Palavras diárias de Deus | "Só buscando a verdade pode-se conhecer os feitos de Deus" | Trecho 577

Palavras diárias de Deus | "Só buscando a verdade pode-se conhecer os feitos de Deus" | Trecho 577

267 |22 de Outubro de 2020

Há um princípio fundamental no tratamento dos seres criados pelo Senhor da criação, que também é o princípio mais elevado. Como Ele trata os seres criados é completamente baseado em Seu plano de gerenciamento e em Suas exigências; Ele não precisa consultar uma única pessoa, nem precisa convencer uma única pessoa a concordar com Ele. O que quer que deva fazer e como quer que deva tratar as pessoas, Ele o faz, e não importa o que Ele faça ou como Ele trate as pessoas, tudo está de acordo com os princípios pelos quais o Senhor da criação opera. Como um ser criado, a única coisa a fazer é submeter-se; não deveria existir qualquer outra escolha. O que isso mostra? Mostra que o Senhor da criação sempre será o Senhor da criação; Ele tem o poder e as qualificações para orquestrar e governar qualquer ser criado como Lhe agrada e não precisa de um motivo para fazê-lo. Essa é Sua autoridade. Não existe um único entre os seres criados que, na medida em que são seres criados, tem o poder ou está qualificado para julgar como o Criador deveria agir ou se aquilo que Ele faz está certo ou errado, tampouco nenhum ser criado está qualificado para escolher se deveria ser governado, orquestrado ou disposto pelo Senhor da criação. Do mesmo modo, nem um único ser criado tem as qualificações para escolher como é governado e disposto pelo Senhor da criação. Essa é a verdade maior. Não importa o que o Senhor da criação tenha feito a Seus seres criados e não importa como o tenha feito, os humanos que Ele criou deveriam fazer somente uma coisa: buscar, submeter-se, conhecer e aceitar esse fato posto em prática pelo Senhor da criação. O resultado final será que o Senhor da criação terá realizado Seu plano de gerenciamento e completado Sua obra, tendo levado Seu plano de gerenciamento a avançar sem quaisquer obstruções; entrementes, por terem aceitado o governo e os arranjos do Criador e se submetido a Seu governo e arranjos, os seres criados terão ganhado a verdade, entendido a vontade do Criador e passado a conhecer Seu caráter. Existe ainda outro princípio que devo lhes contar: não importa o que o Criador faça, não importa como Ele Se manifeste e não importa se aquilo que Ele faz é um grande feito ou um pequeno feito, Ele ainda é o Criador; ao passo que toda a humanidade, a qual Ele criou, independentemente daquilo que ela tenha feito e independentemente de quão talentosa e favorecida ela possa ser, continua sendo seres criados. Quanto à humanidade criada, não importa quanta graça ou quantas bênçãos tenha recebido do Criador ou quanta misericórdia, amabilidade ou benevolência, ela não deveria crer-se destacada das massas ou pensar que pode estar em pé de igualdade com Deus e que se tornou altamente conceituada entre os seres criados. Não importa quantos dons Deus tenha lhe concedido, ou quanta graça Ele tenha lhe dado, ou quão generosamente Ele tenha tratado você, ou se Ele tenha lhe dado alguns talentos especiais, nenhum desses é recurso seu. Você é um ser criado e assim para sempre será um ser criado. Jamais você deve pensar: “Sou um queridinho nas mãos de Deus. Ele não levantaria a mão contra mim. A atitude de Deus para comigo sempre será de amor, cuidado, carícias suaves, com sussurros calorosos de conforto e encorajamento”. Ao contrário, aos olhos do Criador, você é igual a todos os outros seres criados; Deus pode usar você como desejar, e também pode orquestrar você como desejar, e pode arranjar como desejar para que você desempenhe qualquer papel entre todos os tipos de pessoas, eventos e coisas. Esse é o conhecimento que as pessoas devem ter e o bom senso que devem possuir. Se alguém conseguir entender e aceitar essas palavras, seu relacionamento com Deus se tornará mais normal, e ele estabelecerá o mais legítimo relacionamento com Ele; se alguém conseguir entender e aceitar essas palavras, ele orientará sua estação corretamente, assumirá ali o seu lugar e manterá seu dever.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne

Ver mais

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Compartilhar

Cancelar