Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

4. O que significa orar verdadeiramente?

Palavras de Deus relevantes:

O que significa orar verdadeiramente? Significa falar a Deus as palavras que estão dentro do seu coração e comungar com Deus, tendo compreendido Sua vontade e com base em Suas palavras; significa sentir-se particularmente próximo de Deus, sentir que Ele está diante de ti e que você tem algo a dizer a Ele; e significa estar com o coração especialmente radiante e sentir que Deus é especialmente gracioso. Você se sentirá especialmente inspirado, e, após ouvirem suas palavras, seus irmãos e irmãs se sentirão gratificados; eles sentirão que as palavras ditas por você são as palavras que estão em seus corações, as palavras que eles desejam dizer, e que o que você diz representa o que eles querem dizer. Isso é o que significa orar verdadeiramente. Depois de ter orado verdadeiramente, você se sentirá em paz e gratificado em seu coração; a força para amar a Deus se elevará, e você sentirá que nada, em toda a sua vida, é mais digno ou significativo do que amar a Deus – e tudo isso provará que as suas orações foram eficazes.

de ‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que significa orar verdadeiramente?

O padrão mais baixo que Deus exige das pessoas é que elas sejam capazes de abrir seus corações para Ele. Quando o homem oferece seu verdadeiro coração a Deus e diz a Deus o que realmente está dentro de seu coração, então Deus está disposto a operar no homem; Deus não quer o coração distorcido do homem, mas seu coração puro e honesto. Quando o homem não fala verdadeiramente com Deus o que está em seu coração, então Deus não toca no coração do homem nem opera nele. Portanto, o ponto mais crucial na oração é falar com Deus as palavras do seu verdadeiro coração, contando a Deus suas falhas, ou caráter rebelde, e se abrindo completamente a Deus. Somente então Deus estará interessado nas suas orações; caso contrário, então Deus ocultará Sua face de você.

de ‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”

Sometimes, looking to God doesn’t mean speaking clearly when people pray to God for something, or for God to guide them in some way, or for God to protect them; rather it is that, when they encounter some issue, they are able to call on Him sincerely. So, what is God doing there? When someone’s heart stirs, and they have this idea: “Oh God, I can’t do this myself, I don’t know how to do it, and I feel weak and negative,” when these thoughts arise in them, does God not know about it? When these thoughts arise in man, are people’s hearts sincere? When they call on God sincerely in this way, does God assent to help them? Despite the fact that they may not have spoken a word, they show sincerity, and so God assents to help them. When someone encounters an especially thorny difficulty, when they have no one to turn to, when they feel especially helpless, they trust in God as their only hope. What are their prayers like? What is their state of mind? Is it sincere? Do they have any mixed purpose at that time? When you trust God as though He were the last straw that you clutch onto to save your life, when you hope God will help you, only then is your heart sincere. Though you may not have said much, your heart has already stirred. That is, you give your true heart, your sincere heart to God, and God listens. When God listens, He sees your difficulties, and He guides you, enlightens you and helps you. When is man’s heart at its most sincere? When they are at the end of the line.

from “Young People Should See Through the Evil Trends of the World” in Records of Christ’s Talks

Orar não consiste em passar por formalidades ou seguir um procedimento, nem recitar as palavras de Deus, o que quer dizer que a oração não significa repetir palavras como um papagaio e copiar outras. Na oração, você tem de entregar seu coração a Deus, compartilhando com Deus as palavras que estão em seu coração para que seja tocado por Deus. Se quiser que as suas orações sejam eficazes, então elas têm de se basear na leitura que você faz das palavras de Deus. Somente orando em meio às palavras de Deus é que você será capaz de receber mais esclarecimento e iluminação. Uma oração verdadeira se revela por ter um coração que anseia pelas exigências estabelecidas por Deus e por sua disposição em cumprir essas exigências; você será capaz de odiar tudo o que Deus odeia, de cuja base você terá conhecimento, e saberá e terá clareza sobre as verdades explicadas por Deus. Ter a resolução, a fé e o conhecimento, e um caminho pelo qual praticar após orar – somente isso é orar verdadeiramente, e somente orações assim podem ser eficazes. No entanto, a oração tem de ser construída sobre as bases do deleite das palavras de Deus e da comunhão com Deus em Suas palavras, com seu coração sendo capaz de buscar a Deus e estar em paz perante Deus. Tal oração já atingiu o ponto de verdadeira comunhão com Deus.

de ‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”

Espero que os irmãos e irmãs sejam capazes de orar verdadeiramente em todo e cada dia. Contudo, não se trata de adesão à doutrina, mas um efeito que tem de ser alcançado. […] Você deve dizer: “Ó, Deus! Eu desejo cumprir meu dever. Para que Tu sejas glorificado em nós e para que possas deleitar-se com o nosso testemunho, deste grupo de pessoas, tão somente posso devotar todo o meu ser a Ti. Suplico que operes em nós, para que eu possa verdadeiramente amar e satisfazer a Ti, e fazer de Ti o objetivo que busco”. Quando tiver se apoderado desse fardo, Deus certamente o tornará perfeito; você não deve orar somente em prol de si mesmo, mas também em prol de cumprir a vontade de Deus e em prol de O amar. Esse é o tipo mais verdadeiro de oração.

de ‘Acerca da prática da oração’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quanto mais viver uma vida espiritual, mais seu coração será preenchido pelas palavras de Deus, sempre preocupado com essas questões e sempre suportando esse fardo. Depois disso, você pode revelar sua verdade mais íntima a Deus por meio de sua vida espiritual, contar a Ele o que deseja fazer, o que tem pensado, seu entendimento e sua própria maneira de ver a palavra de Deus. Não retenha nada, nem mesmo um pequeno detalhe! Pratique falar as palavras do interior de seu coração a Deus, conte a Ele a verdade e não hesite em dizer o que está em seu coração. Quanto mais você o fizer, mais sentirá a amabilidade de Deus e seu coração será levado cada vez mais em direção a Deus. Quando isso acontecer, você sentirá que Deus é mais precioso para você do que qualquer outra pessoa. Você nunca sairá de perto de Deus, não importa o que aconteça. Se você praticar esse tipo de devocional espiritual diariamente e não o extinguir de sua mente, mas tratá-lo como seu chamado na vida, então a palavra de Deus irá preencher seu coração. Isso é o que significa ser tocado pelo Espírito Santo. Será como se seu coração sempre tivesse sido possuído por Deus, como se sempre tivesse havido amor em seu coração. Ninguém pode tirar isso de você. Quando isso acontecer, Deus irá realmente viver dentro de você e terá um lugar em seu coração.

de ‘Uma vida espiritual normal conduz as pessoas à trilha certa’ em “A Palavra manifesta em carne”

A comunhão do homem:

A oração verdadeira começa quando uma pessoa consegue escancarar seu coração a Deus, de maneira pura. Quando uma pessoa consegue dizer a Deus o que está em seu coração, quando consegue desnudá-lo de verdade, quando consegue narrar a Deus suas reais dificuldades e estado corrupto e, então, implorar por Sua misericórdia, implorar pela salvação que vem Dele, isso é falar do que está em seu coração. Na visão de Deus, mesmo que a pessoa seja imatura e não entenda a verdade, contanto que possa abrir a Ele o coração, Ele ficará muito satisfeito; as exigências de Deus ao homem não são elevadas.

de ‘Como alcançar a adoração verdadeira a Deus’ em “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

De que modo sua oração significa que você esteja desnudando seu coração a Deus? Se orar com as palavras que estão comumente em seus lábios, então sua oração é uma ação sem envolvimento; como duas pessoas trocando aqueles cumprimentos e cortesias superficiais. Uma pessoa pergunta: “Como é o relacionamento entre vocês duas?” “Mais ou menos, eu nunca abro meu coração. Quando nos encontramos, nós acenamos e proferimos algumas saudações.” Isso é comunhão legítima? Se quiser comunhão legítima, então não se preocupe com essas camadas exteriores das palavras, dizê-las ou não é inútil. Quando orar a Deus, você deve falar de coração para coração, deve pegar as palavras que estejam em seu coração, as dificuldades que estejam nele, o sofrimento que esteja nele, qualquer controle a que esteja submetido ou quaisquer pontos fatais em seu coração e passá-los a Deus para deixar que Ele resolva. Quando for julgado e castigado, podado e tratado, ou quando se vir em algumas provações e refinamentos, você deve orar a Deus: “Ajude-me a me conhecer verdadeiramente, ajude-me a conhecer minha própria estatura, ajude-me a saber de que modo exatamente eu devo cumprir meu dever em linha com Sua vontade.” Se sua fala e oração puderem alcançar esses resultados, isso é oração verdadeira. Assim que fazem sua oração, algumas pessoas fecham os olhos e aquelas frases comuns emergem. Depois, assim que abrem os olhos, a oração acabou. Isso é orar? Isso não pode ser chamado de comunhão legítima, e da parte de Deus, o Espírito Santo não trabalhará. Oração é entregar o coração, você é movido pelas próprias palavras, você mesmo sente: “Estou dizendo isso do fundo do meu coração, essa é a dor do meu coração, essas são as palavras em meu coração.” Quando você termina de orar a Deus, seu espírito fica livre, o coração sente gozo, você sente que é uma oração verdadeira, comunhão verdadeira com Deus. Somente a oração que alcança esse resultado é uma oração verdadeira.

de ‘Como, exatamente, buscar e praticar a verdade a fim de ser salvo’ em “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

O que é ter comunhão verdadeira com Deus? É comungar com Ele acerca das questões espirituais da vida. Comunhão acerca das questões espirituais da vida, falando corretamente, é a comunhão acerca de entrar na verdade das palavras de Deus; é a comunhão acerca de entrar na realidade das palavras de Deus. Tudo que for a verdade expressa pelas palavras de Deus, as pessoas podem entrar e praticar em suas experiências; isso é alcançado pela oração. Qualquer oração que seja centrada em como entrar na verdade, como entrar nas palavras de Deus, é comunhão verdadeira com Deus. […] Sobre qual fundamento se baseia a verdadeira comunhão com Deus? É que as pessoas devem ter conhecimento da obra de Deus, devem entender alguma verdade, devem saber qual é o propósito da obra de Deus, por que Deus faz a obra dos últimos dias, o que Deus quer, afinal, do homem, o que a obra de Deus almeja alcançar. Após entender essas coisas, nossa oração pode entrar na trilha certa, nossa busca também pode avançar na direção da salvação. Suas orações começaram a entrar agora na trilha certa? Você começou a seguir as exigências de Deus para que o homem ore? Começou a ter a oração verdadeira nas palavras de Deus? Você pode buscar entrar nas palavras de Deus e em toda a verdade expressa por elas e buscar seu entendimento real; as orações que podem alcançar essas conquistas são todas as mais verdadeiras, são todas orações em comum acordo com a intenção de Deus. Qualquer oração feita sem conexão com a verdade, com as palavras de Deus, não pode ser chamada de oração verdadeira; tais orações são sem significado.

de ‘Como entrar em comunhão verdadeira com Deus’ em “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Toda vez que comungar de verdade com Deus, você deveria ter essas questões e resultados substanciais. Somente então você pode dizer que comungou de verdade com Deus. Se não alcançar esses resultados, então você não comungou de verdade com Deus. Que resultados são esses? Primeiro, ao comungar com Deus, podemos vir a conhecer a verdade sobre nossa corrupção e a essência de nossa natureza, alcançando o resultado de conhecer a nós mesmos. Na presença de Deus, devemos refletir frequentemente sobre as coisas que temos feito para ver se elas se conformam ou não com a vontade Dele, a fim de saber do que temos dependido para viver. Se tivermos vivido pela Palavra de Deus, então esse é o testemunho para a entrada na vida. Se tivermos vivido pela filosofia de Satanás, essa é uma expressão da natureza corrupta dele, que é considerada uma transgressão. Segundo, ao termos comunhão com Deus, nós não somente alcançamos o conhecimento verdadeiro de nós mesmos, mas também alcançamos o conhecimento verdadeiro Dele, que é o resultado da comunhão com Ele. Após alcançar o conhecimento verdadeiro de Deus, começaremos a reverenciá-Lo em nosso coração, a obedecer a Ele em nosso coração e a amá-Lo em nosso coração, o que acabará gerando em nós a resolução de servi-Lo. Esse é o resultado alcançado por se conhecer a Deus, e também é o resultado alcançado por se ter comunhão com Ele. Se não alcançarmos esses resultados em nossa comunhão com Deus, isso é suficiente para provar que não entramos na trilha certa em nossas orações e que não tivemos comunhão de fato com Ele. Algumas pessoas dizem: “Bem, eu tenho orado por muitos anos, então isso significa que estou em comunhão com Ele?” Então você tem de medir conforme esses resultados. Você tem o resultado de conhecer a si mesmo em suas orações a Deus? Você tem o resultado de buscar a vontade de Deus e a verdade? Você tem o resultado de obedecer a Deus? Você tem o resultado de reverenciar a Deus? Você tem o resultado de amar a Deus? Se você não tiver nenhum desses resultados, então suas orações são vazias, são sem significado e você simplesmente não está em comunhão verdadeira com Deus.

de ‘O objetivo e o significado da comunhão com Deus em oração’ em “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida (V)”

Anterior:Como as pessoas devem experimentar o julgamento e castigo de Deus a fim de ser salvas?

Próximo:Como se pode estabelecer um relacionamento normal com Deus?