170. Os princípios para satisfazer a Deus

(1) É necessário compreender a verdade da corrupção de alguém com base nas palavras de Deus. Usem a verdade para corrigir seu caráter corrupto e se arrepender e mudar verdadeiramente;

(2) Uma pessoa deve ser conscienciosa e razoável, sem pedir nada a Deus, nem desejar nada extravagante Dele. Só procurem ser capazes de prestar serviço leal a Ele até o fim;

(3) Coloquem-se em uma posição que convém a um ser criado. Tudo o que as pessoas têm vem de Deus. Deve-se viver e morrer em deferência à Sua orquestração, sem estabelecer condições nem exigir justificativa;

(4) Ao crer em Deus, deve-se buscar a verdade, mudanças no seu caráter, amor a Deus e a capacidade de dar testemunho Dele. Só assim se pode satisfazer a vontade de Deus completamente.

Palavras de Deus relevantes:

Como crente em Deus, você não deve ser leal a ninguém senão a Ele em todas as coisas e deve ser capaz de se conformar à Sua vontade em tudo. No entanto, embora todos entendam essa mensagem, por causa das diversas aflições do homem — por causa de sua ignorância, insensatez e corrupção, por exemplo — essas verdades, que são as mais evidentes e básicas de todas, não podem ser plenamente vistas nele, e portanto, antes de decidir sobre o fim de vocês, devo primeiramente dizer-lhes algumas coisas que são de máxima importância para vocês. Antes que Eu continue, vocês devem primeiramente entender o seguinte: as palavras que digo são verdades direcionadas a toda a humanidade; não são dirigidas somente a uma pessoa específica ou a um tipo específico de pessoa. Assim, vocês devem se concentrar em entender Minhas palavras a partir da perspectiva da verdade e manter uma atitude de total atenção e sinceridade; não ignorem uma única palavra ou verdade que Eu disser e não considerem todas as Minhas palavras com desdém. Vejo, em sua vida, tantas coisas que vocês fazem que são irrelevantes para a verdade, então peço expressamente que vocês se tornem servos da verdade, que não sejam escravizados pela maldade e pela fealdade e que não pisoteiem a verdade nem profanem nenhum canto da casa de Deus. Essa é a Minha admoestação para vocês. Agora passarei a falar sobre o tópico em questão.

Primeiro, pelo bem do seu destino, vocês devem buscar ser aprovados por Deus. Ou seja, já que reconhecem que são membros da casa de Deus, vocês deveriam então trazer paz de espírito a Deus e satisfazê-Lo em todas as coisas. Em outras palavras, você deve ter princípios em suas ações e se conformar à verdade nelas. Se isso está além de sua habilidade, então você será detestado e rejeitado por Deus e desprezado por todo homem. Uma vez que tenha se enquadrado nesse predicamento, você não poderá ser contado como membro da casa de Deus. Isso é o que significa não ser aprovado por Deus.

Em segundo lugar, vocês devem saber que Deus gosta de pessoas honestas. Deus tem a essência da fidelidade, então Sua palavra é sempre digna de confiança; além disso, Suas ações são irrepreensíveis e inquestionáveis. É por isso que Deus gosta daqueles que são absolutamente honestos com Ele. Ser honesto significa entregar seu coração a Deus, ser genuíno com Ele em todas as coisas, ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder os fatos, nunca tentar enganar quem está acima e abaixo de você e não fazer as coisas apenas para conseguir o favor de Deus. Resumindo, ser honesto é ser puro em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. […]

A terceira coisa que quero lhes dizer é: todo homem, no curso de sua vida de fé em Deus, já fez coisas que resistem e enganam a Deus. Certos malfeitos não precisam ser registrados como ofensas, mas alguns são imperdoáveis; pois há muitos atos que transgridem os decretos administrativos, que ofendem o caráter de Deus. Muitos que se preocupam com o próprio destino podem perguntar o que são esses atos. Vocês devem saber que são arrogantes e soberbos por natureza e relutantes em se sujeitar aos fatos. Por essa razão, Eu lhes direi tudo em detalhe depois que tenham refletido sobre si mesmos. Exorto-os a adquir melhor entendimento do conteúdo dos decretos administrativos e a fazer um esforço para conhecer o caráter de Deus. Caso contrário, vocês acharão difícil manter seus lábios selados e evitar que sua língua se agite livremente demais com conversa pomposa, e vocês involuntariamente ofenderão o caráter de Deus e cairão em trevas, perdendo a presença do Espírito Santo e da luz. Como vocês são sem princípios em suas ações, como você faz e diz aquilo que não deve, você receberá uma retribuição cabível. Você deveria saber que, embora você seja sem princípios em palavra e em ato, Deus tem muitos princípios em ambos. A razão pela qual você recebe retribuição é porque você ofendeu a Deus e não a um homem. Se, em sua vida, você cometer muitas ofensas contra o caráter de Deus, então você certamente se tornará filho do inferno.

Extraído de ‘Três admoestações’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se você puder devotar seu coração, corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade — não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos próprios e pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus, tomando a palavra de Deus como o princípio e a base de tudo — então, ao fazer isso, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você então será uma pessoa perante Deus que recebe Seu elogio. As pessoas de quem Deus gosta são aquelas que são absolutas para com Ele; são aquelas que podem ser devotadas exclusivamente a Ele. Aquelas a quem Ele abomina são as que têm o coração dividido em relação a Ele e que se rebelam contra Ele. Ele abomina aquelas que acreditam Nele e sempre querem desfrutar Dele enquanto continuam sendo incapazes de se despender completamente por Sua causa. Ele abomina aquelas que dizem que O amam, mas que se rebelam contra Ele em seu coração; Ele abomina aquelas que usam palavras eloquentes e rebuscadas para envolver em engano. Aquelas que não são genuinamente dedicadas a Deus ou que não se submeteram verdadeiramente perante Ele são traiçoeiras e excessivamente arrogantes por natureza. Aquelas que não conseguem ser genuinamente submissas em frente ao Deus normal e prático são ainda mais arrogantes e são especialmente a progenitura dedicada do arcanjo. Pessoas que verdadeiramente se despendem por Deus expõem seu ser inteiro perante Ele; submetem-se genuinamente a todas as Suas declarações e são capazes de pôr as Suas palavras em prática. Elas fazem das palavras de Deus a base de sua existência e são capazes de procurar seriamente dentro das palavras de Deus para descobrir quais partes praticar. Tais são as pessoas que verdadeiramente vivem perante Deus. Se o que você fizer for benéfico para a sua vida e, por meio do comer e beber das Suas palavras, você puder suprir suas inadequações e necessidades interiores de forma que seu caráter de vida seja transformado, então isso satisfará a vontade de Deus. Se você agir em concordância com as exigências de Deus e se não satisfizer a carne, mas, em vez disso, satisfizer a Sua vontade, então nisso você terá entrado na realidade de Suas palavras.

Extraído de ‘Aqueles que verdadeiramente amam a Deus são os que podem se submeter totalmente à Sua praticidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Desde que as pessoas começaram a crer em Deus, elas têm abrigado muitas intenções incorretas. Quando não está colocando a verdade em prática, você sente que todas as suas intenções estão corretas, mas quando algo acontece com você, verá que há muitas intenções incorretas dentro de você. Assim, quando Deus aperfeiçoa as pessoas, Ele faz com que elas percebam que existem muitas noções dentro delas que estão obstruindo seu conhecimento de Deus. Quando você reconhece que suas intenções estão erradas, se você consegue parar de praticar de acordo com suas noções e intenções e consegue dar testemunho de Deus e permanecer firme em sua posição em tudo o que acontece com você, isso prova que você se rebelou contra a carne. Quando você se rebelar contra a carne, inevitavelmente, haverá uma batalha dentro de você. Satanás tentará fazer com que as pessoas o sigam, tentará e fará com que elas sigam as noções da carne e defendam os interesses da carne — mas as palavras de Deus esclarecerão e iluminarão as pessoas por dentro, e, neste momento, dependerá de você se você seguirá a Deus ou a Satanás. Deus pede que as pessoas coloquem a verdade em prática, principalmente, para lidar com as coisas no interior delas, para lidar com seus pensamentos e noções que não são segundo o coração de Deus. O Espírito Santo toca as pessoas no coração delas e as esclarece e ilumina. Assim, por trás de tudo que acontece, há uma batalha: toda vez que as pessoas colocam a verdade em prática ou praticam o amor a Deus, há uma grande batalha, e embora tudo pareça bem com sua carne, no fundo do coração, uma batalha de vida ou morte está sendo travada — e somente após essa intensa batalha, depois de muita reflexão, a vitória ou a derrota podem ser decididas. Não se sabe se é para rir ou chorar. Muitas das intenções dentro das pessoas estão erradas, ou muito da obra de Deus vai contra as noções delas, e quando as pessoas colocam a verdade em prática, uma grande batalha é travada nos bastidores. Tendo colocado essa verdade em prática, nos bastidores, as pessoas terão derramado incontáveis lágrimas de tristeza antes de finalmente decidirem satisfazer a Deus. É por causa dessa batalha que as pessoas enfrentam sofrimento e refinamento; isso é sofrimento verdadeiro. Quando a batalha vier sobre você, se conseguir realmente ficar do lado de Deus, você conseguirá satisfazer a Deus. Quando se pratica a verdade, é inevitável que se sofra por dentro; se, quando colocam a verdade em prática, tudo dentro das pessoas estivesse certo, elas não precisariam ser aperfeiçoadas por Deus, não haveria batalha, e elas não sofreriam. É por causa das muitas coisas que há dentro das pessoas que elas não são aptas para serem usadas por Deus, e visto que há muito do caráter rebelde da carne, que as pessoas precisam aprender a lição de se rebelar contra a carne com mais profundidade. Isso é o que Deus chama de sofrimento pelo qual Ele pediu que o homem passasse com Ele. Quando você encontra dificuldades, apresse-se e ore a Deus: “Ó Deus! Desejo Te satisfazer, desejo suportar as adversidades finais para satisfazer o Teu coração e, independente de quão grandes sejam os contratempos que eu encontre, ainda assim devo satisfazer a Ti. Mesmo que tenha que desistir de toda a minha vida, ainda assim devo satisfazer a Ti!” Com esta resolução, quando orar deste modo, você conseguirá permanecer firme em seu testemunho. Toda vez que elas colocam a verdade em prática, toda vez que passam por refinamento, toda vez que são testadas e toda vez que a obra de Deus vem sobre eles, as pessoas devem suportar dor extrema. Tudo isso é um teste para as pessoas, e no interior de todas elas há uma batalha. Esse é o preço real que elas pagam. Ler mais das palavras de Deus e ocupar-se mais é uma parte desse preço. É o que as pessoas devem fazer, é sua obrigação e responsabilidade que devem cumprir, mas as pessoas devem deixar de lado aquilo que, no interior delas, precisa ser posto de lado. Se você não fizer isso, então, não importa quão grande seja seu sofrimento externo e o quanto você se ocupe, tudo será em vão! O que quer dizer que apenas as mudanças internas podem determinar se o seu sofrimento externo é valioso. Quando seu caráter interno tiver mudado e você tiver colocado a verdade em prática, então todo o seu sofrimento externo receberá a aprovação de Deus; se não houver mudança em seu caráter interno, não importa o quanto sofra ou o quanto se ocupe externamente, não haverá a aprovação de Deus — e a adversidade que não é confirmada por Deus é em vão. Assim, se o preço que você pagou é aprovado por Deus é determinado por se houve ou não uma mudança em você, se você colocou ou não a verdade em prática e se você se rebelou contra suas próprias intenções e noções para alcançar a satisfação da vontade, do conhecimento e da lealdade a Deus. Não importa o quanto você se ocupe, se você nunca soube se rebelar contra suas próprias intenções, mas apenas busca ações externas e fervor e nunca presta atenção em sua vida, então sua adversidade terá sido em vão. Se, em determinado ambiente, você tem algo que deseja dizer, mas interiormente acha que dizê-lo não é certo, que dizê-lo não beneficia seus irmãos e pode machucá-los, então você não o dirá, preferindo ter dores internas, pois essas palavras são incapazes de atender à vontade de Deus. Nesse momento, haverá uma batalha dentro de você, mas você estará disposto a sofrer a dor e a desistir daquilo que você ama. Você estará disposto a suportar essa adversidade para satisfazer a Deus, e embora você sofra dores internamente, não cederá à carne, e o coração de Deus terá sido satisfeito, e assim você também será consolado interiormente. Isso é verdadeiramente pagar o preço, e é o preço desejado por Deus. Se você praticar dessa maneira, Deus certamente o abençoará. Se você não conseguir alcançar isso, não importa o quanto você compreenda ou quão bem consiga falar, tudo será em vão! Se, no caminho para amar a Deus, você conseguir ficar do lado de Deus quando Ele lutar contra Satanás e você não voltar para Satanás, então você terá alcançado o amor a Deus e terá permanecido firme em seu testemunho.

Extraído de ‘Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de interferência humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a interferência dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deus — por trás disso tudo há uma batalha. Por exemplo, se você tem preconceitos em relação a seus irmãos e irmãs, haverá palavras que você quer dizer — palavras que acha que podem desagradar a Deus — mas se você não as disser, você sentirá um incômodo por dentro e, neste momento, começará uma batalha dentro de você: “Falo ou não?” Essa é a batalha. Assim, em tudo que você encontra há uma batalha, e quando há uma batalha dentro de você, graças à sua cooperação e seu sofrimento reais, Deus opera no seu interior. Finalmente, você consegue colocar o assunto de lado dentro de você, e a raiva é naturalmente extinta. Tal é o efeito da sua cooperação com Deus. Tudo o que as pessoas fazem exige que elas paguem certo preço em seus esforços. Sem adversidade real, elas não podem satisfazer a Deus; elas nem chegam perto de satisfazer a Deus e estão apenas cuspindo lemas vazios! Esses lemas vazios podem satisfazer a Deus? Quando Deus e Satanás lutam no reino espiritual, como você deve satisfazer a Deus e como você deve permanecer firme em seu testemunho a Ele? Você deve saber que tudo que acontece com você é uma grande provação e é o momento em que Deus precisa que você dê testemunho. Embora possam parecer irrelevantes por fora, quando essas coisas acontecem, elas mostram se você ama a Deus ou não. Se você O ama, será capaz de permanecer firme em seu testemunho a Ele, e se você não coloca o amor a Ele em prática, isso mostra que você é alguém que não coloca a verdade em prática, que está sem a verdade e sem vida, e que é palha! Tudo o que acontece com as pessoas acontece quando Deus precisa que elas permaneçam firmes em seu testemunho Dele. Mesmo que nada muito grande esteja acontecendo com você atualmente e você não dê um grande testemunho, cada detalhe de sua vida diária é uma questão de testemunho a Deus. Se você pode ganhar a admiração de seus irmãos e irmãs, de seus familiares e de todos ao seu redor; se, um dia, os incrédulos vierem e admirarem tudo o que você fizer e virem que tudo o que Deus faz é maravilhoso, então você terá dado testemunho. Embora você não tenha percepção e seu calibre seja baixo, por meio do aperfeiçoamento de Deus em você, você é capaz de satisfazê-Lo e de estar atento à Sua vontade, mostrando aos outros que grande obra Ele tem feito em pessoas dos mais baixos calibres. Quando as pessoas vêm a conhecer a Deus e se tornam vencedoras diante de Satanás, leais a Deus em grande medida, então, ninguém tem mais força de caráter do que esse grupo de pessoas, e esse é o maior testemunho. Embora você seja incapaz de fazer um grande trabalho, você é capaz de satisfazer a Deus. Outros não conseguem deixar de lado suas noções, mas você consegue; outros não conseguem dar testemunho de Deus durante suas experiências reais, mas você consegue usar sua estatura real e suas ações para retribuir o amor de Deus e dar um testemunho retumbante Dele. Apenas isso conta como amar realmente a Deus. Se você é incapaz disso, então você não dá testemunho entre seus familiares, entre seus irmãos e irmãs nem perante as pessoas do mundo. Se você não conseguir dar testemunho diante de Satanás, Satanás rirá de você, o tratará como uma piada, como um brinquedo, fará você de bobo com frequência e levará você à loucura. No futuro, grandes provações poderão afligir você — mas hoje, se você amar a Deus com um coração verdadeiro e não se importar com o tamanho das provações à frente, independentemente do que acontecer com você, você conseguirá permanecer firme em seu testemunho, conseguirá satisfazer a Deus; seu coração será consolado e você não terá medo, não importa quão grande seja a provação que encontrar no futuro. Vocês não conseguem ver o que acontecerá no futuro; vocês só podem satisfazer a Deus nas circunstâncias de hoje. Vocês são incapazes de fazer qualquer grande trabalho e devem se concentrar em satisfazer a Deus experimentando Suas palavras na vida real e dando um testemunho forte e retumbante que envergonhe a Satanás. Embora sua carne permaneça insatisfeita e tenha sofrido, você terá satisfeito a Deus e envergonhado a Satanás. Se você sempre praticar dessa maneira, Deus abrirá uma senda diante de você. Quando, um dia, uma grande provação vier, outros cairão, mas você ainda conseguirá se manter firme: por causa do preço que pagou, Deus o protegerá para que você permaneça firme e não caia. Se, geralmente, você consegue praticar a verdade e satisfazer a Deus com um coração que verdadeiramente O ama, então Deus certamente o protegerá durante as provações futuras. Embora você seja tolo, de baixa estatura e de calibre pequeno, Deus não o discriminará. Depende se suas intenções estão certas. Hoje, você consegue satisfazer a Deus: está atento ao mais ínfimo detalhe, satisfaz a Deus em todas as coisas, tem um coração que ama verdadeiramente a Deus, dá seu verdadeiro coração a Deus e, embora haja algumas coisas que você não consegue entender, vem diante de Deus para retificar suas intenções e buscar a vontade de Deus e faz tudo o que é necessário para satisfazer a Deus. Talvez seus irmãos e irmãs abandonarão você, mas seu coração estará satisfazendo a Deus e você não cobiçará os prazeres da carne. Se você sempre praticar dessa maneira, estará protegido quando grandes provações vierem.

Extraído de ‘Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje, a maioria das pessoas não tem esse conhecimento. Elas acreditam que o sofrimento é sem valor, que foram renunciadas pelo mundo, que sua vida familiar tem problemas, que não são amadas por Deus e sua perspectiva é sombria. O sofrimento de algumas pessoas chega ao extremo, e seus pensamentos se voltam para a morte. Isso não é verdadeiro amor por Deus; tais pessoas são covardes, não têm perseverança, são fracas e impotentes! Deus está ansioso para que o homem O ame, mas quanto mais o homem O ama, quanto maior o sofrimento do homem e quanto mais o homem O ama, maiores as suas provações. Se você O ama, então todo tipo de sofrimento lhe sobrevirá — e se você não O amar, então, talvez tudo correrá bem para você e você terá paz ao seu redor. Quando você ama a Deus, você sentirá que muita coisa ao seu redor é insuperável, e visto que sua estatura é muito pequena, você será refinado; além disso, você será incapaz de satisfazer a Deus e sempre sentirá que a vontade de Deus é muito elevada, que está fora do alcance do homem. Por causa de tudo isso, você será refinado — porque há muita fraqueza dentro de você e muita coisa que é incapaz de satisfazer a vontade de Deus, você será refinado internamente. No entanto, vocês devem ver claramente que a purificação só é alcançada através do refinamento. Assim, durante estes últimos dias, vocês devem dar testemunho de Deus. Não importa quão grande seja o sofrimento de vocês, devem caminhar até o fim e até mesmo até seu último suspiro, ainda assim vocês devem ser fieis a Deus e ficar à mercê de Deus; só isso é realmente amar a Deus e apenas isso é o testemunho forte e retumbante. Ao ser tentado por Satanás, você deve dizer: “Meu coração pertence a Deus, e Deus já me ganhou. Não posso satisfazê-lo — devo dedicar meu tudo para satisfazer a Deus”. Quanto mais você satisfazer a Deus, mais Deus o abençoa e maior é a força do seu amor por Deus; assim você terá também fé e determinação e sentirá que nada é mais digno ou significativo do que gastar uma vida amando a Deus. Pode-se dizer que, se o homem amar a Deus, ele viverá sem tristeza. Embora haja momentos em que a carne é fraca e você é atacado por muitos problemas reais, durante esses momentos você realmente confiará em Deus e, em seu espírito, você será consolado e sentirá certeza e que você tem algo em que pode confiar. Dessa forma, você poderá superar muitos ambientes e assim não se queixará de Deus por causa da angústia que sofre. Em vez disso, você desejará cantar, dançar, orar, se reunir e comunicar, pensar em Deus e sentirá que todas as pessoas, questões e coisas ao seu redor que são organizadas por Deus são adequadas. Se você não amar a Deus, tudo que você contemplar será irritante para você e nada será agradável aos seus olhos; em espírito, você não será livre, mas oprimido, seu coração sempre se queixará de Deus e você sempre sentirá que sofre tanto tormento e que isso é tão injusto. Se você não buscar pelo bem da felicidade, mas para satisfazer a Deus e para não ser acusado por Satanás, então tal busca lhe proporcionará grande força para amar a Deus. O homem é capaz de realizar tudo que Deus diz e tudo o que ele faz é capaz de satisfazer a Deus — isso é o que significa possuir realidade. Buscar a satisfação de Deus é usar seu amor a Deus para colocar Suas palavras em prática; independentemente do tempo — mesmo quando os outros não tenham força — dentro de você, ainda existe um coração que ama a Deus, que anseia profundamente por Deus e sente falta Dele. Isso é estatura real.

Extraído de ‘Somente experimentando provações dolorosas é que você pode conhecer a amabilidade de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Deus especialmente valoriza a obediência do homem a Ele e aprecia a compreensão do homem sobre Ele e a sinceridade para com Ele. O quanto Deus aprecia essa sinceridade? Vocês podem não compreender o quanto Ele aprecia isso, e pode muito bem ser que ninguém perceba isso. Deus deu a Abraão um filho e, quando esse filho cresceu, Deus pediu a Abraão que oferecesse seu filho a Deus. Abraão seguiu a ordem de Deus ao pé da letra, ele obedeceu à palavra de Deus e sua sinceridade comoveu a Deus e foi valorizado por Deus. O quanto Deus valorizou isso? E por que Ele valorizou isso? Numa época em que ninguém entendia as palavras de Deus ou compreendia Seu coração, Abraão fez algo que abalou os céus e fez a terra tremer, e fez Deus ter uma sensação de satisfação inaudita, e trouxe alegria a Deus de ganhar alguém que fosse capaz de obedecer Suas palavras. Essa satisfação e alegria vieram de uma criatura feita pela própria mão de Deus, e foi o primeiro “sacrifício” que o homem ofereceu a Deus e que foi muito valorizado por Deus, desde que o homem foi criado. Deus teve dificuldade em esperar por esse sacrifício e Ele o tratou como o primeiro presente mais importante da parte do homem, a quem Ele criou. Mostrou a Deus o primeiro fruto de Seus esforços e do preço que Ele pagou, e isso permitiu que Ele visse a esperança na humanidade. Depois, Deus teve um desejo ainda maior de que um grupo de tais pessoas O acompanhasse, tratasse-O com sinceridade e se preocupasse com Ele com sinceridade. Deus até esperava que Abraão continuasse vivo, pois Ele desejava ter um coração como o de Abraão que O acompanhasse e permanecesse com Ele enquanto continuava em Seu gerenciamento.

Extraído de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II’ em “A Palavra manifesta em carne”

Não importa como Deus opera e independentemente do tipo de ambiente em que você está, você é capaz de buscar a vida e de buscar a verdade, de buscar o conhecimento da obra de Deus e de ter um entendimento das Suas ações, e você é capaz de agir de acordo com a verdade. Fazer isso é o que é ter fé verdadeira, e fazer isso demonstra que você não perdeu a fé em Deus. Você só pode ter a fé verdadeira em Deus se for capaz de persistir em buscar a verdade por meio do refinamento, se você for capaz de verdadeiramente amar a Deus e não desenvolver dúvidas sobre Ele, se, não importa o que Ele faça, você ainda praticar a verdade para satisfazê-Lo, e se for capaz de buscar nas profundezas Sua vontade e de estar atento à Sua vontade. No passado, quando Deus disse que você reinaria como um rei, você O amou; quando Ele Se mostrou abertamente a você, você O buscou. Mas agora Deus está escondido, você não consegue vê-Lo, e os problemas vieram sobre você — então agora você perde a esperança em Deus? Assim, o tempo todo você deve buscar a vida e buscar satisfazer a vontade de Deus. Isso é chamado de fé genuína e isso é o tipo mais verdadeiro e belo de amor.

[…] Quando encarar sofrimentos, você deve ser capaz de deixar de lado qualquer preocupação com a carne e de não fazer reclamações contra Deus. Quando Deus Se esconde de você, você deve ser capaz de ter a fé para segui-Lo e de manter seu antigo amor sem permitir que fraqueje ou se dissipe. Não importa o que Deus faça, você deve se submeter ao Seu desígnio e estar preparado para amaldiçoar a própria carne em vez de fazer reclamações contra Ele. Quando encarar provações, você deve satisfazer a Deus, embora você possa chorar amargamente ou se sentir relutante em se separar de algum objeto amado. Somente isso é amor e fé verdadeiros. Não importa qual seja sua real estatura, você deve primeiro possuir tanto a disposição para sofrer dificuldades como a verdadeira fé, e também deve ter a disposição para abandonar a carne. Você deve estar disposto a suportar dificuldades pessoais e a sofrer perdas em seus interesses pessoais a fim de satisfazer a vontade de Deus. Você também deve ser capaz de sentir remorso de si mesmo no seu coração: no passado você não foi capaz de satisfazer a Deus e, agora, você pode se arrepender. Você não deve estar carente de nenhuma dessas coisas — é por meio dessas coisas que Deus aperfeiçoará você. Se você não pode satisfazer esses critérios, então você não pode ser aperfeiçoado.

Extraído de ‘Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Não importa o que Deus peça de você, você só precisa trabalhar para isso com toda a sua força, e Eu espero que você seja capaz de vir para diante de Deus e de dar para Ele toda a sua devoção no fim. Enquanto puder ver o sorriso gratificado de Deus sentado em Seu trono, mesmo que esse momento seja a hora determinada da sua morte, você deve ser capaz de rir e sorrir ao fechar seus olhos. Você deve, durante seu tempo na terra, cumprir seu dever final para Deus. No passado, Pedro foi crucificado de cabeça para baixo em nome de Deus; mas, no fim, você deve satisfazer a Deus e esgotar toda a sua energia para o bem Dele. O que um ser criado pode fazer em prol de Deus? Portanto, você deve se entregar a Deus o mais cedo e não o mais tarde possível, para que Ele possa dispor de você como Ele desejar. Contanto que isso deixe Deus feliz e satisfeito, permita que Ele faça o que quiser com você. Que direito os homens têm de falar palavras de queixa?

Extraído de ‘Capítulo 41’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de Deus é realizar Seu ministério e o dever do homem é obedecer toda a orientação de Deus, sem qualquer resistência. O homem tem o dever de cumprir o que lhe é exigido, não importa como Deus realize sua obra ou viva. Somente o Próprio Deus pode fazer exigências ao homem, ou seja, somente o Próprio Deus está apto a fazer exigências ao homem. O homem não deve ter nenhuma escolha e não deve fazer nada além de se submeter e praticar plenamente; esse é o sentido que o homem deve ter. Quando a obra a ser realizada pelo Próprio Deus for concluída, o homem deve experimentá-la, passo a passo. Se, ao final, quando o gerenciamento integral de Deus estiver concluído, o homem ainda não tiver cumprido o que é exigido dele por Deus, então o homem deverá ser punido. Se o homem não cumpre as exigências de Deus, isso se deve à desobediência do homem; não significa que Deus não tenha realizado plenamente a Sua obra. Aqueles que são incapazes de pôr em prática as palavras de Deus, aqueles que são incapazes de cumprir as exigências de Deus e aqueles que são incapazes de dar a sua lealdade e cumprir seu dever serão todos punidos. O que vocês devem realizar hoje não são exigências adicionais, mas o dever do homem e aquilo que deve ser feito por todas as pessoas. Se vocês são incapazes de fazer o seu dever ou de fazê-lo corretamente, não estão criando problemas para si mesmos? Não estão cortejando a morte? Como podem ainda esperar ter um futuro e perspectivas? A obra de Deus é para o bem da humanidade e a colaboração do homem é dada para o bem do gerenciamento de Deus. Quando Deus tiver realizado tudo o que Ele deve realizar, requer-se que o homem não poupe esforços na sua prática e colabore com Deus. Na obra de Deus o homem não deve poupar esforços, deve oferecer sua lealdade e não se entregar a múltiplas noções, nem sentar-se passivamente esperando a morte. Deus pode se sacrificar pelo homem, por que o homem não pode oferecer a sua lealdade a Deus? Deus é uno de coração e mente para com o homem, então, por que o homem não pode oferecer um pouco de colaboração? Deus realiza Sua obra para a humanidade, então por que o homem não pode realizar parte de seu dever para ajudar o gerenciamento de Deus? A obra de Deus alcançou o estágio atual e mesmo assim vocês veem, mas não agem, vocês ouvem, mas não se movem. Pessoas assim não são objetos de perdição? Deus já Se dedicou inteiramente ao homem, então por que, hoje, o homem é incapaz de realizar o seu dever com seriedade? Para Deus, Sua obra é Sua primeira prioridade, e a obra de Seu gerenciamento é da maior importância. Para o homem, colocar as palavras de Deus em prática e cumprir as exigências de Deus são sua primeira prioridade. Vocês todos devem compreender isso.

Extraído de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês todos devem, agora, olhar para dentro de si mesmos o mais rápido possível, para ver quanta traição a Mim ainda permanece em vocês. Eu estou esperando ansiosamente a sua resposta. Não sejam superficiais ao lidar Comigo. Eu nunca faço joguinhos com as pessoas. Se Eu disser que farei alguma coisa, então certamente o farei. Eu espero que cada um de vocês seja alguém que leve as Minhas palavras a sério e não ache que são ficção científica. O que Eu quero é ação concreta da parte de vocês, não suas imaginações. Depois, vocês devem responder Minhas perguntas, que são as seguintes: 1. Se você é de fato um servidor, então, pode prestar serviço a Mim com lealdade, sem quaisquer traços de negligência ou negatividade? 2. Se descobrir que Eu nunca o apreciei, você ainda será capaz de permanecer e prestar-Me serviço vitalício? 3. Se Eu ainda sou muito frio para com você, apesar de você ter despendido muito esforço, você será capaz de continuar trabalhando para Mim na obscuridade? 4. Se, depois de ter feito gastos por Mim, Eu não satisfizer suas exigências mesquinhas, você ficará desanimado e decepcionado Comigo ou até ficará furioso e gritará xingamentos? 5. Se você sempre foi muito leal, com muito amor por Mim, mas ainda assim sofre com o tormento de doenças, pobreza e o abandono dos seus amigos e parentes, ou se você suporta qualquer outro infortúnio da vida, sua lealdade e seu amor para Comigo ainda continuarão? 6. Se nada daquilo que você imaginou em seu coração corresponder ao que Eu fiz, como você percorrerá a sua senda futura? 7. Se não receber nenhuma das coisas que esperava receber, você conseguirá continuar sendo Meu seguidor? 8. Se você nunca compreendeu o motivo e o significado da Minha obra, consegue ser uma pessoa obediente que não faz julgamentos nem tira conclusões arbitrariamente? 9. Consegue apreciar todas as palavras que Eu disse e toda a obra que Eu realizei enquanto estive com a humanidade? 10. Você é capaz de ser Meu seguidor leal, disposto a suportar um sofrimento vitalício por Mim, embora não receba nada? 11. Pelo Meu bem, você é capaz de deixar de considerar, planejar ou se preparar para a sua senda futura de sobrevivência? Essas perguntas representam Minhas exigências finais para vocês, e Eu espero que todos vocês possam Me dar respostas.

Extraído de ‘Um problema muito sério: traição (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 169. Os princípios para amar a Deus genuinamente

Próximo: 171. Os princípios para conhecer o amor de Deus

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro