Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 35: A maioria das pessoas em círculos religiosos crê que os pastores e os presbíteros foram selecionados e instituídos pelo Senhor e que todos eles são pessoas que servem ao Senhor em igrejas. Se seguirmos e obedecermos a esses pastores e presbíteros, estaremos, na verdade, obedecendo e seguindo ao Senhor. O que exatamente significa obedecer e seguir ao homem, e o que exatamente significa obedecer e seguir a Deus? A maioria das pessoas não entende esse aspecto da verdade. Por favor, comuniquem conosco sobre essa questão.

Resposta:

Na religião, alguns acham que os pastores e presbíteros são todos escolhidos e designados pelo Senhor e, portanto, que devem obedecer a eles. Essa visão é baseada na Bíblia? Ela tem evidência nas palavras do Senhor Jesus? Ela tem o testemunho do Espírito Santo e a confirmação da obra do Espírito Santo? Se não for a resposta a todas as perguntas, não significa então que a crença da maioria de que os pastores e presbíteros são todos escolhidos e designados pelo Senhor vem de suas noções e ideias? Pensem nisso. Na Era da Lei, Moisés foi escolhido e consagrado por Deus. Isso significa que todos os líderes judeus da Era da Lei foram escolhidos e preparados por Deus? Na Era da Graça, os 12 apóstolos do Senhor Jesus foram pessoalmente escolhidos e ungidos pelo próprio Senhor Jesus. Isso significa que todos os pastores e presbíteros da Era da Graça foram escolhidos e preparados pelo Senhor? Muitos seguem regras definidas e não abordam as coisas de acordo com os fatos. Como resultado, eles adoram e seguem cegamente outras pessoas. E qual é o problema nisso? Por que não conseguem distinguir entre essas coisas? Por que não buscam a verdade nessas coisas?

Vemos pelo que está registrado na Bíblia que em cada era de Sua obra, Deus escolhe e unge algumas pessoas para coordenar Sua obra. E os ungidos e utilizados pelo Próprio Deus são confirmados por Sua palavra. Mesmo que não sejam, há pelo menos a confirmação da obra do Espírito Santo. Por exemplo, na Era da Lei, Deus ungiu Moisés para liderar os Israelitas. Isso é provado pelas palavras de Deus. Deus Jeová disse: “E agora, ei s que o clamor dos filhos de Israel é vindo a mim; e também tenho visto a opressão com que os egípcios os oprimem. Agora, pois, vem e eu te enviarei a Faraó, para que tireis do Egito o meu povo, os filhos de Israel” (Êxodo 3:9-10). Na Era da Graça, o Senhor Jesus ungiu 12 apóstolos para guiar as igrejas. Isso também é uma evidência das palavras do Senhor. Exatamente como o Senhor Jesus disse quando ungiu Pedro: “Simão, filho de João, amas-Me?” “Apascenta as Minhas ovelhas” (João 21:17). “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mateus 16:19). Vemos que os escolhidos e utilizados por Deus são confirmados pela Sua palavra, mesmo que não haja uma palavra de Deus como prova, deveria pelo menos haver a confirmação da obra do Espírito Santo. Toda a obra deles é apoiada por Deus. Obedecer à obra e liderança deles é obedecer a Deus. Quem de nós resistir a um ungido por Deus estará resistindo a Deus e será amaldiçoado e punido por Deus. Assim como na Era da Lei, Coré, Datã e seu povo resistiram a Moisés. O que aconteceu no final? Eles foram punidos diretamente por Deus. Deus fez a terra se abrir e os tragar. Todos sabem que isso é um fato. Na Era da Graça, os apóstolos, ungidos pelo Senhor Jesus, tiveram a confirmação da palavra do Senhor. Mas os pastores e presbíteros de hoje são ungidos pelo Senhor? Isso é evidenciado pela palavra do Senhor? A maioria deles foi educada por escolas teológicas e são formados em teologia, nos quais eles confiam para se tornar pastores, não porque o Espírito Santo pessoalmente prestou testemunho a eles e os usou. Não é verdade? Quem de nós viu o Espírito Santo prestar testemunho pessoalmente a um pastor ou ungi-lo? Isso nunca acontece! Se eles são de fato ungidos pelo Senhor, haveria o testemunho verdadeiro do Espírito Santo e muitos crentes como testemunhas. Portanto, os pastores e presbíteros não são ungidos pelo Senhor. Isso é certo! Eu soube que há pastores que creem que o Senhor Jesus não foi concebido pelo Espírito Santo. Não acreditam que a “concepção pelo Espírito Santo” tenha base científica. É ainda menos provável que eles admitiriam que Cristo é a manifestação de Deus. Se tais pastores existissem na época em que o Senhor Jesus serviu, eles não O teriam aceitado. Então, como eles tratariam a manifestação e a obra de Deus encarnado nos últimos dias? Eles teriam sido como os principais sacerdotes, escribas e fariseus, que furiosamente condenaram o Senhor Jesus e se opuseram a Ele. Então, esses pastores e presbíteros genuinamente obedecem a Deus? Eles nem mesmo creem no Deus encarnado e não reconhecem as verdades expressas por Ele. Essas pessoas não são anticristos? Portanto, a crença de que “pastores e presbíteros são todos ungidos e designados pelo Senhor” ainda é sustentável? Insistir que esses pastores e presbíteros são ungidos e escolhidos por Deus seria cometer calúnia e blasfêmia contra Deus? Deus ungiria e utilizaria esses descrentes e anticristos para liderar o povo escolhido de Deus? Esse ponto de vista não é absurdo, uma falácia? Não seria isso distorcer a verdade e confundir preto com branco?

Estamos bem esclarecidos agora depois de alguns ensinamentos. Todos os ungidos e utilizados por Deus são testemunhados pessoalmente por Ele e pelo menos têm a confirmação e os efeitos da obra do Espírito Santo e dão provisão ao povo escolhido de Deus por meio de verdadeira orientação. Porque Deus é justo e santo, então todos os ungidos e utilizados por Deus estão em sintonia com Sua vontade. Eles não serão fariseus hipócritas nem anticristos que odeiam a verdade e se opõem a Cristo. Vamos então observar os pastores e líderes de hoje. A maioria deles vem de escolas teológicas e não foi ungida pessoalmente por Deus nem utilizada por Ele. Eles simplesmente estudam teologia e a Bíblia. A obra e a pregação deles se concentram apenas em falar sobre seu conhecimento da Bíblia, sobre teologia ou sobre personagens, histórias e contextos históricos bíblicos e assim por diante. E sua prática é apenas ensinar as pessoas a praticarem rituais religiosos e a seguir regras. Eles nunca se atentam a comunicar a verdade das palavras de Deus nem levam as pessoas a praticarem e vivenciarem as palavras de Deus ou a obedecerem aos mandamentos Dele. Eles nunca debatem sobre como conhecer a si mesmos e as experiências reais da entrada na vida, nunca debatem o conhecimento verdadeiro de Deus. Pode tal obra e pregação alcançar a obra do Espírito Santo? Tal serviço satisfaz as intenções de Deus? Nos leva a praticar a verdade e a entrar no caminho certo da crença em Deus? Ao explicarem a Bíblia dessa maneira, não estão eles seguindo seu próprio caminho e resistindo a Deus? Especialmente quando Deus Todo-Poderoso expressa verdades e realiza Seu julgamento dos últimos dias, esses líderes religiosos sabem claramente que as palavras de Deus Todo-Poderoso são todas verdadeiras e purificam e salvam as pessoas, mas ainda assim não as buscam nem aceitam. É ainda mais abominável que eles não permitam que os crentes leiam as palavras de Deus Todo-Poderoso ou que ouçam a voz de Deus. A fim de proteger seu status e sua sobrevivência, eles furiosamente caluniam e condenam Deus Todo-Poderoso, chegando até a coordenar com o Partido Comunista Chinês, o regime satânico, a prisão e perseguição de evangélicos. Existe alguma diferença entre as ações e a conduta desses pastores e presbíteros e as ações e a conduta dos fariseus que resistiram ao Senhor Jesus no passado? Não são eles pedras de tropeço nos impedindo de aceitar o caminho verdadeiro? Como podem essas pessoas que odeiam a verdade e se opõem a Deus ser ungidas de Deus e estar a serviço Dele? Deus escolheria essas pessoas que odeiam a verdade e que obstruem a vontade Dele para liderar o povo escolhido de Deus? Com certeza não. Isso é verdade!

Algumas pessoas absurdas do meio religioso muitas vezes usam incorretamente as palavras da Bíblia para criar regras. Elas afirmam que os fariseus hipócritas e os pastores são todos ungidos e usados por Deus. Isso não é resistir gravemente a Deus e blasfemar contra Ele? Muitas pessoas não sabem distinguir. Elas creem no senhor, mas não O exaltam. Em vez disso, defendem dons, status e poder, creem em pastores e presbíteros e os veneram. Eles não distinguir quem tem a obra do Espírito Santo de quem tem a realidade da verdade. Eles simplesmente pensam que quem tem certificado e dons de pastor e sabe analisar a Bíblia foi aprovado e ungido por Deus e devem obedecer a ele. Algumas pessoas são ainda mais absurdas e pensam que obedecer a pastores e presbíteros é obedecer a Deus, e que resistir a pastores e presbíteros é resistir a Deus. Se prosseguirmos de acordo com essas noções, os principais sacerdotes judeus, escribas e fariseus que eram todos familiarizados com a Bíblia e frequentemente a explicavam aos outros, mas resistiram ao Senhor e O condenaram quando Ele veio e serviu, e até mesmo O crucificaram, seriam eles ungidos e usados por Deus? Se quem seguisse os líderes Judeus ao resistir ao Senhor Jesus e O condenar estaria obedecendo a Deus? Você diria que quem rejeitou os líderes Judeus e seguiu o Senhor Jesus estava resistindo a Deus? Isso mostra que a crença de que “obedecer aos pastores e presbíteros é obedecer a Deus, e resistir aos pastores e presbíteros é resistir a Deus” é realmente absurda e equivocada! Deveria estar claro para nós, crentes em Deus, que se os pastores e presbíteros resistem a Deus, e o caminho que eles lideram trai a verdade e se opõe a Deus, deveríamos ficar ao lado de Deus, expondo e rejeitando os pastores e presbíteros. Isso é ser verdadeiramente obediente a Deus. É trocar a escuridão pela luz e satisfazer a vontade de Deus. Portanto, quanto a como lidar com os pastores e presbíteros, devemos buscar a verdade e compreender a vontade de Deus. Se os pastores e presbíteros amam e buscam a verdade, eles sem dúvida terão a obra do Espírito Santo e nos levarão a praticar e vivenciar as palavras de Deus, a temer Deus, e nos afastarão do mal. Respeitar e seguir tais pessoas está de acordo com a vontade de Deus. Se eles não amam a verdade e apenas se importam em explicar seu conhecimento bíblico e suas teorias teológicas para se exibirem e edificarem, para os venerarmos e obedecermos a eles, e não para exaltarmos Deus, prestarmos testemunho Dele nem praticarmos e vivenciarmos as palavras de Deus, então eles são pessoas condenadas e amaldiçoadas por Deus, e estaremos nos opondo a Deus se ainda os venerarmos, seguirmos e obedecermos a eles. Isso seria completamente contra a vontade de Deus.

de “Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino”

O que, exatamente, é obedecer e seguir a Deus? Referente a esse aspecto da verdade, leiamos primeiro uma passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso: “De suma importância ao seguir a Deus é que tudo esteja de acordo com as palavras de Deus hoje: quer você busque a entrada na vida ou o cumprimento da vontade de Deus, tudo deve estar centrado em torno das palavras de Deus hoje. Se aquilo que você comunga e busca não está centrado em torno das atuais palavras de Deus, você é um estranho às palavras de Deus e totalmente privado da obra do Espírito Santo. O que Deus quer são pessoas que sigam Seus passos. Não importa quão maravilhoso e puro seja aquilo que você compreendeu antes, Deus não o quer, e se você não for capaz de pôr tais coisas de lado, elas serão um enorme obstáculo para a sua entrada no futuro. Todos aqueles que são capazes de seguir a luz atual do Espírito Santo são abençoados. As pessoas de eras passadas também seguiram os passos de Deus, mas não puderam seguir até hoje; essa é a bênção das pessoas dos últimos dias. Aquelas que podem acompanhar a obra atual do Espírito Santo e são capazes de seguir os passos de Deus, de modo que seguem Deus para onde quer que Ele as conduza — essas são pessoas abençoadas por Deus. Aquelas que não seguem a obra atual do Espírito Santo não entraram na obra das palavras de Deus e, não importa quanto trabalhem nem quão grande seja seu sofrimento, nem quanto corram por aí, nada disso significa qualquer coisa para Deus, e Ele não as elogiará. […] ‘Seguir a obra do Espírito Santo’ significa entender a vontade de Deus hoje, ser capaz de agir em conformidade com as atuais exigências de Deus, ser capaz de obedecer e seguir ao Deus de hoje e entrar em concordância com as declarações mais recentes de Deus. Só essa pessoa é alguém que segue a obra do Espírito Santo e está na corrente do Espírito Santo. Tais pessoas não só são capazes de só receber o louvor de Deus e de ver a Deus, mas podem também conhecer o caráter de Deus a partir da obra mais recente de Deus e podem conhecer as concepções e a desobediência do homem e a natureza e a substância do homem a partir de Sua obra mais recente; ademais, são capazes de mudar o seu caráter gradualmente durante seu serviço. Somente pessoas como essas são capazes de ganhar Deus e acharam realmente o verdadeiro caminho” (de ‘Conheça a mais nova obra de Deus e siga os passos de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). Seguir a Deus se refere primariamente a seguir a obra atual de Deus, praticar e submeter-se às palavras atuais de Deus, ser capaz de guardar os mandamentos de Deus, buscar a vontade de Deus em todas as questões, praticar de acordo com a palavra de Deus e submeter-se absolutamente à obra e orientação do Espírito Santo. Por fim, refere-se a tornar-se uma pessoa que pratica a verdade e segue a vontade de Deus. Apenas esse tipo de pessoa é um seguidor de Deus, uma pessoa que ganha a salvação de Deus. Se, em nossa fé, confiarmos e exaltarmos externamente a Bíblia, enquanto, na realidade, nossa prática e experiência são de acordo com as palavras e os ensinamentos dos humanos na Bíblia, em vez de nos submetermos e praticarmos a palavra de Deus a partir da Bíblia, e se não entendermos as intenções de Deus e, em vez disso, nos agarrarmos apenas a cerimônias e regras religiosas, isso é seguir o homem. Se seguirmos e praticarmos as palavras das pessoas da Bíblia como se fossem as palavras de Deus, mas vermos o Senhor Jesus como mera figura de proa, ignorando as Suas palavras e fazendo nada para seguir Seus mandamentos, então certamente seremos desdenhados e amaldiçoados pelo Senhor Jesus, como aconteceu com os fariseus hipócritas. Existem muitas pessoas que têm fé no Senhor, mas adoram cegamente celebridades espirituais ou pastores e presbíteros — elas veneram os fariseus hipócritas. Não importa o que as atinja, elas correm para os pastores e presbíteros para buscar orientação e fazem o mesmo quando se trata de investigar o caminho verdadeiro. Como resultado, elas são enganadas e iludidas pelos fariseus hipócritas e líderes religiosos e passam a seguir a senda de resistir a Deus — esses são os fins e as consequências de seguir o homem no lugar de Deus. A única maneira de verdadeiramente seguir a Deus é basear nossa fé exclusivamente em seguir a obra do Espírito Santo, em seguir as palavras atuais de Deus, em seguir os passos da obra do Espírito Santo e esforçar-nos ao máximo para cumprir nossos deveres. Especialmente durante a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, o mundo religioso perdeu a obra do Espírito Santo e ficou desolado. Quando somos compelidos a buscar o caminho verdadeiro, devemos voltar nossa atenção ainda mais para buscar as palavras do Espírito Santo para as igrejas; devemos buscar as palavras e declarações de Deus e a obra do Espírito Santo. Se não buscarmos as palavras e a obra do Espírito Santo, se formos incapazes de ouvir a voz de Deus e de ganhar o sustento das palavras atuais de Deus, seremos eliminados, deixados de lado durante a obra de Deus nos últimos dias, tropeçando pela escuridão com choro e ranger de dentes. Pessoas que realmente seguem e se submetem a Deus jamais serão abandonadas por Ele. Aqueles que adoram pastores e presbíteros religiosos estão se submetendo ao homem e são seguidores do homem. Essas pessoas serão expostas pela obra de Deus — serão eliminadas e deixadas de lado.

Mesmo que, com nossa boca, gritemos que cremos em Deus e que deveríamos seguir apenas a Deus e submeter-nos a Ele, isso não é o que acontece na realidade. Podemos ver isso claramente na maneira como as pessoas de fé judaica na Era da Graça trataram o Senhor Jesus, ao contrário de como fizeram Pedro, João e outros. O Senhor Jesus realizou Sua nova obra, professou a verdade e trouxe o caminho do arrependimento, mas a maioria do povo judeu daquele tempo só ouvia os ensinamentos dos sumos sacerdotes e dos fariseus. Os judeus não aceitaram a obra e as palavras do Senhor Jesus e, como resultado, perderam a salvação do Senhor Jesus. Acreditavam nominalmente em Deus, mas, na realidade, acreditavam nos sumos sacerdotes, escribas e fariseus. No entanto, Pedro, João, Mateus, Filipe e outros viram que a obra e as palavras do Senhor Jesus tinham autoridade e poder e que eram a verdade. Viram que a obra e as palavras do Senhor Jesus vinham de Deus, por isso O seguiram de perto. Não estavam sujeitos ao controle dos fariseus e foram aqueles que realmente seguiram e obedeceram a Deus. Nos últimos dias, a única maneira de seguir e de se submeter de verdade a Deus é aceitar e se submeter à obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso, e isso cumpre a profecia encontrada no livro de Apocalipse: “Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá” (Apocalipse 14:4). Atualmente, líderes no mundo religioso estão exercendo o papel dos fariseus judeus, fazendo de tudo para exaltar as palavras do homem na Bíblia, mas traindo as palavras do Senhor Jesus. O que é ainda mais absurdo, eles exploram a Bíblia citando versículos fora do contexto para condenar a obra que Deus faz nos últimos dias — fazem isso para enganar, amarrar e controlar os crentes. Por exemplo, o Senhor Jesus afirmou claramente que apenas “aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21) entrará no reino dos céus. No entanto, entre os líderes no mundo religioso, eles dizem que tudo que precisamos fazer em nossa fé é trabalhar duro para podermos entrar no reino dos céus e que o reino dos céus é algo que pode ser tomado pela força. O Senhor Jesus exigiu de nós: “Ao Senhor teu Deus adorarás”, (Mateus 4:10) mas algumas das chamadas celebridades espirituais levam os crentes a tentar descobrir como se tornar Deus ou a buscar tornar-se um rei e exercer poder sobre todas as nações e todos os povos, o que é absurdo. Nominalmente, os líderes no mundo religioso fazem trabalho para o Senhor e pregam sermões, mas, na realidade, estão apenas espalhando os ensinamentos do homem, promovendo suas próprias ideias como a verdade para que nós lhes obedeçamos. Eles são exatamente iguais aos fariseus hipócritas e são os cegos tentando mostrar o caminho. Estão resistindo a Cristo, tentando opor-se a Ele em pé de igualdade; são anticristos trabalhando para criar reinos separados e independentes. Uma vez que nós, os fiéis, começamos a seguir os líderes e as celebridades do mundo religioso, nós passamos a seguir nossa própria senda e a nos desviar do caminho do Senhor; isso é um caso muito sério de resistir e trair a Deus. Se não nos arrependermos, certamente seremos deixados de lado e eliminados por Deus.

de “Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino”

Anterior:Pergunta 34: Os pastores e presbíteros religiosos têm um forte conhecimento da Bíblia, eles frequentemente interpretam as Escrituras para as pessoas e as fazem aderir à Bíblia. Então expor e elevar a Bíblia é realmente dar testemunho do Senhor e exaltá-Lo? Por que se diz que os pastores e presbíteros religiosos são fariseus hipócritas? Ainda não temos clareza sobre essa questão — vocês podem responder isso para nós?

Próximo:Pergunta 36: Os pastores e presbíteros religiosos detêm o poder no mundo religioso, e a maioria das pessoas obedece a eles e os segue — isso é um fato. Vocês dizem que os pastores e presbíteros religiosos não reconhecem o fato da encarnação de Deus, que não creem na verdade expressa por Deus encarnado e que estão percorrendo a senda dos fariseus; nós concordamos nesse ponto. Mas por que vocês dizem que os pastores e presbíteros religiosos são todos fariseus hipócritas, todos anticristos expostos pela obra de Deus nos últimos dias e que seu desfecho final será afundar em destruição e perdição? Isso não é algo que somos capazes de aceitar a essa altura. Por favor, comuniquem seu fundamento para essa alegação, de que essas pessoas não podem ser salvas e que todas elas afundarão em destruição e perdição.

Conteúdo Relacionado

  • Qual são as consequências de se confiar no conhecimento teológico da Bíblia na fé de alguém?

    Aqueles que só se importam com as palavras da Bíblia, que não estão preocupados com a verdade ou em buscar Minhas pegadas, estes estão contra Mim, pois Me limitam de acordo com a Bíblia e Me limitam à Bíblia; portanto, são blasfemos ao extremo para Comigo. Como tais pessoas poderiam vir a Mim? Elas não prestam atenção nas Minhas obras, nem na Minha vontade, nem na verdade; ao contrário, são obsessivas em relação às palavras, palavras que matam. Como tais pessoas poderiam ser compatíveis Comigo?

  • Como Deus governa e administra todo o mundo universal?

    Deus é Aquele que governa sobre todas as coisas e quem administra todas as coisas. Ele criou tudo o que existe, administra tudo o que existe e também governa tudo o que existe e supre tudo o que existe. Esse é o status de Deus e a identidade de Deus. Para todas as coisas e para tudo o que existe, a verdadeira identidade de Deus é a de Criador e Governante de todas as coisas. Essa é a identidade que Deus possui e Ele é único entre todas as coisas.

  • O que é verdade? O que é doutrina e conhecimento da Bíblia?

    A verdade é o mais real dos aforismos da vida e o mais alto de tais aforismos entre toda a humanidade. Porque ela é a exigência que Deus faz ao homem e é a obra realizada pessoalmente por Deus, é chamada de aforismo da vida. Não é um aforismo resumido de alguma coisa, nem uma citação famosa de uma grande personalidade; em vez disso, é a declaração para a humanidade do Mestre dos céus e da terra e de todas as coisas e não algumas palavras resumidas pelo homem, mas a vida inerente de Deus. E assim é chamado o mais alto de todos os aforismos da vida.

  • O que é a mudança de caráter?

    Palavras de Deus relevantes: A que se refere uma transformação no caráter? Isso acontece quando um amante da verdade, enquanto experimenta a obra de D…