Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Destruição num piscar de olhos

5

– O município de Qingping, na província de Sichuan, desapareceu duas vezes por causa de sua oposição ao evangelho dos últimos dias de Deus Todo-Poderoso

Jing Wei, província de Sichuan

Durante o grande terremoto que ocorreu em 12 de maio de 2008, uma cidade desapareceu completamente: tratava-se do município de Qingping, na cidade de Mianzhu, na província de Sichuan. Por causa do bloqueio imposto à informação pelo governo, não são muitas as pessoas que têm conhecimento disso.

O município de Qingping ficava ao noroeste da cidade de Hanwang, região duramente atingida na cidade de Mianzhu. Antes do terremoto, era um lugar situado em meio às montanhas com ar puro, águas cristalinas e céus azuis, e as montanhas abundavam de kiwi e gingko. Deus concedeu essa abundância às pessoas e lhes forneceu tudo que precisavam para viver; mas as pessoas que ali viviam não conheciam Deus e nem estavam cientes de que deveriam ser gratas a Ele – desejavam apenas riquezas. Devido à localização da cidade em meio às montanhas, a paisagem era incrivelmente linda, e o ar era fresco e agradável. No verão, não havia necessidade de usar ar condicionado; era um bar natural de oxigênio e, sobretudo, um lugar de lazer e relaxamento. Os montanheses ofereciam hospedagem em suas casas rurais e se empenhavam muito para o desenvolvimento da indústria turística. Tornou-se também um local de lazer e entretenimento para todos os níveis de funcionários do governo. Muitos funcionários cobiçavam cargos governamentais no município de Qingping, e muitos líderes do nível provincial eram visitantes frequentes. Como todos sabem, para onde quer que funcionários do governo vão, eles alimentam o crescimento econômico dos hotéis, bares de karaokê, spas, centros de massagem nos pés e salões de beleza da região. Assim, apesar de localizada em meio às montanhas, o município de Qingping de forma alguma era um lugar retrógrado; era um lugar de festa e folia, de luzes de néon cintilantes, de música noturna e cantoria. Os funcionários do Partido Comunista transformaram esse lugar de beleza enviado pelos céus numa Sodoma moderna.

Desde que Deus Todo-Poderoso lançou Sua obra dos últimos dias na China continental, irmãos e irmãs da igreja viajaram muitas vezes para essa cidade nas montanhas para propagar o evangelho. Mas as pessoas viviam em afluência e não precisavam se preocupar com comida nem roupas. Acreditavam que não precisavam de Deus, assim, sempre que os irmãos e irmãs as visitavam, elas se recusavam a aceitar o evangelho e até repreendiam os irmãos e as irmãs, dizendo: “Agora, a vida é tão boa, e a política do Partido também. Vocês não têm nada melhor para fazer, dizendo essas coisas, mas não acreditamos naquilo que dizem. Acreditamos apenas em dinheiro!” Os irmãos e irmãs precisavam enfrentar um caminho muito longo para levar o evangelho até essas pessoas, mas as portas sempre se fechavam para eles. Os irmãos e irmãs lhes disseram que este era o evangelho de Deus dos últimos dias e que era sua única chance de serem salvas, mas elas fecharam seus ouvidos. Os irmãos e irmãs lhes disseram que todos que não cressem em Deus Todo-Poderoso não teriam Sua proteção quando os desastres viessem, mas elas ignoraram isso. As pessoas do município de Qingping rejeitaram as palavras de Deus Todo-Poderoso e Sua salvação – não havia uma única pessoa naquela cidade que acreditasse em Deus Todo-Poderoso!

O terremoto veio no dia 12 de maio de 2008, às 14h28min. De repente, a terra estremeceu e as montanhas tremeram, rochas gigantes rolaram das montanhas com estrondo; dentro de instantes, o ar se encheu com grandes nuvens de poeira, o céu ficou encoberto e a terra caiu em escuridão, e algumas montanhas simplesmente desmoronaram e desapareceram num curtíssimo espaço de tempo. A sede do governo local ficava no fundo de um vale entre duas montanhas. Quando o terremoto veio, o espaço entre essas duas montanhas começou a se fechar e, num piscar de olhos, o município de Qingping foi esmagado entre essas montanhas. Todos que estavam na cidade foram soterrados, e numa fração de segundo as duas montanhas tinham se aproximado uma da outra e se fundido em uma só! Naquele momento, não importava quanto dinheiro alguém tivesse, pois não lhe serviu para nada; o dinheiro não salvou a vida das pessoas, e os funcionários do Partido Comunista foram ainda menos capazes de salvá-las! Essa cidade que não adorava a Deus foi destruída instantaneamente! Quando penso nesse desastre catastrófico, sempre me lembro de quando Deus Jeová quis destruir a cidade de Sodoma. Abraão implorou a Deus Jeová, dizendo: “Se existirem dez pessoas justas na cidade, mesmo assim a destruirás?” Deus Jeová respondeu: “Eu não a destruirei”. No fim, apenas Ló e sua família conseguiram escapar sob a orientação dos anjos, e todos que ficaram foram destruídos por um grande fogo que caiu do céu! (Veja Gênesis 18:20-32 e 19:1-25). Naquele dia, essa cidade licenciosa e impenitente, que não adorava a Deus, foi apagada da face da terra, e foi isso que aconteceu também com o município de Qingping. Quando Qingping desapareceu, o exército emitiu imediatamente uma ordem aos oficiais e soldados envolvidos nos esforços de resgate que lhes proibia de divulgar essa informação ao mundo externo. O uso de celulares foi controlado rigidamente, eles não podiam ligar para seus familiares, e se alguém vazasse a informação, seria julgado segundo a lei marcial.

As pessoas do município de Qingping – que haviam sido infectadas pelo ateísmo – não examinaram a si mesmas após esse grande desastre e refletiram ainda menos sobre as razões da ira dos céus; simplesmente reconstruíram seus lindos lares com suas próprias mãos, mantendo a crença má de que o homem consegue superar o céu e lutar contra ele! Eram impenitentes.

Com o terremoto, a paisagem em todas as áreas da cidade sofreu uma grande mudança (muitas montanhas tinham desmoronado, se deslocado ou fundido), e a cidade original estava completamente irreconhecível; além disso, as águas que jorravam das montanhas tinham obstruído todas as estradas. Por essas razões, o mais alto escalão do governo local decidiu apagar do mapa a região administrativa do município de Qingping. Mas um líder do comitê provincial do partido, com a intenção de criar outro “projeto de vaidade”, queria construir um novo esquema-piloto socialista rural e se opôs à eliminação da cidade. Assim, sem hesitar, o governo começou a investir fortemente na região e trouxe técnicos especialistas em engenharia de pontes e do Instituto Provincial de Design e Planejamento para investigar, selecionar, planejar e reconstruir o local. Dentro de pouco tempo, um município de Qingping, novinho e completo com todas as instalações de apoio, foi fundado mais uma vez nas montanhas. Incluía escritórios do governo municipal, um hospital, escolas, conjuntos residenciais etc.; tudo foi feito de uma só vez e tudo foi modernizado. Para plantar uma única árvore em sua própria residência particular, um funcionário do governo municipal precisava pagar até 50 mil yuans. E justamente quando todos estavam se sentindo gratos à política do partido e imersos na alegria de terem se mudado para um lugar melhor, em 15 de agosto de 2009, uma chuva torrencial repentina caiu do céu e ficou cada vez mais forte, provocando deslizamentos nas montanhas. Rapidamente, lama e rochas desceram pelas montanhas numa enchente feroz, que avançou diretamente para onde se encontrava o novo munícipio de Qingping. Mais uma vez, num instante, a sede recém-construída do governo municipal foi completamente soterrada por lama e rochas, e mais uma vez a cidade foi acometida por um desastre catastrófico! Outra vez a cidade foi apagada da face da terra!

Isso cumpriu precisamente as palavras de Deus Todo-Poderoso: “Se as pessoas de um país ou de uma nação forem incapazes de receber a salvação e o cuidado de Deus, então tal país ou nação trilhará o caminho para a ruína, para a escuridão, e será aniquilado por Deus.” “Se você é um verdadeiro cristão, então certamente acreditará que a ascensão e a queda de qualquer país ou nação ocorrem de acordo com os projetos divinos. Só Deus conhece o destino de um país ou nação e Deus sozinho controla o curso desta humanidade. Se a humanidade deseja ter um bom destino, se um país deseja ter um bom destino, o homem deve curvar-se diante de Deus em adoração, arrepender-se e confessar, caso contrário o destino e o futuro do homem acabarão inevitavelmente em catástrofe.” “Acreditamos que nenhum país ou poder consegue impedir o que Deus deseja alcançar. Aqueles que obstruem a obra de Deus, que resistem à palavra de Deus, perturbam e prejudicam o plano de Deus acabarão sendo punidos por Deus. Aquele que desafia a obra de Deus será enviado ao inferno; qualquer país que desafie a obra de Deus será destruído; qualquer nação que se erguer em oposição à obra de Deus será varrida desta terra e deixará de existir” (de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Esse grande desastre nos permite conhecer o caráter justo de Deus! Deus encarnou dessa vez para salvar o homem ao máximo e, durante os desastres, será misericordioso para com aqueles que O amam com sinceridade e O invocam; Sua ira cairá sobre aqueles que O desafiam e que não se arrependem! Deus diz: “O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre” (de ‘Você deve preparar boas ações suficientes para seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Em seguida, compartilharemos com todos algumas experiências e testemunhos dos irmãos e irmãs que creem em Deus Todo-Poderoso e são moradores nas regiões atingidas, como Mianzhu e Shifang em Sichuan. Eles contarão como foram salvos por Deus e como escaparam milagrosamente durante o terremoto de 12 de maio, usando fatos para dar testemunho: as palavras de Deus são a verdade eternamente inalterável!

1. No dia 12 de maio, a irmã Xiaojiang, líder da igreja de Yuanmen, estava sozinha na montanha Leigu (uma região duramente atingida) batendo sementes de colza. Quando o terremoto veio, ela sentiu a terra se mexer e a montanha tremer e ficou tonta. Assim que o terremoto começou, ela pensou que estava sofrendo uma insolação. Pouco tempo depois, ela viu que, ao redor dela, as montanhas estavam ruindo, a terra se abria e a montanha estava tremendo tanto que se separava e se juntava novamente. Fissuras de vários metros de largura estavam se abrindo e rochas montanhosas caíam diretamente em sua direção. Foi apenas então que ela soube que era um terremoto, e ficou se desviando das rochas. Ela orou e clamou a Deus constantemente: “Ó Deus! Hoje é o dia em que castigas o grande dragão vermelho. Eu também tenho os venenos do grande dragão vermelho dentro de mim. Normalmente, não cumpro muito bem os meus deveres… Se acalmares Tua fúria neste dia, não importa como me castigares, desejo obedecer a Ti. Mesmo que eu seja engolida pela terra como aqueles 250 líderes, Tua boa vontade estará por trás disso…” Ela permaneceu orando assim em obediência e depois se lembrou do hino das palavras de Deus chamado “A última obra que Deus fará no homem”, e seu coração se acalmou. De imediato, Xiaojiang viu com seus próprios olhos os atos milagrosos de Deus: a montanha em que ela se encontrava desmoronou; bem ao seu lado, metade da montanha se separou como que cortada por uma faca e deslizou, em linha reta, ao seu lado. Mas a metade da montanha em que ela se encontrava não desmoronou e ela não foi ferida. Sua família viu de longe que a montanha em que Xiaojiang estava trabalhando desmoronou, e todos acreditavam que ela estava morta. Não esperavam que ela voltasse sã e salva, e os incrédulos disseram: “Você teve tanta sorte!” A irmã Xiaojiang chorou e chorou enquanto relatava suas experiências na montanha aos seus irmãos e irmãs. Muitas pessoas se comoveram e sentiram que Deus era todo-poderoso e maravilhoso.

2. A casa de um irmão da igreja do distrito de Anxian era um local de reunião. Ele tinha sido um incrédulo e aceitou a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias em outubro de 2007, e ele era um novato na igreja. Após aceitar a obra de Deus, ele foi sincero em sua busca, e desde aquele tempo tem realizado serviços de hospedagem. Durante o terremoto, a maioria dos prédios em sua aldeia ruiu, e aqueles que não caíram se tornaram inseguros, mas sua casa permaneceu ilesa. Seu líder de equipe de produção ficou muito perplexo e lhe perguntou: “Sua casa não caiu. Qual é o segredo por trás disso?” O irmão estava muito feliz, e ele entendeu que isso era o cuidado e a proteção de Deus. Agora, sua fé é ainda maior, e ele deseja continuar a cumprir seus deveres e espalhar o evangelho.

3. Irmão Zhao, de 60 anos de idade, da igreja de Chaping. Em 12 de maio, ele embarcou no ônibus de Chaping para Sangzao. Naquele dia, havia de dez a vinte pessoas no ônibus. Às 14h28min, o ônibus acabara de alcançar um ponto na estrada abaixo de uma montanha alta, quando o terremoto começou. De repente, a terra estremeceu e as montanhas tremeram, e rochas caíram da montanha como gotas de chuva. As rochas obstruíram a estrada à frente e atrás, e o teto do ônibus foi amassado. Dentro do ônibus, tudo era caos e confusão. Todos estavam tentando sair desesperadamente, correndo e invocando o céu e a terra, alguns clamavam aos céus, outros, ao buda… Naquele momento, o irmão Zhao disse: “Vocês estão clamando às coisas erradas. Vocês precisam clamar a Deus Todo-Poderoso!” Mas a única coisa com que as pessoas estavam preocupadas era escapar do ônibus e salvar suas vidas, e ninguém lhe deu qualquer atenção. Após um tempo, todas as pessoas tinham fugido do ônibus, e restava apenas o irmão Zhao, que clamava a Deus Todo-Poderoso. Algumas das pessoas que tinham conseguido sair foram mortas, e outras foram feridas pelas rochas; aquelas que tinham sido feridas tinham certeza de que o irmão Zhao tinha morrido. No fim, assim que o terremoto parou, o irmão Zhao saiu do ônibus sem um único arranhão. Os incrédulos estavam perplexos. Tinham certeza de que o fato de ele ter conseguido sair daquele ambiente sem um arranhão era verdadeiramente um milagre. Quando o interrogaram sobre as razões de sua salvação milagrosa, todos eles começaram a seguir Deus Todo-Poderoso. Vários dias depois, o irmão Zhao e uns dez a vinte incrédulos caminharam até o pé de uma montanha alta. Por causa dos abalos secundários, rochas do topo da montanha continuavam a cair e, visto que a estrada era longa, os outros não ousaram continuar a caminhada. Em meio à confusão e sem que alguém soubesse como proceder, o irmão Zhao exclamou em alta voz: “Façam como eu ordenar. Não invoquem os céus, muito menos invoquem o buda. Todos invoquem Deus Todo-Poderoso!” No fim, o grupo todo seguiu as palavras do irmão Zhao e invocou Deus Todo-Poderoso, e assim eles prosseguiram na estrada sãos e salvos.

4. Irmão Tan, de 37 anos de idade, da igreja de Jiulong. Tanto ele quanto sua esposa creem, mas na época eles não eram muitos sinceros em sua busca. Em 10 de maio, o irmão Tan foi para a fábrica de turbinas Dongfang em Hanwang (uma região duramente atingida), onde ele trabalhava como pintor. Ele estava trabalhando lá havia apenas um dia e meio quando seu gestor de linha lhe disse que seu trabalho não estava à altura e o mandou para casa. O irmão Tan ficou muito irritado e voltou para casa na tarde de 11 de maio. (Depois do terremoto, ele soube que o prédio da fábrica de turbinas Dongfang tinha desabado, matando ou ferindo muitas pessoas.) O terremoto aconteceu no dia 12 de maio. Quando veio, o irmão Tan estava trabalhando num templo local, e um minuto antes de o terremoto chegar, ele ouviu o barulho de um avião no céu e correu para fora para olhar. Assim que saiu do templo, este desmoronou completamente, e as pessoas do lado de dentro foram enterradas pelos escombros – apenas ele saiu ileso. Tendo sobrevivido a esse terremoto, ele sabe que foi Deus quem o salvou e que foi o amor de Deus que veio sobre ele. Em seu coração, ele é muito grato a Deus, e agora é sincero em sua busca. Ele tem um filho que tinha cinco anos e estava na escola naquele dia e se escondeu debaixo das escadas quando o terremoto veio, sofrendo apenas um ferimento leve na testa. A esposa do irmão Tan viu a proteção e o amor de Deus e também começou a buscar a verdade. Agora ela lidera os membros novos da igreja em reuniões.

5. Irmão Wu e irmã Cai (que está com um lado do corpo paralisado), da cidade de Hanwang, um casal de crentes, ambos com mais de 60 anos de idade; na época, tinham aceitado a obra de Deus apenas dois meses antes. Em 12 de maio, quando o terremoto aconteceu, o prédio deles estremeceu tremendamente (moravam no quinto andar) e eles simplesmente não conseguiram ficar de pé. A cama foi virada, e a irmã Cai foi jogada no chão. Visto que ela tinha dificuldade de se movimentar, só lhe restava ficar estendida no chão e chamar por ajuda. Em seguida, o teto cedeu e esmagou a cama, e outro pedaço de piso caiu e foi bloqueado por uma cadeira, deixando um espaço em torno da cabeça da irmã Cai. Ela não foi ferida, e teve uma ideia: “Verei se consigo encontrar uma saída”. Assim, ela avançou rastejando, tirou um tijolo do caminho com sua mão, viu uma luz e começou a chamar. Seu filho mais velho a ouviu e começou a cavar, e três horas mais tarde ela foi resgatada. Quando o terremoto veio, o irmão Wu estava no banheiro. Quando ouviu a irmã Cai pedindo ajuda depois de cair no chão, ele tentou correr até ela, mas foi jogado para trás duas vezes pela porta do banheiro. Foi quando o teto cedeu e uma cesta de bambu caiu do alto. O irmão Wu se sentou embaixo da cesta e ficou preso por 30 horas. Fora de si de tanta ansiedade, Deus lhe deu a fé para esperar calmamente. O filho do irmão Wu estava do lado de fora chamando os soldados para que viessem e salvassem seu pai, mas os soldados viram que era perigoso e não quiseram ajudar. Assim, o filho do irmão Wu continuou implorando pela ajuda deles, e apenas então eles cavaram um buraco e o resgataram. Ele sofreu ferimentos superficiais nas pernas. O filho mais velho do irmão Wu trabalhava na fábrica de turbinas Dongfang (a região duramente atingida) e acabara de trocar de turno com alguém naquele dia. Por isso, ele não foi trabalhar na fábrica e assim escapou do desastre. Seu filho de sete anos de idade estava na escola primária de Dongqi e, depois do terremoto, saiu rastejando por um buraco sem ter sofrido qualquer ferimento. Graças à milagrosa proteção de Deus, todas as três gerações de sua família sobreviveram.

6. Irmão Wei, de 50 anos de idade; tanto ele quanto sua esposa são crentes. O irmão Wei é cego, e seu lar sempre tem sido um local de reunião. Sua casa era bem velha e, em julho de 2007, foi classificada pelo estado como perigosa para seus ocupantes. Foram instruídos a restaurá-la, mas visto que eram uma família pobre, a obra nunca foi feita. Em 12 de maio, irmãos e irmãs estavam reunidos em sua casa. Quando o terremoto aconteceu, todos correram para fora e escaparam ilesos, e a casa também não foi danificada. Os vizinhos não conseguiram entender aquilo e disseram: “Casas e prédios de apartamentos robustos desmoronaram. Por que a casa deles não caiu, já que é tão perigoso viver nela? Isso é muito estranho!”

7. Vários irmãos e irmãs da igreja de Guantan viviam aos pés da montanha. Quando o terremoto veio, as montanhas caíram e a terra se abriu. A montanha em frente a eles desmoronou e suas casas também caíram. Quando isso aconteceu, eles se ajoelharam e oraram a Deus, pedindo também a incrédulos que se ajoelhassem e orassem com eles, e a montanha aos pés da qual eles viviam não desmoronou.

8. Na aldeia de Jiucun, da cidade de Jiulong, vivem duas irmãs idosas, uma de 71 e a outra de 68 anos de idade. Quando o terremoto veio, a irmã Li, de 71 anos, estava tirando sua soneca da tarde em casa. Sua casa desmoronou e as vigas do teto que caíram em sua cama deixaram um vão, mas ela não foi machucada. Depois, seus vizinhos conseguiram retirá-la. A irmã Li, de 68 anos, estava numa montanha usada para mineração, cuidando da casa de alguém. Quando o terremoto aconteceu, ela tinha acabado de sair da casa quando esta desmoronou. As duas irmãs idosas caminharam com incrédulos por dois dias antes de emergirem das montanhas. Ambas estão agora numa busca sincera e estão cumprindo seus deveres.

9. Irmão Yang, com mais de 60 anos de idade. Depois do almoço, em 12 de maio, a esposa e a nora do irmão Yang saíram para bater sementes de colza. A essa hora do dia, o irmão Yang costumava tirar uma soneca. Mas nesse dia, ele de repente teve uma ideia: “Todos saíram, por que, então, deveria ficar aqui sozinho?” Assim, apressou-se para levar seu gado para o pasto. Pouco tempo após sair de casa, o terremoto começou, e o irmão Yang permaneceu são e salvo.

10. Irmã Han, de 39 anos de idade, da igreja de Hanwang. Quando o terremoto aconteceu, a irmã Han estava trabalhando no sétimo andar de uma fábrica. Estava varrendo o chão quando, de repente, o prédio começou a balançar, e ela percebeu que se tratava de um terremoto. Ela largou a vassoura e desceu pelas escadas, clamando a Deus Todo-Poderoso. Uma mulher incrédula descia com ela pelas escadas e morreu de pânico na metade do caminho; a irmã Han permaneceu ilesa.

11. Irmão Tan, de 85 anos de idade, busca a verdade e frequentemente participa de reuniões. Durante o terremoto, sua casa desabou e ele foi soterrado pelos escombros. Depois, foi retirado pelos vizinhos e, com exceção de alguns ferimentos superficiais nas pernas, ele estava ileso.

12. Irmã Li, com mais de 60 anos de idade, da igreja de Hanwang. No dia do terremoto, vários irmãos e irmãs estavam reunidos na casa dela, que ficava no primeiro andar. Quando o prédio começou a balançar, todos eles sabiam que era um terremoto e se ajoelharam na sala para orar a Deus. Depois de um tempo, a casa parou de tremer, e eles correram para fora. Lá fora, viram que apenas o prédio dela e o prédio em frente continuavam de pé, enquanto todos os outros tinham desmoronado. A irmã Li disse: “Tudo isso se deve ao cuidado e à proteção de Deus. Se o prédio em frente tivesse caído, nós teríamos morrido esmagados, pois apenas cinco metros separam os dois prédios”.

13. Uma irmã idosa da cidade de Mianzhu, que acabara de aceitar a obra de Deus dos últimos dias. Na hora do terremoto, ela estava tirando sua soneca da tarde. As paredes dos lares de outras pessoas desmoronaram e a fizeram despertar num susto. Imediatamente, a irmã idosa colocou seu travesseiro sobre a cabeça e correu, gritando: “Deus Todo-Poderoso, dependo exclusivamente de Ti, nada mais me resta. Deus Todo-Poderoso, salva-me!” Assim que conseguiu sair do prédio, as paredes de seu lar desmoronaram, e sua cama foi esmagada.

14. Irmão Wang, de 70 anos de idade, e sua esposa, a irmã Wang, de 68 anos, ambos da igreja da cidade de Dongbei. Normalmente, ambos estariam tirando sua soneca da tarde, mas, na tarde do terremoto, sentiram um medo e uma agitação constantes em seu coração, com a impressão de que alguém do lado de fora estava chamando por eles. Mais tarde, ambos saíram para trabalhar nos campos e felizmente escaparam do desastre – quando voltaram para casa, viram que ela tinha desmoronado completamente.

15. Irmã Su, de 60 anos de idade, da igreja de Qitian. No dia do terremoto, sua casa desmoronou. Quando isso aconteceu, ela não teve tempo de correr para fora e foi soterrada sob os escombros. Mas ela sabia que a vida do homem está nas mãos de Deus, e assim ela ficou clamando a Deus Todo-Poderoso no seu coração. Várias horas depois, ela conseguiu sair das ruínas sem qualquer ferimento.

16. Irmão Liu, líder da igreja de Qitian, de 55 anos, e sua esposa, a irmã Zhou. Normalmente, estariam tirando sua soneca da tarde e só se levantariam depois das três da tarde. Mas em 12 de maio, a irmã Zhou não conseguiu dormir, e ambos se levantaram às 13h50min para ir trabalhar nos campos. Quando o terremoto veio, sua casa desmoronou, mas eles escaparam do desastre.

17. Irmão Zhang, de 70 anos de idade, da igreja de Qitian; ele e sua esposa são crentes. Quando o terremoto aconteceu, ambos correram para fora, mas o portão do pátio estava trancado e eles não conseguiram abri-lo, não lhes deixando escolha senão permanecer no pátio. Por causa do balanço e tremor do chão, não conseguiam ficar de pé, então se agarraram um ao outro e clamaram a Deus Todo-Poderoso sem cessar. A coisa maravilhosa foi que, apesar de sua casa e as paredes ao redor terem desmoronado, as únicas paredes que permaneceram intactas foram aquelas em volta de onde estavam.

18. Irmã Yan, da igreja de Qitian; seu lar era um local de reunião. Em 12 de maio, irmãos e irmãs estavam reunidos em sua casa. Quando o terremoto aconteceu, todos correram para fora, invocando Deus Todo-Poderoso. Das cinco pessoas ali reunidas, nenhuma foi morta nem ferida.

19. Três irmãos com o sobrenome de Yang, da igreja de Yongle, todos eles entre 50 e 60 anos de idade, viviam ao redor de um pátio juntamente com seu irmão mais velho. Os três irmãos acreditavam em Deus Todo-Poderoso, mas o irmão mais velho ainda acreditava na denominação da Três Redenção. No dia do terremoto, as casas dos três irmãos não foram danificadas, e ninguém foi morto nem ferido. Mas a casa de seu irmão mais velho desmoronou, e ele se feriu gravemente.

20. Irmão Xiao, de 59 anos de idade, e sua nora, irmã Luo, de 30 anos, ambos da igreja de Yongle. A família inteira tinha o costume de tirar uma soneca depois do meio-dia. Mas na tarde de 12 de maio, o irmão Xiao não conseguiu dormir e se preparou para aplicar pesticidas nos campos, e a irmã Luo também se preparou para arrancar ervas daninhas nos campos. Eles tinham acabado de chegar nos campos, quando o terremoto começou e sua casa desmoronou. Na época, a neta do irmão Xiao tinha apenas dez anos de idade e estava na escola naquele dia. O prédio da escola desmoronou completamente, e todas as crianças de sua turma foram esmagadas. Apenas quatro sobreviveram. As outras três se feriram gravemente, e apenas ela escapou sã e salva. Foi Deus Todo-Poderoso que protegeu todas as três gerações de sua família.

21. Irmão Xiao, de 62 anos de idade, da igreja de Zundao. Ele e sua esposa são crentes. Quando o terremoto veio em 12 de maio, o irmão Xiao e sua esposa estavam trabalhando ao lado dos muros de sua propriedade quando, de repente, ouviram um grande rugido vindo do sul. Uma fumaça amarela se levantou no ar, mas sua casa estava completamente cercada por um nevoeiro branco. Então, a terra se mexeu, as montanhas estremeceram, e rochas grandes e pequenas começaram a descer pelas montanhas de ambos os lados em direção à casa. Naquele momento, a irmã exclamou: “Deus Todo-Poderoso, salva-me!” O irmão Xiao também estava incrivelmente ansioso e pensou: “Há livros da igreja na casa. Que devo fazer? Se eles forem danificados, como responderei por isso a Deus?” O milagre foi que, enquanto as rochas continuavam a cair, a casa permaneceu completamente ilesa. No dia seguinte, seu filho e a esposa vieram correndo para tirá-los dali, dizendo que era perigoso demais permanecer na casa. Mas o irmão Xiao se recusou a sair. Seu filho chamou outros parentes para que o aconselhassem a sair, mas ele continuou a se recusar. Ele pensou em seu coração: “Vi a maravilha e o poder de Deus com meus próprios olhos. Temo que perderei o contato com a igreja se sair daqui”. No fim, disse ao filho: “Se você me pedir para sair mais uma vez, eu me mato!” E continuou: “Agora que Deus poupou minha casa, isso só pode ser a Sua vontade. Esperarei aqui a chegada dos meus irmãos e irmãs. Se eu for embora, não terei como entrar em contato com meus irmãos e irmãs”. Não havia nada que seu filho pudesse fazer senão dizer: “Então nos informe todos os dias como você está”. E o irmão Xiao respondeu: “Isso eu posso fazer”.

22. Quatro pessoas com uma idade média de 70 anos, com os sobrenomes Xie, Chen e Li etc., da igreja de Zundao. Em 12 de maio, estavam reunidas quando o terremoto aconteceu e sua casa desmoronou, enterrando-os nas ruínas. Não demorou, e duas irmãs saíram dos destroços e, olhando para as ruínas, disseram: “Ah não, eles certamente morreram”. Naquele momento, uma voz vinda dos escombros disse: “Não estamos mortos. Estamos invocando Deus Todo-Poderoso!” As duas irmãs ficaram muito comovidas e se apressaram para retirar os tijolos e cavar um buraco, e elas salvaram os outros dois da ruína. Dos quatro, apenas um irmão sofreu minúsculos ferimentos superficiais no canto do olho, e os outros três saíram ilesos.

23. Uma irmã de 82 anos de idade, da igreja de Zundao; ela costumava almoçar às duas da tarde, mas no dia 12 de maio, visto que ela pretendia visitar a casa da nora, ela almoçou às onze da manhã. Quando chegou na casa da nora, algo a sobreveio, e seu coração se encheu de pânico. Ela sentiu uma necessidade constante de sair da casa e pensou em seu coração: “Talvez eu deva sair um pouco mais cedo e ajudar meu filho a colher a colza”. Pouco tempo após sair da casa e à meia altura da montanha, o terremoto começou. A terra se mexeu, a montanha tremeu, e imediatamente ela se sentou no chão, exclamando: “Deus Todo-Poderoso, salva-me!” A despeito das rochas que despencavam da montanha, ela não sofreu qualquer ferimento. Mas sua nora incrédula morreu esmagada dentro de casa.

24. A irmã Zhang, de 72 anos de idade, da igreja de Chengguan, vivia no quinto andar de seu prédio. Naquele dia, o terremoto veio repentinamente, e ela sabia que não teria tempo para correr para fora, por isso, simplesmente se ajoelhou e orou a Deus Todo-Poderoso, dizendo: “Ó Deus Todo-Poderoso. Tu me deste minha respiração e minha vida, e agora vejo Teu caráter justo!” Depois, a irmã Zhang viu com seus próprios olhos que todos os prédios em sua volta tinham sido reduzidos a escombros e que apenas o prédio em que ela vivia ficou de pé, cambaleante, no espaço vazio. Pouco tempo após sua oração, ela percebeu que o prédio tinha parado de balançar e correu para fora. Assim que conseguiu sair, o prédio inteiro em que ela vivia desmoronou. Inicialmente, a irmã Zhang tinha pensado que seu neto certamente tinha morrido na escola, mais tarde, porém, ela soube que ele não tinha ido para a escola naquele dia e também tinha conseguido escapar da calamidade. Quando foi até a casa deles, a família inteira se abraçou e chorou e agradeceu a Deus Todo-Poderoso por salvá-los.

25. O irmão Zhang era o líder da igreja de Mawei. Às 14h25min de 12 de maio, seu avô incrédulo se irritou quando viu alguns irmãos e irmãs conversando na casa do irmão Zhang. Então, ele entregou seu bisneto ao irmão Zhang e foi se deitar em seu quarto. Quando o terremoto veio, ele foi esmagado e morreu na hora; mas o irmão Zhang, sua esposa e seu filho clamaram a Deus Todo-Poderoso, e todos sobreviveram, sãos e salvos. Naquele momento, as irmãs Bi e Zhou estavam na casa clamando constantemente a Deus Todo-Poderoso e receberam a proteção de Deus. Visto que a casa estava balançando com tanta violência, uma delas caiu e bateu a perna, que ficou inchada, mas quatro dias depois já estava melhor.

26. Irmã Zhang, de 45 anos de idade, da igreja de Fangquan. Em 12 de maio, ela foi soterrada por escombros quando sua casa desabou. Enquanto estava sob os escombros, ela orou a Deus, dizendo: “Ó Deus Todo-Poderoso. Tudo que eu tenho está em Tuas mãos e é orquestrado por Ti!” Seu marido não estava em casa naquele momento. Quando ele voltou e viu que sua casa tinha desmoronado, começou a chamar pela esposa. Ela lhe respondeu de dentro das ruínas, e seu marido escavou os escombros e a retirou; ela estava completamente ilesa.

27. Irmã Xu, de 38 anos de idade, da igreja da cidade de Dongbei. Ela cumpria seu serviço de liderar os novos membros em reuniões. Em 12 de maio, foi chamada para uma reunião, mas não foi, pois pensou: “Hoje transplantarei mudas de arroz, e amanhã preciso ir liderar os novos membros da igreja”. Ela estava dormindo quando o terremoto veio, e o tremor a acordou. Sua primeira reação foi pensar que um terremoto tinha acontecido e que o dia de Deus tinha chegado, por isso, correu e clamou a Deus Todo-Poderoso. Assim que correu para a sala, o quarto atrás dela desmoronou. Na medida em que ela corria, os quartos e paredes atrás dela desmoronavam, e quando passou pelo portão principal, a casa e os muros do pátio caíram. Tudo em sua casa foi destruído, mas ela permaneceu ilesa.

28. Irmã Chen, de 65 anos de idade, líder da igreja da cidade de Dongbei. Em 12 de maio, ela e seu segundo filho estavam almoçando num restaurante. Quando o filho terminou de comer, ele voltou para casa para dormir. Quando o terremoto veio, as duas vigas principais da casa cederam e caíram nos dois lados de sua cama. Cada lado da cama sustentava uma das vigas, impedindo que o resto desabasse do alto. Além do mais, as paredes de dois lados da casa tombaram para fora, como aconteceu também com os muros do pátio, mas seu filho não foi ferido. Mais tarde, o filho da irmã Chen disse: “Mãe, só porque você crê sinceramente em Deus eu fui abençoado e protegido”. Seu filho também tinha uma filha de quatro anos. Na tarde do terremoto, de repente, ela começou a chorar e se recusou a ir para a escola, dizendo que só queria ficar com a sua mamãe. Durante o terremoto, a escola da criança (a escola Wufu) desmoronou, e apenas sua filha não foi ferida. Por causa disso, a nora da irmã Chen também começou a crer em Deus.

29. Irmã Zhao, de 73 anos de idade, da igreja da cidade de Dongbei. Depois das duas da tarde, no dia 12 de maio, a irmã Zhao tinha acabado de almoçar e estava lavando a louça. Restavam-lhe apenas três pratos para lavar, quando, de repente, ela se sentiu muito cansada e só queria dormir. (Ela não tinha o costume de tirar uma soneca às tardes.) Ela pensou: “Preciso sair e dizer ao meu neto que vou me deitar, para que ele saiba onde eu estou”. Aconteceu que, assim que a irmã Zhao saiu da casa, ela desabou.

30. Irmão Zhu, da igreja de Tumen. Em 12 de maio, ele foi para uma reunião. Depois da reunião, voltou para casa e, no momento em que estava abrindo a porta de sua casa, ele se sentiu como se alguém na frente dele o tivesse empurrado para trás com toda força. Ele tropeçou vários passos para trás. Mal acabara de recuar quando a porta desmoronou; logo em seguida, lajes de concreto e sua geladeira desabaram sobre ela (era uma casa de dois andares). Ele sabia que isso era a proteção de Deus, pois, se tivesse entrado na casa, ele teria sido morto ou ferido gravemente. Nenhuma das pessoas que participou da reunião naquele dia foi morta nem ferida.

31. Irmão Wang, da igreja de Tumen. Antes do terremoto, ele foi pegar alguns CDs. Tinha acabado de pegá-los, quando o terremoto destruiu sua casa, enterrando-o dentro dela. Uma irmã o chamou, e ele respondeu: “Estou orando a Deus Todo-Poderoso!” A irmã e outras pessoas escavaram até tirá-lo da casa: ele tinha sofrido apenas ferimentos superficiais nas orelhas e sua mão direita sofreu uma pequena fratura. Pouco mais de um mês depois, ele tinha voltado ao normal.

32. Irmão Gu, de setenta anos de idade, da igreja de Tumen. Ele e sua esposa são crentes. Normalmente almoçavam apenas depois das duas da tarde, após encerrarem seu trabalho. Em 12 de maio, quando terminaram de carregar os sacos de colza, o irmão Gu pediu à esposa que preparasse o almoço um pouco mais cedo. Quando terminaram de almoçar, foram para os campos trabalhar, e quando o terremoto veio, nenhum dos dois foi ferido. Agora, ambos têm uma grande fé e estão cumprindo seus deveres.

33. A irmã Liu vivia no sexto andar de seu prédio na cidade de Mianzhu. Seu lar era um local de encontro e, no dia do terremoto, o prédio onde vivia desmoronou sem feri-la, e os livros que guardava em casa também não foram danificados.

34. Irmã Li, de 46 anos, da igreja de Zundao. Seu lar era usado para guardar livros, pequenos tocadores de CD e CDs para quatro igrejas. A irmã Li costumava tirara uma soneca todas as tardes. Mas na tarde de 12 de maio, ela pensou em seu coração: “Preciso separar os livros que a igreja enviou para as diversas igrejas, para que não demore muito quando as irmãs vierem pegá-los”. Por isso, ela não dormiu naquela tarde, e quando o terremoto veio, ela correu para fora, e sua casa desmoronou. Todas as outras caixas em seu lar foram destruídas, mas a caixa com os livros da igreja permaneceu ilesa. Quando conseguiu tirá-la dos escombros, ela viu que os quatro tocadores de CD, os CDs e os livros não tinham sequer poeira neles e estavam todos em condições perfeitas.

35. Irmã Ye, de 46 anos de idade, da igreja de Xinglong. Quando o terremoto aconteceu, ela correu para fora com a neta nos braços. Após sair, viu sua casa e as paredes do pátio desmoronarem. Mas a coisa maravilhosa foi que o chiqueiro de sua família sempre estivera em condições péssimas, mas, como era lá que ela guardava os livros das palavras de Deus, ela orou continuamente a Deus Todo-Poderoso, pedindo que Ele protegesse os livros, e o chiqueiro não desmoronou.

36. No momento do terremoto, o irmão Li, um líder da igreja, tinha saído para participar de uma reunião e ele não se machucou; apenas sua casa desmoronou. A coisa maravilhosa foi que as paredes do quarto em que ele guardava os livros e tocadores de CD da igreja tombaram para fora, mas tudo que estava dentro do quarto permaneceu completamente ileso.

37. Irmã Liu, de 60 anos de idade, cujo lar era usado para guardar livros da igreja. Depois do terremoto, a maior parte de sua casa tinha desabado, e tudo foi encharcado pela chuva. Apenas as telhas acima do armário com os livros não caíram, e os livros permaneceram totalmente secos.

38. Uma incrédula com o sobrenome de Li, de 40 anos de idade, tinha ouvido o evangelho por intermédio da irmã Wu, mas não o aceitou. Em 12 de maio, Li estava na casa de sua mãe transplantando mudas de arroz. Quando o terremoto veio, sua perna foi esmagada e ficou com um ferimento exposto. Curiosamente, não houve sangramento, e ela se recuperou mais tarde sem ajuda médica. Depois, ela foi procurar a irmã Wu e perguntou se poderia crer em Deus. Depois, compartilhou o evangelho com sua mãe, seu irmão mais novo e a esposa dele, e todos o aceitaram; ela disse que queria crer sinceramente em Deus.

39. Uma irmã com o sobrenome de Yuan, de 40 anos de idade, da igreja de Zundao. Ela não costumava buscar a verdade e trabalhava num restaurante. Quatro pessoas trabalhavam no restaurante, sendo que as outras três eram incrédulos. Yuan tirava uma soneca todas as tardes, mas no dia 12 de maio, os três incrédulos pediram que ela lavasse a louça. Quando Yuan terminou, já eram duas da tarde e não havia tempo para dormir. Yuan acabara de se sentar, quando o terremoto aconteceu. Ela correu para fora, mas os três outros funcionários morreram esmagados.

Acima temos exemplos vivos de pessoas que experimentaram a proteção milagrosa de Deus e sobreviveram em meio a um grande desastre. Mas existem pessoas que abandonaram Deus e O ofenderam após aceitarem Sua obra, e todas essas pessoas perderam o cuidado e a proteção de Deus.

1. Uma mulher com o sobrenome de Deng, de 54 anos, da igreja de Suishui. Antes do terremoto, ela não tinha participado da reunião por duas semanas. Seus irmãos e irmãs a procuraram, e ela disse: “Esperem até eu ganhar bastante dinheiro, então acreditarei sinceramente em Deus”. Em 12 de maio, ela também não saiu para participar da reunião daquele dia. Quando o terremoto veio, ela estava cortando lenha na montanha e morreu esmagada.

2. Uma mulher com o sobrenome de Zhao, de 60 anos de idade, um homem com o sobrenome de Chen, de 60 anos, e sua esposa com o sobrenome de Zhang, de 59 anos, todos da igreja de Chengguan. Por se agarrarem ao mundo, esses três saíram da igreja em abril daquele ano e não desejavam mais crer em Deus Todo-Poderoso. Seus irmãos e irmãs lhes ofereceram apoio muitas vezes, mesmo assim, eles se recusavam a voltar. Quando o terremoto veio, suas casas desmoronaram, e eles morreram esmagados.

3. Uma mulher com o sobrenome de Ren, de 60 anos de idade, da igreja de Chengguan. Após aceitar a nova obra, ela duvidava constantemente e estava sempre incerta. Depois, nunca participou das reuniões porque não estava disposta a deixar para trás as coisas do mundo. Em abril de 2008, ela encontrou um trabalho numa montanha, e em 12 de maio ela morreu esmagada durante o terremoto.

4. Uma mulher com o sobrenome de Ding, da igreja de Zundao. Ela era crente, juntamente com seu marido, mas ela nunca conseguiu se convencer a realmente crer em Deus. Antes do terremoto, ela tinha fraturado uma perna, e disse ao marido: “Ambos cremos em Deus, por que, então, fraturei minha perna?” Seu marido respondeu: “Você não crê realmente em Deus”. Depois disso, ela não só não conheceu a si mesma, mas suas concepções sobre Deus se tornaram mais fortes. Durante o terremoto de 12 de maio, sua casa desmoronou, e ela morreu esmagada, mas seu marido permaneceu ileso. O marido não se queixou da morte da esposa e disse: “O que Deus fez não pode estar errado, pois ela não acreditava em Deus de verdade”.

5. Um homem com o sobrenome de Zhao, de 54 anos de idade, o diácono do evangelho da igreja de Dayan. Ele aceitou a nova obra em dezembro de 2005. Durante seu tempo como diácono do evangelho, ele nunca colheu quaisquer resultados. Sempre que o líder da igreja o pedia para sair e espalhar o evangelho, ele inventava desculpas, dava importância à sua carne e não estava disposto a cooperar. Quando o terremoto veio em 12 de maio, uma rocha caiu de uma montanha e acertou uma motocicleta. Uma mola mecânica da motocicleta se soltou e atingiu Zhao nos olhos, cegando-o. Quando os irmãos e irmãs viram isso, ficaram com medo e não queriam mais dar importância à carne; em vez disso, todos queriam sair e espalhar o evangelho.

6. Uma crente da igreja de Yuanmen, com mais de 50 anos de idade, aceitou a nova obra em 2006, mas era uma crente apenas nominal. Ela nunca buscou a verdade, nunca lia as palavras de Deus e nunca cumpria seus deveres. Seu marido disse a ela: “Nós temos acreditado em Deus por tanto tempo, mas não cumprimos nossos deveres. Que tal doarmos 500 yuans à igreja?” Ela disse: “Doar meu dinheiro que ganhei com tanto suor? Jamais!” Seu marido não lhe deu ouvidos e doou o dinheiro. Quando ela descobriu, repreendeu o marido. O terremoto destruiu sua casa, e um tijolo caiu da parede e a cegou.

7. Um homem com o sobrenome de Jiao, de 60 anos de idade, da igreja de Yuanmen. Ele aceitou a nova obra em 2007, mas era apenas um crente nominal. Ele tinha uma natureza humana má e também desafiava Deus, impedia sua esposa de cumprir seu dever e também esmagou e quebrou seu tocador de CDs. Quando o terremoto veio, sua casa desmoronou, e ele morreu esmagado.

Irmãos e irmãs, que estão atualmente investigando o verdadeiro caminho: confrontados com esses fatos, será que ainda não sabemos como escolher nossa própria senda? “Deus fará prosperar aqueles que O seguem e adoram, assim como trará declínio e extinção sobre aqueles que resistem e O rejeitam” (de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”). Esse é o caráter de Deus!

No final de 2012, o governo do Partido Comunista da China mais uma vez intensificou sua repressão e opressão cruel à Igreja de Deus Todo-Poderoso. Furiosamente, desafiou a obra de Deus Todo-Poderoso, prendendo, em toda parte, irmãos e irmãs que espalhavam o evangelho. Após capturados, eram ameaçados: “Se alguém crer em Deus, seus descendentes de três gerações serão implicados, e eles terão dificuldades de ir para a escola, tornar-se membros do partido, ingressar no serviço militar e conseguir um emprego!” Mesmo assim, nós temos visto que, quando os desastres acontecem, não só os irmãos e irmãs que creem em Deus Todo-Poderoso recebem Sua proteção, mas até mesmo suas famílias (contanto que não resistam, mas respeitem e apoiem a fé dos membros de sua família), e há muitos casos em que três gerações de famílias foram salvas por Deus! Os membros do Partido Comunista da China e os funcionários do governo não conseguem salvar nem a si mesmos durante desastres, quem mais, então, poderiam proteger? Acredito que esses fatos certos e irrefutáveis o levarão a deliberar e ponderar com cuidado, portanto, faça a escolha certa!

Conteúdo Relacionado