Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Como ela venceu a tentação de ter um caso amoroso (parte 1)

34

Por Xiyue

Certa noite, Jingru estava arrumando seu lar.

“Trim, trim”. O telefone começou a tocar. Ela atendeu, e uma voz estranha e, ao mesmo tempo, familiar, ressoou no ouvido dela: “Oi! É Wang Wei. Você está em casa!”

“Wang Wei?” Jingru estava um pouco perplexa: por que ele estava ligando agora, depois de tantos anos?

“Sim… estou em casa. E aí?” Jingru perguntou, surpresa.

“Faz tempo que não nos vemos. Gostaria de levá-la num passeio. Estou a caminho de sua casa e chegarei em breve. Espere por mim na frente de sua porta!” Wang Wei disse.

Após desligar o telefone, o coração de Jingru disparou e, imediatamente, seus pensamentos voltaram para aqueles dias de escola…

Como ela venceu a tentação de ter um caso amoroso (parte 1)

Jingru não era apenas linda, mas também tirava notas altas, e muitos garotos na escola, incluindo Wang Wei, a cortejavam. A fim de entrar na vida de Jingru, Wang Wei fazia de tudo para se aproximar dela, como, por exemplo, passar mensagens, escrever cartas e dar presentes para expressar seus sentimentos por ela. Mas Jingru era uma garota obediente e sensata e não queria que seus estudos fossem afetados, tampouco queria frustrar as expectativas que seus pais tinham para ela por causa de alguma distração emocional, por isso sempre adotava uma atitude de indiferença diante da perseguição persistente de Wang Wei. Mas Wang Wei não desistiu só porque Jingru o ignorava, e vários anos depois Wang Wei ainda estava perseguindo Jingru como sempre tinha feito. Sua persistência começou a comover um pouco o coração de Jingru, mas apenas ligeiramente. Mais tarde, algumas colegas de turma começaram aparecer em volta de Wang Wei e o seguiam o dia inteiro. O coração tranquilo de Jingru começou a disparar, e ela pensou que poderia usar essa circunstância para testar Wang Wei por um semestre; se ele permanecesse impassível diante dessas garotas e continuasse a cortejá-la, ela cederia aos seus avanços…

“Bibi!” A buzina do carro interrompeu o devaneio de Jingru. Wang Wei já estava do lado de fora esperando.

Jingru entrou em seu carro e, diante desse encontro inesperado após tanto tempo, ambos caíram em silêncio.

O carro seguia pelas ruas a esmo, e a atmosfera ficou um tanto estranha.

Após um bom tempo, Wang Wei rompeu o silêncio. “Então… como você tem passado?”

“Bem, obrigada. Está tudo bem”, Jingru respondeu levemente.

“Onde você esteve esses anos todos? Não consegui encontrá-la. Era como se você tivesse desaparecido da face da terra. Por acaso, vi seu número no celular de um amigo e liguei para você. De outro modo, quem sabe quando eu teria visto você de novo!” disse Wang Wei, enquanto dirigia o carro e olhava para Jingru uma vez ou outra enquanto falava.

“Não estive em lugar algum. É só que estive bastante ocupada no trabalho e não tenho mantido contato com nenhum de vocês”, disse Jingru em tom mensurado.

Como ela venceu a tentação de ter um caso amoroso (parte 1)

Wang Wei parou o carro ao lado da estrada. Então disse a Jingru o que estava em seu coração, e sua voz grave estava carregada de tristeza e arrependimento: “Eu sempre estive atrás de você quando estávamos na escola. Durante cinco anos, eu cortejei você! Mas você sempre me tratou com tanta frieza, nem sei como sobrevivi a todos aqueles anos. Quando você saiu da escola, eu me matriculei numa escola militar, mas continuei pensando em você o tempo todo. Quando me formei, procurei você por toda parte, mas nunca a encontrei. Finalmente, eu me casei por causa da pressão da minha família, mas você estava no meu coração – no passado, no presente e no futuro. Quando, inesperadamente, vi o seu número, havia uma única palavra em minha mente: arrependimento. Eu me arrependo por não ter esperado com o casamento e por não tê-la encontrado mais cedo…”

Ao ouvir Wang Wei fazer uma confissão tão sincera, Jingru sentiu uma tristeza amarga. Ela olhou para Wang Wei, cujo rosto sempre fora belo e agora estava amadurecido e digno, e, para a sua surpresa, o coração de Jingru se voltou para Wang Wei…

“Ah, cortejá-la durante todos aqueles anos e ser tratado com tanta frieza por você… eu estava na escuridão e decidi aguardar sua resposta por mais um ano, mas no fim… você ainda era você, e eu ainda era eu. Diga-me, por que você sempre me ignorou na escola? O que você achava de mim? Você pode me dizer?” perguntou um Wang Wei um tanto ferido.

Ao ouvir isso, Jingru também sentiu dor e arrependimento – dor, porque ela tinha sido tão cruel na época e tinha magoado Wang Wei, e arrependimento, porque tinha perdido a chance de estar com Wang Wei na época por causa de sua indiferença. Olhando para Wang Wei, Jingru suspirou porque, depois de tantos anos, Wang Wei ainda pensava nela. Ela pensou em como ela não era mais jovem e ainda não tinha encontrado um namorado apropriado, como todos os seus amigos tinham se casado um após o outro, deixando-a como a única que continuava sozinha. Ela também queria um parceiro que a amava, e tantas vezes ela tinha sonhado com uma imagem romântica de intimidade e proximidade entre ela e um amante e até tinha sonhado com um namoro entre ela e Wang Wei… Ela também se lembrou de como Wang Wei tinha cortejado ela com persistência naqueles dias, e ela se arrependeu por não ter sido capaz de valorizar aquilo. Agora, Wang Wei ainda estava atrás dela, e ela realmente queria ceder a ele e ser sua parceira. Mas sua razão lhe disse: “Wang Wei já está casado! Como cristã, você precisa dar o testemunho de uma cristã. De forma alguma, você pode seguir seus impulsos e revelar seus sentimentos verdadeiros a Wang Wei. Você só pode se conformar à vontade de Deus se você se comportar de acordo com as exigências de Deus”. Mas os sentimentos nas profundezas de seu coração e sua razão a puxavam em direções diferentes, e ela se sentiu aflita.

Jingru pôs seus pensamentos confusos em ordem, se obrigou a fazer de conta que não havia nada de errado e respondeu a Wang Wei: “Naquele ano, eu quis testá-lo por mais um semestre. Se seus sentimentos por mim não mudassem, eu cogitaria sair com você. Mas então pensei nas expectativas de meus pais para mim… Acho que era o destino!”

Acho que era o destino!

Jingru suprimiu seus sentimentos ao dizer isso, mas sentiu uma dor aguda. Se pudesse voltar no tempo, certamente teria concordado em sair com Wang Wei sem hesitar um segundo sequer. Talvez não estariam nessa situação agora. Mas agora Jingru estava fazendo tudo que podia para controlar suas emoções, e lágrimas começaram a escorrer silenciosamente por seu rosto. Ela temia que Wang Wei as visse, então ela voltou seu rosto para a janela. Mas Wang Wei sentiu que Jingru estava chorando e apressadamente pegou um lenço para enxugar os olhos dela.

Em seu coração, Jingru clamou silenciosamente a Deus para protegê-la para que ela pudesse se fortalecer e não cair na tentação e perder o testemunho de uma cristã. Ela pegou o lenço e disse: “Eu mesma faço isso”. Após Jingru secar suas lágrimas, Wang Wei de repente pegou a mão dela e começou a levá-la até seu ombro, e naquele momento, agitada como estava, Jingru realmente precisava de um ombro para consolá-la. Por um momento, Jingru se sentiu como que em transe e quis se apoiar naquele ombro, mas palavras de Deus que instruem e alertam as pessoas apareceram em sua mente: “Quanto a todas as pessoas que fazem o mal (as que fornicam, ou lidam com dinheiro sujo, ou não têm limites claros entre homens e mulheres, as que incomodam ou prejudicam Minha gestão, as de espíritos bloqueados, ou quem está possuído por espíritos malignos e assim por diante – todos exceto os Meus eleitos), nenhuma delas será deixada de fora, nenhuma será perdoada, mas todas serão lançadas ao Hades, onde perecerão para sempre!” (do capítulo 94 de “Declarações de Cristo no princípio”). Jingru sentiu que as palavras de Deus estavam julgando e repreendendo ela e, no mesmo instante, despertou de seu transe. Ela sabia claramente que Deus é santo, que o caráter de Deus é justo e inviolável e que o que Deus mais odeia são pessoas que praticam a promiscuidade e que têm limites confusos entre homens e mulheres. Ela sabia que, se cometesse um erro em suas relações com homens, ela estaria manchada para sempre e seria condenada, odiada e amaldiçoada por Deus, ela perderia o testemunho de uma cristã e a salvação de Deus. Jingru sabia que, no momento em que desse um passo na direção de Wang Wei, ela estaria completamente perdida. Diante dessa situação, Jingru sentiu um medo e um desconforto sem precedentes. Ela pensou que não só não podia fazer nada que ofendesse o caráter de Deus, mas que devia respeitar também o casamento de Wang Wei. Wang Wei não era mais o garoto no pátio da escola que tinha cortejado ela, mas era agora um homem com uma família, com esposa e filhos. Se ela tomasse o passo errado agora, ela destruiria uma família e se tornaria a outra vexaminosa. As palavras de julgamento de Deus fizeram com que um coração temente a Deus surgisse em Jingru. Reunindo todas as suas forças, ela empurrou a mão de Wang Wei e disse friamente: “Já está tarde. Me leve para casa!”

“Depois de todos esses anos, por que ainda me exclui? Não posso nem consolar você?” disse Wang Wei em tom de infelicidade.

“Você entendeu errado. Não estou excluindo você. Estou respeitando você porque você tem uma família. Você deve pensar nela”, Jingru respondeu calmamente.

Mas Wang Wei pressionou Jingru, dizendo: “E se eu me divorciasse? Você me daria uma chance? E não estou dizendo isso no calor do momento!”

Essa pergunta agitou novamente o coração de Jingru, e ela não soube o que dizer. Ela apenas orou silenciosamente a Deus em seu coração: “Ó Deus! Por favor, protege meu coração e me impede de fazer qualquer coisa que ofenda Teu caráter”. Após orar, ela lembrou estas palavras de Deus, que dizem: “As palavras deles nutrem seu coração e o cativam para que você fique desorientado e, sem perceber, seja sugado e esteja disposto a servi-los, ser um canal para eles e também servo deles. Você não tem nenhuma queixa, mas está disposto a estar à disposição deles – você é enganado por eles” (de “Seu caráter é tão vil!”). Mais uma vez, as palavras de Deus despertaram Jingru, e ela sabia que a agitação em seu coração se devia ao fato de ela estar caindo sob o controle de desejos malignos; era Satanás colocando em ação seu esquema ardiloso para seduzi-la, para fazer com que ela vivesse em pecado e perdesse o testemunho de uma cristã e afundasse em prazer físico e se tornasse cada vez mais degenerada e corrupta. Portanto, ela sabia que devia ter discernimento e enxergar o esquema ardiloso de Satanás. Wang Wei já era casado – isso era um fato – e Jingru sabia que não podia ser enganada a perder sua razão por causa de algumas palavras doces passageiras. Se ela realmente desse um passo errado e dissesse algumas coisas erradas, ela se transformaria em tola de Satanás, ela serviria como válvula de Satanás e se tornaria a outra vergonhosa; o resultado seriam uma família rompida, dor infinita para a esposa e os filhos de Wang Wei e ela mesma ficaria irreparavelmente manchada diante de Deus – as consequências eram inimagináveis.

Ao entender isso, Jingru estabilizou seus sentimentos e respondeu calmamente: “Não seja tolo. Mesmo que você se divorciasse, continuaríamos sendo apenas amigos. Entenderei o que você disse como brincadeira. Me leve para casa”. Wang Wei viu a atitude resoluta de Jingru e se calou.

Finalmente, estavam de volta à porta de Jingru e, quando Jingru estava prestes a sair do carro, Wang Wei segurou sua mão novamente, mas ela saiu rapidamente e correu até a porta. Após entrar, ela se deitou na cama. Ela não conseguia aquietar seu coração por muito tempo, pois ficou pensando naquilo que acabara de acontecer, e ela estava cheia de todos os tipos de sentimentos: sem a proteção de Deus, ela não teria conseguido se controlar diante da confissão, da atenção e do consolo sinceros de Wang Wei e talvez teria feito algo feio e imoral que teria destruído uma família. Ainda mais sério era que ela teria caído em tentação emocional, ofendido o caráter de Deus, perdido o testemunho de uma cristã e ficado com uma transgressão imperdoável da qual ela teria se arrependido pelo resto de sua vida. Jingru começou a realmente apreciar como as palavras de Deus eram importantes para ela, pois elas tinham capacitado ela não só a ganhar a proteção de Deus ao ser confrontada com a tentação, mas também a manter uma cabeça fria e permanecer sensata em fala e ação e a viver uma humanidade normal. Essa experiência lhe trouxe sentimentos de conforto e alegria, e ela teve que agradecer e louvar a Deus de coração: tinha sido a proteção de Deus que lhe permitiu superar as tentações de Satanás e dar testemunho como uma cristã. E assim, ela veio diante de Deus para dizer uma oração de gratidão. Depois, foi dormir.

Conteúdo Relacionado

  • Um pai e sua enteada superam os laços de sangue

    Por Xia Zixuan, Província de Hubei Uma infância cinzenta Zixuan cresceu sem pai e mãe. Ela não conhecia o sabor dos bolos dos quais falavam as crianç…

  • Após a traição do marido, Deus a salvou da nuvem de dor

    Após a traição do marido, ela nunca imaginou que ele teria um caso. Ela ficou completamente destruída no momento em que descobriu. Ela fez de tudo para reconquistar seu coração, mas tudo foi em vão. Em meio à sua dor e desesperança, foram as palavras de Deus que a salvaram, ajudando-a a encontrar a raiz de sua dor, a entender o sentido da vida e a gradualmente sair da nuvem de seu sofrimento.

  • Harmonia marital já não é mais um problema

    Por Wang Ran, Singapura Um sonho lindo Quando solteira, Wang Ran sempre se agarrou a um lindo sonho – a esperança de que, após se casarem, ela e seu m…

  • como ela venceu a tentação de ter um caso amoroso (parte 2)

    Por Xiyue Ao longo dos próximos dias, apesar de não ter caído na tentação de Satanás e saber que jamais poderia ficar com Wang Wei, o encontro de Ji…