Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Cem perguntas e respostas sobre investigar o caminho verdadeiro

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

45. Por que Deus julga e castiga a humanidade corrupta em Sua obra dos últimos dias?

Referência Bíblica:

“Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1 Pedro 4:17).

“E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Apocalipse 14:6-7).

A resposta da palavra de Deus:

A obra dos últimos dias é separar todos de acordo com sua espécie, concluir o plano de gestão divino, pois o tempo está próximo e o dia de Deus chegou. Deus leva todos os que entraram em Seu reino, isto é, todos aqueles que Lhe foram leais até o fim, à era do Próprio Deus. Entretanto, até a vinda da era do Próprio Deus, a obra que Deus irá fazer não é observar os feitos do homem ou investigar sua vida, mas julgar a sua rebelião, pois Deus irá purificar todos aqueles que vierem diante de Seu trono. Todos os que seguiram os passos de Deus até hoje são aqueles que se colocaram diante do trono de Deus e, sendo assim, toda e qualquer pessoa que aceitar a obra divina em sua fase final é objeto de purificação de Deus. Em outras palavras, todos os que aceitarem a fase final da obra de Deus serão objeto do julgamento de Deus.

de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

A essência da obra divina de castigo e julgamento é a purificação da humanidade e se destina ao dia do descanso final. Caso contrário, a humanidade como um todo não será capaz de seguir seus próprios semelhantes nem de entrar no descanso. Esta obra é o único caminho da humanidade para entrar no descanso. Somente a obra de depuração feita por Deus purificará a humanidade de sua iniquidade, e somente Sua obra de castigo e julgamento trará para a luz aquelas coisas desobedientes em meio à humanidade, separando, dessa maneira, os que podem ser salvos dos que não podem ser salvos, os que permanecerão dos que não permanecerão. Quando findar Sua obra, os que permanecerem serão purificados e desfrutarão de uma segunda vida humana mais maravilhosa sobre a terra, ao adentrarem um reino mais elevado de humanidade. Em outras palavras, entrarão no dia do descanso da humanidade e viverão junto com Deus. Depois que aqueles que não podem permanecer tiverem recebido castigo e julgamento, sua forma original será plenamente revelada; em seguida, serão todos destruídos e, como Satanás, não terão mais permissão para sobreviver na terra. A humanidade do futuro não mais conterá ninguém desse tipo; essas pessoas não são aptas a entrar na terra do derradeiro descanso, nem são aptas a entrar no dia do descanso que Deus e o homem compartilharão, pois elas são o alvo da punição e são os perversos, não são os justos.

de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em Sua obra final de concluir a era, o caráter de Deus é o de castigo e julgamento, o qual revela tudo que é injusto, julga publicamente todas as pessoas e aperfeiçoa as que O amam de verdade. Só um caráter como esse pode levar a era a um fim. Os últimos dias já chegaram. Todas as coisas serão classificadas segundo sua espécie e divididas em categorias diferentes com base em sua natureza. Esse é o momento em que Deus revela o desfecho e o destino das pessoas. Se as pessoas não passarem por castigo e julgamento, não haverá como revelar a desobediência e a injustiça delas. Só através do castigo e do julgamento é que o fim de todas as coisas pode ser revelado. O homem só mostra quem realmente é quando é castigado e julgado. O mal deve ser colocado com o mal, o bom com o bom, e as pessoas serão classificadas de acordo com a sua espécie. Através do castigo e do julgamento, o fim de todas as coisas será revelado, de modo que o mal será punido e o bem será recompensado, e todas as pessoas se tornarão submissas sob o domínio de Deus. Toda a obra deve ser realizada através de castigo e julgamento justos. Como a corrupção humana atingiu o ápice e a desobediência tem sido grave demais, só o caráter justo de Deus, que é principalmente o de castigo e julgamento e revelado durante os últimos dias, pode transformar e completar o homem plenamente. Só esse caráter pode expor o mal e dessa forma punir severamente todos os injustos. […] Se, quando o fim do homem é revelado durante os últimos dias, Deus ainda lhe conceder compaixão e amor inesgotáveis, se Ele ainda amar o homem, se não o sujeitar a um julgamento justo, mas lhe demonstrar tolerância, paciência e perdão, se Ele ainda perdoar não importando que pecados graves o homem comete, sem qualquer julgamento justo, então haveria algum dia um fim para todo o gerenciamento de Deus? Quando um caráter como esse seria capaz de levar a humanidade ao destino certo? Considere, por exemplo, um juiz sempre amoroso, bondoso e gentil. Ele ama as pessoas sem considerar os crimes que cometeram, é amoroso e tolerante seja com quem for. Quando esse juiz será capaz de chegar a um veredicto justo? Durante os últimos dias, só o julgamento justo pode classificar o homem e trazê-lo para um novo reino. Dessa forma, toda a era é levada a um fim através do justo caráter de Deus de julgar e castigar.

de ‘A visão da obra de Deus (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje Deus os julga, castiga-os e os condena, mas saiba que a sua condenação é para que você possa se conhecer. Condenação, maldição, julgamento, castigo – tudo isto tem o propósito de você se conhecer, para que seu caráter possa mudar e, além disso, para que você possa conhecer o seu valor e ver que todas as ações de Deus são justas e de acordo com Seu caráter e as necessidades de Seu trabalho, que Ele trabalha conforme Seu plano para a salvação do homem e que Ele é o Deus justo que ama os homens e salva os homens, julga e castiga os homens. Se você sabe apenas que é de condição inferior e que é corrupto e desobediente, mas não sabe que Deus deseja expor a Sua salvação mediante o julgamento e o castigo que hoje Ele lhe aplica, você não tem como experimentar e muito menos é capaz de seguir adiante. Deus não veio para matar nem para destruir, mas para julgar, amaldiçoar, castigar e salvar. Antes da conclusão de Seu plano de gestão de 6.000 anos – antes de Ele expor o fim de cada categoria de homens – a obra de Deus na Terra visa à salvação, é toda destinada a tornar aqueles que O amam totalmente completos e submetê-los ao Seu domínio. […] Aos olhos do homem, salvação é o amor de Deus, e o amor de Deus não pode ser castigo, julgamento e maldição; a salvação deve conter amor, compaixão e, ademais, as palavras de consolo, bem como deve conter as infinitas bênçãos concedidas por Deus. As pessoas creem que Deus salva os homens tocando neles e fazendo com que Lhe entreguem o coração mediante Suas bênçãos e Sua graça. Ou seja, ao tocar nos homens, Ele os salva. Uma salvação como esta é uma salvação na qual se faz uma troca. Só quando Deus lhes conceder cem vezes mais os homens haverão de se submeter ao nome de Deus e se esforçarão para fazer o bem por Deus e trazer-Lhe glória. Não é esta a vontade de Deus para a humanidade. Deus veio trabalhar na terra para salvar a humanidade corrupta – não há falsidade nisto; não fosse assim, Ele certamente não teria vindo fazer Seu trabalho em pessoa. No passado, Seu meio de salvação foi mostrar amor e compaixão em sumo grau, tanto que Ele deu tudo de Si a Satanás em troca pela humanidade inteira. Hoje nada é como no passado. Hoje, a salvação de vocês acontece por ocasião dos últimos dias, durante a classificação de todos conforme o tipo; o meio de salvação não é amor nem compaixão, mas castigo e julgamento, para permitir que o homem seja salvo de forma mais completa. Assim, tudo o que vocês recebem é castigo, julgamento e bordoadas implacáveis, mas saibam que nestas bordoadas impiedosas não há o mais ligeiro sinal de punição, saibam que, a despeito da rispidez de Minhas palavras, o que a vocês acontece é apenas ouvirem algumas palavras que lhes parecem sumamente cruéis, e saibam que, a despeito da dimensão da Minha ira, o que sobrevém a vocês ainda são palavras de ensinamento, e eu não tenho intenção de feri-los nem de causar-lhes a morte. Não é tudo isto um fato concreto? Saibam que hoje, quer se trate de julgamento justo ou de refinamento e castigo implacáveis, tudo tem a salvação como meta. Hoje, quer haja a classificação de todos conforme o tipo, quer a exposição das categorias de homens, toda manifestação e todo trabalho de Deus visam salvar aqueles que realmente amam a Deus. O julgamento justo visa purificar o homem, o refinamento implacável visa limpá-lo, palavras ríspidas ou castigos visam purificar e são ministrados em benefício da salvação. Portanto, o método de salvação hoje utilizado é distinto daquele do passado. Hoje, o julgamento justo salvá-los e é um bom instrumento para classificar cada um de vocês conforme seu tipo, ao passo que o castigo impiedoso lhes traz a suprema salvação. O que vocês têm a dizer em face deste castigo e deste julgamento? Não desfrutaram da salvação do início ao fim? Vocês viram Deus encarnado e perceberam Sua onipotência e Sua sabedoria; além disso, vocês têm experimentado bordoadas e disciplinamentos repetidas vezes. Mas não receberam também graça suprema? Não são suas bênçãos maiores que as de quaisquer outros? Suas graças são mais fartas do que a glória e as riquezas de que Salomão gozava! Pensem nisto: se Minha intenção ao vir fosse condená-los e puni-los, em lugar de salvá-los, teriam as vidas de vocês durado tanto assim? Poderiam vocês, seres pecaminosos de carne e osso, ter sobrevivido até hoje? Se fosse só para puni-los, por que teria Eu Me tornado carne e Me empenhado em tamanho empreendimento? Não bastaria apenas uma palavra para punir simples mortais como vocês? Continuaria Eu propenso a destruir vocês depois de condená-los? Vocês ainda não acreditam nestas Minhas palavras? Poderia Eu salvar o homem só com amor e compaixão? Poderia Eu valer-Me apenas da crucificação para salvar o homem? Meu caráter justo não é mais conducente a tornar o homem completamente obediente? Não é mais apto a salvar o homem de forma integral?

de ‘Vocês devem pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus para a salvação do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior:O julgamento dos últimos dias mencionado na Bíblia se refere à obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias?

Próximo:Qual é a diferença entre a obra de redenção da Era da Graça e a obra de juízo da Era do Reino? Por que alguém deve aceitar a obra de juízo dos últimos dias antes de alcançar a salvação?

Coisas que talvez lhe interessem