernos. Isso é totalmente certo!

Extraído de “Respostas a perguntas relacionadas ao roteiro”

Naquela época, os fariseus judeus explicavam as Escrituras e oravam pelos crentes nas sinagogas. Eles não pareciam bastante piedosos com as pessoas também? Então por que o Senhor Jesus expôs e amaldiçoou os fariseus, ai de os fariseus hipócritas? Será que o Senhor Jesus foi injusto com eles? Não cremos que a palavra do Senhor Jesus é a verdade? Suspeitamos que o Senhor Jesus fez a coisa errada? Discernir se os pastores e presbíteros são hipócritas fariseus e anticristos, ou não, não é possível apenas olhando como eles tratam as pessoas por fora. O principal é observar como eles tratam o Senhor e a verdade. Por fora, eles podem ser amorosos com os crentes, mas eles amam o Senhor? Se eles são muito amorosos com as pessoas, mas estão cheios de aborrecimento e ódio pra com o Senhor e com a verdade, julgam e condenam Cristo dos últimos dias — Deus Todo-Poderoso, então não são eles fariseus hipócritas? Não são eles anticristos? Eles parecem pregar e dar duro por fora, mas se for pra serem coroados e recompensados, isso significa que eles obedecem e são leais ao Senhor? Pra discernir se alguém é hipócrita você deve olhar dentro de seus corações e ver suas intenções. Essa é a coisa mais importante. Deus inspeciona o coração das pessoas. Então, pra ver se uma pessoa, de fato, ama e obedece ao Senhor, o principal é observar se ela pratica e segue a Sua palavra e segue Seus mandamentos e, além disso, vejam se ela exalta o Senhor Jesus e dá testemunho do Senhor Jesus e se ela segue a vontade de Deus. Vimos que os fariseus explicavam as Escrituras às pessoas nas sinagogas, seguiam as regras da Bíblia pra tudo, e também eram amorosas com as pessoas. Mas, na realidade, o que eles faziam não era praticar a palavra de Deus nem defender os mandamentos de Deus, isso era feito pra ser visto pelas pessoas. Assim como o Senhor Jesus disse quando os expôs: “Todas as suas obras eles fazem a fim de serem vistos pelos homens; pois alargam os seus filactérios, e aumentam as franjas dos seus mantos” (Mateus 23:5). Eles até ficavam, de propósito, nas sinagogas e nas esquinas fazendo longas orações. Durante o jejum, ficam com semblantes tristes, de propósito, pra que as pessoas achassem estavam em jejum. Até faziam boas ações nas ruas abertamente pra que todos pudessem ver. Eles até continuaram a se apegando a antigas tradições e rituais religiosos como “não coma a menos que lavem as mãos com cuidado”. Pra enganar as pessoas a fim de apoiá-los e adorá-los, os fariseus faziam alarde de pequenas coisas como engodo, e apenas levavam as pessoas a se envolverem em cultos religiosos, cantos e louvores ou mantinham algumas tradições ancestrais. Mas não levavam as pessoas a praticar a palavra de Deus, a seguir os mandamentos de Deus e a entrar na realidade da verdade. Além disso, eles não levaram as pessoas a praticar a verdade, a obedecer e a adorar Deus. Só o que fizeram foram algumas ações pra confundir e enganar os crentes. Quando o Senhor Jesus veio pregar e realizar Sua obra, pra protegerem o próprio status e sustento, esses fariseus, que fingiram ser piedosos, abandonaram as leis e mandamentos de Deus sob o disfarce de “defender a Bíblia”. Inventaram boatos, deram falso testemunho, condenaram e culparam o Senhor Jesus fizeram o possível pra impedir que os crentes seguissem o Senhor Jesus. No final, eles até conspiraram com os que estavam no poder pra crucificar o Senhor Jesus. Consequentemente, a essência hipócrita e odiosa da verdade dos fariseus foi exposta. Então sua essência de anticristo foi completamente revelada. Isso mostra que a essência dos fariseus era hipócrita, traiçoeira, enganosa e maldosa. Todos eles eram falsos pastores que abandonaram o caminho de Deus, enganaram e aprisionaram pessoas. Eles enganaram e prenderam os crentes, controlando o mundo religioso pra se opor a Deus, negando, condenando e odiando o Cristo encarnado. Isso é suficiente pra provar que eles eram os anticristos que queriam erguer seu próprio reino independente.

Agora que vemos claramente as várias faces da hipocrisia dos fariseus, quando os comparamos com os pastores e presbíteros religiosos de hoje, agora não dá pra saber que eles são como os fariseus e todas as pessoas que não praticam a palavra ou respeitam os mandamentos do Senhor? E que não são pessoas que exaltam o Senhor e dão testemunho do Senhor? São apenas pessoas que creem cegamente na Bíblia, que adoram e exaltam a Bíblia. Eles apenas agarram-se a vários rituais religiosos, tais como frequentar serviços regulares, vigília matinal, partir o pão, participar da Sagrada Comunhão, e assim por diante. Eles só falam pras pessoas serem humildes, pacientes, piedosas e amorosas, mas não amam Deus com seus corações. Além disso, não obedecem a Deus e não têm um coração temente Deus. A obra e pregação deles se concentra apenas em explicar o conhecimento bíblico e a teoria teológica. Mas quando se trata de como praticar e viver a palavra do Senhor, como seguir os mandamentos do Senhor e como difundir e dar testemunho da palavra do Senhor, como as pessoas devem seguir a vontade do Pai celestial, como amar de verdade Deus, obedecer a Deus e adorar Deus e todas essas coisas que o Senhor Jesus pede à humanidade, não buscam, não exploram e não entendem as intenções do Senhor. E, além disso, não levam as pessoas a praticar ou a cumprir. O propósito de eles irem por toda parte pregando o conhecimento bíblico e a teoria teológica é pra se exibirem, e fazer as pessoas admirá-los e adorá-los. Então, quando Deus Todo-Poderoso passou a expressar verdades e realizar Sua obra de julgamento dos últimos dias esses pastores e presbíteros, com o intuito de alcançar poder permanente no mundo religioso, e por sua ambição de controlar os crentes e criar seu próprio reino independente, violaram descaradamente a palavra do Senhor Jesus, inventando boatos, julgando, atacando e blasfemando Deus Todo-Poderoso, fazendo tudo pra impedir que os crentes buscassem e investigassem o verdadeiro caminho. Por exemplo, o Senhor Jesus ensinou as pessoas a serem virgens sábias: Quando ouvem alguém gritar: “Eis o noivo!”, eles deveriam sair pra recebê-Lo. Mas depois que os pastores e presbíteros souberam da notícia da segunda vinda do Senhor Jesus, eles fizeram tudo pra fechar a igreja e impedir que os crentes buscassem e investigassem o verdadeiro caminho. O Senhor Jesus disse: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Só que eles incitaram os crentes a caluniar e agredir irmãos e irmãs que testemunham a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. O Senhor Jesus pediu ao homem que não mentisse, não desse falso testemunho, mas os pastores e presbíteros inventaram todo tipo de mentiras pra caluniar Deus Todo-Poderoso e até conspiraram com o diabólico Partido Comunista Chinês pra resistir, condenar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias e manchar a Igreja de Deus Todo-Poderoso. […] Com isso, podemos ver que o que os pastores e presbíteros religiosos disseram e fizeram viola completamente os ensinamentos do Senhor. Eles são como os fariseus hipócritas. São pessoas que conduzem cegamente, resistem a Deus e enganam as pessoas.

Permitam-me ler uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso. Deus Todo-Poderoso diz: “Todos os que não buscam obediência a Deus em sua fé, se opõem a Deus. Deus pede que as pessoas busquem a verdade, que tenham sede de Suas palavras, que comam e bebam as Palavras de Deus e as coloquem em prática, para que alcancem a obediência a Deus. Se suas motivações forem verdadeiramente assim, então Deus certamente o levantará e será gracioso para com você. Ninguém pode duvidar disso e ninguém pode mudar isso. Se suas motivações não forem por causa de sua obediência a Deus e você tem outros objetivos, tudo que você diz e faz — suas orações diante de Deus, até mesmo cada uma de suas ações — serão contrárias a Deus. Você pode ter uma fala mansa e ser moderado, cada ato e expressão podem parecer corretos, você pode parecer uma pessoa que obedece, mas quando se trata de suas motivações e seus pontos de vista sobre fé em Deus, tudo que você faz é em oposição a Deus e maligno. As pessoas que aparentam ser obedientes como ovelhas, mas em seu coração abrigam más intenções, são lobos em pele de ovelhas, ofendem diretamente a Deus e Deus não poupará nenhuma delas. O Espírito Santo revelará cada uma delas, para que todos vejam que todos os que forem hipócritas certamente serão detestados e rejeitados pelo Espírito Santo. Não se preocupe: Deus lidará e resolverá cada uma delas a sua vez” (‘Em sua fé em Deus você deve obedecer a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). Esses pastores e presbíteros religiosos parecem ser humildes por fora, pacientes e amorosos mas seus corações estão cheios de traição, enganação e malícia. Sob o disfarce de “defender o verdadeiro caminho, proteger o rebanho”, eles resistem e condenam Deus Todo-Poderoso e planejam controlar os crentes pra alcançar seu objetivo de ter poder permanente no mundo religioso e estabelecer seu próprio reino independente. Esses fariseus hipócritas que odeiam a verdade e odeiam Deus são precisamente o grupo de anticristos teimosos que se opõem a Deus, expostos pela obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Todos aqueles que, de fato, creem em Deus devem aprender a distinguir a essência hipócrita e natureza satânica e anticristã deles. Não sejam mais enganados, confundidos, presos e controlados por eles. Vocês devem buscar e investigar o verdadeiro caminho e aceitar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias, e retornar ao trono de Deus.

Extraído de “Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino”

Anterior: Pergunta 31: Vocês dão testemunho de que as palavras expressas por Deus Todo-Poderoso em A Palavra manifesta em carne são declarações da própria boca de Deus, mas cremos que são as palavras de alguém que foi iluminado pelo Espírito Santo. Portanto, o que eu gostaria de buscar é: qual é exatamente a diferença entre as palavras expressas por Deus encarnado e as palavras ditas por alguém com o esclarecimento do Espírito Santo?

Próximo: Pergunta 33: Quando o Senhor Jesus veio para fazer Sua obra, os fariseus judeus O desafiaram e condenaram brutalmente, e O pregaram na cruz. Agora que Deus Todo-Poderoso dos últimos dias veio para fazer Sua obra, os pastores e presbíteros religiosos também O desafiam e condenam brutalmente, pregando Deus novamente a uma cruz. Por que os fariseus judeus e os pastores e presbíteros religiosos odeiam tanto a verdade e se colocam contra Cristo dessa maneira? Qual é exatamente sua natureza e essência?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

3. Por que cada novo estágio da obra de Deus encontra a selvagem oposição e condenação do mundo religioso? Qual é a raiz do problema?

Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a substância dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias.

2. A obra de julgamento de Deus nos últimos dias é o julgamento do grande trono branco, conforme profetizado no Livro de Apocalipse

O “julgamento” nas palavras ditas anteriormente — o julgamento começará na casa de Deus — refere-se ao juízo que Deus emite hoje sobre aqueles que se põem diante de Seu trono nos últimos dias. Talvez haja aqueles que acreditem em tais imaginações sobrenaturais como as que, quando os últimos dias chegarem, Deus irá erigir uma grande mesa nos céus, sobre a qual uma tolha branca será estendida e então, sentando-Se sobre um grande trono com todos os homens ajoelhando-se no chão, Ele irá revelar os pecados de cada homem e assim determinar se eles devem ascender ao céu ou ser enviados para o lago de fogo e enxofre. Independentemente das imaginações do homem, a substância da obra de Deus não pode ser alterada. As imaginações do homem nada são senão os constructos dos pensamentos humanos e vêm do cérebro do homem, resumido e recomposto daquilo que o homem viu e ouviu. Portanto, digo que, não importa o quanto forem geniais, as imagens idealizadas ainda não serão mais que um desenho e não podem substituir o plano da obra de Deus. Afinal, o homem foi corrompido por Satanás, então como pode sondar os pensamentos de Deus?

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro