105. Os princípios para distinguir entre a busca da verdade e a crença confusa

(1) Determinem se alguém se concentra em comer e beber das palavras de Deus e em aceitar o julgamento e castigo de Deus, de forma que isso o leve ao verdadeiro arrependimento e à mudança, ou se alguém segue os outros sem rumo e assim passa seus dias ocioso;

(2) Determinem se alguém se concentra em obter uma compreensão da verdade, cumprir bem seu dever e viver a realidade da verdade ou se se concentra em exterioridades, adesão a regras e ação guiada exclusivamente por noções e imaginações;

(3) Determinem se alguém se concentra em buscar a verdade em todos os assuntos e em usá-la para resolver sua corrupção, ou se busca consolo e condescende com sua carne, contentando-se simplesmente com entender a doutrina;

(4) Determinem se alguém se concentra em buscar a verdade ao cumprir seu dever, em colocá-la em prática e agir de acordo com os princípios ou se é descuidado e superficial, tentando enganar a Deus e não se arrepender até a morte.

Palavras de Deus relevantes:

Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para se conformarem à vontade de Deus. Isso acontece porque, embora estejam familiarizadas com a palavra “Deus” e expressões tais como “a obra de Deus”, as pessoas não conhecem a Deus e menos ainda conhecem Sua obra. Não é de admirar, então, que todos aqueles que não conhecem a Deus estejam confusos em sua crença Nele. As pessoas não levam a sério a crença em Deus e isso é inteiramente porque crer em Deus não lhes é nada familiar, é estranho demais para elas. Dessa maneira, elas ficam aquém das demandas de Deus. Em outras palavras, se as pessoas não conhecem a Deus, e não conhecem Sua obra, então elas não são aptas para serem usadas por Deus, e menos ainda são capazes de satisfazer Sua vontade. “Crença em Deus” significa acreditar que há um Deus; esse é o conceito mais simples no que diz respeito a crer em Deus. Mais ainda, acreditar que há um Deus não é o mesmo que crer verdadeiramente em Deus; antes, é um tipo de fé simples com fortes sobretons religiosos. A fé verdadeira em Deus significa o seguinte: com base na crença de que Deus é soberano sobre todas as coisas, a pessoa experimenta Suas palavras e Sua obra, expurga seu caráter corrupto, satisfaz a vontade de Deus e vem a conhecer Deus. Somente uma jornada desse tipo pode ser chamada de “fé em Deus”. No entanto, as pessoas frequentemente veem a crença em Deus como uma questão simples e frívola. As pessoas que acreditam em Deus dessa maneira perderam o significado de acreditar em Deus e, embora possam continuar acreditando até o fim, elas jamais ganharão a aprovação de Deus, porque trilham a senda errada. Ainda existem hoje aquelas que creem em Deus de acordo com as letras e em doutrina vazia. Elas não sabem que lhes falta a essência da crença em Deus e não podem receber a aprovação de Deus. Ainda assim, elas oram a Deus pedindo as bênçãos da segurança e da graça suficiente. Vamos parar, aquietar nosso coração e perguntar a nós mesmos: será que acreditar em Deus é realmente a coisa mais fácil do mundo? Será que acreditar em Deus não significa nada mais que receber muita graça de Deus? As pessoas que creem em Deus sem O conhecer ou que acreditam em Deus e ainda assim se opõem a Ele são realmente capazes de satisfazer a vontade de Deus?

Extraído do Prefácio em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas acreditam em Deus, principalmente, para buscar vida; se você acredita em Deus, e mesmo assim não busca a vida nem persegue a verdade ou o conhecimento de Deus, então isso não é crença em Deus! E seria realista ainda buscar entrar no reino para ser rei? Alcançar o amor verdadeiro por Deus por meio da busca da vida — apenas isso é realidade; a busca e a prática da verdade — tudo isso é realidade. Lendo as palavras de Deus e experimentando essas palavras, você chegará a captar o conhecimento de Deus em meio à experiência real, e isso é o que significa verdadeiramente buscar.

Extraído de ‘A Era do Reino é a Era da Palavra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Toda a humanidade foi corrompida por Satanás e a natureza humana é trair Deus. No entanto, dentre todos os humanos que foram corrompidos por Satanás, há alguns que podem se submeter à obra de Deus e aceitar a verdade; esses são aqueles que podem obter a verdade e alcançar uma transformação de caráter. Há também aqueles que não se concentram em buscar a verdade. Eles se satisfazem em entender doutrinas; ouvem boa doutrina e a guardam, e, após entendê-la, eles conseguem cumprir o seu dever — até certo ponto. Essas pessoas fazem o que lhes mandam fazer e têm humanidade medíocre. Até certo ponto, estão dispostas a se despender, abandonar o mundanismo e suportar sofrimento. No entanto, não são sinceras em relação à verdade; acreditam que basta não cometer nenhum pecado e são incapazes de entender a essência da verdade. Se tais pessoas conseguem permanecer firmes até o fim, então podem também ser poupadas, mas não podem ter seu caráter transformado. Se você deseja ser purificado da corrupção e passar por uma mudança em seu caráter de vida, você deve ter um amor pela verdade e a capacidade de aceitar a verdade. O que significa aceitar a verdade? Aceitar a verdade indica que, não importando que tipo de caráter corrupto você tenha ou qual dos venenos do grande dragão vermelho estão em sua natureza, você reconhece isso quando é revelado pelas palavras de Deus e se submete a essas palavras; você as aceita incondicionalmente, sem inventar desculpas ou tentar escolher o que lhe agrada, e você vem a conhecer a si mesmo com base naquilo que Ele diz. É isso que significa aceitar as palavras de Deus. Não importa o que Ele diga, não importa o quanto Suas declarações trespassem seu coração, e não importa quais palavras Ele use, você pode aceitá-las contanto que aquilo que Ele diz seja a verdade e você pode reconhecê-las, contanto que estejam em conformidade com a realidade. Você pode se submeter às palavras de Deus independentemente de quão profundo seja o seu entendimento delas, e você aceita e se submete à luz que é revelada pelo Espírito Santo e comunicada pelos seus irmãos e irmãs. Quando tal pessoa tem buscado a verdade até certo ponto, ela pode obter a verdade e alcançar uma transformação do seu caráter. Mesmo que aqueles que não amam a verdade possam ser de humanidade decente, quando se trata da verdade, eles são confusos e não a levam a sério. Embora possam ser capazes de algumas boas obras, consigam se despender por Deus e sejam capazes de renúncia, eles não podem alcançar uma mudança de caráter.

Extraído de ‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo”

Em suma, tomar a senda de Pedro na fé de alguém significa caminhar na senda da busca da verdade, a qual também é a senda de conseguir se conhecer verdadeiramente e mudar seu caráter. Só ao caminhar na senda de Pedro a pessoa estará na senda de ser aperfeiçoada por Deus. Deve-se estar certo de como, exatamente, caminhar na senda de Pedro e também de como colocá-la em prática. Primeiro, é preciso deixar de lado as próprias intenções da pessoa, as buscas inadequadas e até a família e todas as coisas da própria carne. É preciso ser devotado de todo o coração; isto é, é preciso devotar-se completamente à palavra de Deus, manter o foco em comer e beber as palavras de Deus, concentrar-se na busca pela verdade e na busca pelas intenções de Deus em Suas palavras e tentar compreender a vontade de Deus em tudo. Esse é o método de prática mais fundamental e vital. Foi o que Pedro fez após ver Jesus e é somente praticando dessa maneira que alguém pode alcançar os melhores resultados. Dedicar-se de todo o coração às palavras de Deus envolve primeiramente buscar a verdade, buscar as intenções de Deus em Suas palavras, focando-se em compreender a vontade de Deus, entender e obter mais verdade das palavras de Deus. Quando lia Suas palavras, Pedro não estava focado em entender as doutrinas, muito menos em obter conhecimento teológico; em vez disso, concentrava-se em compreender a verdade e captar a vontade de Deus, bem como alcançar um entendimento de Seu caráter e Sua amabilidade. Pedro também tentava entender os diversos estados corruptos do homem a partir das palavras de Deus, bem como a natureza corrupta e a real deficiência do homem, conhecendo assim todos os aspectos das exigências de Deus ao homem a fim de satisfazê-Lo. Pedro tinha muitas práticas corretas que acatavam as palavras de Deus; isso estava mais de acordo com a vontade de Deus e era a melhor maneira de uma pessoa poder colaborar ao experimentar a obra de Deus. Ao vivenciar as centenas de provações de Deus, Pedro examinou rigorosamente a si mesmo, comparando-se com cada palavra do julgamento de Deus em relação ao homem, com cada palavra da revelação de Deus ao homem, com cada palavra de Suas demandas ao homem, e se esforçou para sondar o significado daquelas palavras. Com determinação, ele tentou ponderar e memorizar cada palavra que Jesus lhe dissera e alcançou resultados muito bons. Através dessa maneira de praticar, ele foi capaz de alcançar um entendimento de si mesmo a partir das palavras de Deus, e não só veio a entender os vários estados corruptos do homem, como também veio a entender a essência, a natureza e as várias deficiências do homem. Isso é o que significa entender verdadeiramente a si mesmo. Das palavras de Deus, Pedro não só alcançou um entendimento verdadeiro de si mesmo, mas, das coisas expressas nas palavras de Deus — o caráter justo de Deus, o que Ele tem e é, a vontade de Deus para Sua obra, Suas exigências à humanidade —, dessas palavras, ele veio a conhecer Deus completamente. Ele veio a conhecer o caráter de Deus e a Sua essência; ele veio a conhecer e entender o que Deus tem e é, bem como a amabilidade de Deus e as exigências de Deus ao homem. Embora Deus não falasse tanto naquele tempo quanto fala hoje, resultados nesses aspectos, todavia, foram alcançados em Pedro. Isso foi algo raro e precioso. Pedro passou por centenas de provações, mas não sofreu em vão. Ele não só veio a entender a si mesmo a partir das palavras e da obra de Deus, como também veio a conhecer Deus. Além disso, ele se concentrou sobretudo nas exigências de Deus para com a humanidade sob Suas palavras. Em quaisquer que fossem os aspectos que o homem deveria satisfazer a Deus para estar alinhado com a Sua vontade, Pedro foi capaz de dedicar um grande esforço nesses aspectos e alcançar total clareza; isso foi extremamente benéfico em relação à sua entrada. Independentemente do que Deus falasse, contanto que aquelas palavras pudessem se tornar a sua vida e pertencessem à verdade, Pedro frequentemente era capaz de esculpi-las em seu coração para refletir sobre elas e apreciá-las. Após ouvir as palavras de Jesus, ele foi capaz de levá-las a sério, o que mostra que ele estava concentrado sobretudo nas palavras de Deus e verdadeiramente alcançou os resultados no fim. Ou seja, de livre vontade ele foi capaz de pôr as palavras de Deus em prática, de praticar a verdade e alinhar-se com a vontade de Deus perfeitamente, de agir inteiramente de acordo com a intenção de Deus e de desistir de suas opiniões e imaginações pessoais. Dessa forma, Pedro entrou na realidade das palavras de Deus.

Extraído de ‘Como trilhar a senda de Pedro’ em “Registros das falas de Cristo”

Pedro sentia-se incomodado com qualquer coisa em sua vida que não satisfizesse o desejo de Deus. Se algo não satisfazia o desejo de Deus, ele sentia-se arrependido e procurava uma maneira adequada pela qual pudesse se empenhar para satisfazer o coração de Deus. Mesmo nos menores e mais e inconsequentes aspectos de sua vida, ele ainda exigia de si mesmo a satisfação do desejo de Deus. E não era menos rigoroso no que dizia respeito ao seu antigo caráter, sempre rígido ao exigir de si mesmo progresso mais profundo na verdade. […] Na sua crença em Deus, Pedro procurou satisfazer Deus em tudo, e procurou obedecer a tudo o que viesse de Deus. Sem a mais ligeira queixa, ele pôde aceitar castigo e julgamento, bem como refinamento, tribulação e carência em sua vida, e nada disso conseguiu mudar seu amor a Deus. Não era esse o máximo amor a Deus? Não era esse o cumprimento do dever de uma criatura de Deus? Quer no castigo, no julgamento ou na tribulação; você é sempre capaz de alcançar a obediência até a morte, e isso é o que uma criatura de Deus deve alcançar, esta é a pureza do amor a Deus. Se o homem pode conseguir tanto assim, ele é uma criatura de Deus qualificada, e não há nada que melhor satisfaça o desejo do Criador. Imagine que você seja capaz de trabalhar para Deus, mas não obedeça a Deus e não consiga amar a Deus autenticamente. Desse modo, você não só não terá cumprido o dever de uma criatura de Deus, como também será condenado por Deus porque é alguém que não possui a verdade, que é incapaz de obedecer a Deus e que é desobediente a Deus. Você só se interessa em trabalhar para Deus e não tem interesse em pôr a verdade em prática nem em conhecer-se. Você não compreende nem conhece o Criador, não obedece nem ama o Criador. Você é alguém inerentemente desobediente a Deus, e pessoas assim não são prezadas pelo Criador.

Extraído de ‘O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre’ em “A Palavra manifesta em carne”

Atualmente existem muitas pessoas que acreditam de maneira confusa. Vocês têm curiosidade demais, desejo demais por bênçãos e aspiração de menos para buscar a vida. Hoje em dia, as pessoas estão cheias de entusiasmo em sua crença em Jesus. Jesus vai levá-las de volta ao lar celestial, então como podem não acreditar? Algumas pessoas são crentes a vida inteira; mesmo depois de ter tido fé por quarenta ou cinquenta anos, elas ainda nunca se cansam de ler a Bíblia. Isso é porque elas pensam[a] que, aconteça o que acontecer, contanto que tenham fé, entrarão no céu. Vocês têm seguido Deus ao longo dessa senda por apenas alguns anos, no entanto, já fraquejaram; vocês perderam a resistência, porque seu desejo de ganhar bênçãos é forte demais. O seu caminhar neste caminho verdadeiro é regido pelo seu desejo de obter bênçãos e por sua curiosidade. Vocês não têm mesmo muito entendimento a respeito desse estágio da obra. Muito do que Eu estou dizendo hoje não é direcionado àqueles que acreditam em Jesus, nem estou dizendo isso apenas para combater as suas noções. Na verdade, essas noções que estão sendo expostas são aquelas mesmas que existem dentro de vocês, pois vocês não entendem por que a Bíblia foi posta de lado, por que Eu digo que a obra de Jeová envelheceu ou por que Eu digo que a obra de Jesus envelheceu. O fato é que vocês guardam muitas noções às quais não deram voz, assim como muitas opiniões fechadas no fundo de seu coração, e vocês apenas seguem a multidão. Vocês realmente acham que não guardam muitas noções? É só porque vocês não falam delas! Na verdade, vocês só estão seguindo a Deus superficialmente; de modo algum vêm buscar o verdadeiro caminho e não vieram com a intenção de ganhar vida. A atitude de vocês é de apenas querer ver o que vai acontecer. Como vocês não renunciaram a muitas de suas velhas noções, não há um só dentre vocês que tenha sido capaz de se oferecer totalmente. Tendo chegado a esse ponto, vocês continuam a se preocupar com seu próprio destino, com os pensamentos revirando dia e noite, nunca conseguindo renunciar a ele.

Extraído de ‘Vocês devem entender a obra — não sigam confusamente!’ em “A Palavra manifesta em carne”

Algumas pessoas seguem adiante e buscam com energia e estão dispostas a praticar quando Deus fala, mas, quando Deus não fala, elas não avançam mais. As pessoas ainda não entenderam a vontade de Deus dentro do coração delas e não têm um amor espontâneo a Deus; no passado elas seguiam a Deus porque eram forçadas. Agora, há algumas pessoas que estão cansadas da obra de Deus. Tais pessoas não estão em perigo? Grande parte das pessoas existe em um estado de simplesmente dar conta. Embora comam e bebam as palavras de Deus e orem a Ele, elas o fazem sem entusiasmo e não têm mais a motivação que uma vez tiveram. A maioria das pessoas não está interessada na obra de Deus de refinamento e aperfeiçoamento e de fato é como se elas estão constantemente sem qualquer motivação interior. Quando são vencidas pelas transgressões, elas não se sentem em dívida com Deus, nem têm a consciência de sentir remorso. Elas não buscam a verdade nem abandonam a igreja, e, em vez disso, buscam apenas os prazeres temporários. Essas pessoas são tolas, totalmente estúpidas! Quando chegar a hora, serão todas banidas e nem sequer uma delas será salva! Você acha que se alguém foi salvo uma vez ele será sempre salvo? Essa crença é puro engano! Todos aqueles que não buscarem a entrada na vida serão castigados. A maioria das pessoas não tem absolutamente nenhum interesse em entrar na vida, em visões ou em colocar a verdade em prática. Elas não buscam entrar e certamente não buscam entrar mais profundamente. Não estão se arruinando? Agora mesmo, há uma porção de pessoas cujas condições estão melhorando constantemente. Quanto mais o Espírito Santo opera, mais confiança elas ganham; quanto mais experimentam, mais sentem o profundo mistério da obra de Deus. Quanto mais profundamente entram, mais elas entendem. Sentem que o amor de Deus é tão grande e sentem-se firmes e esclarecidas dentro delas mesmas. Elas têm um entendimento da obra de Deus. Essas são as pessoas em quem o Espírito Santo está operando. Algumas dizem: “Embora não haja palavras novas de Deus, eu ainda preciso buscar ir mais fundo na verdade, preciso ser sério em relação a tudo em minha experiência real e entrar na realidade das palavras de Deus”. Esse tipo de pessoa possui a obra do Espírito Santo. Embora Deus não mostre Seu semblante e esteja oculto a toda e qualquer pessoa, e embora Ele não declare nem uma palavra e haja ocasiões em que as pessoas experimentem algum refinamento interno, ainda assim Deus não abandonou as pessoas completamente. Se uma pessoa não consegue reter a verdade que deveria realizar, ela não terá a obra do Espírito Santo. Durante o período de refinamento, de Deus não Se mostrar, se você não tem confiança, mas, em vez disso, se acovarda, se não se concentra em experimentar Suas palavras, então você está fugindo da obra de Deus. Mais tarde, você será um dos que são banidos. Aqueles que não buscam entrar na palavra de Deus não podem quiçá manter-se como uma testemunha Dele. As pessoas que são capazes de dar testemunho de Deus e satisfazer Sua vontade são totalmente dependentes de sua motivação para buscar as palavras de Deus. A obra que Deus realiza nas pessoas é primeiramente de permitir-lhes ganhar a verdade; fazer com que você busque a vida é para o bem de aperfeiçoá-lo e isso tudo é para torná-lo adequado para o uso de Deus. Tudo que você está buscando agora é ouvir mistérios, escutar as palavras de Deus, encher os olhos, olhar ao redor para ver se há alguma novidade ou tendência e com isso satisfazer sua curiosidade. Se essa é a intenção de seu coração, então não há como você atender as exigências de Deus. Aqueles que não buscam a verdade não podem seguir até o fim. Agora mesmo, não é que Deus não esteja fazendo algo, mas, antes, é que as pessoas não estão cooperando com Ele, porque elas estão cansadas da Sua obra. Elas só querem ouvir as palavras que Ele fala para conceder bênçãos e estão relutantes em ouvir as palavras de Seu julgamento e castigo. Qual é a razão para isso? A razão é que os desejos das pessoas de ganhar bênçãos não foram satisfeitos e elas, portanto, se tornaram negativas e fracas. Não é que Deus propositadamente não permita que as pessoas O sigam, nem é que Ele esteja propositadamente dando golpes na humanidade. As pessoas estão negativas e fracas só porque suas intenções são impróprias. Deus é o Deus que dá vida ao homem e Ele não pode levar o homem à morte. A negatividade, a fraqueza e o retrocesso das pessoas são todas causadas pela própria ação delas.

Extraído de ‘Você deveria manter sua devoção a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se não tiver conhecimento da obra de Deus, você não saberá como cooperar com Ele. Se não conhecer os princípios da obra de Deus e estiver inconsciente de como Satanás opera no homem, você não terá senda para praticar. A busca zelosa sozinha não permitirá que você alcance os resultados exigidos por Deus. Tal forma de experimentar é semelhante à de Lawrence: sem fazer qualquer distinção e se concentrando apenas na experiência, completamente inconsciente do que é a obra de Satanás, do que é a obra do Espírito Santo, de em que estado o homem fica sem a presença de Deus e de que tipo de pessoa Deus quer aperfeiçoar. Que princípios deveriam ser adotados ao lidar com tipos diferentes de pessoas, como compreender a vontade de Deus no presente, como conhecer o caráter de Deus, a que pessoas, circunstâncias e era a misericórdia, a majestade e a justiça de Deus são dirigidas — ele não tem discernimento de nada disso. Se as pessoas não têm visões múltiplas como fundamento para suas experiências, então a vida está fora de questão e mais ainda a experiência; elas só podem continuar a se submeter tolamente e a suportar tudo. Tais pessoas são muito difíceis de aperfeiçoar. Pode-se dizer que, se você não tem as visões referidas acima, isso é prova ampla de que é um cretino, que é como uma estátua de sal que permanece sempre em Israel. Tais pessoas são inúteis, imprestáveis! Algumas só se submetem cegamente, elas sempre conhecem a si mesmas e sempre usam as próprias maneiras de se conduzir ao lidar com questões novas ou usam a “sabedoria” para lidar com questões triviais indignas de menção. Tais pessoas são desprovidas de discernimento, é como se a sua natureza fosse a de resignar-se a ser atormentada e elas são sempre as mesmas; nunca mudam. Pessoas assim são tolas que carecem até do mínimo discernimento. Elas nunca tentam tomar medidas apropriadas às circunstâncias ou a diferentes pessoas. Tais pessoas não têm experiência. Tenho visto algumas que são tão dedicadas a seu conhecimento de si mesmas que, quando confrontadas com pessoas possuídas pela obra de espíritos malignos, elas abaixam a cabeça e confessam seus pecados, sem ousar se levantar e condená-las. E, quando deparam com a obra óbvia do Espírito Santo, elas não ousam obedecer. Acreditam que esses espíritos malignos também estão nas mãos de Deus e elas não têm a menor coragem de se levantar e resistir a eles. Tais pessoas trazem vergonha para Deus e são totalmente incapazes de carregar um fardo pesado por Ele. Essas tolas não fazem distinções de qualquer tipo. Tal forma de experimentar, portanto, deveria ser expurgada, pois é indefensável aos olhos de Deus.

Extraído de ‘Sobre experiência’ em “A Palavra manifesta em carne”

Algumas pessoas põem bastante entusiasmo em sua busca e ainda assim fracassam em entrar na trilha certa. Isso acontece porque são muito descuidadas e não prestam atenção nas coisas espirituais. Elas não têm ideia de como experimentar as palavras de Deus e não sabem o que são a obra e a presença do Espírito Santo. Tais pessoas são entusiasmadas, mas tolas; não buscam a vida. Isso acontece porque falta a você o mínimo de conhecimento do Espírito, você não sabe nada do desenvolvimento da obra progressiva do Espírito Santo e é ignorante do estado interior de seu espírito próprio. A fé de tais pessoas não é um tipo tolo de fé? A busca de tais pessoas acaba por não render nada. O segredo para alcançar o crescimento da vida na fé em Deus é saber que obra Deus faz na sua experiência, é contemplar a amabilidade de Deus e entender a vontade de Deus, de modo a se submeter a todos os arranjos de Deus, a ter as palavras de Deus lavradas em você, para que elas se tornem a sua vida, e com isso satisfazer a Deus. Se a sua fé for uma fé tola, se você não prestar atenção nos assuntos espirituais e nas mudanças em seu caráter de vida, se não fizer nenhum esforço em direção à verdade, você será capaz de compreender a vontade de Deus? Se você não entender o que Deus pede, então será incapaz de experimentar e, portanto, não terá uma senda para praticar. No que você precisa prestar atenção conforme experimenta as palavras de Deus é o efeito que elas produzem em você, de modo que possa vir a conhecer a Deus a partir de Suas palavras. Se você só sabe ler as palavras de Deus, mas não sabe como experimentá-las, isso não mostra que você é ignorante em assuntos espirituais? Neste momento, a maioria das pessoas é incapaz de experimentar as palavras de Deus e assim não conhece a obra de Deus. Isso não é um fracasso em sua prática? Se continuarem assim, em que ponto serão capazes de experimentar as coisas em sua rica plenitude e de alcançar crescimento em sua vida? Isso não equivale simplesmente a uma conversa vazia? Há muitos dentre vocês que se concentram na teoria, que não sabem nada sobre assuntos espirituais e ainda assim desejam ser tidos de grande uso por Deus, ser abençoados por Deus. Isso é totalmente irreal! Assim, vocês precisam pôr um fim nesse fracasso, de modo que possam todos entrar na trilha certa em sua vida espiritual, ter experiências reais e entrar verdadeiramente na realidade das palavras de Deus.

Extraído de ‘Como entrar em um estado normal’ em “A Palavra manifesta em carne”

Todas as coisas que surgem cada dia, grandes ou pequenas, que podem abalar sua determinação, ocupar seu coração ou limitar sua capacidade de cumprir seu dever e seu progresso exigem tratamento diligente; elas devem ser examinadas cuidadosamente, e sua verdade deve ser buscada. Todas essas são coisas que acontecem na esfera da experiência. Algumas pessoas desistem de seus deveres quando a negatividade cai sobre elas e são incapazes de se reerguer após cada contratempo. Todas essas pessoas são tolos que não amam a verdade e não ganhariam a verdade mesmo com uma vida inteira de fé. Como tais tolos poderiam prosseguir até o fim? Se a mesma coisa acontecer dez vezes com você, mas você não ganhar nada com isso, então, você é uma pessoa medíocre e inútil. Pessoas astutas e aquelas de calibre real que compreendem os assuntos espirituais são buscadores da verdade; se algo acontecer com elas dez vezes, então, em talvez oito desses casos, elas seriam capazes de ganhar alguma inspiração, aprender alguma lição, alcançar algum esclarecimento e fazer algum progresso. Quando coisas acontecem dez vezes a um tolo — alguém que não entende os assuntos espirituais — nem uma vez isso beneficiará sua vida, nem uma vez isso o mudará e nem uma vez fará com que ele entenda sua natureza — e esse é o fim dele. Sempre que algo acontece a ele, ele cai, e toda vez que cai, ele precisa de alguém que o apoie e persuada; sem apoio e persuasão, ele não consegue se levantar. Se, toda vez que algo acontece, ele estiver em perigo de cair e se, toda vez que estiver em perigo de ser degradado, isso não será o fim para ele? Existem quaisquer outras razões para tal pessoa inútil ser salva? A salvação da humanidade por parte de Deus é uma salvação daqueles que amam a verdade, uma salvação da parte dela com vontade e resolução, e a parte dela que é o seu anseio pela verdade e pela justiça em seu coração. A determinação de uma pessoa é a parte dela em seu coração que anseia por justiça, bondade e verdade e que possui consciência. Deus salva essa parte das pessoas, e, através disso, Ele muda o caráter corrupto delas, de modo que possam entender e ganhar a verdade, de modo que a corrupção delas seja purificada e o seu caráter de vida possa ser transformado. Se você não tem essas coisas dentro de você, você não pode ser salvo. Se, dentro de você, não existe amor pela verdade nem aspiração por justiça e luz; se, sempre que encontrar o mal, você não tem nem a vontade de descartar as coisas malignas nem a resolução de suportar adversidade; se, além disso, a sua consciência está entorpecida; se sua capacidade de receber a verdade também está entorpecida e você não está sintonizado com a verdade e os eventos que surgem; e se você não for capaz de discernir em todos os assuntos e for incapaz de lidar com as coisas ou de resolvê-las, então não há como ser salvo. Tal pessoa não tem nada que a recomende, nada com que valha a pena trabalhar. Sua consciência está entorpecida, sua mente está confusa e ela não ama a verdade nem anseia pela justiça no fundo de seu coração, e, não importa o quão clara ou transparentemente Deus fale da verdade, ela não reage, como se já estivesse morta. Não acabou para ela? Uma pessoa em quem ainda reste um suspiro pode ser salva por respiração artificial, mas se ela já morreu e sua alma partiu, a respiração artificial nada fará. Se, sempre que você se deparar com um problema, você recuar dele e tentar evitá-lo, isso significa que você não deu testemunho; assim você nunca pode ser salvo e está completamente condenado. Quando um problema o acomete, você precisa ter uma cabeça fria e uma abordagem correta e deve fazer uma escolha. Vocês deveriam aprender a usar a verdade para resolver o problema. Em tempos normais, que utilidade tem entender algumas verdades? Não é para encher a sua barriga e não é para lhe dar algo a dizer, nem é para resolver os problemas dos outros. O mais importante é que seu uso é para resolver os seus próprios problemas, as suas próprias dificuldades — é só depois que você resolve suas próprias dificuldades que você consegue resolver as dificuldades dos outros. Por que se diz que Pedro é um fruto? Porque há coisas de valor nele, coisas que valem a pena ser aperfeiçoadas; ele estava determinado a buscar a verdade e tinha uma vontade firme; tinha razão, estava disposto a sofrer adversidade, ele amava a verdade em seu coração e ele não abriu mão daquilo que veio a acontecer. Todos esses são pontos fortes. Se você não tiver nenhuma dessas qualidades, você está encrencado. Você é incapaz de ter experiência e não tem nenhuma, nem consegue resolver as dificuldades dos outros. Isso se dá porque você não sabe como entrar. Você fica confuso quando as coisas lhe acontecem; você fica angustiado, chora, se torna negativo, foge e, não importa o que faça, você é incapaz de lidar com elas corretamente.

Extraído de ‘Pessoas confusas não podem ser salvas’ em “Registros das falas de Cristo”

No que tange à sua fé em Deus, além de realizar seu dever adequadamente, algo essencial é entender a verdade, entrar na realidade da verdade, e fazer mais esforço para entrar na vida. Quando algo lhe acontecer, não deixe que passe direto por você; quando se deparar com uma questão e tiver certos pensamentos, ou manifestar certos comportamentos, e achar que algo está errado, mas ainda assim não souber dizer exatamente o que está acontecendo e não souber como agir nessa questão, você deve se expressar e compartilhar isso com todo mundo; se descobrir que algo é um problema, você deve compartilhar. Quando tiver compartilhado o assunto, sem perceber você terá cada vez menos perguntas e dúvidas, e compreenderá mais e mais verdades, e assim sua estatura crescerá sem que você nem perceba. Você deve se esforçar mais quando se trata da verdade, deve se dedicar de coração. Algumas pessoas dizem: “Eu acredito em Deus faz vários anos e entendo bastante da doutrina. Agora, tenho uma base. Agora, a vida em nossa igreja além-mar é boa, os irmãos e as irmãs se reúnem para compartilhar questões acerca da fé em Deus o dia inteiro, e assim eu sou nutrido sem nem perceber — e isso me basta. Não preciso empregar esforço em resolver os problemas de minha entrada na vida, ou problemas da minha rebeldia. A cada dia, cumpro meus horários de orar, comer e beber as palavras de Deus, cantar os hinos e realizar meu dever. Faço o trabalho que devo fazer, nem uma coisa a menos, e por fim minha vida cresce sem que eu perceba”. É assim que pensam as pessoas que estão confusas em sua fé. A senda da fé em Deus é a mais realística de todas as sendas; aqueles que alardeiam, mas nunca fazem nada de verdade, não ganharão nada. Quais pessoas ganham alguma coisa? As que são pé no chão. Essas pessoas são capazes de assimilar certos pontos-chave da senda de sua fé em Deus, são pragmáticas, e são pé no chão em tudo que fazem e quando pensam em tudo que fazem, quando encaram tudo de frente, e quando entram em cada verdade. Não são pessoas que alardeiam ou apenas se concentram em fazer. Em vez disso, vivenciam tudo que lhes acontece com seu coração, põem sentimento em tudo que fazem, de forma a ganhar entendimento de cada coisa que acontece. Quando têm uma diferença de opinião, ou em certas ocasiões excepcionais, elas têm uma lição para tirar disso. Assim é alguém que tem coração, e esse é o tipo de pessoa que, no fim das contas, ganhará a verdade. As pessoas que são distraídas se mostram, no fim das contas, incapazes de ganhar a verdade; elas apenas se concentram em se esforçar fisicamente, em fazer, em se mostrar, e terão grande dificuldade de ganhar a verdade. Reflita sobre isto: que tipo de pessoa é capaz de entrar na realidade da verdade? Pessoas que são centradas, pessoas que usam seus sentimentos, que têm coração. Por um lado, tais pessoas se concentram mais na realidade, nas coisas que são reais; além disso, são mais pragmáticas, amam coisas positivas, amam a verdade, e amam coisas que são reais. Tais pessoas, no fim, serão capazes de entender e ganhar a verdade.

Extraído de ‘A entrada na vida é de suma importância para a fé em Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Deus está disposto a aperfeiçoar cada um de vocês. Como estão as coisas agora, embora a maioria já tenha aceitado a obra de Deus há muito tempo, ela se limitou a simplesmente deliciar-se na graça de Deus e está disposta apenas a receber Dele algum conforto na carne, mas não está disposta a receber mais e maiores revelações. Isso mostra que o coração do homem ainda está sempre no exterior. Embora o trabalho do homem, seu serviço e seu coração de amor por Deus apresentem menos impurezas, no que diz respeito à sua essência interior e ao seu pensamento retrógrado, o homem ainda busca constantemente a paz e os prazeres da carne e não se importa com quais possam ser as condições e os propósitos do aperfeiçoamento do homem por Deus. E assim a vida da maioria das pessoas ainda é vulgar e decadente. Sua vida não mudou nem um pouco; elas simplesmente não consideram a fé em Deus uma questão importante; é como se elas tivessem fé apenas pelo bem dos outros, agindo sem se envolver e sobrevivendo sem cuidado, à deriva em uma existência sem propósito. Poucos são aqueles que buscam entrar na palavra de Deus em todas as coisas, ganhando mais coisas mais ricas, tornando-se pessoas de riqueza maior na casa de Deus hoje e recebendo mais das bênçãos de Deus. Se você busca ser aperfeiçoado por Deus em todas as coisas e é capaz de receber o que Deus prometeu na terra, se você busca ser iluminado por Deus em tudo e não deixa que os anos passem ociosamente, essa é a senda ideal para entrar ativamente. Somente desse modo você se tornará digno e elegível para ser aperfeiçoado por Deus.

Extraído de ‘Promessas para aqueles que foram aperfeiçoados’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

a. O texto original não contém a frase: “elas pensam”.

Anterior: 104. Os princípios para discernir entre coisas positivas e negativas

Próximo: 106. Os princípios para distinguir entre cumprir o dever e prestar serviço

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro