Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 53. Entendendo atributos compartilhados e diferenças na natureza humana

Vocês veem claramente a senda da sua fé em Deus e a senda de sua busca pela verdade? O que realmente é crença em Deus? Vocês estão acabados depois de sofrer alguma dificuldade? Algumas pessoas pensam que, depois de experimentar julgamento e castigo, poda e lida ou depois de revelar sua verdadeira forma, estão acabadas e seu desfecho tomou forma. A maioria das pessoas não consegue ver claramente esse assunto e todas elas ficam paradas ali, sem saber como prosseguir na senda adiante. Geralmente, quando não se submetem à lida e à poda ou não têm nenhum revés, elas sentirão vontade de buscar a verdade enquanto creem em Deus e sentirão que devem satisfazer a vontade de Deus. Porém, assim que sofrem um pequeno revés e surgem algumas dificuldades, suas naturezas traidoras ficam expostas, fazendo com que pareçam especialmente detestáveis e, mais tarde, elas também sentirão que sua natureza é especialmente detestável. No final, elas determinam o desfecho para si mesmas: “Estou acabado. Ter feito isso não representa o meu fim? Deus certamente não me salvará”. Há muitas pessoas que estão nesse tipo de condição; você poderia até dizer que cada qual é assim. Por que as pessoas são capazes de se delinear desse modo? Isso prova que as pessoas não entendem a intenção de Deus de salvá-las. Ser tratado apenas uma vez faz com que você fique muito tempo sem buscar a verdade; cometer um pequeno erro fazer você deixar de cumprir seus deveres; um ambiente insignificante faz você ficar estagnado. Parece que as pessoas sentem que têm de ser infalíveis para ter energia para buscar. Se descobrirem que são demasiado corruptas, elas não ficarão inclinadas a procurar. Muitas pessoas disseram coisas desanimadoras e negativas como esta: “Estou no fim, definitivamente estou acabado. Não há maneira de eu ser salvo. Mesmo que Deus me perdoe, eu não seria capaz de perdoar a mim mesmo. Eu nunca mudarei”. A compreensão equivocada que as pessoas têm da vontade de Deus demonstra que elas não entendem a obra de Deus. Na verdade, a humanidade ocasionalmente revelará algo de seu caráter corrupto na medida entram normalmente. Os homens são impuros nas coisas que fazem, não assumem responsabilidade, eles não são devotos e trabalham superficialmente. Isso é algo bem natural e é inevitável. Se essas coisas não fossem reveladas, como se poderia dizer que a humanidade é corrupta? Se a humanidade não fosse corrupta, a obra de salvação de Deus não teria significância. A situação atual é que as pessoas não têm a verdade nem entendem a si mesmo verdadeiramente nem veem claramente suas condições. Por isso, suas condições precisam ser reveladas e aclaradas. Somente a revelação dessas coisas as tornará capazes de ver a luz. As pessoas são todas embotadas e obtusas. Se Deus não operar desse modo, vocês não mudarão. Vocês terão dificuldades em cada estágio. Eu discuto isso com vocês para corrigi-los e pegar o leme, para que vocês possam andar pela senda correta. Senão vocês sempre farão coisas aos extremos, sempre entrarão em becos sem saída, avançarão sem ter uma senda e delinearão a si mesmos. Quando as pessoas começam a experimentar, elas não entendem a si mesmas, mas no final, cada qual entende a si mesmo, dizendo: “Eu sou o diabo Satanás! As pessoas são diabos, satanases. Desta vez é meu fim, não posso ser salvo; não há mais oportunidade nem possibilidade de eu ser resgatado”. As pessoas verdadeiramente são muito frágeis e é difícil lidar com elas, bem como estão inclinadas a ir aos extremos. Se um dia as pessoas verdadeiramente entendessem a vontade de Deus, elas diriam: “Minha corrupção foi muito profunda o tempo todo e finalmente estou reconhecendo isso. Felizmente Deus me salva e agora vislumbro uma vida brilhante e posso andar na senda correta da vida. Nem sei como agradecer a Deus por isso”. É como despertar de um sonho e ver a luz. Isso não é receber uma grandiosa salvação? As pessoas não deveriam louvar a Deus? Algumas não entendem a si mesmas nem quando a morte se aproxima; elas continuam arrogantes e não conseguem aceitar os fatos revelados. Elas se sentem até bem boas: “Sou uma boa pessoa; como eu poderia ter feito isso?” Parece que foram erroneamente acusadas. Algumas pessoas passam por anos da obra de Deus e, no final, ainda não entendem sua natureza. Elas sempre pensam que são boas pessoas e que fizeram um erro em um momento de descuido e, até hoje, elas preferem ser eliminadas a submeter-se. Esse tipo de pessoa é arrogante e ignorante demais e simplesmente não aceita a verdade. Ela jamais será capaz de se transformar e tornar-se um ser humano. A partir disso, vocês podem descobrir que, embora a natureza das pessoas resistam e traiam a Deus, há diferenças em suas naturezas. Isso requer um entendimento mais profundo da natureza da pessoa.

Há características comuns na natureza da pessoa que precisam ser entendidas. Uma característica comum é que todas as pessoas podem trair Deus, mas cada uma delas tem seu próprio calcanhar de Aquiles. Algumas pessoas gostam disso, outras gostam daquilo, algumas têm isto em alta conta e outras têm aquilo em alta conta. Essas são as diferenças na natureza das pessoas. Algumas pessoas são capazes de resistir a um pouco de sofrimento, outras pessoas têm dificuldade de resistir a um pouco de sofrimento. Isso se deve ao fato de as aspirações em sua natureza serem diferentes. Por que será que se deparam com a mesma eventualidade, mas algumas são capazes de resistir a ela e outras não? É porque as coisas em sua natureza são diferentes. O caráter corrupto de algumas pessoas se manifesta duramente e o caráter corrupto de outras pessoas se manifesta suavemente; no entanto, a substância de sua natureza é a mesma. Essa é uma característica comum. Qualquer que seja a natureza da pessoa, isso decide o tipo de pessoa que ela é. Mesmo que ela tenha características em comum com outras pessoas, pode não ser o mesmo tipo de pessoa. Por que elas não são o mesmo tipo de pessoa? Porque as coisas de sua natureza não são óbvias e elas não são tão fortes. Por exemplo, a luxúria é uma característica comum às pessoas. Cada qual a tem, não é mesmo? Além disso, essa área é muito difícil de superar. No entanto, ela é especialmente intensa para algumas pessoas. Quando encaram essa questão, elas não conseguem superá-la e podem fugir com outras pessoas ou levar outras a fugir. Pode-se dizer que a natureza dessas pessoas é má. Algumas pessoas são um pouco fracas ao encarar essa questão ou são um pouco impulsivas e lascivas, mas não fazem coisas vergonhosas, são capazes de controlar a si mesmas e evitam essas coisas. Então você não pode dizer que essas pessoas têm uma natureza má. Sempre há paixões e luxúrias com a carne. Algumas pessoas agem de maneira precipitada, cedem à sua luxúria e fazem tudo que querem. Porém, algumas pessoas de modo nenhum são assim. Elas são capazes de buscar a verdade e apoiar-se na verdade para agir e são capazes de abandonar a carne. Mesmo que tenham as luxúrias da carne, elas se manifestam de modo diferente. É aí que as pessoas diferem uma da outra. Algumas pessoas cobiçam dinheiro; quando veem dinheiro e coisas bonitas, elas desejam tê-lo para elas e seu desejo é excepcionalmente forte. A natureza dessas pessoas é gananciosa e cobiçosa de dinheiro. Quando veem alguma coisa, elas se tornam gananciosas; elas inclusive ousam gastar e roubar o dinheiro da igreja, até mesmo 20.000 ou 30.000 yuans; quanto mais dinheiro for, tanto mais ousam fazer isso; elas simplesmente não temem a Deus. Essa é a natureza gananciosa. Algumas pessoas gastam 10 ou 20 yuans da igreja e se sentem incomodadas em sua consciência. Elas correm e se ajoelham na presença de Deus para orar e, com lágrimas de remorso, pedem a Deus que as perdoe. Todas as pessoas têm fraquezas; você não pode dizer que essa é uma pessoa que cobiça dinheiro, trata-se meramente de um caráter corrupto sendo exposto. Algumas pessoas adoram julgar outras. Elas dizem: “Esse cara gastou três ou cinco yuans da igreja e não orou na presença de Deus. Da próxima vez, ele gastará 20 ou 30 yuans; esse cara é ganancioso”. Falar desse modo não é correto. As pessoas têm caráter corrupto e certamente possuem fraquezas normais. Algumas fraquezas também são o caráter corrupto das pessoas, mas há diferença entre um caráter corrupto e aquele tipo de natureza. Você não pode colocar tudo no mesmo saco ou julgar as pessoas arbitrariamente. Julgar os outros é a coisa mais danosa que existe para as pessoas. Se você não puder distinguir ou ver as coisas claramente, não faça afirmações sem base, a fim de evitar ferir pessoas. Falar e fazer coisas sem entender a verdade é agir sem princípios e não é benéfico aos outros nem a você mesmo.

Vocês não têm clareza sobre que meta alcançar na crença em Deus. Ninguém crê ou busca em perfeito acordo com as exigências de Deus. Há tantas questões que existem dentro de vocês; neste momento, talvez vocês não tenham clareza sobre elas e não cavaram fundo nos seus pensamentos e nas características da sua natureza ou talvez vocês não as analisaram a tempo. Um dia você entenderá essas palavras e, naquele tempo, vocês serão capazes de entender a si mesmos.

Há também muitas coisas vãs na natureza da pessoa. Quando as pessoas vestem roupas bonitas ou adquirem um telefone celular, o tom de suas vozes muda; quando algumas mulheres calçam salto alto, elas caminham com uma postura diferente. Que coisas existentes no coração das pessoas e que natureza as leva a expor essas coisas más e feias? São as coisas da natureza humana que as pessoas necessitam entender. Hoje em dia, as pessoas ainda confiam em sua força de vontade para controlar essas coisas na natureza humana, o que as leva a não expor coisa alguma. No entanto, no decurso das experiências das pessoas e com o entendimento cada vez mais profundo que as pessoas têm de cada aspecto da verdade e com o entendimento de sua natureza, elas gradualmente entram em acordo com as exigências de Deus e essas coisas começam a mudar gradualmente. Quando as pessoas apenas começam a entrar, elas precisam praticar o abandono da carne. Depois, quando elas verdadeiramente reconhecerem e entenderem a verdade, elas não necessitarão de nenhuma força especial para abandonar a carne. Naquele momento, as pessoas serão capazes de viver conscientemente de acordo com a verdade. Elas terão princípio e limite no que fazem e se manterão dentro dos limites. Há dificuldades quando as pessoas começam a experimentar as palavras de Deus. Por não entenderem a verdade, elas sempre perguntam como fazer isso e aquilo. Adicionalmente, as condições negativas das pessoas sempre as perturbam e elas sentem que não têm senda a tomar. Quanto às condições negativas, tenha a comunhão sobre aquelas que você pode resolver por meio da comunicação e não se preocupe com aquelas que você não pode resolver; apenas pratique e entre normalmente e comunique mais a verdade. Por fim, um dia, quando você tiver clareza sobre a verdade e vir muitas coisas claramente, as condições negativas desaparecerão naturalmente. Agora vocês não se encontram naquelas condições em que estavam originalmente, não é mesmo? Pelo menos há menos do que antes. Se apenas vocês se concentrarem em buscar diligentemente a verdade, qualquer questão poderá ser resolvida. Ser capaz de resolver seus próprios problemas é progresso e crescimento. Depois de experimentar até certo ponto, as visões da pessoa sobre a vida, o significado da existência e o fundamento da existência se transformarão completamente. Isto é, você nascerá de novo e se tornará uma pessoa completamente diferente. Isso é incrível! É uma grande transformação; é uma transformação que põe tudo de cabeça para baixo. Você sentirá que fama, lucro, posição, riqueza, prazeres e glória do mundo não importam e que você é capaz de deixar isso tudo sem nenhum esforço. Essa é uma pessoa à semelhança de um ser humano. Aqueles que, no final, chegarem a ser completos serão um grupo como esse. Eles viverão pela verdade, por Deus e por justiça. Essa é a semelhança de uma pessoa.

Algumas pessoas perguntarão: “O que é uma pessoa?” Hoje em dia, as pessoas não são pessoas. Se elas não são pessoas, o que são? Você poderia dizer que são animais, gado, satanases e demônios. Em suma, elas apenas estão em forma de pessoas, mas não são dignas de ser chamadas de pessoas, porque elas não têm humanidade normal. Você diz que as pessoas são animais, mas elas têm linguagens, ideias e pensamentos e são capazes de criar tecnologia, de modo que devem ser classificadas como um animal avançado. Os incrédulos dizem que seus ancestrais foram macacos; eles eram animais, não pessoas. É apropriado dizer que as pessoas são demônios e satanases, porque é isso que a natureza da pessoa é, é isso que elas revelam e expressam; por isso, é mais apropriado dizer que pessoas são demônios e satanases, não são nem peixe nem ave, não são semelhantes à humanidade. Alguns crentes de longa data experimentaram por muitos anos e têm um pouquinho de entendimento íntimo; eles são mais ou menos capazes de entender Deus um pouco, mais ou menos capazes de se preocupar com as coisas com que Deus se preocupa e de pensar naquilo que Deus pensa. Eles têm essa intenção. Isso é algo à semelhança de uma pessoa e se encontra a meio caminho dela. Novos crentes não experimentaram nem castigo nem julgamento e não experimentaram muita poda nem lida. Eles não escutam muito a verdade e meramente leem a palavra de Deus, mas não a experimentam verdadeiramente. Elas se encontram ainda mais distantes. A profundidade da experiência que as pessoas têm determinará o quanto elas mudarão. Quanto menos você experimentar e quanto menos você entender a verdade, tanto menor será a composição humana que você terá interiormente. Se você não tem nenhuma experiência, você é um Satanás que vive sem mudança e você é simplesmente um demônio. Você acredita nisso? Algum dia você entenderá essas palavras. Onde estão as pessoas boas hoje em dia? Sem semelhança humana, como você pode ser chamado de pessoa? Pessoas boas estão fora de cogitação. As pessoas somente têm cascas humanas exteriores e nenhuma substância humana. Dizer que pessoas são bestas em traje humano não é exagero. Ao experimentar a obra de Deus, se quiserem estar na semelhança de uma pessoa, as pessoas devem experimentar revelação, castigo e julgamento dessas palavras e, no final, elas serão capazes de ser transformadas. Isso é um modo e se as pessoas não fizerem desse modo, elas não poderão mudar. Elas têm de fazê-lo aos poucos. Elas têm de experimentar julgamento e castigo, poda e lida contínuas. As coisas expostas na natureza da pessoa têm de ser reveladas. Depois que forem reveladas e que as pessoas as entenderem claramente, elas serão capazes de caminhar pela senda correta. Somente depois de experimentar por um período de tempo e entender algumas verdades, elas terão alguma garantia de que ficarão de pé. As atuais condições de vocês deixaram a desejar. A despeito do fato de que vocês andaram saltitando alegremente, este de fato é o tempo mais perigoso para vocês. Cada qual está no limite do perigo. Eu disse isso muitas vezes, mas muitas pessoas não entendem o que essas palavras significam. Algumas pessoas pensarão: “Que perigo? Minha atual condição é bastante boa, como eu poderia estar em perigo? É improvável que eu venha a cair ou perder meu rumo. Deus é gracioso comigo”. Quem vocês dizem que não recebeu graça? Todos receberam graça, mas todos correm perigo; é um favor especial para eles correr perigo e obter graça. Atualmente as pessoas sentem que estão onde precisam estar, mas o fato de dizerem isso prova que elas estão longe.

Anterior:Capítulo 50. Se você tem ou não tem a verdade decide tudo

Próximo:Capítulo 55. Não delineie a obra de Deus