134. Os princípios do tratamento de pessoas que amam a verdade

(1) Todos os que amam a verdade e são possuídos pela obra do Espírito Santo figuram entre o povo de Deus. Se cometerem transgressões ou tropeçarem e caírem, eles devem ser ajudados com amor;

(2) Aqueles de bom calibre que amam a verdade e têm senso de justiça devem ser formados para serem líderes e obreiros, e ninguém deve atacá-los ou ludibriá-los;

(3) A igreja deve ter, no seu centro, os que amam a verdade e são possuídos pela obra do Espírito Santo. O foco deve ser posto em regá-los e cultivá-los, dando-lhes oportunidades de cumprir o dever e realizar o treinamento;

(4) A igreja deve prover proteção para aqueles que amam a verdade. Todas as pessoas malignas que atacariam, excluiriam ou ludibriariam os que amam a verdade devem ser punidas.

Palavras de Deus relevantes:

A salvação da humanidade por parte de Deus é uma salvação daqueles que amam a verdade, uma salvação da parte dela com vontade e resolução, e a parte dela que é o seu anseio pela verdade e pela justiça em seu coração. A determinação de uma pessoa é a parte dela em seu coração que anseia por justiça, bondade e verdade e que possui consciência. Deus salva essa parte das pessoas, e, através disso, Ele muda o caráter corrupto delas, de modo que possam entender e ganhar a verdade, de modo que a corrupção delas seja purificada e o seu caráter de vida possa ser transformado. Se você não tem essas coisas dentro de você, você não pode ser salvo. Se, dentro de você, não existe amor pela verdade nem aspiração por justiça e luz; se, sempre que encontrar o mal, você não tem nem a vontade de descartar as coisas malignas nem a resolução de suportar adversidade; se, além disso, a sua consciência está entorpecida; se sua capacidade de receber a verdade também está entorpecida e você não está sintonizado com a verdade e os eventos que surgem; e se você não for capaz de discernir em todos os assuntos e for incapaz de lidar com as coisas ou de resolvê-las, então não há como ser salvo. […] Por que se diz que Pedro é um fruto? Porque há coisas de valor nele, coisas que valem a pena ser aperfeiçoadas; ele estava determinado a buscar a verdade e tinha uma vontade firme; tinha razão, estava disposto a sofrer adversidade, ele amava a verdade em seu coração e ele não abriu mão daquilo que veio a acontecer. Todos esses são pontos fortes. Se você não tiver nenhuma dessas qualidades, você está encrencado.

Extraído de ‘Pessoas confusas não podem ser salvas’ em “Registros das falas de Cristo”

Se você ama a verdade, então mesmo que seu calibre seja um pouco ruim, que não acredite em Deus há muito tempo, cometa erros frequentemente e faça coisas estúpidas, se você adora quando Deus comunica a verdade, se sua atitude em relação à verdade e as palavras de Deus for honesta, se ela for sincera e ansiosa, se você apreciar e valorizar a verdade, Deus será misericordioso com você. Deus não se incomoda com sua ignorância e baixo calibre, pois sua atitude em relação à verdade é sincera e ansiosa, e seu coração é verdadeiro; seu coração e atitude são o que Deus valoriza, e Ele será sempre misericordioso com você - e assim você terá esperança de salvação. Por outro lado, se você tiver um coração endurecido e for autoindulgente, se você detestar a verdade e não amar todas as palavras de Deus e nada que envolva a verdade, nunca prestar atenção a isso e for antagônico e desdenhoso das profundezas de seu coração, então qual será a atitude de Deus em relação a você? Nojo, repulsa e ira incessantes. Quais são as duas características evidentes no caráter justo de Deus? Misericórdia abundante e ira profunda. O “abundante” em “misericórdia abundante” significa que a misericórdia de Deus é tolerante, paciente, gentil e que é o maior amor — é isso que significa “abundante”. Porque você ama a verdade, mas é tolo e de baixo calibre, a atitude de Deus pode ser apenas uma de abundante misericórdia para com você. Misericórdia inclui paciência e tolerância: Deus é tolerante e paciente em relação à sua ignorância, Ele lhe dá fé e tolerância suficientes para apoiá-lo, provê-lo e ajudá-lo, para que você entenda a verdade pouco a pouco e cresça gradualmente. Isso se ergue sobre que fundamento? Sobre a atitude de alguém que ama e anseia pela verdade, que é sincero com Deus, com Suas palavras e com a verdade. Esses são os comportamentos fundamentais que devem se manifestar nas pessoas.

Extraído de ‘Entender a verdade é crucial para cumprir corretamente o seu dever’ em “Registros das falas de Cristo”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

A cultivação e o uso de pessoas pela igreja dependem principalmente de elas buscarem ou não a verdade; esse é o princípio mais fundamental. A razão disso é que se alguém busca ou não a verdade pode explicar muitas questões; revela se a senda em que ele está é a senda certa ou uma senda maligna, se sua fé em Deus é prática ou não e que tipo de atributo ele possui. Se ele realmente for alguém que busca a verdade, ele certamente possuirá uma humanidade comparativamente boa, certamente estará na senda certa e certamente será uma pessoa relativamente bondosa. Portanto, a casa de Deus ressalta repetidas vezes a necessidade de escolher e usar como líderes aqueles que buscam a verdade de forma genuína; essa é uma questão significativa. Ninguém é perfeito; todas as pessoas têm suas deficiências. Ao avaliar alguém, você deve contemplar os aspectos principais: se ele busca a verdade ou não, se é de calibre bom, se é determinado e se tem um senso de justiça. Se alguém é capaz de buscar a verdade, o fato de ele ter algumas deficiências menores ou cometer algumas transgressões menores não é considerado um problema. Contanto que seja alguém que verdadeiramente busca a verdade, suas transgressões podem ser resolvidas. Ao avaliar alguém, não procure chifre em cabeça de cavalo nem o julgue pela aparência; você deve olhar para a sua essência. Isso é essencial. O trabalho crucial é encontrar pessoas que são genuinamente de bom calibre, que buscam a verdade e que são capazes de realizar trabalho, e então arranjar lugares apropriados para elas na igreja e suprir e cultivá-las bem. Quando os líderes e colaboradores da igreja em todos os níveis embarcarem na trilha certa da crença em Deus, eles também poderão guiar o povo escolhido de Deus para a trilha certa.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Há um princípio específico da vida da igreja: tenha um cuidado especial com aqueles que buscam a verdade. Comungue mais com eles, dê-lhes mais sustento e regue-os mais para que possam ser aprovados o mais rápido possível, permitindo-lhes a crescer em sua vida assim que possível. Para aqueles que não buscam a verdade, se ficar óbvio que eles não amam a verdade após um período de rega, então não há necessidade de despender muito esforço por eles. Não é necessário porque você já fez tudo o que era humanamente possível. Ter cumprido a sua responsabilidade já basta. Algumas pessoas podem ter uma opinião diferente e dizer: “Pessoas que não buscam a verdade deveriam receber mais rega e provisão; vocês deveriam pensar em maneiras de fazer com que busquem a verdade. Aqueles, por sua vez, que já buscam a verdade não precisam mais de tanta preocupação, pois já sabem como buscar”. Essa visão é correta? Não, não é. Você deve reconhecer que é da natureza das pessoas que não buscam a verdade não amar a verdade. É defensável dizer que noventa por cento daqueles que não amam a verdade estão mortos. Você está determinado a trazer os mortos de volta para a vida? O que o leva a pensar que tem essa capacidade? Se eu me deparasse com uma pessoa morta, eu me afastaria rapidamente. Se o Espírito Santo não estiver operando em alguém, então nada que alguém possa fazer adiantará. Seria maravilhoso se você pegasse esse bocadinho de amor que possui e o dedicasse a Deus ou o desse aos irmãos e irmãs que genuinamente buscam a verdade. […] Você precisa ver em quem concentrar sua obra. Deus aperfeiçoará os que não buscam a verdade? Se o Espírito Santo não faz isso, por que o homem deve continuar fazendo isso cegamente? Você não entende a obra do Espírito Santo, e, ainda assim, é sempre age tão confiante — isso não é estupidez e ignorância humana? Portanto, dê mais assistência aos irmãos e irmãs que verdadeiramente buscam a verdade, pois eles são os objetos da salvação de Deus e Seus escolhidos predeterminados. Se comungarmos com frequência sobre a verdade com essas pessoas com um único coração e mente, e apoiarmos e suprirmos uns aos outros, por fim, todos nós obteremos a salvação. Você está traindo a vontade de Deus se não se juntar a essas pessoas. Em cada igreja existe um punhado de pessoas que estão buscando a verdade; são aqueles em que a obra do Espírito Santo se concentra. São o núcleo da igreja. Como o núcleo de uma igreja vem a existir? Quaisquer que sejam as pessoas em que o Espírito Santo se concentra, elas são aquelas que se tornam o núcleo da igreja. Se você puder regar essas pessoas, fazer com que sua estatura amadureça e fazer com que embarquem na trilha certa em sua crença em Deus, então o cumprimento do seu dever será adequando e estará alinhado com a vontade de Deus. Se você não se concentrar em regar essas pessoas e as descartar e ignorar e se concentrar principalmente em salvar aquelas pessoas mortas sem espírito que pertencem a Satanás e aquelas que não foram preordenadas e selecionadas por Deus, aqueles servidores, então isso prova que você está cantando uma música diferente da de Deus; você está interrompendo Sua obra, não está cooperando com a obra do Espírito Santo e ainda não alcançou os pontos críticos em seu trabalho. […] Assim, quando se trata de pessoas que realmente estão buscando a verdade, você deve tomar medidas para se concentrar mais em regá-las, em prover para elas e ministrar para elas. Apoie essas pessoas para que elas possam embarcar na trilha certa de acreditar em Deus, e então seu serviço estará de acordo com a vontade de Deus. Somente então seu serviço estará verdadeiramente cooperando com a obra do Espírito Santo. Dentro da igreja, as pessoas que genuinamente amam a verdade e possuem uma humanidade normal devem manter companhia com aqueles que buscam a verdade, conviver harmoniosamente com essas pessoas e, buscando a verdade, aos poucos chegar ao ponto em que se despendem por Deus em uníssono. Dessa maneira, as pessoas que buscam a verdade alcançarão salvação, e você também a alcançará, pois o Espírito Santo opera entre pessoas que buscam a verdade.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Sua atitude para com as coisas positivas e pessoas positivas, e para com aqueles que buscam a verdade, é o mais revelador sobre eles. Sua atitude para com tais pessoas mostra sua atitude para com a verdade e Deus. É absolutamente correto afirmar que denegrir, abusar e atacar essas pessoas prova que se odeia a verdade e as coisas positivas. Hoje, existem pessoas que já não ousam rejeitar abertamente o homem usado pelo Espírito Santo. Sabem que qualquer um que se oponha ao homem usado pelo Espírito Santo será condenado por todos na igreja como um anticristo, então agora fazem o máximo para difamar, atacar e julgar os líderes e trabalhadores que buscam a verdade e têm a obra do Espírito Santo. Querem derrubar esses líderes e trabalhadores para tomar seu lugar. Não são essas as táticas de anticristos? Imagine alguém que fique julgando e atacando aqueles que buscam a verdade em uma igreja, que fique tentando encontrar falhas neles e procure expressões de corrupção naqueles que buscam a verdade, e, tendo encontrado algo, os julga, ataca e difama, finalmente menosprezando-os como pessoas ruins, más, fazendo com que todos os rejeitem. Não são esses indivíduos malévolos? Qualquer um na igreja que se mostre hostil a pessoas boas em busca da verdade é mau e há de ser severamente punido. Isso ocorre porque essas pessoas boas que buscam a verdade são objeto da obra de salvação de Deus, estão sob a proteção de Deus e são precisamente as pessoas salvaguardadas por Deus; qualquer um que lhes seja hostil é hostil a Deus e à Sua obra.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Anterior: 133. Os princípios do tratamento de irmãos e irmãs que são novos na fé

Próximo: 135. Os princípios de tratar pessoas com caracteres arrogantes diversos

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro