67. Os princípios para revocar líderes e obreiros

(1) Cartas de denúncia e destituição dos líderes e obreiros devem ser submetidas primeiro a uma investigação completa; tal assunto não deve ser tratado, nem sua natureza decidida, até que as alegações sejam consideradas totalmente de acordo com os fatos;

(2) Um líder ou obreiro só poderá ser revocado se for declarado falso pela opinião popular e com o consentimento da maioria dos escolhidos de Deus que entendem a verdade;

(3) O trabalho dos líderes e obreiros deve estar sujeita a inspeção a qualquer momento. Qualquer coisa que constitua uma violação grave dos princípios deve ser imediatamente tratada e resolvida;

(4) A revocação de um falso líder e anticristo que se envolveu em diversos atos de maldade pode ser realizada por uma quantidade significativa do verdadeiro povo escolhido de Deus, juntamente com dois ou três líderes ou obreiros.

Palavras de Deus relevantes:

Como os escolhidos de Deus devem tratar os anticristos? Eles devem identificá-los, expô-los, denunciá-los e expulsá-los. Não importa como um anticristo venha a ocupar uma posição de liderança, ele é, invariavelmente, alguém que resiste a Deus. Você não deve aceitar a liderança de um anticristo e também não deve reconhecê-lo como seu líder, pois o que ele faz não é conduzi-los para dentro das palavras de Deus; ele quer arrastá-lo para o inferno e puxá-lo ao longo da mesma senda dos anticristos que ele está trilhando. Ele faz com que você se una a ele em resistência a Deus e em perturbar e destruir a obra de Deus. Ele arrasta e puxa você para que você venha se revirar na lama com ele. Você consentirá com isso? Se consentir e se comprometer com ele, implorar por sua misericórdia ou for conquistado por ele, então você não terá dado testemunho e será uma pessoa que trai a verdade e a Deus — e tais pessoas não podem ser salvas. Quais são as condições que uma pessoa deve cumprir para receber a salvação? Em primeiro lugar, deve possuir a habilidade de identificar anticristos satânicos; deve ter esse aspecto da verdade. Apenas se possuir esse aspecto da verdade ela pode crer genuinamente em Deus e se abster de adorar ou seguir o homem; somente pessoas que conseguem identificar anticristos têm a habilidade de crer verdadeiramente em Deus, de segui-Lo e dar testemunho Dele. A fim de identificar anticristos, as pessoas devem aprender primeiro a ver pessoas e coisas com clareza e entendimento completos; devem ser capazes de perceber a essência dos anticristos e devem enxergar todas as suas conspirações, truques, motivações interiores e objetivos. Se consegue fazer isso, você consegue permanecer firme. Se você quiser obter salvação, então o primeiro teste pelo qual deve passar é aprender a derrotar Satanás e a vencer e triunfar sobre forças hostis e a interferência do mundo externo. Uma vez que você possui estatura e verdade suficiente para perseverar até o fim numa batalha contra as forças de Satanás e as derrotar, então — e somente então — você pode buscar a verdade continuamente, e somente então pode pisar firmemente e sem contratempo na senda de buscar a verdade e receber salvação. Se você não conseguir passar nesse teste, então pode-se dizer que está em grande perigo, e é suscetível a ser capturado por um anticristo e a vir a viver sob a influência de Satanás.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (1)’ em “Registros das falas de Cristo”

Qual é a atitude que as pessoas devem ter em termos de como tratar um líder ou obreiro? Se o que ele faz é certo, então você pode lhe obedecer; se o que ele faz é errado, então você pode expô-lo e até se opor a ele e expressar uma opinião diferente. Se ele for incapaz de fazer obra prática e revelar ser um falso líder, falso obreiro ou anticristo, então você pode se recusar a aceitar sua liderança e também pode denunciá-lo e expô-lo. Entretanto, alguns entre o povo escolhido de Deus não entendem a verdade e são especialmente covardes; então não ousam fazer nada. Eles dizem: “Se o líder me expulsar, para mim acabou; se ele fizer com que todos me exponham ou abandonem, então eu não serei mais capaz de crer em Deus. Se eu deixar a igreja, então Deus não vai me querer e não me salvará. A igreja representa Deus!”. Essas formas de pensar não afetam a atitude de tal pessoa em relação a essas coisas? Poderia realmente ser verdade que, se o líder o expulsar, você não pode mais ser salvo? A questão de sua salvação depende da atitude de seu líder em relação a você? Por que tantas pessoas têm tal grau de temor? Se, assim que alguém que é um falso líder ou anticristo o ameaça, você não ousa denunciar aos superiores e até garante que, dali em diante, você terá o mesmo modo de pensar que o líder, então você não está perdido? Esse é o tipo de pessoa que busca a verdade? Não só você não ousa expor tal comportamento perverso como pode ser cometido por anticristos satânicos, mas, ao contrário, você lhes obedece e até toma as palavras deles como verdade, às quais você se submete. Esse não é o epítome da estupidez? Então, quando você é prejudicado, isso não é o que você merece? Deus fez com que você fosse prejudicado? Você mesmo desejou isso para si mesmo. Você tomou um anticristo para que fosse seu líder e o tratou como se fosse um irmão ou irmã — e isso é culpa sua. Qual é a atitude com a qual se deve tratar um anticristo? Ele deve ser exposto e combatido. Se você não consegue fazer isso sozinho, então muitas pessoas devem se unir e denunciá-lo. Quando descobriram que certos líderes e obreiros em posições mais altas estavam trilhando a senda do anticristo, disciplinando os irmãos e as irmãs, não fazendo um trabalho real e cobiçando a bênção do status, algumas pessoas assinaram uma petição para remover esses anticristos. Que trabalho fantástico fizeram essas pessoas! Isso mostra que elas entendem a verdade, que possuem certa estatura e que não são nem controladas nem enganadas por Satanás. Isso prova também que anticristos e falsos líderes não detêm uma posição dominante na igreja, e não ousam mostrar seu ser verdadeiro de forma demasiadamente clara em qualquer coisa que digam ou façam. Se revelarem a si mesmos, há pessoas para monitorá-los, identificá-los e expulsá-los. Isto é, no coração das pessoas que genuinamente entendem a verdade, o status, o prestígio e a autoridade de uma pessoa não são coisas que imperam; todos aqueles que entendem a verdade são capazes de ter discernimento e refletir sobre que senda as pessoas devem seguir em sua fé em Deus e também como devem tratar líderes e obreiros. Também começam a pensar sobre quem as pessoas devem seguir, quais comportamentos constituem seguir pessoas e quais comportamentos constituem seguir a Deus. Tendo ponderado essas verdades por vários anos e ouvido sermões muitas vezes, elas inconscientemente vêm a entender as verdades sobre crer em Deus, e assim ganharam alguma estatura. Elas se puseram na trilha certa de crer em Deus.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (1)’ em “Registros das falas de Cristo”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Quanto àqueles anticristos, enganadores e pessoas perversas que imperam na igreja, o povo escolhido de Deus deve se unir para removê-los de seus cargos e rejeitá-los. Dois ou três líderes e colaboradores que possuem a obra do Espírito Santo podem removê-los diretamente de seus cargos e bani-los, e qualquer um que também possui a obra do Espírito Santo pode ser escolhido para assumir o trabalho daqueles que foram removidos. Somente isso é verdadeiramente odiar Satanás e voltar as costas para ele. Jamais a casa de Deus deve permitir que pessoas perversas, anticristos ou aqueles que não possuem a obra do Espírito Santo detenham poder na igreja e assim enganem e prejudiquem os outros. No momento em que tais pessoas mostrarem suas verdadeiras cores, elas devem ser banidas. Esse é o mandamento de Deus e é um símbolo de Seu caráter justo. O povo escolhido de Deus deve permanecer com firmeza do lado Dele, defendendo Sua obra e se submetendo à autoridade de Suas palavras. É contra a vontade de Deus que anticristos e pessoas perversas detenham poder na igreja e viola Seus decretos administrativos. Quando um é descoberto, ele deve ser banido, e ninguém deve blindar tal pessoa. Qualquer um que se manifeste defendendo um anticristo, uma pessoa perversa ou alguém que engana outros é cúmplice e peão de Satanás e é, portanto, alguém que será exposto e eliminado por Deus.

Todos os tipos de pessoas serão revelados durante os últimos anos de desastres e provações. Falsos líderes e colaboradores que não possuem a obra do Espírito Santo representam aproximadamente um terço dos líderes e colaboradores. Alguns desses falsos líderes e colaboradores são anticristos que cometem todos os tipos de males, outros perderam a obra do Espírito Santo por não terem buscado a verdade, embora não tenham praticado muito mal, e são pessoas deste tipo que podem receber a oportunidade de se arrepender. Quanto aos anticristos que cometem todos os tipos de males ou que tentam estabelecer seus próprios reinos independentes, os líderes e colaboradores em todos os níveis como também as pessoas escolhidas de Deus devem reunir evidências da perversidade dessas pessoas e elaborar um resumo de seus atos malignos. Quando tiverem reunido evidências suficientes, poderão tomar medidas para remover essas pessoas de seus cargos e bani-las – e essa medida consiste em expulsar o mal para demonstrar devoção a Deus. Em algumas igrejas, o povo escolhido de Deus já reuniu evidências dos crimes de alguns falsos líderes, falsos colaboradores ou anticristos e deve compilar essas evidências em material escrito. Se alguém se formou numa força do anticristo, o povo escolhido de Deus deve se unir com líderes e colaboradores que possuem a obra do Espírito Santo e demitir e substituir aquela pessoa. Se não houver evidências suficientes dos atos malignos cometidos ou se disser respeito apenas aos vários problemas de expressar corrupção e não constituir a prática de todos os tipos de males, então a decisão pode ser adiada e tomada com base na qualidade de sua humanidade após um período de observação. Na casa de Deus, somente os líderes e colaboradores que possuem a obra do Espírito Santo são aprovados para o uso por Deus; aqueles que não têm a obra do Espírito Santo são aqueles que Ele não aprova e que devem ser banidos. Portanto, o povo escolhido de Deus deve verificar se um líder ou colaborador de qualquer nível é mantido com base em se ele possui ou não a obra do Espírito Santo. A derrota de Satanás por Deus e Seu término do destino de Satanás alcançou um momento crucial. O povo escolhido de Deus deve entender Sua vontade e de forma alguma deve permitir que as várias pessoas perversas e os anticristos que pertencem a Satanás assumam poder na igreja – essa é a exigência de Deus, Seu mandamento; é, ainda mais, um símbolo de seu caráter justo. Pessoas perversas e anticristos são os lacaios do grande dragão vermelho na igreja e representam as forças do grande dragão vermelho. Quando pessoas perversas e anticristos detêm poder, isso significa que o grande dragão vermelho detém poder. Somente se rejeitarem as pessoas perversas e os anticristos, as pessoas poderão renunciar ao grande dragão vermelho e se rebelar contra Satanás. Todas as pessoas que são justas e fiéis a Deus devem se levantar conscientemente e defender a obra de Deus, proteger os interesses do povo escolhido de Deus e lançar uma batalha decisiva contra as forças de Satanás – esse é um poder com o qual Deus tem dotado o Seu povo escolhido. Nessa batalha espiritual, todos aqueles que estão do lado de Deus e são fiéis a Ele pertencem a Ele, e todos aqueles que estão do lado de Satanás e fazem tudo que podem para perturbar e destruir a obra de Deus pertencem a Satanás; esses dois tipos de pessoas foram revelados, e o povo escolhido de Deus deve ver isso claramente.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Se alguns líderes e colaboradores falsos não forem substituídos após cometerem muitos atos malignos, o povo escolhido de Deus deverá elaborar um resumo dos fatos de sua perversidade e denunciá-los aos líderes e colaboradores de níveis superiores. Se os líderes distritais cometeram males em excesso, isso deve ser relatado aos líderes e colaboradores regionais. Se os membros da equipe regional de tomada de decisões cometeram muitos males e estão obviamente resistindo aos arranjos de trabalho e interrompendo o trabalho da casa de Deus, isso deve ser relatado à equipe pastoral de tomada de decisões. Se a equipe pastoral de tomada de decisões ainda os defende em vez de resolver o problema, então a situação deve ser registrada em documentos escritos e relatada ao Alto por meio do site. Adicionalmente, podem até ser adotadas medidas para remover falsos líderes e colaboradores pela via da demissão conjunta. O princípio para a implementação de uma demissão conjunta é que uma ação concentrada para banir todos os falsos líderes e colaboradores e os anticristos deve ser conduzida por líderes e colaboradores que possuem a obra do Espírito Santo em vários níveis. Por exemplo, se membros da equipe pastoral de tomada de decisões não têm a obra do Espírito Santo, outros membros da equipe pastoral de tomada de decisões ou membros da equipe de trabalho que possuem a obra do Espírito Santo devem concordar sobre ações para removê-los. Se membros da equipe regional de tomada de decisões não possuem a obra do Espírito Santo, outros membros da equipe regional de tomada de decisões ou dois ou três coordenadores regionais que têm a obra do Espírito Santo devem concordar sobre ações para removê-los. Se um líder distrital não possui a obra do Espírito Santo, dois ou três outros líderes e colaboradores distritais devem concordar sobre ações para remover aquele líder distrital. Se coordenadores regionais ou pregadores distritais não possuem a obra do Espírito Santo, eles podem ser redesignados diretamente pela equipe regional de tomada de decisões ou pelos líderes distritais. Ao remover falsos líderes e colaboradores que não possuem a obra do Espírito Santo, o número de atos malignos praticados por eles e o modo de sua denúncia pelo povo escolhido de Deus devem ser verificados com precisão e sem qualquer erro. Falsos líderes e colaboradores com uma humanidade relativamente melhor, mas que não possuem a obra do Espírito Santo, só devem ser demitidos, mas ainda devem ser tratados como irmãos e irmãs. Se os falsos líderes e colaboradores estiverem imersos em iniquidade, eles deverão ser avaliados de acordo com a seriedade de seu comportamento perverso para decidir se devem ou não ser expulsos. Além disso, antes de tomar alguma medida para banir falsos líderes e colaboradores e anticristos, primeiro deve ser conduzida uma investigação para determinar a natureza do problema e esclarecer se as pessoas em questão possuem a obra do Espírito Santo e se as partes envolvidas podem ou não ser categorizadas como falsos líderes, falsos colaboradores ou anticristos. Além do mais, inquéritos e investigações devem ser conduzidos com seus colegas e os irmãos e irmãs pelos quais são responsáveis para entender os detalhes referentes aos seus atos malignos e sua resistência a Deus. Uma lista de seus atos malignos também deve ser elaborada e confirmada por muitas pessoas para mostrar que as evidências são conclusivas. Medidas só podem ser adotadas quando a maioria das pessoas familiarizadas com eles confirmou as evidências. Qualquer medida deve ser adotada com cautela, prudência e sabedoria, e devem ser escolhidas também oportunidades apropriadas; isso jamais pode ser feito sob circunstâncias adversas. Independentemente do local, enquanto existirem falsos líderes e colaboradores e anticristos, é assim que eles devem ser tratados. É o mandamento de Deus e a autorização do homem usado pelo Espírito Santo. Todos os líderes e colaboradores que possuem a obra do Espírito Santo têm o direito de tomar medidas contra falsos líderes e colaboradores e anticristo, a premissa sendo a segurança e a certeza de que a vida na igreja do povo escolhido de Deus não será perturbada. Esse é um bom ato genuíno e um verdadeiro ato de justiça.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Anterior: 66. Os princípios para readequar os líderes e obreiros

Próximo: 68. Os princípios para cultivar e utilizar pessoas

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro