135. Os princípios de tratar pessoas com caracteres arrogantes diversos

(1) Na medida em que acreditam genuinamente em Deus, as pessoas arrogantes que não são malignas, apesar de seu caráter arrogante, devem ser ajudadas com amor. Elas devem ser levadas a embarcar na trilha certa de acreditar em Deus;

(2) Aquelas que são arrogantes por caráter, mas podem aceitar a verdade, e nas quais predomina o bom calibre e que têm talento, devem ser promovidas e cultivadas. Elas absolutamente não devem ser excluídas;

(3) Maníacos que figuram entre os anticristos, que são arrogantes ao extremo, que não têm o menor bom senso e que são resolutos em suas ambições e variados em seus malfeitos, devem ser expulsos;

(4) Pessoas errôneas em sua arrogância, que são absurdas ao extremo e que insistem inflexivelmente em falácias, que se opõem à verdade e não se submetem a ninguém, devem ser expurgadas ou expulsas.

Palavras de Deus relevantes:

A arrogância é a raiz do caráter corrupto do homem. Quanto mais arrogantes, mais sujeitas as pessoas ficam a resistir a Deus. O quanto esse problema é sério? As pessoas com caráter arrogante não só consideram todas as outras inferiores a elas, como também, o pior de tudo, são até condescendentes para com Deus. Embora algumas pessoas, externamente, pareçam acreditar em Deus e segui-Lo, elas não O tratam como Deus de modo algum. Sempre sentem que possuem a verdade e pensam que elas são tudo no mundo. Essa é a essência e a raiz do caráter arrogante, e ele vem de Satanás. Portanto, o problema da arrogância precisa ser resolvido. Sentir que um é melhor que os outros — esse é um caso trivial. A questão crítica é que o caráter arrogante de uma pessoa a impede de se submeter a Deus, Seu governo e Seus arranjos; tal pessoa se sente sempre inclinada a competir com Deus pelo poder sobre os outros. Esse tipo de pessoa não reverencia a Deus nem um pouco, sem falar de amar a Deus ou submeter-se a Ele. Pessoas que são arrogantes e convencidas, sobretudo aquelas que são tão arrogantes que perderam o senso, não podem se submeter a Deus em sua crença Nele, nem exaltar e dar testemunho por si mesmas. Tais pessoas resistem o máximo a Deus. Se desejam chegar aonde reverenciam a Deus, então primeiro as pessoas precisam resolver seu caráter arrogante. Quanto mais completamente resolver seu caráter arrogante, mais reverência você terá por Deus, e só então poderá se submeter a Ele e ser capaz de obter a verdade e conhecê-Lo.

Extraído da comunhão de Deus

Desde que a humanidade foi corrompida por Satanás, sua natureza começou a mudar e ela foi gradualmente perdendo o senso de razão possuído por pessoas normais. As pessoas não agem mais como seres humanos na posição de homem; ao contrário, desejam deixar para trás o status de homem e anseiam por algo mais elevado e grandioso. E o que é esse algo mais elevado? Elas desejam superar Deus, superar os céus e superar tudo o mais. Qual é a raiz da razão pela qual as pessoas ficaram assim? No fim das contas, a natureza do homem é arrogante demais. “Arrogante” é um termo pejorativo, e ninguém quer ser rotulado com esse termo. Na verdade, porém, todos são arrogantes, e todos os humanos corruptos têm essa essência. Algumas pessoas dizem: “Não sou nem um pouco arrogante. Nunca quis ser o arcanjo, nem nunca quis ultrapassar Deus ou todos os outros. Sempre quis ser uma pessoa especialmente bem-comportada e responsável”. Não necessariamente; essas palavras são incorretas. Quando ficam arrogantes em natureza e essência, as pessoas se tornam capazes de fazer coisas que desobedecem e resistem a Deus, coisas que não atentam às Suas palavras, coisas que geram noções sobre Ele, coisas que se rebelam contra Ele e coisas que exaltam a si mesmas e dão testemunho de si mesmas. Você diz que não é arrogante, mas suponha que tenha recebido um número de igrejas e que lhe foi permitido liderá-las; suponha que Eu não tenha lidado com você e que ninguém da família de Deus tenha podado você: depois de liderá-las por um tempo, você as deixaria a seus pés e as faria submeter-se a você. E por que você faria isso? Isso seria determinado por sua natureza; não seria nada além de uma revelação natural. Você não precisa fazer um grande esforço para aprender isso, nem precisa pedir aos outros que o ensinem. Não precisa fazer nada disso deliberadamente; esse tipo de situação lhe acontece de forma natural: você faz com que as pessoas se submetam a você, que o adorem, o exaltem, o testifiquem e o ouçam em todas as coisas, e não lhes permite ultrapassar sua jurisdição. Sob sua liderança, essas situações ocorrem naturalmente. E como essas situações acontecem? Elas são determinadas pela natureza arrogante do homem. A manifestação da arrogância é rebeldia e resistência a Deus. Quando são arrogantes, autoimportantes e hipócritas, as pessoas tendem a estabelecer seus reinos próprios e independentes e a fazer coisas ao bel-prazer. Também trazem os outros para suas mãos, atraem-nos para seus braços. Quando as pessoas são capazes de fazer essas coisas, isso significa que a essência de sua arrogância tornou-se como a do arcanjo. Quando sua arrogância e sua autoimportância alcançam certo nível, isso então determina que elas são o arcanjo e vão pôr Deus de lado. Se você possuir tal caráter arrogante, Deus não terá lugar em seu coração.

Extraído de ‘Uma natureza arrogante é a raiz da resistência do homem a Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Sua natureza orgulhosa e arrogante os leva a trair a própria consciência, a se rebelar contra Cristo e a resistir a Ele, e a revelar sua feiura, assim expondo à luz suas intenções, noções, desejos excessivos e olhos cheios de cobiça. E, no entanto, vocês continuam a tagarelar sobre sua vida toda de paixão pela obra de Cristo e repetem vez após outra as verdades que foram faladas por Cristo há muito tempo. Essa é a sua “fé” — sua “fé sem impureza”. Eu sempre medi o homem com um padrão muito rigoroso. Se sua lealdade vem com intenções e condições, então Eu prefiro não ter nada da sua suposta lealdade, porque abomino aqueles que Me enganam por meio de suas intenções e Me extorquem com condições. Eu só desejo que o homem seja absolutamente leal a Mim e que faça todas as coisas pelo bem de — e para provar — uma palavra: fé. Eu desprezo o uso que vocês fazem de lisonjas para tentar Me fazer regozijar, pois sempre os tratei com sinceridade, e por isso desejo que vocês também ajam para Comigo com uma fé verdadeira. No que tange à fé, muitos podem pensar que seguem Deus porque têm fé, e não suportariam tal sofrimento se não a tivessem. Então Eu lhe pergunto o seguinte: se você acredita na existência de Deus, por que não O reverencia? Se você acredita na existência de Deus, por que não tem nem um pouco de medo de Deus em seu coração? Você aceita que Cristo é a encarnação de Deus, então por que tem tanto desprezo por Ele? Por que age de maneira tão irreverente para com Ele? Por que O julga abertamente? Por que sempre espia Seus movimentos? Por que não se submete a Seus arranjos? Por que não age de acordo com Sua palavra? Por que tenta extorquir e roubar Suas oferendas? Por que fala no lugar de Cristo? Por que julga se Sua obra e Sua palavra são corretas? Por que ousa blasfemar contra Ele pelas costas? São essas e outras coisas que constituem a sua fé?

Extraído de ‘Você é um verdadeiro crente em Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Já que você acredita em Deus, então deve pôr fé em todas as palavras de Deus e em toda a Sua obra. Ou seja, já que você acredita em Deus, você precisa obedecer-Lhe. Se você não conseguir fazer isso, então não faz diferença se você acredita em Deus. Se você acredita em Deus há muitos anos e, no entanto, nunca Lhe obedeceu nem aceitou todas as Suas palavras, mas, em vez disso, pediu a Deus que Se submetesse a você e agisse de acordo com as suas noções, então você é a mais rebelde das pessoas e é um incrédulo. Como alguém assim conseguirá obedecer à obra e às palavras de Deus que não estão em conformidade com as noções do homem? A pessoa mais rebelde é aquela que intencionalmente desafia Deus e resiste a Ele. É inimiga de Deus e é o anticristo. Tal pessoa tem constantemente uma atitude hostil em relação à nova obra de Deus, nunca demonstrou a menor intenção de se submeter, e nunca se submeteu ou humilhou a si mesma. Ela se exalta diante dos outros e nunca se submete a ninguém. Diante de Deus, ela se considera a mais proficiente em pregar a palavra e a mais hábil em trabalhar com os outros. Não descarta os “tesouros” já em sua posse, mas trata-os como heranças familiares para adoração, para pregar aos outros, e os utiliza para ensinar a esses tolos que a idolatram. Há, de fato, certo número de pessoas assim na igreja. Pode-se dizer que são “heróis indomáveis”, que permanecem na casa de Deus, geração após geração. Elas tomam a pregação da palavra (doutrina) como seu dever mais elevado. Ano após ano, geração após geração, vão vigorosamente impondo seu dever “sagrado e inviolável”. Ninguém ousa tocá-los, e nenhuma pessoa se atreve a reprová-los abertamente. Elas se tornam “reis” na casa de Deus, correndo desenfreadas enquanto tiranizam os outros, de geração em geração. Esse bando de demônios procura unir esforços e demolir a Minha obra; como posso permitir que esses demônios vivos existam diante de Meus olhos? Até aqueles com apenas meia obediência não conseguem caminhar até o fim, quanto menos esses tiranos sem a menor obediência no coração! A obra de Deus não é facilmente ganha pelo homem. Mesmo que use todas as suas forças, o homem ganhará apenas uma mera porção e atingirá a perfeição no final. O que dizer então dos filhos do arcanjo que procuram destruir a obra de Deus? Eles não têm ainda menos esperança de serem ganhos por Deus?

Extraído de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Muitas pessoas não se opõem a Deus e obstruem a obra do Espírito Santo porque não conhecem a variada e diversificada obra de Deus, e, além disso, porque possuem apenas uma pequena quantidade de conhecimento e doutrina para medir a obra do Espírito Santo? Embora as experiências de tais pessoas sejam superficiais, elas são arrogantes e indulgentes por natureza, e consideram a obra do Espírito Santo com desprezo, ignoram as disciplinas do Espírito Santo e, além disso, usam seus antigos argumentos triviais para confirmar a obra do Espírito Santo. Elas também encenam um ato, e estão totalmente convencidas de sua própria aprendizagem e erudição, e que são capazes de viajar pelo mundo. Não são essas as pessoas desprezadas e rejeitadas pelo Espírito Santo, não serão elas eliminadas pela nova era? Não são aquelas pessoas pequenas que, ignorantes e mal informadas, vêm diante de Deus e se opõem abertamente a Ele, e estão apenas tentando mostrar como são brilhantes? Com um conhecimento escasso da Bíblia, elas tentam atravessar para a “academia” do mundo; com uma doutrina superficial para ensinar as pessoas, elas tentam reverter a obra do Espírito Santo e tentam fazê-la girar em torno do próprio processo de pensamento. Míopes como são, tentam contemplar de relance seis mil anos da obra de Deus. Essas pessoas não têm nenhuma razão digna de se mencionar! De fato, quanto maior o conhecimento das pessoas sobre Deus, mais lentas elas são para julgar Sua obra. Além disso, elas só falam um pouco de seu conhecimento da obra de Deus hoje, e não são precipitadas em seus julgamentos. Quanto menos as pessoas sabem de Deus, mais arrogantes e presunçosas elas são, e mais arbitrariamente proclamam o ser de Deus; no entanto, elas só falam de teoria e não oferecem nenhuma evidência real. Essas pessoas não têm valor algum. Aqueles que veem a obra do Espírito Santo como uma brincadeira são frívolos! Aqueles que não são cautelosos quando encontram a nova obra do Espírito Santo, que são grosseiras, rápidas para julgar, que dão rédea livre ao seu instinto natural de negar a retidão da obra do Espírito Santo e que também a insultam e blasfemam contra ela — essas pessoas desrespeitosas não são ignorantes quanto à obra do Espírito Santo? Não são, além disso, de grande arrogância, inerentemente orgulhosas e ingovernáveis? Mesmo que chegue o dia em que essas pessoas aceitem a nova obra do Espírito Santo, ainda assim Deus não as tolerará. Não apenas elas desprezam aqueles que trabalham por Deus, mas também blasfemam contra o Próprio Deus. Essas pessoas imprudentes não serão perdoadas, seja nesta era ou na era vindoura, e perecerão para sempre no inferno! Essas pessoas desrespeitosas e indulgentes estão fingindo acreditar em Deus e, quanto mais são assim, mais provável é que ofendam os decretos administrativos de Deus. Não é que todos esses arrogantes, inatamente desenfreados e que nunca obedeceram a ninguém andam por essa senda? Eles não se opõem a Deus dia após dia, Aquele que é sempre novo e nunca é velho?

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Saibam que vocês se opõem à obra de Deus ou usam suas próprias noções para medir a obra de hoje porque não conhecem os princípios da obra de Deus e porque não levam a obra do Espírito Santo suficientemente a sério. Sua oposição a Deus e a obstrução da obra do Espírito Santo são causadas por suas noções e por sua arrogância inerente. Não é porque a obra de Deus está errada, mas porque vocês são naturalmente muito desobedientes. Depois de encontrarem sua crença em Deus, algumas pessoas nem conseguem dizer com certeza de onde o homem veio, mas ousam fazer pronunciamentos públicos avaliando os erros e os acertos da obra do Espírito Santo. E eles até ensinam os apóstolos que têm a nova obra do Espírito Santo, fazendo comentários e falando fora de hora; sua humanidade é muito baixa, e não há o menor sentido neles. Não chegará o dia em que tais pessoas serão rejeitadas pela obra do Espírito Santo e queimadas pelo fogo do inferno? Elas não conhecem a obra de Deus, em vez disso, a criticam, e também tentam instruir Deus como operar. Como pessoas tão irracionais podem conhecer Deus? O homem conhece Deus durante o processo de buscá-Lo e experimentá-Lo; não é criticando Deus por impulso que ele passa a conhecê-Lo por meio da iluminação do Espírito Santo. Quanto mais preciso o conhecimento das pessoas sobre Deus se torna, menos elas se opõem a Ele. Em contrapartida, quanto menos as pessoas conhecem Deus, maior a probabilidade de se oporem a Ele. Suas noções, sua antiga natureza e sua humanidade, caráter e perspectiva moral são o “capital” com o qual você resiste a Deus e, quanto mais corrupto, degradado e vil você se torna, mais inimigo de Deus você é. Aqueles que têm noções fortes e um caráter hipócrita são ainda mais inimigos de Deus encarnado; tais pessoas são os anticristos.

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Todas as pessoas que buscam a verdade são definitivamente aquelas que realmente creem em Deus e amam a verdade. Embora a humanidade corrompida tenha o caráter de Satanás e seja arrogante, presunçosa, autoimportante, hipócrita e desobediente, contanto que as pessoas sejam capazes de obedecer ao juízo e castigo de Deus e de aceitar e praticar a verdade, então elas poderão definitivamente buscar a verdade. Algumas dessas pessoas são de bom calibre e algumas de baixo calibre, mas todas podem cumprir seu próprio dever e estar dispostas a se adequarem às intenções de Deus ao fazê-lo. Dentre essas pessoas que estão buscando a verdade, há dois tipos principais: um tipo é aquele que é melhor com relação à humanidade, mas mais lento para entender a verdade e de calibre inferior. Apesar de ouvir e obedecer mais, não são competentes e não são capazes de fazer grandes coisas, e o resultado deles ao cumprir seu dever é um tanto pobre. O outro tipo é de melhor calibre, mas mais arrogante e hipócrita, e geralmente não obedece aos outros. Se o que as pessoas dizem não está completamente de acordo com a verdade e o que fazem não é muito melhor que a média, então elas não estão convencidas. Embora esse tipo de pessoa seja extremamente arrogante e hipócrita, ela entende a verdade mais rapidamente e os resultados do dever delas são bons porque ela é de bom calibre. Desses dois tipos de pessoas, qual é mais facilmente aperfeiçoado? Qual pode ser adequado para o uso de Deus depois de ser aperfeiçoado? Embora todos aqueles em busca da verdade sejam capazes de alcançar a salvação, o valor de ser aperfeiçoado difere com relação a pessoas com diferentes calibres. O povo escolhido de Deus deve perceber isso. De fato, o caráter arrogante está arraigado à natureza corrompida da humanidade. Há vários tipos de circunstâncias de arrogância: algumas pessoas são capazes de amar e buscar a verdade, apesar de serem muito arrogantes e poderem aceitar e obedecer à verdade, desde que reconheçam que é a verdade, mas se não estiverem de acordo com a verdade, se recusarão a obedecer a ela. Esse tipo de arrogância é bastante racional, tem um ponto principal e é a arrogância mais normal. Há também um tipo de arrogância que não tem razão nem resultado. Tais pessoas são extremamente arrogantes, loucas e não obedecem a ninguém e, não importa quão de acordo com a verdade as pessoas falem, elas não irão aceitá-las e obedecê-las. e poderão até se opor a elas até o fim. Elas realmente odeiam as pessoas que têm a verdade e odeiam as pessoas que lidam com elas com base na verdade. Esse tipo de arrogância é Satanás, o caráter do diabo. Como o grande dragão vermelho, elas sabem que Deus é a verdade, mas não obedecem até querem estar em pé de igualdade com Deus. Todos esses anticristos são esse tipo de demônios satânicos que são tão arrogantes e que não têm razão. Todos esses demônios são sem esperança. Há outro tipo de gente arrogante que também não obedece a ninguém e é extremamente absurdo. Eles são absurdos e também desobedientes. Eles sempre falam de razões absurdas e se opõem à verdade. Não importa quão claramente os outros comuniquem a verdade e listem os fatos, eles ainda são desobedientes e podem discutir e dizer suas razões absurdas e insignificantes. Esse tipo de caráter arrogante tem a natureza de espíritos malignos. Esse tipo de pessoa é ainda mais Satanás, o tipo do diabo. Eles são ambos anticristos e espíritos malignos, e são ainda mais inimigos, os inimigos mais perigosos. Há três tipos principais de condições de arrogância e presunção e três tipos de pessoas. A arrogância selvagem que tem razão é bastante comum e normal. Toda a humanidade corrompida tem um caráter descontroladamente arrogante. Isso é um fato. Aqueles de muito bom calibre, com algum talento, são definitivamente todos extremamente arrogantes e hipócritas; são cem por cento selvagemente arrogantes. É preciso ser capaz de distingui-los e tratá-los com cautela. Não importa o quão arrogantes e hipócritas sejam as pessoas, contanto que tenham bom coração, tenham uma consciência e uma razão, que não prejudiquem nem enganem os outros e sejam capazes de aceitar a verdade, então elas são boas pessoas. Não importa quão arrogantes e hipócritas sejam as pessoas, contanto que sejam de bom calibre e inteligentes e sejam capazes de buscar a verdade, então elas são plenamente capazes de serem salvas e aperfeiçoadas, porque as pessoas que Deus aperfeiçoa devem possuir certo tipo de calibre. Se o calibre de uma pessoa for muito pobre, ela não conseguirá entender a verdade e não poderá ser aperfeiçoada. Para poder ser aperfeiçoada, as qualidades intrínsecas devem, pelo menos, ser de um nível em que se possa compreender a verdade. Isso porque, quando se trata de Deus aperfeiçoar as pessoas, o principal é que Ele as aperfeiçoa para que entendam a verdade e O conheçam. A arrogância selvagem e a hipocrisia das pessoas são facilmente resolvidas. Enquanto as pessoas realmente entenderem a verdade e conhecerem a essência de sua própria natureza, elas poderão resolvê-la. Deus resolve a arrogância das pessoas com muita facilidade. Ao disciplinar as pessoas algumas vezes, envergonhá-las e fazê-las falhar algumas vezes, elas mudarão naturalmente. Mas se suas qualidades intrínsecas forem muito pobres ou extremamente absurdas, então não é possível resolver isso. Então, é preciso diferenciar a arrogância selvagem das pessoas e tratar com isso corretamente. Pode-se dizer que as pessoas que realmente amam a verdade e que têm vontade de buscar a perfeição, têm um caráter selvagemente arrogante e hipócrita. Enquanto forem capazes de aceitar a verdade, a poda e o tratamento e forem capazes de obedecer a verdade de forma absoluta, não importa quais sejam as circunstâncias, então esse tipo de pessoa poderá ganhar a salvação e ser aperfeiçoado. De fato, não há pessoas que não sejam selvagemente arrogantes, que sejam verdadeiramente de bom calibre e que realmente tenham vontade. Isso é um fato. O povo escolhido de Deus deve ser capaz de diferenciar isso. Ele não deve estabelecer que alguém não seja uma boa pessoa e não pode ser salva e aperfeiçoada porque é extremamente arrogante e hipócrita. Não importa quão selvagemente arrogante seja a pessoa, contanto que seja de bom calibre e possa buscar a verdade, então ela é uma pessoa que Deus quer aperfeiçoar. As condições para Deus aperfeiçoar as pessoas são principalmente que ela seja uma pessoa boa, de bom calibre e esteja em busca da verdade. Se o calibre de uma pessoa for muito pobre e, se do começo ao fim ela for incapaz de compreender a verdade, então, mesmo que seu caráter seja extremamente manso e nada arrogante, ela será inútil e não valerá a pena aperfeiçoá-la. No que diz respeito a esse ponto, é preciso entender as intenções de Deus.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Pessoas de caráter arrogante também vêm em variedades diferentes. Algumas pessoas não têm acreditado em Deus por muito tempo, não experimentaram a obra de Deus de verdade e não entendem a verdade, por isso é inevitável que elas terão noções sobre Deus, um caráter arrogante, que serão presunçosas e hipócritas, que buscarão alcançar status e gostarão de se exibir – isso é normal. Não existe exceção a essa regra da humanidade que foi corrompida por Satanás. A diferença entre falsos cristos e anticristos de um lado e aquelas pessoas corruptas comuns de outro é que sua arrogância os fez perder totalmente a sua consciência e razão; a sua é uma arrogância frenética e ambição ilimitada, eles não se submetem a ninguém, simplesmente não conseguem se conter e podem até recorrer a quaisquer meios absurdos para alcançar seus objetivos. Podem, por exemplo, alegar ser Deus ou Cristo ou alegar ser o homem usado pelo Espíritos Santo e dizer coisas tão absurdas como que somente eles podem expressar a verdade, salvar e aperfeiçoar as pessoas e guiar as pessoas para o reino. São realmente descarados e para além de tolos! Alguém que afirma coisas tão absurdas poderia ter qualquer razão humana normal? Esse não é o grau mais extremo de arrogância? Isso é um caso de uma natureza satânica tão inflada que ela irrompe violentamente e se torna impossível de ser contida! Assim, aquilo que é expressado por aqueles que são falsos cristos e anticristos é totalmente diferente das expressões corruptas de pessoas comuns. Ter noções, ser arrogante e amar status não são coisas terríveis; a pergunta-chave é se a pessoa busca a verdade e aceita o julgamento e castigo das palavras de Deus e ser podada e tratada pela casa de Deus. Se alguém consegue aceitar essas coisas, ele tem, absolutamente, a chance de ser salvo por Deus. Expressões normais de corrupção não interrompem nem destroem o trabalho da casa de Deus, mas tudo que é feito por falsos cristos e anticristos serve para enganar as pessoas e para levá-las a abandonar o caminho verdadeiro. Levam as pessoas a desistir de ler as palavras de Deus e, em vez disso, a ouvir o que eles dizem, a abandonar Cristo e, em vez disso, a seguir a eles. Não permitem que as pessoas adorem a Deus, mas, em vez disso, levam as pessoas a idolatrá-los. Isso é tentar interromper e destruir a obra de Deus. Esse é o esquema astuto de Satanás, um ato de Satanás. Portanto, todos que propagam e espalham as falácias e noções do homem, julgam a obra de Deus e difamam o homem usado pelo Espírito Santo e seu trabalho são falsos cristos e anticristos. São inteiramente lacaios de Satanás que vêm para perturbar a obra de Deus, as forças do inimigo de Deus que se opõem a Cristo. É por isso que aqueles que são falsos cristos e anticristos devem ser expulsos da igreja e de forma alguma devem receber outra chance esperando que eles se arrependam. É porque eles já se tornaram as forças do inimigo de Deus, como o grande dragão vermelho, e são totalmente inimigos de Deus; há muito tempo o Espírito Santo parou de operar neles, e nenhum conselho adiantará para eles, e eles já cometeram tanto mal que já não podem mais ser salvos. Somente quando a punição cair sobre elas, essas pessoas implorarão pelo perdão de Deus e deixarão de praticar o mal, mas sua natureza satânica jamais pode ser mudada. O povo escolhido de Deus deve estar ciente de que Satanás não tem nenhuma reverência por Deus, só temor, e que aquelas pessoas perversas que pertencem a Satanás não só não têm nenhuma reverência por Deus, mas também não temem a Deus, pois a punição ainda haverá de cair sobre elas. O que a casa de Deus pode fazer agora é expulsar essas pessoas e, dessa forma, resolver seus feitos satânicos.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Anterior: 134. Os princípios do tratamento de pessoas que amam a verdade

Próximo: 136. Os princípios do tratamento de pessoas que foram expostas e eliminadas

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Venha conversar com a gente
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro