Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos da experiência do julgamento de Cristo

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

16. Libertando-se dos grilhões do espírito

Wu Wen Cidade de Zhengzhou, Província de Henan

Eu era uma pessoa fraca com um caráter sensível. Quando não acreditava em Deus, com frequência eu me sentia triste e angustiada pelas coisas que surgiam na vida. Houve muitos desses momentos e sempre senti que a minha vida era difícil; não havia alegria nem felicidade em meu coração para compartilhar. Essa dor era exatamente como algemas que me mantinham amarrado, deixando-me profundamente miserável. Foi apenas após eu acreditar em Deus Todo-Poderoso que eu encontrei a raiz do problema dentro das palavras de Deus e, gradativamente, ganhei liberdade disso.

Eu li isto nas palavras de Deus Todo-Poderoso: “As pessoas se amam demais, toda a sua vida é angustiada e vazia” (de ‘Capítulo 46’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). Naquela época, parecia que eu sabia o motivo da minha tristeza – eu era muito convencida. Frequentemente me sentia angustiada e sofria por causa de algumas poucas palavras desagradáveis ou um olhar de relance de outra pessoa. Eu recebi tratamento e poda, senti-me ferida e triste porque minha dignidade estava ferida e me sentia humilhada. Estava preocupada com o meu futuro caminho na vida… Tudo isso não era porque eu me importava muito com a minha própria reputação, status, vaidade, desejos e destino futuro? Quanto a essas revelações, no passado, eu só pensava que isso acontecia porque havia tantas coisas em meu coração e em minha mente, que os meus pensamentos eram pesados, que a preservação da honra era importante para mim, e que eu era superficial, mas não tinha resolvido o problema da senda da entrada na vida. Poderia ser porque eu era vaidosa demais, vivia em meio ao sofrimento de Satanás, escravizada por ele? Silenciosamente buscou o meu coração. Mais tarde, quando estava folheando as palavras de Deus em “Fuja da influência das trevas e você será ganho por Deus”, li estas palavras de Deus: “Homens que não foram libertados, que são sempre controlados por certas coisas e incapazes de entregar seus corações a Deus, são homens que estão sob a escravidão de Satanás e que estão vivendo sob uma aura de morte.” E pensei: não é exatamente essa a minha condição? Fiquei ainda mais certa disso. Em seguida, li mais das palavras de Deus: “Para escapar da influência das trevas, você deve primeiro ser leal a Deus e ter o anseio de buscar a verdade – somente então você terá um estado correto. Viver no estado correto é a condição prévia para escapar da influência das trevas. Não ter o estado correto significa que você não é leal a Deus e que não tem o anseio de buscar a verdade. Então, fugir da influência das trevas está fora de questão. A fuga do homem da influência das trevas é baseada em Minhas palavras e, se o homem não puder praticar de acordo com as Minhas palavras, ele não escapará da escravidão da influência das trevas. Viver no estado correto é viver sob a orientação das palavras de Deus, viver no estado de lealdade a Deus, viver no estado de busca da verdade, viver na realidade de despendimento sincero a Deus, viver no estado de amar a Deus genuinamente. Aqueles que vivem nesses estados e dentro dessa realidade se transformarão gradualmente à medida que penetrarem mais profundamente na verdade e se transformarão com o aprofundamento da obra, até que finalmente serão certamente ganhos por Deus e amarão genuinamente a Deus” (de “A Palavra manifesta em carne”). Lendo isso, senti o meu coração se iluminar. Quando as pessoas amam a si mesmas, elas não podem ter um relacionamento adequado com Deus, e o coração delas não pode ser tão grande assim para buscar a verdade. No final, por causa da sua presunção, elas se arruinarão vivendo sob a dominação de Satanás. A iluminação das palavras de Deus me permitiu ver o meu próprio estado perigoso e que há uma senda para livrar-se da influência das trevas, tendo um coração que busca a verdade, confiando verdadeiramente e olhando para Deus quando confrontada com questões, lendo as palavras de Deus, buscando os princípios da prática nas palavras de Deus e sempre sendo leal a Deus. Ao obter a obra do Espírito Santo, a corrupção dentro da humanidade pode passar por uma transformação ao lado de sua entrada na verdade. Esse é o caminho da obra do Espírito Santo. Mas eu tinha ignorado esse aspecto, tentando lidar apenas passivamente com a minha corrupção por conta própria, não confiando proativamente na obra do Espírito Santo para mudar a mim mesma. Não me admira que eu só alcançasse uma contenção temporária dos meus sofrimentos, pois eu não tinha resolvido essa condição da raiz. Assim como está escrito nas palavras de Deus: “Portanto, quanto mais as pessoas estiverem na presença de Deus, mais facilmente serão aperfeiçoadas por Deus. Essa é a senda pela qual o Espírito Santo faz a Sua obra. Se você não entender isso, será impossível entrar na trilha certa, e ser aperfeiçoado por Deus estará fora de questão. […] você terá apenas seu próprio trabalho árduo e nada da obra de Deus. Isso não é um erro em sua experiência?” (de ‘Sobre experiência’ em “A Palavra manifesta em carne”). Depois de entender isso, eu me coloquei nesse caminho de maneira ainda mais consciente, renunciando a mim mesma, não prestando atenção aos meus sentimentos e pensamentos; em vez disso, coloquei o meu coração na busca da verdade, cumprindo com devoção o meu dever, para exercitar o ato de pensar mais sobre as palavras de Deus, para confiar nas palavras de Deus em minhas ações, para me permitir viver na condição certa. Embora tenha havido momentos em minha prática específica em que não agi de modo completamente correto, senti a libertação e a liberdade de viver na luz e desfrutei a obra do Espírito Santo. Não só pude ver minha própria corrupção e deficiências, mas tive a determinação de desejar mudar logo e a motivação para praticar a verdade. A minha perspectiva também mudou: não sou mais uma pessoa sombria, deprimida e sem vida, mas há vitalidade e vigor em meu coração. Eu também me tornei mais alegre e me sinto muito feliz por estar vivendo na igreja!

É claro que esse aspecto da corrupção em mim é profundo demais e não é possível descartar totalmente a influência de Satanás só de colocar essas coisas em prática algumas vezes. No entanto, Deus me permitiu saborear a doçura de “jogar fora a influência das trevas, vivendo na luz”, o que me deu motivação e esperança em minha busca. Acredito que, enquanto eu continuar perseverando em cooperar com Deus e trilhar a senda que Deus apontou, buscar a verdade em todas as coisas e viver de acordo com as palavras de Deus, eu me libertarei dos grilhões do espírito, jogarei fora a influência das trevas, e serei ganha por Deus.

Anterior:O fruto amargo da arrogância

Próximo:Quem conhece o coração maternal de Deus?