149. Os princípios para tratar feriados e costumes sociais

(1) Os costumes sociais tradicionais são derivados da humanidade corrupta. São truques que Satanás aplica no homem e não foram ordenados por Deus;

(2) Os crentes em Deus não devem seguir nem dar muita atenção aos costumes sociais da humanidade corrupta. Devem, em vez disso, promover coisas positivas e permitir que a verdade floresça e revele seu esplendor;

(3) É permitido ser apropriadamente festivo ao celebrar um feriado, mas uma pessoa não deve permitir que isso a impeça a tarefa apropriada de cumprir o seu dever. Fazer o que agrada a Deus é ser verdadeiramente festivo;

(4) Conforme vocês forem a vários lugares para cumprir seu dever, adotem os costumes sociais locais de cada lugar e adaptem-se ao seu ambiente. Não deixem, entretanto, que essas coisas os possuam.

Palavras de Deus relevantes:

As atividades supersticiosas em que as pessoas se envolvem são o que Deus mais odeia, mas muitas pessoas ainda são incapazes de abandoná-las, achando que são decretadas por Deus e, até hoje, ainda não as abandonaram por completo. Coisas como os arranjos que os jovens fazem para festas de casamento e enxovais de noiva; presentes em dinheiro, banquetes e formas semelhantes de comemorar ocasiões jubilosas; fórmulas antigas que foram transmitidas de geração em geração; todas as atividades supersticiosas sem sentido realizadas em favor dos mortos e suas exéquias: essas são ainda mais detestáveis para Deus. Até mesmo o dia de adoração (incluindo o sábado, conforme praticado pelo mundo religioso) é detestável para Ele; e as relações sociais e interações mundanas entre homem e homem são ainda mais desprezadas e rejeitadas por Deus. Nem mesmo o Festival da Primavera e o Dia de Natal, que são conhecidos por todos, são decretados por Deus, muito menos os brinquedos e decorações para esses feriados festivos tais como dísticos, fogos de artifício, lanternas, a Sagrada Comunhão, presentes e festividades de Natal — eles não são ídolos nas mentes dos homens? O partir do pão no sábado, o vinho e o linho fino são ainda mais enfaticamente ídolos. Todas as datas de festivais tradicionais populares na China, como o Dia das Cabeças de Dragão, o Festival do Barco-Dragão, o Festival do Meio Outono, o Festival Laba e o Dia de Ano Novo, bem como os festivais do mundo religioso, como a Páscoa, Dia do Batismo e o Dia de Natal, todos esses festivais injustificáveis foram organizados e passados de geração em geração desde tempos antigos até hoje por muitas pessoas. É a rica imaginação da humanidade e a engenhosa concepção que permitiram que fossem repassados até hoje. Eles parecem estar livres de falhas, mas, na verdade, são peças que Satanás prega na humanidade. Quanto mais um lugar está repleto de Satanases, e quanto mais obsoleto e atrasado é tal lugar, mais profundamente entrincheirados são seus costumes feudais. Essas coisas amarram as pessoas firmemente, não deixando espaço algum para movimento. Muitos dos festivais no mundo religioso parecem mostrar grande originalidade e criar uma ponte para a obra de Deus, mas, na verdade, são os laços invisíveis com os quais Satanás impede as pessoas de conhecerem a Deus — são todos estratagemas astutos de Satanás. De fato, quando um estágio da obra de Deus está concluído, Ele já destruiu as ferramentas e o estilo daquele tempo, sem deixar qualquer vestígio. No entanto, “crentes devotos” continuam a adorar esses objetos materiais tangíveis; enquanto isso, consignam o que Deus tem ao fundo de suas mentes, deixam de estudá-lo, parecendo estar cheios do amor a Deus quando, de fato, já O expulsaram de casa há muito tempo e colocaram Satanás na mesa para o adorar. Retratos de Jesus, a Cruz, Maria, o Batismo de Jesus e a Última Ceia — as pessoas veneram essas coisas como o Senhor dos Céus, ao mesmo tempo em que clamam repetidamente “Senhor, Pai celestial”. Isso tudo não é uma piada? Até hoje, muitos ditos e práticas similares passados de geração em geração na humanidade são odiosos para Deus; eles obstruem seriamente o caminho a seguir para Deus e, além disso, criam enormes contratempos para a entrada da humanidade. […]

A melhor maneira de mudar o caráter humano é remediar aquelas partes dos recônditos do coração das pessoas que foram profundamente envenenadas, permitindo que as pessoas comecem a mudar seus pensamentos e moralidade. Antes de mais nada, as pessoas precisam ver claramente que todos esses ritos religiosos, atividades religiosas, anos e meses e festivais são odiosos para Deus. Elas deveriam se libertar desses laços de pensamento feudal e erradicar todos os vestígios de sua propensão profunda à superstição. Essas coisas estão todas incluídas na entrada da humanidade. Vocês devem entender por que Deus leva a humanidade para fora do mundo secular e, novamente, por que Ele leva a humanidade para longe das regras e regulamentos. Esse é o portão através do qual vocês entrarão e, embora essas coisas não tenham nada a ver com a experiência espiritual de vocês, esses são os maiores obstáculos que bloqueiam sua entrada, impedindo-os de conhecer a Deus. Eles formam uma rede que envolve as pessoas.

Extraído de ‘Obra e entrada (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Que coisas estão incluídas na cultura tradicional? Ela inclui os feriados que as pessoas celebram? Por exemplo: o Festival da Primavera, o Festival das Lanternas, o Dia da Limpeza dos Túmulos, o Festival do Barco-Dragão, bem como o Festival dos Fantasmas e o Festival do Meio do Outono. Algumas famílias até celebram os dias em que os sêniores atingem uma certa idade ou quando crianças alcançam um mês de idade ou 100 dias de vida. E assim em diante. Todos esses são feriados tradicionais. Não há uma cultura tradicional que subjaz a esses feriados? Qual é o núcleo da cultura tradicional? Ele tem alguma coisa a ver com adorar a Deus? Ele tem alguma coisa a ver com instruir as pessoas para que pratiquem a verdade? Há algum feriado para que as pessoas ofereçam sacrifício a Deus, visitem o altar de Deus e recebam Seus ensinamentos? Há algum feriado assim? (Não.) O que as pessoas fazem em todos esses feriados? Nos tempos modernos, eles são vistos como ocasiões para comer, beber e se divertir. Qual é a fonte subjacente à cultura tradicional? De quem vem a cultura tradicional? (De Satanás.) Ela vem de Satanás. Por trás das cenas desses feriados tradicionais, Satanás instila coisas no homem. Que coisas são essas? Assegurar que as pessoas se lembrem de seus ancestrais — essa é uma delas? Por exemplo, durante o Dia de Limpeza dos Túmulos, as pessoas arrumam as sepulturas e oferecem sacrifícios aos seus ancestrais, para que não se esqueçam de seus ancestrais. Ademais, Satanás assegura que as pessoas se lembrem de ser patrióticas, e um exemplo disso é o Festival do Barco-Dragão. E quanto ao Festival do Meio do Outono? (Reuniões de família.) Qual é o pano de fundo das reuniões de família? Qual é a razão delas? É para se comunicar e se conectar emocionalmente. É claro que, quer se esteja celebrando a Véspera do Ano Novo Lunar ou o Festival das Lanternas, há muitas maneiras de descrever as razões por trás dessas celebrações. Como quer que se descreva a razão por trás delas, cada uma delas é uma maneira de Satanás instilar sua filosofia e seu pensamento nas pessoas, para que elas se extraviem de Deus, e não saibam que Deus existe, e ofereçam sacrifícios aos seus ancestrais ou a Satanás, ou comam, bebam e se divirtam em nome dos desejos da carne. Quando cada um desses feriados é celebrado, os pensamentos e as opiniões de Satanás são plantados profundamente nas mentes das pessoas sem seu conhecimento. Quando as pessoas chegam aos quarenta, cinquenta anos ou a uma idade ainda mais avançadaa, esses pensamentos e pontos de vista de Satanás já estão profundamente enraizados em seu coração. Além disso, as pessoas se esforçam ao máximo para transmitir essas ideias, sejam elas corretas ou erradas, para a próxima geração, indiscriminadamente, sem ressalva. Não é assim? (Sim.) Como a cultura tradicional e esses feriados corrompem as pessoas? Vocês sabem? (As pessoas são restringidas e amarradas pelas regras dessas tradições de tal modo que não têm tempo nem energia para buscar a Deus.) Esse é um dos aspectos. Por exemplo, todos celebram durante o Ano Novo Lunar — se você não o celebrasse, você não se sentiria triste? Há alguma superstição que você abriga em seu coração? Você sentiria: “Eu não celebrei o Ano Novo, e já que o dia de Ano Novo Lunar foi um dia ruim, todo o resto do ano não será ruim também”? Você não se sentiria pouco à vontade e um tanto temeroso? Há até algumas pessoas que não fizeram sacrifícios aos seus ancestrais por anos e que, repentinamente, têm um sonho em que uma pessoa falecida lhes pede dinheiro. O que elas sentiriam? “Que triste que essa pessoa que já se foi necessita de dinheiro para gastar! Queimarei algumas notas de dinheiro para ela. Não fazer isso não seria certo. Isso poderia causar problemas para nós, os vivos, quem poderá dizer quando o infortúnio nos atingirá?” Elas sempre terão essa pequena nuvem de medo e preocupação em seu coração. Quem lhes dá essa preocupação? (Satanás.) Satanás é a fonte dessa preocupação. Essa não é uma das maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem? Ele usa diferentes meios e pretextos para controlar você, para ameaçar você e prender você, para que você caia em uma espécie de torpor, se renda e se submeta a ele; é assim que Satanás corrompe o homem. Muitas vezes, quando as pessoas estão debilitadas ou quando não estão plenamente conscientes da situação, elas podem inadvertidamente fazer algo de modo confuso; isto é, elas inadvertidamente caem nas garras de Satanás e podem agir inconscientemente, podem fazer coisas sem saber o que estão fazendo. Esse é o modo como Satanás corrompe o homem. Há até bastante pessoas agora que relutam em romper com a cultura tradicional profundamente enraizada, que simplesmente não conseguem abandoná-la. É especialmente quando estão debilitadas e passivas que elas desejam celebrar esses tipos de feriados e desejam encontrar Satanás e satisfazê-lo de novo, para trazer consolo ao seu coração. Qual é o pano de fundo para a cultura tradicional? A mão negra de Satanás está puxando as cordas nos bastidores? A natureza maligna de Satanás está manipulando e controlando? Satanás impera sobre tudo isso? (Sim.) Quando as pessoas vivem em uma cultura tradicional e celebram esses tipos de feriados tradicionais, poderíamos dizer que esse é um ambiente no qual elas são enganadas e corrompidas por Satanás e, ademais, que elas estão felizes por serem enganadas e corrompidas por Satanás? (Sim.) Isso é algo que todos vocês admitem, algo que vocês conhecem.

Extraído de ‘O Próprio Deus, o Único V’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Algumas coisas desfrutadas pela humanidade corrupta e que são buscadas pelas pessoas são tendências malignas e prazeres do pecado; são totalmente sem sentido e, além do mais, são irracionais e degradantes. Você desistiu desses tipos de coisas ou ainda vive neles? Por exemplo, as comemorações do dia dos namorados ou o Halloween — você ainda os celebra? Essas comemorações não estão nem um pouco alinhadas à verdade e só podem fazer das pessoas cada vez mais corruptas. Se alguém não consegue desistir delas, isso só mostra que ele não tem Deus em seu coração. Aqueles que desgostam dessas coisas são capazes de desistir delas; podem deixar de seguir as tendências do mundo e só buscar uma vida de humanidade normal. Todas essas coisas que a humanidade corrupta prefere são coisas de que não gostamos, das quais nos distanciamos. Quando vemos essas coisas, ficamos enjoados, enojados e indignados; elas não fazem sentido. Mas todos os incrédulos gostam dessas coisas — todos eles vivem dentro delas e as consideram muito agradáveis, modernas, altivas e maravilhosas. O que isso mostra? Isso não mostra que o espírito deles é impuro? Em determinados feriados, as pessoas em todo o mundo enviam certos tipos de flores — não é significativo fazer essas coisas? Não é nada significativo. Temos aversão a tais coisas e devemos estabelecer um novo tipo de vida, já que acreditamos em Deus. Os incrédulos podem ter seu estilo de vida, e nós teremos o nosso estilo de vida. Já que entendemos muitas verdades e podemos fazer coisas significativas, coisas que estão alinhadas com a vontade de Deus, nossa vida é enriquecida. Há muitas pessoas que não se interessam pela vida dos incrédulos, mas elas também não têm uma vida nova, e sentem que sua vida é muito tediosa. Quando entenderem algumas verdades, elas saberão quais são as coisas significativas que devem fazer e então escolherão fazer algumas coisas significativas. Quais coisas podem permitir que as pessoas experimentem variedade em sua vida, que vivam plenamente, cheias de alegria e felizes? Quando fazemos coisas significativas, como comer e beber as palavras de Deus, comungar sobre a verdade e cantar hinos em louvor a Deus, por exemplo, sentimos que vivemos muito felizes, melhor do que os incrédulos. Contanto que busquemos a vontade de Deus em todas as coisas relacionadas à verdade e consigamos alcançar obediência a Deus, essa é a semelhança de alguém que alcançou a salvação. Ter a semelhança de alguém que alcançou a salvação significa possuir uma vida humana normal, uma vida de obedecer e adorar a Deus. Então as pessoas serão capazes de ter felicidade e prazer verdadeiros no fundo de seu coração. Ganhamos felicidade e prazer entendendo a verdade e a colocando em prática e confiamos em viver diante de Deus para ter prazer verdadeiro em nosso coração. Esse prazer é muito maior e muito mais satisfatório do que o de viver em pecado e desfrutar os prazeres do pecado. A alegria de viver em pecado é superficial, é espiritualmente vazia e dolorosa. Desfrutar das palavras de Deus, viver dentro delas, ser capaz de praticar a verdade e satisfazer a Deus são prazeres que estão no fundo do coração e fornecem conforto. É por isso que, quanto mais alguém é capaz de praticar a verdade e viver diante de Deus, mais ele tem a semelhança de um humano. Como a semelhança de um humano pode ser vivida? Ela é vivida confiando nas palavras de Deus e vivendo diante de Deus. Se você entender a verdade, tiver satisfação e conforto profundos em seu coração e sentir que Deus está com você, você terá alegria e paz verdadeiras em seu coração. Se você tiver alegria e paz no fundo do seu coração, isso se mostrará em seu rosto, e seu caráter de vida mudará. Nesse momento, outras pessoas poderão ver que sua mentalidade e sua perspectiva espiritual são normais e que suas expressões são dignas e decentes — essa é a semelhança de um humano.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Anterior: 148. Os princípios para tratar as tendências mundanas

Próximo: 150. Os princípios para tratar a cultura tradicional

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro