84. Os princípios de preparar boas ações

(1) Cumpram bem e com lealdade todo o dever que devem cumprir. Sejam conscienciosos ao assumir responsabilidades, esforcem-se sempre por melhorar, não sejam descuidados nem superficiais e passem a ter uma consciência limpa;

(2) Sejam capazes de buscar a verdade sempre que encontrarem um problema enquanto cumprem seu dever. Passem a agir de acordo com os princípios e sejam leais hoje e sempre ao que Deus lhes confiou;

(3) Sigam o princípio, a verdade, sejam amorosos com seus irmãos e suas irmãs, sejam capazes de expor e restringir as perturbações que pessoas más e anticristos instigam na igreja e protejam o povo escolhido de Deus;

(4) É preciso salvaguardar a obra da igreja com todas as forças, e não se deve poupar esforços para completar toda a obra da casa de Deus, com a coragem de correr riscos, fiel até o fim.

Palavras de Deus relevantes:

Agora é o momento de Eu determinar o fim de cada pessoa, não a etapa de começar a operar o ser humano. Anoto no Meu livro de registros, uma por uma, as palavras e ações de cada pessoa, bem como a senda pela qual Me seguem, suas características inerentes e como se comportaram no final. Desse modo, não importando que tipo de pessoa sejam, nenhuma escapará de Minha mão, e todas estarão com os de seu próprio tipo, segundo Eu designar. Eu decido o destino de cada pessoa não com base na idade, senioridade, quantidade de sofrimento, muito menos o grau em que ela causa compaixão, mas de acordo com ela possuir ou não a verdade. Não há outra escolha além dessa. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus também hão de ser punidos. Esse é um fato imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como retribuição por seus numerosos atos malignos. Não fiz uma mudança sequer no Meu plano desde seu início. É só que, no que diz respeito aos homens, aqueles a quem dirijo Minhas palavras parecem estar diminuindo em número, como estão aqueles a quem Eu realmente aprovo. Entretanto, Eu afirmo que Meu plano nunca mudou; na verdade, são a fé e o amor do homem que estão sempre mudando, sempre minguando, a ponto de ser possível que cada homem passe de Me bajular a ser frio em relação a Mim ou até Me expulsar. Minha atitude para com vocês não será nem quente nem fria, até Eu sentir desgosto e abominação e, finalmente, distribuir a punição. Contudo, no dia de sua punição, Eu ainda os verei, mas vocês não mais conseguirão Me ver. Como a vida entre vocês já se tornou maçante e enfadonha para Mim, é desnecessário dizer que escolhi diferentes ambientes nos quais viver, para melhor evitar a dor de suas palavras maldosas e Me afastar do seu comportamento insuportavelmente sórdido, para que vocês não possam mais Me enganar ou tratar superficialmente. Antes de deixá-los, devo ainda exortá-los a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico ao seu destino, senão quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de vocês mesmos.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Minha misericórdia se expressa naqueles que Me amam e negam a si mesmos. A punição que ocorre aos perversos, entrementes, é precisamente a prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, todos aqueles que a Mim se opõem prantearão ao caírem vitimados por fome e peste. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão de pagar por seus pecados; eles, também, cairão no desastre, de um tipo raramente visto ao longo de milhões de anos, e viverão num constante estado de pânico e pavor. E aqueles dos Meus seguidores que mostraram lealdade a Mim hão de regozijar e aplaudir Meu poder. Eles experimentarão inefável contentamento e viverão numa alegria que nunca antes concedi ao ser humano. Porque Eu prezo as boas ações dos homens e abomino suas más obras. Desde que comecei a conduzir a humanidade, tenho esperado ardentemente ganhar um grupo de homens da mesma opinião que Eu. Aqueles cuja opinião é diferente da Minha, no entanto, deles nunca Me esqueci; sempre os odeio no Meu coração, esperando a chance de lhes administrar a Minha retribuição, o que Me dará satisfação de ver. Agora Meu dia finalmente chegou, e não preciso esperar mais!

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês devem cumprir seu dever o melhor que puderem, de coração aberto e honesto, e estar dispostos a pagar o preço que for preciso. Como vocês disseram, quando o dia chegar, Deus não será remisso com alguém que sofreu ou pagou um preço por Ele. Essa é uma convicção do tipo que vale a pena manter, e vocês não deveriam esquecê-la jamais. Somente assim posso acalmar-Me quanto a vocês. Caso contrário, nunca conseguirei acalmar-Me com relação a vocês, e sempre serão objeto da Minha aversão. Se todos vocês puderem seguir sua consciência e dar tudo de si por Mim, se não pouparem esforços pela Minha obra e devotarem uma vida inteira de esforço à Minha obra do evangelho, então Meu coração não pulará de alegria por vocês com frequência? Desse jeito, conseguirei acalmar-Me por completo a respeito de vocês, não é mesmo? É uma vergonha vocês serem capazes de fazer apenas uma parte lamentável e ínfima do que Eu espero; sendo assim, como podem ter o descaramento de procurar obter de Mim o que esperam?

Extraído de ‘Sobre o destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Qual é o critério pelo qual os feitos de uma pessoa são julgados como sendo bons ou maus? Depende de, em seus pensamentos, expressões e ações, você possuir o testemunho de pôr a verdade em prática ou não e de você viver a verdade-realidade. Se não tiver essa realidade ou não viver essa realidade, então sem dúvida você é um malfeitor. Como Deus vê os malfeitores? Seus pensamentos e atos externos não dão testemunho de Deus, tampouco envergonham ou derrotam Satanás; em vez disso, envergonham a Deus e estão repletos de marcas que fazem Deus ficar envergonhado. Você não está testificando por Deus, não está se despendendo por Deus, não está cumprindo sua responsabilidade e suas obrigações em relação a Deus; em vez disso, está agindo para o próprio bem. O que é a implicação de “para o próprio bem”? Para Satanás. Por isso, no fim, Deus dirá: “Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade”. Aos olhos de Deus, você não fez boas ações; mas, ao contrário, seu comportamento se tornou maligno. Você não será recompensado, e Deus não Se lembrará de você. Isso não é totalmente em vão? Para cada um de vocês que cumprem seu dever, não importa quão profundamente você entenda a verdade, se quiser entrar na verdade-realidade, a maneira mais simples de praticar é pensar nos interesses da casa de Deus em tudo que faz e abrir mão de seus desejos egoístas, de sua intenção, motivos, prestígio e status individuais. Coloque os interesses da casa de Deus em primeiro lugar — isso é o mínimo que você deve fazer.

Extraído de ‘Dê seu real coração a Deus e você poderá obter a verdade’ em “Registros das falas de Cristo”

A maioria das pessoas que crê em Deus fica feliz em se devotar e se despender por Ele. Contudo, somente aqueles que são capazes de devoção e sacrifício genuínos possuem a verdadeira realidade. A maioria das pessoas busca alegremente a verdade, mas relativamente poucas são capazes de colocá-la em prática ou de pagar um preço para ganhá-la. Quando o momento crucial chega e você é solicitado a sacrificar e renunciar, você não consegue suportar; isso é inaceitável e mostra que você não é sincero em relação a Deus. Se, quanto mais crucial for o momento, as pessoas forem mais capazes de se submeter e abrir mão de seus interesses próprios, da vaidade e do orgulho e cumprirem seus deveres corretamente, apenas então elas serão lembradas por Deus. Tudo isso são boas ações! Não importa o que as pessoas façam, o que é mais importante — seu orgulho e vaidade ou a glória de Deus? (A glória de Deus.) O que é mais importante — suas responsabilidades ou seus interesses próprios? Cumprir suas responsabilidades é o mais importante, e você tem uma obrigação para com elas. Isso não é um slogan qualquer; se, lá no fundo, isso for o que você pensa, e você tentar praticar dessa forma, então você não terá entrado em um pouco de realidade? No mínimo, isso significa que você possui esse aspecto da realidade. Ao se deparar com certas coisas, seus próprios desejos subjetivos efêmeros e sua vaidade e orgulho deixarão de obstruir o seu caminho, e você dará prioridade máxima ao seu próprio dever, à vontade de Deus, a dar testemunho Dele e às suas próprias responsabilidades. Essa é uma maneira tão maravilhosa de dar testemunho e ela envergonha Satanás! O que Satanás pensa, após ver tudo isso? Se você realmente fizer isso, usando ações reais para realmente dar testemunho de Deus e para dar as costas a Satanás, e se você estiver fazendo mais do que simplesmente entoar slogans, então não existe caminho melhor para envergonhar Satanás e testificar aDeus. Quão maravilhoso é usar vários métodos para dar testemunho de Deus e para fazer Satanás ver a determinação de você de abandonar e rejeitar Satanás!

Extraído de ‘Ganhar Deus e a verdade é a mais feliz das coisas’ em “Registros das falas de Cristo”

Às vezes, depois de terminar um trabalho, você se sente um pouco inquieto em seu coração. Inspecionando mais a fundo, você descobre que realmente há um problema. Ele deve ser corrigido; depois disso, você ficará tranquilo. Sua inquietação prova que há um problema para o qual você precisa dedicar mais tempo e no qual deve prestar mais atenção. Essa é uma atitude séria e responsável em relação ao cumprimento do seu dever. Quando se pode ser sério, responsável, dedicado e trabalhador, o trabalho será feito adequadamente. Às vezes, seu coração não é como esse, e você não consegue encontrar ou descobrir um erro que seja claro como o dia. Uma pessoa que tivesse um coração como esse, com o incentivo e a orientação do Espírito Santo, seria capaz de identificar o problema. Mas se o Espírito Santo o guiasse e lhe desse tal consciência, permitindo-lhe sentir que algo está errado, se você não tivesse um coração como esse, mesmo assim você seria incapaz de identificar o problema. Então, o que isso mostra? Mostra que é muito importante que as pessoas cooperem; seu coração é muito importante, e para onde direcionam seus pensamentos e intenções é muito importante. Deus perscruta e enxerga o que as pessoas guardam em seu coração ao cumprir seus deveres e quanta energia despendem. É crucial que as pessoas coloquem todo o seu coração e força no que fazem. A cooperação também é um componente crucial. Se as pessoas se esforçarem para não se arrepender dos deveres que cumpriram e das coisas que fizeram, e para não ficar em dívida com Deus, somente assim estarão agindo com todo o seu coração e força. Se, hoje, você não der todo o seu coração e força, quando algo der errado mais tarde, e houver consequências, não será tarde para o arrependimento? Você ficará para sempre em dívida; isso ficará marcado em você! Uma mancha no desempenho do dever é uma transgressão. Você deve, portanto, se esforçar para realizar adequadamente a parcela de coisas que precisa e deve fazer, com todo o seu coração e força. Essas coisas não devem ser feitas descuidada ou superficialmente; você não deve se arrepender de nada. Desta forma, os deveres que você desempenhar neste momento serão lembrados por Deus. Essas coisas lembradas por Deus são boas ações. Então quais são as coisas que não são lembradas? São as transgressões. Talvez as pessoas não aceitariam que são más ações se assim fossem descritas agora, mas, se chegar o dia em que houver sérias consequências para essas coisas e elas se tornarem uma influência negativa, você perceberá que essas coisas não são meras transgressões comportamentais, porém más ações. Quando perceber isso, você ficará arrependido e pensará consigo: eu deveria ter escolhido um pouco de prevenção! Com um pouco mais de reflexão e esforço, eu não teria esse problema. Nada limpará essa mancha eterna de seu coração, e ela lhe causaria problemas se o deixasse em dívida permanente. Então, hoje, toda vez que cumprirem seu dever, ou aceitarem uma comissão, vocês devem se esforçar para fazê-lo com toda a sua força e todo o seu coração. Você deve fazê-lo de forma a estar livre de culpa e arrependimento, para que o dever seja lembrado por Deus e seja uma boa ação. Não aja descuidada e superficialmente, com um olho aberto e o outro fechado; você vai se arrepender, e não poderá fazer reparações. Isso constituirá transgressão, e, por fim, em seu coração, sempre haverá culpa, endividamento e acusação. Qual dessas duas sendas é melhor? Qual senda é a certa? Cumprir seu dever com todo o seu coração e força, preparando e acumulando boas ações, sem arrependimentos. Não deixe suas transgressões se acumularem; arrependa-se delas e fique em dívida. O que acontece quando uma pessoa comete transgressões demais? Ela está acumulando a ira de Deus contra si em Sua presença! Se você transgredir cada vez mais, e a ira de Deus contra você crescer cada vez mais, no fim das contas, você será punido.

Extraído de ‘Como resolver o problema de ser descuidado e superficial no cumprimento do seu dever’ em “Registros das falas de Cristo”

No futuro, as pessoas que sobreviverão num estado de descanso terão todas suportado o dia da tribulação e também terão dado testemunho de Deus; todas elas serão pessoas que cumpriram seus deveres e que, deliberadamente, se submeteram a Deus. Aqueles que simplesmente desejam aproveitar a oportunidade de fazer serviço com a intenção de evitar a prática da verdade não terão a permissão de permanecer. Deus tem padrões apropriados para o arranjo do desfecho de cada indivíduo; Ele não toma essas decisões simplesmente de acordo com as palavras e com a conduta da pessoa, nem as toma com base em como ela age durante um único período de tempo. De forma alguma, Ele será leniente em relação à má conduta de alguém devido ao seu serviço prestado a Deus lno passado nem poupará alguém da morte por causa de qualquer gasto feito por Deus uma única vez. Ninguém pode se esquivar da retribuição pela própria maldade, e ninguém pode encobrir um comportamento mau e, com isso, evitar o tormento da destruição. Se as pessoas realmente conseguem cumprir seu próprio dever, isso significa que elas são eternamente fiéis a Deus e não buscam recompensas, independentemente de receberem bênçãos ou sofrerem desgraças. Se as pessoas são fiéis a Deus quando veem bênçãos, mas perdem sua fidelidade quando não conseguem ver quaisquer bênçãos, e se, no fim, elas ainda são incapazes de dar testemunho de Deus ou de cumprir os deveres que lhes foram confiados, então elas ainda serão objetos da destruição a despeito de terem prestado serviço fiel a Deus anteriormente.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também arranjar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é que todas as pessoas possam reconhecer Meus feitos e ações. Quero que todas as pessoas vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter. Não foi ação do homem, muito menos da natureza, que trouxe o ser humano à existência, mas Eu, que nutro todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, a humanidade só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade encontrará somente a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Eu sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e, mais ainda, sou Aquele sobre quem se baseia a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém atente para Mim. Eu fiz uma obra que mais ninguém pode fazer, e Minha única esperança é que o homem seja capaz de Me retribuir com algumas boas ações. Embora poucos tenham sido capazes de Me retribuir, ainda assim Eu concluirei a Minha jornada no mundo humano e começarei a próxima etapa da Minha obra reveladora, porque toda a Minha correria de um lado a outro destes muitos anos em meio aos homens foi proveitosa, e estou muito satisfeito. Não Me importo com o número de pessoas, mas com suas boas ações. Em todo caso, espero que vocês preparem boas ações suficientes para seu destino próprio. Com isso, ficarei satisfeito; do contrário, nenhum de vocês escapará do desastre que lhes sucederá. O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se vocês não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre. No meio da tribulação, seus atos e feitos não foram considerados de todo apropriados, pois sua fé e seu amor eram vazios e vocês só mostraram ser tímidos ou durões. Quanto a isso, Meu julgamento será só de bom ou mau. Meu interesse continua a ser o modo com que cada um de vocês age e se expressa, com base nisso, determinarei o seu fim. Todavia, devo deixar claro: para com aqueles que não Me ofereceram sequer um pingo de lealdade durante tempos de adversidade, Eu não terei mais misericórdia, pois Minha misericórdia vai só até esse ponto. Não tenho apreço algum, além disso, por quem quer que já tenha Me traído, muito menos gosto de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Esse é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Eu devo lhes dizer isto: qualquer um que partir Meu coração não receberá clemência de Mim pela segunda vez, e qualquer um que tiver sido fiel a Mim ficará para sempre no Meu coração.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

As vinte boas ações que o povo escolhido de Deus deve preparar

1. Comunique a verdade com frequência para resolver problemas para o povo escolhido de Deus na vida da igreja, apoie constantemente aqueles que creem em Deus de fato para ajudá-los a compreender a verdade e entrar na realidade. Isso é uma boa ação. Somente isso é que é amor verdadeiro.

2. Se você cumprir seu dever sem buscar transações nem recompensas, se não tiver outro tipo de intenções e não agir sem se envolver, e se houver resultados reais, isso é uma boa ação. Somente aqueles que cumprem seu dever dessa maneira estão realmente se despendendo por Deus.

3. Se for descoberto que aqueles que foram equivocadamente separados ou expulsos da igreja são pessoas boas, lute para ajudá-los e apoiá-los e aceite-os de volta à igreja. Isso é uma boa ação. Receber irmãos e irmãs de outros lugares que estejam buscando a igreja, comer e beber as palavras de Deus e viver a vida de igreja com eles também é uma boa ação.

4. Trabalhar duro, esquecer de comer e de dormir para que o povo escolhido de Deus que realmente crê em Deus possa entender a verdade, entrar na realidade e crescer na vida — isso é uma boa ação. Essa é a realidade que as pessoas que são verdadeiramente atenciosas com as intenções de servir a Deus deveriam possuir.

5. Enfoque o evangelismo, testemunhe da obra de Deus sempre que encontrar uma pessoa adequada. Pregar o evangelho o máximo possível para ganhar mais pessoas é uma boa ação. Se você puder trazer para diante de Deus algumas pessoas boas que têm fé verdadeira e são capazes de buscar a verdade de fato, isso é mais ainda uma boa ação.

6. Se descobrir que uma pessoa má está perturbando a igreja, aplique todos os tipos de sabedoria para impedi-la e restringi-la de fazer o mal. Use a verdade e a sabedoria para lidar com o caos e garantir que a vida normal da igreja possa seguir como de costume. Isso é uma boa ação.

7. Ficar ao lado de Deus resguardando Sua obra, protegendo a entrada na vida do povo escolhido de Deus, sejam quais forem os problemas que surgirem na igreja, isso é uma boa obra. Se você for capaz de usar a verdade para resolver problemas de modo que o povo escolhido de Deus seja capaz de compreender a verdade e discernir o bem e o mal, isso é mais ainda uma boa ação.

8. Ser capaz de expor abertamente e refutar o malvado que ousa julgar, atacar e se opor ao homem que o Espírito Santo usa, bem como defender a obra de Deus, isso é uma boa ação. Qualquer que use a verdade para resolver as perturbações de todos os tipos de pessoas malvadas e anticristos e trouxer benefício ao povo escolhido de Deus, então isso é mais ainda uma boa ação.

9. Buscar a verdade ao descobrir vários tipos de falácias e heresias dentro da igreja, refutando-os e criticando-os de acordo com as palavras de Deus, mantendo Seu povo escolhido livre de danos e ajudando-o a alcançar edificação e crescimento na vida, isso é uma boa ação.

10. Caso se descubra que há, de fato, um falso líder ou anticristo assenhoreando-se de outras pessoas e tentando estabelecer um reino independente, será uma boa ação relatá-lo imediatamente e contatar as pessoas que compreendem a verdade, a fim de salvar o povo escolhido de Deus do malefício de Satanás, o diabo.

11. Caso se descubra que aqueles que creem em Deus e estão dispostos a buscar a verdade têm sido enganados ou controlados, uma boa ação é fazer todo o possível para resgatá-los, comunicar pacientemente a verdade de modo que eles possam escapar das mãos do maligno, retornem verdadeiramente para Deus e abandonem as trevas em favor da luz.

12. Quando acontecer uma circunstância adversa, fazer todo o esforço para proteger o povo escolhido de Deus, fazer os arranjos necessários para o dinheiro e os bens da casa de Deus, proteger as ofertas para que não caiam nas mãos de Satanás e do grande dragão vermelho é uma boa ação. O que assim faz é uma pessoa que protege a obra de Deus e é verdadeiramente devoto a Deus.

13. É uma boa ação prover cobertura para os verdadeiramente crentes para impedir que sejam presos e fazer uso de todos os contatos para resgatar esses irmãos e irmãs que foram presos. É mais ainda uma boa ação usar a sabedoria para defender a vida da igreja e proteger o povo escolhido de Deus durante circunstâncias adversas.

14. Quando você vir que aqueles irmãos e irmãs que verdadeiramente se despendem por Deus e buscam a verdade enfrentam sofrimento e dificuldades, é uma boa ação usar de tudo para ajudá-los a atravessar a tempestade. Também é uma boa ação ser capaz de ajudar os líderes e obreiros que se despendem por Deus em tempo integral e cujas famílias estão em dificuldade.

15. É uma boa ação se você puder tentar todos os meios possíveis para receber e ajudar os irmãos e as irmãs que estão sendo perseguidos e estão na lista de procurados, sem ter medo dos perigos nem do preço que você possa pagar, e se puder suportar todos os tipos de críticas, de sordidez e problemas causados pelos outros no curso do cumprimento do seu dever para que você possa satisfazer a Deus.

16. É uma boa ação organizar aqueles irmãos e irmãs que realmente creem em Deus e buscam a verdade para comer e beber as Suas palavras, comunicar a verdade e viver uma vida de igreja nas provações. É mais ainda uma boa ação apoiar os irmãos e irmãs fracos para que compreendam a verdade e sejam testemunhas durante as provações e os desastres.

17. É uma boa ação expor e denunciar as pessoas más que roubam ofertas e desfalcam a propriedade da casa de Deus. Isso evita a perda das ofertas a Deus e da propriedade da Sua casa. Proteger as ofertas de Deus para que não caiam nas mãos do malvado e de ser tomadas por pessoas com segundas intenções, também é uma boa obra.

18. É uma boa ação não poupar nenhum esforço para coordenar a implementação dos arranjos de trabalho do homem usado pelo Espírito Santo, assim como resolver todos os tipos de problemas práticos encarados pelo povo escolhido de Deus na igreja e fazer muita obra prática, a fim de defender a obra de Deus e trazer Seu povo escolhido para a trilha certa da crença Nele.

19. Cooperar ativamente com a liderança e pastoreio do homem usado pelo Espírito Santo, travando uma batalha de vida ou morte contra os falsos líderes e anticristos pelo bem de trazer o povo escolhido de Deus para a trilha certa da crença Nele, pagando o preço para proteger Sua obra e obter os resultados; tudo isso se classifica como boas ações.

20. Ser capaz de distinguir e determinar os falsos líderes e anticristos de acordo com os arranjos de trabalho, expô-los de acordo com a verdade e persuadi-los a renunciar, a fim de evitar dano maior para o povo escolhido de Deus, é uma boa ação. É uma boa ação ajudar e proteger aqueles líderes que têm transgressões, mas que são capazes de se arrependerem genuinamente e que possuem boa humanidade para eles possam continuar a cumprir seu dever.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Anterior: 83. Os princípios de receber o povo escolhido de Deus

Próximo: 85. Os princípios de oferecer doações e esmolas

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro