37. Os princípios para permanecer firme em seu testemunho

(1) É necessário concentrar-se em comer e beber das palavras de Deus, ter um conhecimento genuíno da obra de Deus e ter visão como base. Somente assim alguém terá verdadeira fé ao enfrentar provações e tribulações;

(2) Somente com a fé de Jó alguém pode suportar o sofrimento das provações, preferindo ser amaldiçoado a culpar e trair a Deus;

(3) Quando confrontado com provações e tribulações, é preciso se aquietar diante Deus, buscar a orientação de Suas palavras e aprender a confiar Nele. Só então se pode permanecer firme;

(4) Não importa o quanto Satanás o engane, tente ou persiga, se você for capaz de orar a Deus e renunciar à sua vida, você será capaz de se submeter e ser leal a Deus.

Palavras de Deus relevantes:

A crença em Deus exige obediência a Ele e experiência de Sua obra. Deus já fez tanta obra — pode-se dizer que para as pessoas é tudo aperfeiçoamento, refinamento e, mais ainda, castigo. Não houve uma única etapa sequer da obra de Deus que estivesse alinhada às noções humanas; o que as pessoas têm desfrutado são as palavras austeras de Deus. Quando Deus vem, as pessoas deveriam desfrutar Sua majestade e Sua ira. No entanto, não importa quão austeras Suas palavras possam ser, Ele vem para salvar e aperfeiçoar a humanidade. Como criaturas, as pessoas deveriam cumprir os deveres que devem cumprir e ser testemunhas de Deus em meio ao refinamento. Em cada provação elas deveriam conservar o testemunho que deveriam dar e fazer isso tão retumbantemente pela causa de Deus. Uma pessoa que faz isso é uma vencedora. Não importa como Deus o refina, você permanece cheio de confiança e nunca perde a confiança Nele. Você faz o que o homem deveria fazer. É isso que Deus exige do homem, e o coração do homem deveria ser capaz de retornar completamente para Ele e voltar-se para Ele em todo momento passado. Esse é um vencedor. Aqueles a quem Deus Se refere como “vencedores” são os que ainda são capazes de ser testemunha e manter sua confiança e devoção a Deus quando estiverem sob a influência de Satanás e enquanto estiverem sendo sitiados por Satanás, isto é, quando se encontrarem em meio às forças das trevas. Se você ainda for capaz de guardar um coração puro perante Deus e manter o seu amor genuíno a Deus, não importa o quê, então você está sendo testemunha diante de Deus, é isso a que Deus Se refere como sendo um “vencedor”. Se a sua busca é excelente quando Deus o abençoa, mas você recua sem Suas bênçãos, isso é pureza? Já que tem certeza de que esse caminho é verdadeiro, você precisa segui-lo até o fim; você precisa manter sua devoção a Deus. Uma vez que já viu que o Próprio Deus veio à terra para aperfeiçoá-lo, você deveria entregar seu coração inteiramente a Ele. Se você ainda pode segui-Lo não importa o que Ele faça, mesmo se Ele determina um desfecho desfavorável para você no fim, isso é manter sua pureza diante de Deus. Oferecer um corpo espiritual santo e uma virgem pura para Deus significa guardar um coração sincero diante de Deus. Para a humanidade, sinceridade é pureza e a capacidade de ser sincero para com Deus é manter a pureza. Isso é o que você deveria colocar em prática. Quando deve orar, você ora; quando deve se reunir em comunhão, você o faz; quando deve cantar hinos, você canta hinos; e quando deve renunciar à carne, você renuncia à carne. Quando desempenha seu dever, você não o faz de qualquer jeito; quando enfrenta provações, você permanece firme. Isso é devoção a Deus. Se você não conservar o que as pessoas deveriam fazer, então todo seu sofrimento e suas resoluções prévios foram fúteis.

Extraído de ‘Você deveria manter sua devoção a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Dar um testemunho retumbante de Deus relaciona-se principalmente a se você tem ou não um entendimento do Deus prático e a se você é ou não capaz de submeter-se perante essa pessoa que não é apenas comum, mas normal, e de submeter-se mesmo até a morte. Se, por meio dessa submissão, você verdadeiramente der testemunho de Deus, isso significa que você foi obtido por Deus. Se puder submeter-se até a morte e, perante Ele, estar livre de reclamações, não fazer julgamentos, não caluniar, não ter quaisquer noções e não ter segundas intenções, então dessa maneira Deus ganhará glória. A submissão perante uma pessoa comum que é menosprezada pelo homem e ser capaz de submeter-se até a morte sem quaisquer noções — esse é o testemunho verdadeiro. A realidade em que Deus exige que as pessoas entrem é que você seja capaz de obedecer às Suas palavras, colocá-las em prática, curvar-se na frente do Deus prático e conhecer a sua corrupção própria, abrir seu coração na frente Dele e, no final, ser ganho por Ele através dessas Suas palavras. Deus ganha glória quando essas declarações conquistam você e o tornam totalmente obediente a Ele; por meio disso, Ele envergonha Satanás e completa a Sua obra. Quando você não tem quaisquer noções sobre a praticidade do Deus encarnado — isto é, quando você permaneceu firme nessa provação — então você deu esse testemunho bem. Se chegar um dia em que você tenha um entendimento pleno do Deus prático e possa submeter-se até a morte como Pedro se submeteu, então você será ganho e aperfeiçoado por Deus. Qualquer coisa que Deus faz que não esteja alinhada às suas noções é uma provação para você. Se a obra de Deus estivesse alinhada às suas noções, ela não exigiria que você sofresse ou fosse refinado. Por Sua obra ser tão prática e não alinhada às suas noções é que ela exige que você abandone tais noções. É por isso que ela é uma provação para você. É por causa da praticidade de Deus que todas as pessoas estão em meio a provações; a Sua obra é prática e não sobrenatural. Ao entender plenamente as Suas palavras práticas e as Suas declarações práticas sem quaisquer noções e ao ser capaz de amá-Lo genuinamente enquanto Sua obra se torna cada vez mais prática, você será ganho por Ele. O grupo de pessoas que Deus ganhará constitui-se daquelas que conhecem a Deus; isto é, daquelas que conhecem a Sua praticidade. Além disso, constitui-se daquelas que são capazes de submeter-se à obra prática de Deus.

Extraído de ‘Aqueles que verdadeiramente amam a Deus são os que podem se submeter totalmente à Sua praticidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

O último passo de testemunho é um testemunho de se você é ou não capaz de ser aperfeiçoado — ou seja, ter entendido todas as palavras proferidas pela boca de Deus encarnado, você vem a possuir o conhecimento de Deus e adquire certeza sobre Ele, você vive todas as palavras da boca de Deus e alcança as condições que Deus lhe pede — o estilo de Pedro e a fé de Jó — de tal modo que você é capaz obedecer até a morte, entregar-se completamente a Ele e, no final, alcançar uma imagem de uma pessoa que está de acordo com o padrão, o que significa a imagem de alguém que foi conquistado e aperfeiçoado após experimentar o julgamento e castigo de Deus. Esse é o testemunho final — é o testemunho que deve ser dado por alguém que, no fim, é aperfeiçoado. Essas são as duas etapas do testemunho que você deve dar; elas são interligadas e são ambas indispensáveis. Mas há uma coisa que você deve saber: o testemunho que Eu exijo de você hoje não é dirigido às pessoas do mundo, nem a um único indivíduo, mas àquilo que Eu peço a você. É medido por você ser capaz ou não de Me satisfazer e se pode satisfazer completamente ou não os padrões de Minhas exigências a cada um de vocês. É isso que vocês deveriam entender.

Extraído de ‘Prática (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que significa dizer permanecer firme em seu testemunho? Algumas pessoas dizem que simplesmente seguem como o fazem agora e não se preocupam se são capazes de ganhar a vida; elas não buscam a vida, mas também não voltam atrás. Reconhecem apenas que este estágio da obra é realizado por Deus. Isso não é falhar em seu testemunho? Tais pessoas nem ao menos dão testemunho de terem sido conquistados. Aqueles que foram conquistados seguem independentemente de tudo mais e são capazes de buscar a vida. Não só acreditam no Deus prático, como também sabem seguir todos os arranjos de Deus. Assim são aqueles que dão testemunho. Aqueles que não dão testemunho nunca buscaram a vida e ainda estão seguindo adiante confundidos. Você pode seguir, mas isso não significa que você tenha sido conquistado, pois não tem nenhum entendimento da obra atual de Deus. Certas condições devem ser satisfeitas de modo a ser conquistado. Nem todos os que seguem foram conquistados, pois em seu coração você não entende nada sobre por que deve seguir o Deus de hoje, nem sabe como chegou até o dia de hoje, quem o sustentou até hoje. A maneira de algumas pessoas praticarem a fé em Deus é sempre confusa e desorientada; portanto, seguir não significa necessariamente que você tem testemunho. O que é exatamente um testemunho verdadeiro? O testemunho de que se fala aqui tem duas partes: um é o testemunho de ter sido conquistado, o outro é o testemunho de ter sido aperfeiçoado (que, é claro, será o testemunho dado após as grandes provações e tribulações do futuro). Em outras palavras, se você for capaz de permanecer firme durante as tribulações e provações, terá dado o segundo passo do testemunho. O que é fundamental hoje é o primeiro passo do testemunho: ser capaz de permanecer firme durante todas as instâncias das provações de castigo e julgamento. Esse é o testemunho de ter sido conquistado. A razão disso é que hoje é o tempo da conquista. (Você deveria saber que agora é o tempo da obra de Deus na terra; a principal obra do Deus encarnado na terra é conquistar, por meio do julgamento e castigo, esse grupo de pessoas na terra que O segue.) Se você é ou não capaz de dar testemunho de ter sido conquistado não só depende de você ser capaz ou não de seguir até o fim, mas, mais importante, quando você experimenta cada passo da obra de Deus, de ser capaz ou não do verdadeiro entendimento do castigo e julgamento de Deus, e de realmente perceber ou não toda essa obra. Você não será capaz de escapar por meramente seguir até o fim. Você deve ser capaz de se submeter voluntariamente durante cada instância de castigo e julgamento, deve ser capaz de entender de verdade cada passo da obra que experimentar, e deve ser capaz de alcançar o conhecimento do caráter de Deus e obediência ao caráter de Deus. Esse é o testemunho final de ter sido conquistado que é exigido de você. O testemunho de ter sido conquistado se refere primeiramente ao seu conhecimento da encarnação de Deus. Essa etapa é principalmente o testemunho da encarnação de Deus. Não importa o que você faça ou diga diante das pessoas do mundo ou daqueles que detêm poder; o que importa acima de tudo é você ser capaz ou não de obedecer a todas as palavras da boca de Deus e a toda Sua obra. Portanto, esta etapa do testemunho é dirigida a Satanás e a todos os inimigos de Deus — os demônios e os hostis que não creem que Deus será encarnado uma segunda vez e que virá realizar uma obra ainda maior, e, além disso, não creem no fato do retorno de Deus à carne. Em outras palavras, é dirigida a todos os anticristos — a todos os inimigos que não creem na encarnação de Deus.

Extraído de ‘Prática (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você passa pelas provações de Jó e, ao mesmo tempo, você passa pelas provações de Pedro. Quando Jó foi testado ele deu testemunho e, no fim, Jeová foi revelado a ele. Somente depois de ter dado testemunho foi que ele se tornou digno de ver a face de Deus. Por que é dito: “Eu Me escondo da terra da imundície, mas Me mostro ao reino santo”? Isso significa que somente quando você é santo e dá testemunho é que pode ter a dignidade para ver a face de Deus. Se você não consegue dar testemunho Dele, você não tem a dignidade para ver Sua face. Se você recuar ou fizer reclamações contra Deus diante dos refinamentos, assim deixando de dar testemunho Dele e se tornando motivo de riso para Satanás, você não ganhará a aparição de Deus. Se você for como Jó que, no meio das provações, amaldiçoou a própria carne e não reclamou contra Deus, e foi capaz de detestar a própria carne sem se queixar nem pecar por meio de suas palavras, então você estará dando testemunho. Quando você passar por refinamentos até certo grau e ainda puder ser como Jó, totalmente obediente perante Deus e sem fazer outras exigências a Ele, e sem suas próprias noções, então Deus aparecerá a você. Agora Deus não aparece a você porque você tem muitas noções próprias, preconceitos pessoais, pensamentos egoístas, exigências individuais e interesses carnais e não é digno de ver Sua face. Se você visse Deus, iria medi-Lo por meio de suas próprias noções e, assim fazendo, Ele seria pregado na cruz por você. Se lhe acontecem muitas coisas que não se alinham com suas noções, mas você ainda é capaz de deixá-las de lado e ganhar conhecimento das ações de Deus a partir dessas coisas e se, em meio aos refinamentos, você revela o amor a Deus de coração, então isso é dar testemunho.

Extraído de ‘Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

A fé, a obediência e o testemunho de Jó para vencer Satanás têm sido uma fonte de grande ajuda e encorajamento para as pessoas. Em Jó, elas veem a esperança de sua própria salvação e veem que, pela fé, obediência e temor a Deus, é inteiramente possível derrotar Satanás e prevalecer sobre Satanás. Elas veem que, desde que concordem com a soberania e arranjos de Deus e desde que e possuam a determinação e fé de não abandonar a Deus depois de terem perdido tudo, então elas podem envergonhar e derrotar Satanás, e veem que precisam somente possuir a determinação e perseverança para permanecer firmes em seu testemunho — mesmo que isso signifique perder a vida — para que Satanás seja intimidado e bata rapidamente em retirada. O testemunho de Jó é uma advertência às gerações posteriores, e essa advertência diz-lhes que, se não derrotarem a Satanás, nunca poderão livrar-se das acusações e da interferência de Satanás, nem poderão escapar do abuso e dos ataques de Satanás. O testemunho de Jó esclareceu as gerações posteriores. Esse esclarecimento ensina às pessoas que, somente se elas forem perfeitas e corretas, serão capazes de temer a Deus e se desviar do mal; ensina-lhes que, somente se eles temerem a Deus e se desviarem do mal, elas poderão dar testemunho forte e retumbante de Deus; somente se derem um testemunho forte e retumbante de Deus, nunca poderão ser controlados por Satanás e viver sob a orientação e proteção de Deus — somente então terão sido verdadeiramente salvas. A personalidade de Jó e a busca de sua vida devem ser imitadas por todos que buscam a salvação. Aquilo que ele viveu durante toda sua vida e sua conduta durante suas provações é um tesouro precioso para todos aqueles que buscam o caminho de temer a Deus e evitar o mal.

Extraído de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II’ em “A Palavra manifesta em carne”

Sem as palavras de Deus como sua realidade, você não tem estatura real. Quando chegar a hora de ser provado, você certamente cairá, e então sua verdadeira estatura será revelada. Mas aqueles que regularmente buscam entrar na realidade, quando assolados pelas provações, hão de chegar a entender o propósito da obra de Deus. Aquele que é dotado de consciência, e que tem sede de Deus, deveria tomar medidas práticas para retribuir a Deus por Seu amor. Os não dotados de realidade não podem se manter firmes mesmo diante de assuntos triviais. Tal é a diferença entre aqueles com estatura real e aqueles sem. Por que é que, apesar de ambos comerem e beberem das palavras de Deus, alguns são capazes de permanecer firmes em meio às provações, enquanto outros fogem dela? A diferença óbvia é que alguns carecem de uma estatura real; eles não têm as palavras de Deus para servir como sua realidade, e Suas palavras não criaram raízes dentro deles. Tão logo são provados, eles chegam ao fim de sua senda. Por que, então, alguns são capazes de permanecer firmes em meio às provações? É porque eles entendem a verdade e têm uma visão, e eles entendem a vontade de Deus e Suas exigências, e assim são capazes de se manter firmes nas provações. Isso é estatura real, e isso, também, é vida. Alguns também podem ler as palavras de Deus, mas não as colocam em prática, não as levam a sério; os que não as levam a sério não dão importância à prática. Aqueles que não têm as palavras de Deus para servir como sua realidade não têm estatura real, e tais pessoas não podem permanecer firmes nas provações.

Extraído de ‘A Era do Reino é a Era da Palavra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de interferência humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a interferência dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deus — por trás disso tudo há uma batalha. Por exemplo, se você tem preconceitos em relação a seus irmãos e irmãs, haverá palavras que você quer dizer — palavras que acha que podem desagradar a Deus — mas se você não as disser, você sentirá um incômodo por dentro e, neste momento, começará uma batalha dentro de você: “Falo ou não?” Essa é a batalha. Assim, em tudo que você encontra há uma batalha, e quando há uma batalha dentro de você, graças à sua cooperação e seu sofrimento reais, Deus opera no seu interior. Finalmente, você consegue colocar o assunto de lado dentro de você, e a raiva é naturalmente extinta. Tal é o efeito da sua cooperação com Deus. Tudo o que as pessoas fazem exige que elas paguem certo preço em seus esforços. Sem adversidade real, elas não podem satisfazer a Deus; elas nem chegam perto de satisfazer a Deus e estão apenas cuspindo lemas vazios! Esses lemas vazios podem satisfazer a Deus? Quando Deus e Satanás lutam no reino espiritual, como você deve satisfazer a Deus e como você deve permanecer firme em seu testemunho a Ele? Você deve saber que tudo que acontece com você é uma grande provação e é o momento em que Deus precisa que você dê testemunho. Embora possam parecer irrelevantes por fora, quando essas coisas acontecem, elas mostram se você ama a Deus ou não. Se você O ama, será capaz de permanecer firme em seu testemunho a Ele, e se você não coloca o amor a Ele em prática, isso mostra que você é alguém que não coloca a verdade em prática, que está sem a verdade e sem vida, e que é palha! Tudo o que acontece com as pessoas acontece quando Deus precisa que elas permaneçam firmes em seu testemunho Dele. Mesmo que nada muito grande esteja acontecendo com você atualmente e você não dê um grande testemunho, cada detalhe de sua vida diária é uma questão de testemunho a Deus. Se você pode ganhar a admiração de seus irmãos e irmãs, de seus familiares e de todos ao seu redor; se, um dia, os incrédulos vierem e admirarem tudo o que você fizer e virem que tudo o que Deus faz é maravilhoso, então você terá dado testemunho. Embora você não tenha percepção e seu calibre seja baixo, por meio do aperfeiçoamento de Deus em você, você é capaz de satisfazê-Lo e de estar atento à Sua vontade, mostrando aos outros que grande obra Ele tem feito em pessoas dos mais baixos calibres. Quando as pessoas vêm a conhecer a Deus e se tornam vencedoras diante de Satanás, leais a Deus em grande medida, então, ninguém tem mais força de caráter do que esse grupo de pessoas, e esse é o maior testemunho. Embora você seja incapaz de fazer um grande trabalho, você é capaz de satisfazer a Deus. Outros não conseguem deixar de lado suas noções, mas você consegue; outros não conseguem dar testemunho de Deus durante suas experiências reais, mas você consegue usar sua estatura real e suas ações para retribuir o amor de Deus e dar um testemunho retumbante Dele. Apenas isso conta como amar realmente a Deus. Se você é incapaz disso, então você não dá testemunho entre seus familiares, entre seus irmãos e irmãs nem perante as pessoas do mundo. Se você não conseguir dar testemunho diante de Satanás, Satanás rirá de você, o tratará como uma piada, como um brinquedo, fará você de bobo com frequência e levará você à loucura. No futuro, grandes provações poderão afligir você — mas hoje, se você amar a Deus com um coração verdadeiro e não se importar com o tamanho das provações à frente, independentemente do que acontecer com você, você conseguirá permanecer firme em seu testemunho, conseguirá satisfazer a Deus; seu coração será consolado e você não terá medo, não importa quão grande seja a provação que encontrar no futuro. Vocês não conseguem ver o que acontecerá no futuro; vocês só podem satisfazer a Deus nas circunstâncias de hoje. Vocês são incapazes de fazer qualquer grande trabalho e devem se concentrar em satisfazer a Deus experimentando Suas palavras na vida real e dando um testemunho forte e retumbante que envergonhe a Satanás. Embora sua carne permaneça insatisfeita e tenha sofrido, você terá satisfeito a Deus e envergonhado a Satanás. Se você sempre praticar dessa maneira, Deus abrirá uma senda diante de você. Quando, um dia, uma grande provação vier, outros cairão, mas você ainda conseguirá se manter firme: por causa do preço que pagou, Deus o protegerá para que você permaneça firme e não caia. Se, geralmente, você consegue praticar a verdade e satisfazer a Deus com um coração que verdadeiramente O ama, então Deus certamente o protegerá durante as provações futuras. Embora você seja tolo, de baixa estatura e de calibre pequeno, Deus não o discriminará. Depende se suas intenções estão certas. Hoje, você consegue satisfazer a Deus: está atento ao mais ínfimo detalhe, satisfaz a Deus em todas as coisas, tem um coração que ama verdadeiramente a Deus, dá seu verdadeiro coração a Deus e, embora haja algumas coisas que você não consegue entender, vem diante de Deus para retificar suas intenções e buscar a vontade de Deus e faz tudo o que é necessário para satisfazer a Deus. Talvez seus irmãos e irmãs abandonarão você, mas seu coração estará satisfazendo a Deus e você não cobiçará os prazeres da carne. Se você sempre praticar dessa maneira, estará protegido quando grandes provações vierem.

Extraído de ‘Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Para cada etapa da obra de Deus há uma maneira pela qual as pessoas deveriam cooperar. Deus refina as pessoas de modo que elas tenham confiança enquanto passam por refinamentos. Deus aperfeiçoa as pessoas de modo que elas tenham confiança para ser aperfeiçoadas por Deus e estejam dispostas a aceitar Seus refinamentos e a ser lidadas e podadas por Deus. O Espírito de Deus opera dentro das pessoas para trazer-lhes esclarecimento e iluminação e para fazê-las cooperar com Ele e praticar. Deus não fala durante os refinamentos. Ele não pronuncia Sua voz, mas ainda assim há o trabalho que as pessoas deveriam fazer. Você deveria conservar o que já tem, você ainda deveria ser capaz de orar a Deus, de estar perto de Deus e ser testemunha perante Deus; dessa maneira você cumprirá os seus deveres. Todos vocês deveriam ver claramente a partir da obra de Deus que Suas provações à confiança e ao amor das pessoas exigem que elas orem mais a Deus e que saboreiem com mais frequência as palavras de Deus perante Ele. Se Deus esclarecer você e fizer você entender a Sua vontade e mesmo assim você não colocar algo disso em prática, você não ganhará nada. Quando colocar em prática as palavras de Deus, você ainda deveria ser capaz de orar a Ele e, quando saborear Suas palavras, você deveria ir perante Ele e buscar e estar cheio de confiança Nele, sem nenhum traço de se sentir frio ou desanimado. Aqueles que não colocam as palavras de Deus em prática estão cheios de energia durante as reuniões, mas caem nas trevas quando retornam para casa. Há alguns que nem querem reunir-se. Assim, você precisa ver claramente que dever é que as pessoas deveriam cumprir. Você pode não saber qual é realmente a vontade de Deus, mas você pode desempenhar seu dever, pode orar quando deveria, pode colocar em prática a verdade quando deveria e pode fazer o que as pessoas devem fazer. Você pode conservar a sua visão original. Dessa maneira, você será mais capaz de aceitar a próxima etapa da obra de Deus. Quando Deus opera de modo oculto, é um problema se você não buscar. Quando Ele fala e prega durante as assembleias, você ouve com entusiasmo, mas, quando Ele não fala, você carece de energia e retrocede. Que tipo de pessoa age dessa maneira? Esse é alguém que só segue para onde quer que vá o rebanho. Ele não tem posicionamento, nem testemunho, nem visão! A maioria das pessoas é assim. Se você continuar desse jeito, um dia, quando encontrar uma grande provação, você cairá em punição. Ter um posicionamento é muito importante no processo de Deus de aperfeiçoar as pessoas. Se você não duvidar de uma única etapa da obra de Deus, se você cumprir o dever do homem, se sinceramente conservar o que Deus faz você colocar em prática, isto é, você se lembrar das exortações de Deus e, não importa o que Ele faça nos dias atuais, você não se esquecer de Suas exortações, se não tiver nenhuma dúvida sobre Sua obra, mantiver seu posicionamento, conservar seu testemunho e ser vitorioso em cada etapa do caminho, então, no fim, você será aperfeiçoado por Deus e transformado em um vencedor. Se você é capaz de permanecer firme através de cada etapa das provações de Deus e se ainda consegue permanecer firme no fim, então você é um vencedor, você é alguém que foi aperfeiçoado por Deus.

Extraído de ‘Você deveria manter sua devoção a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando estava sendo castigado por Deus, Pedro orou: “Ó Deus! Minha carne é desobediente e, por isso, Tu me castigas e me julgas. Regozijo em Teu castigo e julgamento, e, mesmo que não me queiras, em Teu julgamento contemplo Teu caráter santo e justo. Sinto contentamento quando me julgas para que os outros possam contemplar Teu caráter justo em Teu julgamento. Se isso puder expressar o Teu caráter e permitir que o Teu caráter justo seja visto por todas as criaturas, e se puder tornar o meu amor por Ti mais puro, para que eu possa alcançar a semelhança de alguém que é justo, então Teu julgamento é bom, pois tal é Tua vontade graciosa. Sei que ainda há muita coisa rebelde dentro de mim e que ainda não estou apto para comparecer diante de Ti. Desejo que me julgues ainda mais, seja por meio de um ambiente hostil, seja por meio de grandes tribulações; independentemente do que fizeres, para mim é precioso. Teu amor é tão profundo, e estou disposto a entregar-me à Tua mercê sem a menor queixa”. Esse é o conhecimento de Pedro após ter experimentado a obra de Deus, e também é um testemunho do seu amor por Deus. […] Perto do final de sua vida, depois de ter sido aperfeiçoado, Pedro disse: “Ó Deus! Se vivesse mais alguns anos, eu desejaria alcançar um amor mais puro e mais profundo por Ti”. Quando estava prestes a ser pregado na cruz, ele orou em seu coração: “Ó Deus! Teu tempo chegou agora; chegou o tempo que Tu preparaste para mim. Devo ser crucificado por Ti, devo dar esse testemunho de Ti e espero que meu amor seja capaz de satisfazer Tuas exigências e que ele possa se tornar mais puro. Hoje, poder morrer por Ti e ser pregado na cruz por Ti é algo reconfortante e tranquilizador para mim, porque nada é mais gratificante para mim do que poder ser crucificado por Ti e satisfazer Teus desejos, e ser capaz de dar a mim mesmo a Ti, de oferecer minha vida a Ti. Ó Deus! És tão amável! Se me permitisses viver, eu estaria ainda mais disposto a Te amar. Vou Te amar enquanto eu viver. Desejo amar-Te mais profundamente. Tu me julgas, me castigas e me pões à prova porque não sou justo e porque pequei. E Teu caráter justo se torna mais visível para mim. Isso é uma bênção para mim porque me torna capaz de Te amar mais profundamente, e estou disposto a Te amar desse modo mesmo que Tu não me ames. Estou disposto a contemplar Teu caráter justo, porque isso me torna mais capaz de viver uma vida com sentido. Sinto que agora minha vida tem mais sentido porque estou sendo crucificado por Tua causa e é significativo morrer por Ti. Ainda assim, não me sinto satisfeito, porque conheço muito pouco de Ti, sei que não consigo satisfazer completamente Teus desejos e o que retribuí a Ti não foi o bastante. Na minha vida, tenho sido incapaz de me devolver inteiro a Ti; estou longe disso. Quando olho para trás neste momento, sinto-me tão endividado Contigo e só tenho este momento para compensar todos os meus erros e todo o amor não retribuído a Ti”.

Extraído de ‘As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje, você deve estar ciente de como ser conquistado e de como as pessoas se conduzem depois de terem sido conquistadas. Você pode dizer que foi conquistado, mas pode obedecer até a morte? Você deve ser capaz de seguir até o fim, independentemente de existirem ou não quaisquer perspectivas, e você não deve perder a fé em Deus, seja qual for o ambiente. No final, você deve alcançar dois aspectos do testemunho: o testemunho de Jó — obediência até a morte — e o testemunho de Pedro — o amor supremo por Deus. Em certo sentido, você deve ser como Jó: ele perdeu todas as posses materiais e padecia de dores da carne, no entanto, não abandonou o nome de Jeová. Esse foi o testemunho de Jó. Pedro foi capaz de amar a Deus até a morte. Quando ele foi posto na cruz e enfrentou a morte, ainda amava a Deus; não pensou em suas próprias perspectivas nem buscou esperanças gloriosas ou pensamentos extravagantes; buscou somente amar a Deus e obedecer a todos os arranjos de Deus. Esse é o padrão que você deve alcançar antes de poder ser considerado alguém que deu testemunho, antes que se torne alguém que foi aperfeiçoado depois de ter sido conquistado.

Extraído de ‘A verdade interna da obra de conquista (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 36. Os princípios para seguir a Cristo

Próximo: 38. Os princípios para escolher uma senda na fé

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Entre em contato conosco pelo Whatsapp