Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

As Virgens Prudentes Ouvem a Voz de Deus

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

I. O Senhor Se manifestou nos últimos dias e proferiu palavras para realizar a obra de julgamento, que começa pela casa de Deus. Isso cumpre completamente as profecias bíblicas: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:7). “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1 Pedro 4:17). Só as virgens prudentes podem ouvir a voz do Senhor e dar as boas-vindas a Ele.

Versos da Bíblia para referência:

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:7).

As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27).

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1Pedro 4:17).

Palavras clássicas de Deus:

O plano de gestão de Deus de seis mil anos se aproxima do fim e a porta do reino se abriu para todos que buscam a aparição de Deus. Caros irmãos e irmãs, o que vocês estão esperando? O que vocês procuram? Aguardam a aparição de Deus? Procuram as pegadas de Deus? Como é desejada a aparição de Deus! E como é difícil encontrar as pegadas de Deus! Nos tempos atuais, em um mundo como este, o que devemos fazer para testemunhar o dia da aparição de Deus? O que devemos fazer para seguir as pegadas de Deus? Tais perguntas estão diante de todos que aguardam a aparição de Deus. Todos vocês já refletiram sobre essas perguntas mais de uma vez, mas qual foi o resultado? Onde Deus aparece? Onde estão as pegadas de Deus? Vocês já ganham as respostas? Muitos responderiam da seguinte maneira: Deus aparece entre aqueles que O seguem e Suas pegadas estão entre nós; é simples assim! Qualquer um pode oferecer uma resposta convencional, mas vocês compreendem o que é a aparição de Deus e o que são as Suas pegadas? A aparição de Deus diz respeito à Sua chegada pessoal a terra para realizar Sua obra. Com Sua própria identidade e Seu caráter, e por Seu método inerente, Ele desce entre os homens para conduzir a obra de iniciar uma era e terminar uma outra era. Esse tipo de aparição não é uma forma de cerimônia. Não é um sinal, uma imagem, um milagre nem uma visão grandiosa, muito menos algum tipo de processo religioso. É um fato real e genuíno que pode ser tocado e contemplado. Esse tipo de aparição não é para seguir um processo ou realizar uma tarefa de curto prazo; antes, é uma etapa da obra em Seu plano de gerenciamento. A aparição de Deus é sempre significativa e está sempre relacionada ao Seu plano de gerenciamento. Essa aparição é completamente diferente da aparição de orientação, liderança e esclarecimento de Deus para com o homem. Deus realiza uma etapa de grande obra a cada vez que Se revela. Essa obra é diferente daquela realizada em qualquer outra era. É inimaginável para o homem e jamais foi experimentada pelo homem. É uma obra que inicia uma nova era e conclui a era antiga, é uma forma nova e aprimorada da obra de salvação da humanidade; além disso, é uma obra para trazer a humanidade à nova era. É essa a importância da aparição de Deus.

[…] uma vez que estamos buscando as pegadas de Deus, devemos buscar a vontade de Deus, as palavras de Deus, as declarações de Deus, pois onde há as novas palavras de Deus há a voz de Deus, e onde há os passos de Deus há as ações de Deus. Onde há a expressão de Deus há a aparição de Deus, e onde há a aparição de Deus há o caminho, a verdade e a vida. Na busca pelas pegadas de Deus vocês ignoraram as palavras de que “Deus é o caminho, a verdade e a vida”. Assim, quando recebem a verdade, muitas pessoas não acreditam que tenham encontrado as pegadas de Deus e muito menos reconhecem a aparição de Deus. Que erro gravíssimo! A aparição de Deus não pode ser acomodada às concepções do homem, e muito menos Deus irá aparecer a pedido do homem. Deus faz Suas próprias escolhas e tem Seus próprios planos quando realiza Sua obra; além disso, Ele tem Seus próprios objetivos e Seus próprios métodos. Não é necessário que Ele discuta a obra que realiza com o homem ou que busque o conselho do homem, muito menos que informe a cada pessoa individualmente sobre Suas obras. Esse é o caráter de Deus e, além disso, deve ser reconhecido por todos. Se vocês desejam testemunhar a aparição de Deus, se desejam seguir as pegadas de Deus, então devem antes transcender suas próprias concepções. Vocês não devem exigir que Deus faça isso ou aquilo e menos ainda você deve encerrá-Lo em seus próprios limites ou restringi-Lo às suas próprias concepções. Em vez disso, vocês precisam se perguntar como devem buscar as pegadas de Deus, como devem aceitar a aparição de Deus e como devem se submeter à nova obra de Deus; isso é o que deve ser feito pelo homem. Como o homem não é a verdade e não possui a verdade, ele deve buscar, aceitar e obedecer.

de “A aparição de Deus inaugurou uma nova era”

Quando Jesus veio para o mundo do homem, Ele trouxe a Era da Graça e encerrou a Era da Lei. Durante os últimos dias, Deus mais uma vez Se tornou carne, e quando Ele Se tornou carne desta vez, Ele encerrou a Era da Graça e trouxe a Era do Reino. Todos aqueles que aceitam a segunda encarnação de Deus serão conduzidos para a Era do Reino e serão capazes de aceitar pessoalmente a orientação de Deus. Embora Jesus tenha feito muita obra entre os homens, Ele apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelos pecados dos homens e não livrou o homem de todo seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus tomasse os pecados do homem como oferta pelo pecado, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior para livrar o homem completamente de seu caráter, que foi corrompido por Satanás. E assim, depois que os pecados do homem foram perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra do castigo e julgamento, e esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio desfrutará de uma verdade maior e receberá bênçãos maiores. Eles viverão verdadeiramente na luz e ganharão a verdade, o caminho e a vida.

de “Prefácio”

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também a expõe, a trata e a poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus.

de “Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade”

Na Era do Reino, Deus usa a palavra para introduzir uma nova era, mudar o método de Sua obra e fazer a obra para toda a era. Esse é o princípio pelo qual Deus opera na Era da Palavra. Ele Se tornou carne para falar de diferentes perspectivas, capacitando o homem a verdadeiramente ver Deus, que é a Palavra manifesta na carne, e Sua sabedoria e maravilha. Tal obra é feita para melhor atingir os objetivos de conquistar o homem, aperfeiçoar o homem e eliminar o homem. Esse é o verdadeiro significado de usar a palavra para operar na Era da Palavra. Através da palavra, o homem chega a conhecer a obra de Deus, o caráter de Deus, a essência do homem e aquilo em que o homem deve entrar. Através da palavra, a obra que Deus deseja fazer na Era da Palavra é trazida à consecução em sua totalidade. Pela palavra, o homem é revelado, eliminado e provado. O homem viu a palavra, ouviu a palavra e tornou-se ciente da existência da palavra. Como resultado, ele acredita na existência de Deus, na onipotência e sabedoria de Deus, bem como no amor de Deus pelo homem e em Seu desejo de salvar o homem. Embora o termo “palavra” seja simples e comum, a palavra da boca do Deus encarnado estremece o universo inteiro; ela transforma o coração, as noções e o velho caráter do homem, e o modo como o mundo inteiro costumava parecer. Através dos tempos, somente o Deus de hoje opera dessa forma e só Ele fala assim e assim vem salvar o homem. Desde então, o homem vive sob a orientação da palavra, pastoreado e suprido pela palavra. Toda a humanidade veio para viver no mundo da palavra, nas maldições e nas bênçãos da palavra de Deus, e há ainda mais seres humanos que vieram para viver sob o julgamento e castigo da palavra. Essas palavras e essa obra são todas para a salvação do homem, para o cumprimento da vontade de Deus e para mudar a aparência original do mundo da velha criação.

de “A Era do Reino é a Era da Palavra”

Já fui conhecido como Jeová. Também já fui chamado de Messias, e as pessoas uma vez Me chamaram de Jesus, o Salvador, porque elas Me amavam e respeitavam. Mas hoje não sou o Jeová ou o Jesus que as pessoas conheceram nos tempos passados; sou o Deus que voltou nos últimos dias, o Deus que irá colocar fim a esta era. Sou o Próprio Deus que Se ergue nos confins da terra, repleto de todo o Meu caráter e pleno de autoridade, honra e glória. As pessoas nunca se envolveram Comigo, nunca Me conheceram e sempre foram ignorantes de Meu caráter. Desde a criação do mundo até hoje, nem uma só pessoa Me viu. Este é o Deus que aparece ao homem durante os últimos dias, mas que está oculto entre os homens. Ele reside entre os homens, verdadeiro e real, como o sol que arde e o fogo que flameja, cheio de poder e transbordante de autoridade. Não há uma única pessoa ou coisa que não vá ser julgada por Minhas palavras, e nem uma única pessoa ou coisa que não irá ser purificada pelo fogo ardente. Por fim, todas as nações serão abençoadas por causa de Minhas palavras, e também esmagadas em pedaços por causa de Minhas palavras. Assim, todas as pessoas durante os últimos dias irão ver que Eu sou o Salvador que voltou, Eu sou o Deus Todo-Poderoso que conquista toda a humanidade, e uma vez Eu fui a oferta pelo pecado para o homem, mas nos últimos dias, Eu também Me torno as chamas do sol que queima todas as coisas, bem como o Sol da justiça que revela todas as coisas. Tal é a Minha obra dos últimos dias. Eu assumi este nome e possuo deste caráter para que todas as pessoas possam ver que Eu sou um Deus justo, e sou o sol que arde e o fogo que flameja. Assim é para que todos possam Me adorar, o único Deus verdadeiro, e assim é para que possam ver Minha verdadeira face: não sou apenas o Deus dos israelitas e não sou apenas o Redentor; Eu sou o Deus de todas as criaturas no céu, na terra e no mar.

de “O Salvador já voltou sobre uma ‘nuvem branca’”

Anterior:Sermões e Comunhão: Por que as virgens tolas são expostas e eliminadas?

Próximo:O que realmente são as virgens prudentes?

Coisas que talvez lhe interessem