Categorias

Palavras Diárias de Deus
Palavras Diárias de Deus
Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)
Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos Últimos Dias (Seleções)
Palavras Clássicas de Deus (Trechos)
Palavras Clássicas de Deus (Trechos)

Quando Deus Se torna carne e passa a viver entre a humanidade, que sofrimento Ele experimenta na carne? Será que alguém realmente entende? Alguns dizem que Deus sofre muito, e embora Ele seja o Próprio Deus, as pessoas não compreendem a Sua essência e sempre O tratam como uma pessoa, o que faz com que Ele Se sinta ofendido e injustiçado — elas dizem que o sofrimento de Deus é verdadeiramente grande. Outros dizem que Deus é inocente e sem pecado, mas sofre o mesmo que a humanidade e sofre perseguição, difamação e indignidades juntamente com a humanidade; dizem que Ele também suporta os mal-entendidos e a desobediência dos Seus seguidores — o sofrimento de Deus não pode ser medido. Parece que vocês não compreendem verdadeiramente a Deus. De fato, esse sofrimento de que vocês falam não conta como verdadeiro sofrimento para Deus, porque existe um sofrimento maior que esse. Assim, qual é o verdadeiro sofrimento para o Próprio Deus? O que é o verdadeiro sofrimento para a carne encarnada de Deus? Para Deus, o fato de que a humanidade não O compreende não conta como sofrimento, e o fato de que as pessoas compreendam mal a Deus e não O vejam como Deus não contam como sofrimento. No entanto, as pessoas costumam achar que Deus deve ter sofrido uma grande injustiça, que o tempo em que Deus viveu na carne Ele não pode mostrar Sua pessoa à humanidade e permitir que ela visse a Sua grandeza e Deus estava Se escondendo humildemente em uma carne insignificante, portanto isso deve ter sido um tormento para Ele. As pessoas levam a sério o que elas conseguem compreender e o que elas conseguem ver do sofrimento de Deus, e impõem todo tipo de simpatia a Deus e muitas vezes até lhe oferecem um pequeno elogio por isso. Na realidade, há uma diferença, há uma distância entre o que as pessoas compreendem do sofrimento de Deus e o que Ele realmente sente. Estou dizendo a verdade a vocês — para Deus, quer seja o Espírito de Deus ou a carne encarnada de Deus, esse sofrimento não é um sofrimento verdadeiro. Então o que é que Deus realmente sofre? Vamos falar sobre o sofrimento de Deus apenas da perspectiva de Deus encarnado.

Quando Deus Se torna carne, tornando-Se uma pessoa comum e normal, vivendo entre a humanidade, lado a lado com as pessoas, Ele não pode ver e sentir os métodos, as leis e as filosofias de vida das pessoas? Como esses métodos e leis para viver O fazem sentir? Ele sente abominação em Seu coração? Por que Ele sentiria abominação? Quais são os métodos e leis da humanidade para viver? Em que princípios eles estão enraizados? Em que eles se baseiam? Os métodos, leis etc. da humanidade para viver — tudo isso é criado com base na lógica, nos conhecimentos e na filosofia de Satanás. Os humanos que vivem sob esses tipos de leis não têm humanidade, nem verdade — todos eles desafiam a verdade e são hostis a Deus. Se examinarmos a essência de Deus, vemos que Sua essência é exatamente o oposto da lógica, do conhecimento e da filosofia de Satanás. Sua essência é plena de retidão, verdade e santidade e outras realidades de todas as coisas positivas. Deus, possuindo essa essência e vivendo entre uma humanidade assim — o que Ele sente em Seu coração? Não está cheio de dor? O Seu coração sente dor, e essa dor é algo que ninguém pode compreender ou perceber. Porque tudo que Ele enfrenta, encontra, ouve, vê e experimenta é a corrupção e o mal da humanidade e a rebelião contra a verdade e resistência a ela. Tudo o que vem dos humanos é a fonte do Seu sofrimento. Isto é, porque a Sua essência não é a mesma que a dos humanos corruptos, a corrupção dos humanos se torna a fonte do Seu maior sofrimento. Quando Deus Se torna carne, Ele é capaz de encontrar alguém que compartilhe uma linguagem em comum com Ele? Isso não pode ser encontrado entre a humanidade. Não se pode encontrar ninguém capaz de se comunicar, de ter esse intercâmbio com Deus — que tipo de sentimento você diria que Deus tem? As coisas que as pessoas discutem, que elas amam, que elas buscam e desejam, tudo têm a ver com o pecado, com tendências malignas. Quando Deus enfrenta tudo isso, não é como uma faca no Seu coração? Diante dessas coisas, poderia Ele ter alegria em Seu coração? Poderia Ele encontrar consolo? Os que estão convivendo com Ele são humanos cheios de rebeldia e maldade — como poderia Seu coração não sofrer? Quão grande é realmente esse sofrimento, e quem se importa com isso? Quem dá atenção? E quem poderia apreciá-lo? As pessoas não têm como entender o coração de Deus. O Seu sofrimento é algo que as pessoas são especialmente incapazes de apreciar, e a frieza e insensibilidade da humanidade tornam o sofrimento de Deus ainda mais profundo.

Há algumas pessoas que muitas vezes simpatizam com a situação ruim de Cristo porque há um versículo na Bíblia que diz: “As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça”. Quando as pessoas ouvem isso, levam isso a sério e acreditam que esse é o maior sofrimento que Deus suporta e o maior sofrimento que Cristo suporta. Agora, vendo isso da perspectiva dos fatos, será mesmo esse o caso? Deus não acredita que essas dificuldades sejam sofrimento. Ele nunca clamou contra a injustiça pelas dificuldades da carne, e nunca fez os humanos retribuírem ou recompensá-Lo com nada. No entanto, quando Ele testemunha tudo que há na humanidade, a vida corrupta e o mal dos humanos corruptos, quando Ele testemunha que a humanidade está nas garras de Satanás e aprisionada por Satanás e não pode escapar, que as pessoas que vivem em pecado não sabem o que é a verdade — Ele não pode suportar todos esses pecados. Sua abominação aos humanos aumenta a cada dia, mas Ele tem que suportar tudo isso. Esse é o grande sofrimento de Deus. Deus não pode expressar plenamente nem mesmo a voz do Seu coração nem as Suas emoções entre Seus seguidores, e nenhum dos Seus seguidores pode compreender verdadeiramente o Seu sofrimento. Ninguém sequer tenta entender ou consolar o Seu coração — Seu coração suporta esse sofrimento dia após dia, ano após ano, vezes e mais vezes. O que vocês veem em tudo isso? Deus não exige nada dos humanos em troca daquilo que Ele deu, mas por causa da essência de Deus, Ele não pode tolerar, em absoluto, o mal, a corrupção e o pecado da humanidade, mas sente extrema abominação e ódio, o que faz o coração de Deus e a Sua carne suportarem um sofrimento sem fim. Vocês puderam ver tudo isso? O mais provável é que nenhum de vocês pôde ver isso, pois nenhum de vocês consegue entender verdadeiramente a Deus. Com o tempo, vocês mesmos poderão experimentar isso, gradualmente.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

0Busca por x resultados

Leituras