Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

40. O que são boas ações? Quais são as manifestações das boas ações?

Palavras de Deus relevantes:

Se você possui a verdade, pode seguir Deus. Se você tem vida, pode ser uma manifestação da palavra de Deus. Se você tem a vida, pode desfrutar as bênçãos de Deus. Somente os que possuem a verdade podem desfrutar as bênçãos de Deus. Deus garante compensação para aqueles que O amam de todo o coração e também suportam dificuldades e sofrimentos, não para aqueles que só amam a si mesmos e se tornaram reféns dos enganos de Satanás. Como pode haver bondade naqueles que não amam a verdade? Como pode haver justiça naqueles que só amam a carne? Não são tanto a justiça como a bondade em referência à verdade? Não estão reservadas para aqueles que amam a Deus de todo o coração?

de ‘Somente os aperfeiçoados podem viver uma vida significativa’ em “A Palavra manifesta em carne”

Antes de deixá-los, devo ainda exortá-los a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico a seu próprio destino, do contrário, quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de você mesmo.

de ‘Você deve preparar boas ações suficientes para seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se você realmente estiver possuído de consciência, você deve ter um encargo e um senso de responsabilidade. Deve dizer: “Não importa se eu serei conquistado ou aperfeiçoado, devo dar esse passo do testemunho de maneira apropriada”. Como uma criatura de Deus, é possível ser totalmente conquistado por Deus e, no final, ser capaz de satisfazer a Deus, retribuindo o amor de Deus com um coração que ama a Deus e dedicando-se completamente a Deus. Essa é a responsabilidade do homem, é o dever que precisa ser desempenhado pelo homem e o fardo que precisa ser suportado pelo homem, e o homem deve completar essa comissão. Somente então, ele acredita verdadeiramente em Deus.

de ‘Prática (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você pode devotar seu coração, seu corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade. Não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus. Em tudo você pode considerar a palavra de Deus como o princípio, como a base. Assim, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você será alguém que ganha o louvor de Deus perante Ele.

de ‘As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

2. Você deve fazer qualquer coisa que seja benéfica à obra de Deus, e nada que seja prejudicial aos interesses da obra de Deus. Você deve defender o nome de Deus, o testemunho de Deus e a obra de Deus.

de ‘Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Na igreja, você permanecerá firme em seu testemunho de Mim, manterá a verdade – o certo é certo, o errado é errado – e não confundirá preto com branco. Você entrará em guerra com Satanás e deve vencê-lo completamente para que nunca mais se erga. Você deve sacrificar tudo para proteger Meu testemunho. Esse deve ser o objetivo das ações de vocês, não se esqueçam disso.

de ‘Capítulo 41’ das declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês devem cumprir seu dever o melhor que puderem, de coração aberto e justo, e estando dispostos a fazer o que for preciso. Como vocês têm dito, quando o dia chegar, Deus não irá maltratar ninguém que tenha sofrido ou pagado um preço por Ele. Essa é uma convicção do tipo que vale a pena manter e vocês não deveriam esquecê-la jamais. Somente assim posso acalmar-Me quanto a vocês. Caso contrário, nunca conseguirei acalmar-Me com relação a vocês e sempre serão objeto de Minha aversão. Se todos vocês puderem seguir sua consciência e dar tudo de si por Mim, se não pouparem esforços para Minha obra e devotarem uma vida inteira de esforço à Minha obra do evangelho, então, Meu coração não pulará de alegria por vocês com frequência? E não conseguirei acalmar-Me por completo a respeito de vocês?

de ‘Sobre o destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

O que são exatamente as boas ações? Por que é que devemos realizar boas ações? Vamos ler mais duas passagens da palavra de Deus. Em “Os perversos devem ser punidos”, Deus diz: “Examinar se a justiça é praticada em tudo o que se faz e se todas as próprias ações são observadas por Deus, são os princípios comportamentais daqueles que acreditam em Deus. Vocês serão chamados de justos porque são capazes de satisfazer a Deus, e porque aceitam Seu cuidado e proteção. Aos olhos de Deus, todos aqueles que aceitam Seu cuidado, proteção e perfeição e que são ganhos por Ele são justos e vistos por Ele com apreço. Quanto mais vocês aceitarem as palavras de Deus no aqui e agora, quanto mais vocês forem capazes de receber e entender a vontade de Deus, mais vocês estarão aptos a viver Suas palavras e satisfazer Suas exigências. Essa é a comissão de Deus para vocês e o que devem alcançar.” “Diante de Deus, é tão fácil assim ser aperfeiçoado como uma pessoa santa ou justa? É um truísmo que ‘não há justos nesta terra, os justos não estão neste mundo’. Quando vocês vierem diante de Deus, considerem o que estão vestindo, considerem cada palavra e ação sua, todos os seus pensamentos e ideias, e até mesmo os sonhos que vocês têm todos os dias – todos eles são para o seu próprio bem. Não é esse o estado verdadeiro das coisas? ‘Justiça’ não significa dar esmolas, não significa amar o seu próximo como a si mesmo, e não significa não lutar, discutir, roubar ou furtar. Justiça significa tomar a comissão de Deus como seu dever e obedecer às orquestrações e aos arranjos de Deus como uma vocação enviada pelo céu, independentemente do tempo ou lugar, exatamente como tudo que foi feito pelo Senhor Jesus. Essa é a verdadeira justiça que foi dita por Deus.” […] A que as boas ações se referem? A que a justiça se refere? Aqui diz: “‘Justiça’ não significa dar esmolas, não significa amar o seu próximo como a si mesmo, e não significa não lutar, discutir, roubar ou furtar. Justiça significa tomar a comissão de Deus como seu dever e obedecer às orquestrações e aos arranjos de Deus como uma vocação enviada pelo céu, independentemente do tempo ou lugar, exatamente como tudo que foi feito pelo Senhor Jesus. Essa é a verdadeira justiça que foi dita por Deus”. Aqueles que foram aperfeiçoados possuem a verdadeira justiça. Ora, quais são as diferenças entre a verdadeira justiça e as boas ações? As palavras de Deus aqui dizem: “‘Justiça’ não significa dar esmolas, não significa amar o seu próximo como a si mesmo”. O significado disso é que você não pode se tornar uma pessoa justa fazendo caridade a outra pessoa ou apenas amando aos outros e nada mais. Justiça não significa fazer caridade ou amar os outros. No entanto, essas são boas ações. Se alguém ama e é caridoso com os demais, então se pode dizer que realizou algumas boas ações. É claro que as boas ações não abrangem apenas esses dois exemplos. O mais importante é que você cumpra todos os deveres pelos quais uma das criações de Deus é responsável. Os deveres que alguém deve cumprir como uma das criações de Deus cobrem uma ampla variedade de coisas. Pode-se dizer que, à medida que alguém experimenta a obra de Deus, ele deve ser capaz de desempenhar todos os seus deveres e fazer todas as coisas que Deus lhe pedir que faça. Ele deve fazer essas coisas para satisfazer a Deus. Se quer buscar a verdade e alcançar a salvação, ele precisa fazer todas essas coisas. Se quiser ter seu próprio destino final, ele precisa fazer essas coisas. […]

[…] Ora, o que são boas ações suficientes? Qualquer dever que o homem possa cumprir em sua experiência da obra de Deus, qualquer dever que ele deva cumprir ou qualquer coisa que Deus exija do homem, se ele puder fazer e for capaz de satisfazer a Deus, então pode-se dizer que é uma boa ação. Se você puder satisfazer as exigências de Deus, então é uma boa ação. Se você tem devoção a Deus enquanto cumpre seus deveres, então é uma boa ação. Se as coisas que você faz são benéficas para o povo escolhido de Deus e todo mundo pensa que o que você está fazendo é bom, então é uma boa ação. Todas as coisas que a consciência e o senso do homem acreditem estar de acordo com as intenções de Deus são boas ações. As coisas que podem satisfazer a Deus e que são benéficas para o povo escolhido de Deus também são boas ações. Se o homem puder fazer essas poucas boas ações das quais acabamos de falar, se puder não medir esforços para as cumprir, isso significa que ele cumpriu boas ações suficientes. […] Ora, como devemos preparar nossas boas ações? Podemos ver a partir das palavra de Deus: “Devo ainda exortá-los a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico a seu próprio destino, do contrário, quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de você mesmo”. Qual é o padrão para as boas ações? O padrão é se a coisa que você faz é benéfica para todos os demais. Também deve ser algo benéfico para todo o povo escolhido de Deus. “Todos” refere-se ao povo escolhido de Deus. Refere-se aos irmãos e irmãs na igreja. Nós devemos fazer coisas que são benéficas para o povo escolhido de Deus. Devemos fazer coisas de que todos gostem. Suponha que você faça algo que seus irmãos e irmãs considerem incorreto. Eles acham que não é bom. Todo mundo se desagrada e detesta. Se esse é o caso, então essa coisa que você fez não é uma boa ação. Suponha que você faça algo que todos considerem bom. Todo mundo elogia você por fazer isso e diz que você fez um bom trabalho, que está de acordo com as intenções e a verdade de Deus. Se esse for o caso, então o que você fez pode ser chamado de boa ação. Por exemplo, havia alguns irmãos e irmãs que estavam sendo perseguidos pelo grande dragão vermelho. Eles não podiam voltar para casa. Você diria que recebê-los é uma boa ação? Recebê-los é uma boa ação, com certeza. Suponha que alguns irmãos e irmãs estivessem enfrentando alguns desafios particularmente difíceis. Eles achavam que não poderiam continuar. Algumas pessoas relativamente ricas estavam dispostas a fazer doações, contribuir e ajudá-los a superarem esses obstáculos. Essa é uma boa ação. Suponha que alguns irmãos e irmãs tivessem crido em Deus por um curto período de tempo. A experiência deles foi muito superficial, e eles tiveram dificuldades para entrar na vida. Se houver algumas pessoas que entendam a verdade e os ajudem a resolverem suas dificuldades, então essa é uma boa ação. Além disso, existem algumas igrejas com muitos irmãos e irmãs. Ninguém nessas igrejas está disposto a dedicar-se a Deus e despender-se para liderar seus irmãos e irmãs. Todos estão apenas cuidando de si mesmos. Eles só batalham por seu próprio sustento. Ninguém está disposto a se dedicar a Deus e se tornar um líder ou obreiro da família de Deus. Suponha que haja alguém que tenha consideração pelas intenções de Deus. Ele tem um pouco de experiência e um pouco de compreensão da palavra de Deus. Ele é completamente capaz de levar seus irmãos e irmãs a experimentarem a obra de Deus, entrarem na palavra de Deus e na verdade. Ele deixa o emprego e a família para trás, a fim de fazer um esforço para Deus. Essa é uma boa ação. Há alguns irmãos e irmãs que veem a obra de difusão do evangelho como particularmente difícil e perigosa. Eles mesmos entendem um pouco da verdade e são completamente capazes de espalhar o evangelho. Então, deixam a família e o emprego para trás e comprometem sua vida à difusão do evangelho. Essa também é uma boa ação. Há também alguns irmãos e irmãs que vêm de famílias prósperas. Quando eles doam o dinheiro sobressalente para a família de Deus ou doam esse dinheiro como caridade para seus irmãos e irmãs mais pobres, essa é uma boa ação. Além disso, há alguns irmãos e irmãs que veem que há muito trabalho a ser feito dentro da família de Deus. Eles escolhem o trabalho que conseguem fazer e se esforçam para fazer o seu melhor. Eles dedicam muito tempo e fazem todo tipo de trabalho na igreja. Independentemente do tipo de trabalho que exista na família de Deus, eles farão. Essa é uma boa ação. Quando vê que há algum trabalho que precisa ser feito na família de Deus, se você sacrificar seu tempo livre e usar esse tempo para terminar esse trabalho, essa também é uma boa ação. Se você cumprir os deveres que precisa cumprir e fizer bem o trabalho que é capaz de fazer, mesmo à custa de tudo que é seu, a fim de retribuir o amor de Deus, isso significa que você realizou boas ações. Você sabe quais sentimentos aqueles que realizam boas ações têm em seu coração? O coração deles está cheio de paz e alegria. Quanto mais boas ações você realizar, mais satisfeito se sentirá em relação à sua vida. Você se sentirá: “Eu não desperdicei minha vida. Eu sou uma pessoa útil. Sou capaz de fazer algumas coisas para a família de Deus. Não estou apenas desfrutando da graça de Deus. Eu não estou apenas de passagem”. Desta forma, as áreas mais profundas do seu coração estarão em paz e serão enriquecidas. Você sentirá que viver dessa maneira é a graça de Deus. Essa é a bênção de Deus. É assim que as pessoas deveriam estar vivendo. Portanto, todos aqueles que fazem boas ações estão em paz e alegres por dentro, porque fizeram muitas coisas que satisfazem a Deus e retribuem Seu amor. Seu coração está cheio de alegria. Esses tipos de pessoas serão aprovados por Deus. Deus preparará um belo destino para essas pessoas.

de ‘O significado importante de preparar boas ações’ em “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida (II)”

As vinte boas ações que o povo escolhido de Deus deve preparar

1. Comunique a verdade com frequência para resolver problemas para o povo escolhido de Deus na vida da igreja, apoie constantemente aqueles que creem em Deus de fato e ajude-os a compreender a verdade e entrar na realidade. Isso é uma boa ação. Isso é que é amor verdadeiro.

2. Se, quando cumprir seu dever, você não o basear em transações nem o fizer por recompensas, se não tiver outro tipo de intenções e não agir sem se envolver, e se houver resultados reais, isso é uma boa ação. As pessoas que cumprem seus deveres dessa maneira estão verdadeiramente fazendo o esforço para Deus.

3. Se for descoberto que aqueles que foram equivocadamente separados ou expulsos da igreja são pessoas boas, lute para ajudá-los e apoiá-los e aceite-os de volta à igreja. Isso é uma boa ação. Receber irmãos e irmãs de outros lugares que estejam buscando a igreja, comer e beber as palavras de Deus e viver a vida de igreja com eles também é uma boa ação.

4. Trabalhar duro em detrimento de nossas refeições e sono e esforçar-nos arduamente, a fim de fazer os verdadeiros crentes do povo escolhido de Deus entender a verdade, entrar na realidade e crescer na vida – isso é uma boa ação. Essa é a realidade que as pessoas que são verdadeiramente atenciosas com as intenções de servir a Deus deveriam possuir.

5. Foque o evangelismo, testemunhe da obra de Deus sempre que tiver a oportunidade de achar um assunto adequado, pregue o evangelho o máximo possível para ganhar mais pessoas. Isso é uma boa ação. Se você puder ganhar algumas pessoas boas, que creem verdadeiramente em Deus e são capazes de buscar a verdade de fato, isso é mais ainda uma boa ação.

6. Ao descobrir que uma pessoa má está perturbando a igreja, aplique todos os tipos de sabedoria para impedi-la e restringi-la de fazer o mal; use a verdade e a sabedoria para resolver o caos e garantir a continuação normal da vida da igreja. Isso é uma boa ação.

7. Ficar ao lado de Deus resguardando Sua obra, protegendo Seu povo escolhido ao entrar na vida, sejam quais forem os problemas que surgirem na igreja, isso é uma boa obra. Se você for capaz de usar a verdade para resolver problemas, capacitar o povo escolhido de Deus a compreender a verdade e diferenciar o bom do maldoso, isso é mais ainda uma boa ação.

8. Ser capaz de expor brutalmente e refutar o malvado que ousa julgar, atacar e se opor ao homem que o Espírito Santo usa, bem como defender a obra de Deus, isso é uma boa ação. Se a verdade puder ser usada para resolver a perturbação de todos os tipos de pessoas malvadas e anticristos e para trazer benefício ao povo escolhido de Deus, então isso é mais ainda uma boa ação.

9. Buscar a verdade mediante a descoberta de todos os tipos de falácias e ditos malignos na igreja, refutá-los e criticá-los de acordo com as palavras de Deus, mantendo Seu povo escolhido livre de danos e ajudando-o a ter edificação e crescimento na vida, isso é uma boa ação.

10. Caso se descubra que aqueles que creem em Deus e estão dispostos a buscar a verdade têm sido enganados ou controlados, uma boa ação é encontrar maneiras de salvá-los, comungar pacientemente acerca da verdade, fazer com que saiam das mãos do malvado, retornem verdadeiramente para Deus e deixem as trevas, indo para a luz.

11. Caso se descubra que há, de fato, um falso líder ou anticristo assenhoreando-se de outras pessoas e tentando estabelecer um reino independente, será uma boa ação informar imediatamente e contatar as pessoas que compreendem a verdade, a fim de salvar o povo escolhido de Deus do malefício de Satanás, o diabo.

12. Quando algumas pessoas forem apanhadas pela polícia na igreja, será uma boa ação se alguém puder se esforçar de toda maneira para proteger o povo escolhido de Deus e puder fazer arranjos apropriados para o dinheiro e os bens da casa de Deus, e para proteger os sacrifícios de Deus de cair nas mãos de Satanás e do grande dragão vermelho. O que assim faz é uma pessoa que protege a obra de Deus e é verdadeiramente fiel a Ele.

13. É uma boa ação proteger aqueles que verdadeiramente acreditam em Deus e usar todos os contatos para resgatar esses irmãos e irmãs que foram presos. É mais ainda uma boa ação usar a sabedoria para defender a vida da igreja e proteger o povo escolhido de Deus.

14. É uma boa ação fazer tudo o que puder para ajudar os irmãos e irmãs que verdadeiramente se despendem por Deus e buscam a verdade em meio à tempestade quando as dificuldades e problemas surgem. Também é uma boa ação ser capaz de ajudar os líderes e obreiros que se despendem por Deus em tempo integral e cujas famílias estão em dificuldade.

15. É uma boa ação se alguém puder encontrar maneiras de receber e ajudar os irmãos e as irmãs que têm sido perseguidos e estão na lista de procurados, sem ter medo do risco e do preço a pagar, e mais ainda, se puder suportar todos os tipos de críticas das pessoas, sordidez e problemas ao cumprir bem seu dever para satisfazer a Deus.

16. É uma boa ação organizar aqueles irmãos e irmãs que realmente creem em Deus e buscam a verdade para comer e beber as Suas palavras, comungar acerca da verdade e viver uma vida de igreja nas provações. É mais ainda uma boa ação apoiar os irmãos e irmãs fracos para que compreendam a verdade e sejam testemunhas durante as provações e os desastres.

17. É uma boa ação expor e denunciar as pessoas más que roubam sacrifícios e desfalcam a propriedade da casa de Deus, evitando, assim, a perda dos Seus sacrifícios e da riqueza de Sua casa. Proteger os sacrifícios de Deus de cair nas mãos do malvado e de ser tomado por pessoas com segundas intenções, também é uma boa obra.

18. É uma boa ação tentar cooperar arduamente com a implementação dos arranjos de trabalho do homem usado pelo Espírito Santo, resolver todos os tipos de problemas práticos encarados pelo povo escolhido de Deus na igreja e fazer muita obra prática, a fim de defender Sua obra e trazer Seu povo escolhido para a trilha certa da crença Nele.

19. Cooperar ativamente com a liderança e pastoreio do homem usado pelo Espírito Santo, travar uma batalha extremamente séria contra os falsos líderes e anticristos para trazer o povo escolhido de Deus para a trilha certa da crença Nele, pagar o preço para proteger Sua obra e obter os resultados; todos esses se classificam como boas ações.

20. Distinguir os falsos líderes e anticristos de acordo com os arranjos de trabalho, expô-los de acordo com a verdade e persuadi-los a renunciar, a fim de evitar dano maior para o povo escolhido de Deus, é uma boa ação. É uma boa ação ajudar e proteger aqueles líderes e obreiros que têm transgressões, mas que são capazes de se arrependerem legitimamente e que possuem boa humanidade para continuar a cumprir seu dever.

de ‘As boas ações, os atos malignos e as várias falácias que devem ser claramente discernidos pelo povo escolhido de Deus’ em “Anais selecionados dos arranjos de trabalho da Igreja de Deus Todo-Poderoso”

Anterior:Quais são as diferenças entre a mudança de caráter e o bom comportamento?

Próximo:O que são feitos malignos? Quais são as manifestações dos feitos malignos?