121. Os princípios para viver uma humanidade normal

(1) É necessário discernir a diferença entre humanidade normal e expressões da corrupção e aprender a usar a verdade para corrigir cada tipo de expressão da corrupção. Só assim se pode viver uma humanidade normal;

(2) É necessário treinar-se o tempo todo para ser uma pessoa honesta, falar e agir de modo verdadeiro, em vez de se envolver em trapaças e se disfarçar. Aprenda a praticar a verdade e a agir de acordo com os princípios;

(3) Interajam amorosamente com os outros. Sejam capazes de ter tolerância e paciência, compreensão e respeito. Ajudem e apoiem uns aos outros. Não sejam excessivamente críticos com os outros, apenas os tratem com justiça;

(4) É necessário buscar a verdade em todos os assuntos. Só assim se consegue abandonar a carne e praticar a verdade. Ademais, deve-se perseverar na busca por amar e se submeter a Deus, cumprir o dever bem e com fidelidade.

Palavras de Deus relevantes:

Deus criou os humanos e os colocou sobre a terra, e, desde então, Ele os conduziu. Depois, Ele os salvou e serviu como oferta pelo pecado para a humanidade. No final, Ele ainda deve conquistar a humanidade, salvar os humanos inteiramente e restaurá-los à sua imagem original. Essa é a obra à qual Ele vem se dedicando desde o início — restaurando a humanidade à sua imagem e semelhança original. Deus estabelecerá Seu reino e restaurará a semelhança original dos seres humanos, o que significa que Deus restaurará Sua autoridade sobre a terra e sobre toda a criação. A humanidade perdeu seu coração temente a Deus e também a função incumbente às criaturas de Deus após ter sido corrompida por Satanás, tornando-se assim um inimigo desobediente a Deus. Então a humanidade viveu sob o império de Satanás e seguiu suas ordens; assim, Deus não teve como operar entre Suas criaturas e se tornou ainda mais incapaz de ganhar sua reverência temerosa. Os humanos foram criados por Deus e deveriam adorá-Lo, mas, na realidade, eles deram as costas a Ele e, no lugar Dele, adoraram Satanás. Satanás se tornou o ídolo no coração deles. Assim, Deus perdeu Sua posição em seu coração, o que quer dizer que Ele perdeu o significado por trás de Sua criação da humanidade. Portanto, a fim de restaurar o significado por trás de Sua criação da humanidade, Ele deve restaurar sua imagem original e livrar a humanidade de seus caracteres corruptos. Para recuperar os humanos, de Satanás, Ele deve salvá-los do pecado. Somente dessa maneira Deus pode, aos poucos, restaurar sua semelhança e função original e, enfim, restaurar Seu reino.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

A fonte de oposição e de rebeldia do homem contra Deus é a sua corrupção por Satanás. Porque ele foi corrompido por Satanás, a consciência do homem se tornou entorpecida, ele é imoral, seus pensamentos são degenerados e ele tem uma perspectiva mental subdesenvolvida. Antes de ser corrompido por Satanás, o homem naturalmente seguia a Deus e obedecia às Suas palavras depois de ouvi-las. Ele tinha naturalmente bom senso, boa consciência e humanidade normal. Depois de corrompido por Satanás, seu sentido original, sua consciência e sua humanidade ficaram embotados e foram comprometidos por Satanás. Assim, o homem perdeu a obediência e o amor para com Deus. O sentido do homem tornou-se aberrante, seu caráter tornou-se o mesmo que o de um animal, sua rebeldia para com Deus é cada vez mais frequente e grave. No entanto, o homem ainda não sabe nem reconhece isso e apenas se opõe e se rebela cegamente. A revelação do caráter do homem é a expressão de seu sentido, percepção e consciência e, como o seu sentido e percepção estão deteriorados e sua consciência se tornou extremamente entorpecida, seu caráter se rebela contra Deus. Se o sentido do homem e a sua percepção não podem mudar, então as mudanças de caráter estão fora de cogitação, assim como aceitar a vontade de Deus. Se o sentido do homem está deteriorado, então ele não pode servir a Deus e não está apto a ser usado por Deus. O “sentido normal” se refere a obedecer e ser fiel a Deus, a ansiar por Deus, a ser absoluto para com Deus, e a ter uma consciência voltada para Deus. Refere-se a ser de uma só mente e coração para com Deus, a não se opor a Deus deliberadamente. Os que têm um sentido aberrante não são assim. Como foi corrompido por Satanás, o homem engendrou concepções sobre Deus e não tem tido nenhuma lealdade nem o menor anseio por Deus, muito menos uma consciência voltada para Deus. Deliberadamente, o homem se opõe a Deus e O julga; além disso, lança injúrias contra Ele pelas costas. O homem claramente sabe que Ele é Deus e, ainda assim, O julga pelas costas, sem nenhuma intenção de obedecer e só faz pedidos e exigências cegas a Deus. Essas pessoas, que têm um sentido aberrante, são incapazes de reconhecer o próprio comportamento desprezível ou de se lamentar por sua rebeldia. Se as pessoas são capazes de se conhecer, então elas recuperaram um pouco de seu sentido; quanto mais as pessoas se rebelam contra Deus sem conhecerem a si mesmas, mais deteriorado é o sentido delas.

Extraído de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quais aspectos inclui a humanidade normal? Percepção, senso, consciência e caráter. Se você puder atingir normalidade em cada um desses aspectos, sua humanidade estará à altura. Você deveria ter a semelhança de um ser humano normal, deveria parecer um crente em Deus. Você não precisa atingir demais ou se envolver em diplomacia; você só precisa ser um ser humano normal, com o senso de uma pessoa normal, ser capaz de enxergar as coisas e, pelo menos, se parecer como um ser humano normal. Isso será suficiente. Tudo o que se exige de você hoje está dentro de suas capacidades; isso não é um caso de tentar obrigar um pato a subir num poleiro. Nenhuma palavra inútil ou obra inútil será realizada em você. Toda a feiura expressa ou revelada em sua vida deve ser descartada. Vocês foram corrompidos por Satanás e transbordam do veneno de Satanás. Tudo o que é pedido de você é que você se livre desse caráter satânico corrompido. Você não é obrigado a se tornar alguma figura de alto nível, ou uma pessoa famosa ou grande. Não há sentido nisso. A obra que é feita em vocês leva em conta o que lhes é inerente. O que Eu peço das pessoas está definido dentro de limites. Se vocês praticassem da maneira e no tom com que os intelectuais falam, isso não bastaria; vocês não seriam capazes de fazê-lo. Dado o calibre de vocês, vocês deveriam ao menos ser capazes de falar com sabedoria e tato e explicar as coisas de modo claro e compreensível. Isso é tudo o que é preciso para cumprir as exigências. Se, no mínimo, vocês ganharem percepção e senso, isso bastará. O mais importante agora é livrar-se do seu caráter satânico corrompido. Você deve se livrar da feiura que se manifesta em você. Como poderá falar sobre senso e percepção supremos, se você não se livrar disso? Muitas pessoas, quando veem que a era mudou, ainda carecem de qualquer humildade ou paciência, e podem muito bem também não ter mais amor ou decoro de santos. Como são absurdas tais pessoas! Elas não têm nem mesmo um pingo de humanidade normal? Elas têm algum testemunho para dar? Elas estão totalmente sem percepção ou senso. É claro, alguns aspectos da prática das pessoas que estão desviadas e erradas precisam ser corrigidos; sua vida espiritual rígida do passado e sua aparência entorpecida e imbecil, por exemplo — tudo isso tem de ser mudado. Mudar não significa permitir que você se torne dissoluto ou se entregue à carne, falando o que quiser. Você não deve falar vagamente. Ter a fala e o comportamento de um ser humano normal significa falar de modo coerente, dizer “sim” quando quiser dizer “sim” e dizer “não” quando quiser dizer “não”. Atenha-se aos fatos e fale de maneira apropriada. Não engane, não minta. Os limites que uma pessoa normal pode atingir quanto à mudança de caráter devem ser compreendidos. Caso contrário, você não será capaz de entrar na realidade.

Extraído de ‘Elevar o calibre é para o bem de receber a salvação de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

No caráter das pessoas normais não há desonestidade ou engano, elas têm um relacionamento normal entre si, não ficam sozinhas e sua vida não é medíocre, nem decadente. Assim, também, Deus é exaltado entre todos. Suas palavras permeiam os homens, as pessoas vivem em paz umas com as outras; e, sob o cuidado e a proteção de Deus, a terra é repleta de harmonia, sem a interferência de Satanás, e a glória de Deus possui a maior importância entre os homens. Tais pessoas são como anjos: puras, vibrantes, nunca reclamando de Deus e devotando todos os seus esforços unicamente à glória de Deus na terra.

Extraído de ‘Capítulo 16’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês devem saber que Deus gosta de pessoas honestas. Deus tem a substância da fidelidade, então Sua palavra é sempre digna de confiança; além disso, Suas ações são irrepreensíveis e inquestionáveis. É por isso que Deus gosta daqueles que são absolutamente honestos com Ele. Ser honesto significa entregar seu coração a Deus, ser genuíno com Ele em todas as coisas, ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder os fatos, nunca tentar enganar quem está acima e abaixo de você e não fazer as coisas apenas para conseguir o favor de Deus. Resumindo, ser honesto é ser puro em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. […] Se suas palavras forem repletas de desculpas e justificativas sem valor, então digo que você detesta colocar a verdade em prática. Se você tiver muitas confidências que reluta em compartilhar, se estiver muito indisposto a desnudar seus segredos — suas dificuldades — diante dos outros de forma a buscar o caminho da luz, então digo que você é alguém que não alcançará a salvação facilmente e que não emergirá facilmente das trevas. Se buscar o caminho da verdade o agrada, então você é alguém que habita sempre na luz. Se você fica muito contente em ser um servidor na casa de Deus, trabalhando diligente e conscienciosamente no anonimato, sempre dando e nunca tirando, então digo que você é um santo leal, porque não busca recompensa e está simplesmente sendo honesto. Se você estiver disposto a ser sincero, se estiver disposto a despender tudo de si, se for capaz de sacrificar sua vida por Deus e ser firme em seu testemunho, se você for honesto a ponto de somente saber satisfazer a Deus sem considerar a si mesmo ou tomar para si mesmo, então digo que tais são pessoas nutridas na luz e que viverão para sempre no reino.

Extraído de ‘Três admoestações’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas não demandam muito de si mesmas, mas demandam muito de Deus. Elas Lhe pedem para mostrar-lhes uma bondade especial e ser paciente e tolerante para com elas, que as trate com carinho, que lhes proveja, sorria para elas e cuide delas de várias maneiras. Elas esperam que Ele não seja rígido com elas de modo algum ou faça algo que de levemente as chatearia, e só ficam satisfeitas se Ele as bajular todos os dias. Os humanos são tão carentes de razão! As pessoas não têm clareza sobre o que devem fazer, o que devem realizar, que pontos de vista devem ter, em que posição devem estar para servir a Deus e em que posição é adequado que elas se coloquem. As pessoas com um pouco de status têm um conceito muito elevado sobre si mesmas, e as pessoas sem status também têm um conceito bastante elevado de si mesmas. As pessoas nunca conhecem a si mesmas. Vocês devem atingir um ponto na sua crença em Deus no qual, independentemente de como Ele lhes fale, de quão rigoroso Ele seja com vocês e do quanto Ele possa ignorá-los, você possa continuar a acreditar sem reclamar e continuar a cumprir seu dever como habitualmente. Então você será uma pessoa madura e experiente e realmente terá alguma estatura e um pouco da racionalidade de uma pessoa normal. Você não fará exigências a Deus, não mais terá desejos extravagantes nem fará mais pedidos a outros ou a Deus de acordo com suas próprias preferências. Isso mostrará que, até certo ponto, vocês possuem a semelhança de um ser humano.

Extraído de ‘Pessoas que fazem exigências constantes a Deus são as menos razoáveis’ em “Registros das falas de Cristo”

Sempre que alguém revela um caráter corrupto ou pensamentos e ideias corruptas, não é pouca coisa. Se você não buscar a verdade para resolvê-los, será impossível purificar essas corrupções. Se, por outro lado, conseguir buscar a verdade racionalmente, você discernirá facilmente a causa principal do seu erro e resolverá o problema das suas expressões de corrupção. À medida que você se tornar mais capaz de recuar para dentro do seu espírito para esperar e buscar, mais fácil será encontrar passagens relevantes das palavras de Deus para discernir a essência do problema. Ao fazê-lo, você revelará cada vez menos sua corrupção, e sua racionalidade se tornará mais normal — e quanto mais normal for a racionalidade de uma pessoa, mais ela age dentro dos limites, deixando de falar ou agir com base em suas noções e imaginações. O que significa “agir dentro dos limites”? Significa agir de uma maneira que esteja de acordo com os padrões da humanidade normal, com sua consciência, com os padrões das exigências de Deus e com as verdades-princípio. Se assim que é incitado a agir você não pensa profundamente, e apenas acena e diz: “Faça desse jeito mesmo. Vai ficar tudo bem!”, você está agindo com o bom senso da humanidade normal? Existe uma expressão de humanidade normal nisso? Estas são expressões que a humanidade normal deveria não ter. Portanto, não importa qual problema o acometa, você deve primeiro se acalmar e contemplá-lo, vir para diante de Deus, retirar-se para dentro do seu espírito e se aquietar — buscar primeiro de Deus como esse assunto deve ser tratado e como deve ser discutido. Isso requer muito tempo? Não, não requer. A humanidade normal contém essas coisas racionais, e as pessoas são capazes de se restringir e alcançá-las; consegui-lo depende de elas estarem dispostas a praticar dessa forma. Se você deseja sempre se exibir, sempre se elevar, desfilar, tornar-se um ídolo no coração dos outros e estabelecer sua imagem ali, você sempre agirá apressadamente; nunca será capaz de vir para diante de Deus ou retirar-se para dentro do seu espírito. Se você sempre quer fazer as coisas do seu jeito, e se, tendo feito isso, sempre pensa que fez algo de grande importância ou realizou algum grande empreendimento, e que é muito talentoso e diferente das pessoas comuns, isso significa que você não está trilhando a senda correta. Seu coração deve se aquietar em todos os momentos, e, quando deparar com um problema, você não pode ficar irritado, ser teimoso ou agir apressadamente. Não seja pretensioso nem falso; aprenda a se aquietar e agir sensatamente. Essas são as maneiras em que a humanidade normal deve se manifestar.

Extraído de ‘A senda para resolver um caráter corrupto’ em “Registros das falas de Cristo”

Quando uma pessoa não entende a verdade, a dimensão do papel que sua consciência pode exercer depende de como é sua humanidade. Se essa pessoa não entende a verdade e não age de acordo com sua consciência, e se você não consegue ver aspecto algum das ações dela que mostre qualquer consideração pelas intenções de Deus ou qualquer reverência por Deus nela, pode-se dizer que essa pessoa possui consciência e humanidade? Que tipo de pessoa ela é? Esse tipo de pessoa é definido precisamente como alguém sem humanidade que caiu abaixo do padrão mínimo para a conduta humana. Ela não tem consciência e faz as coisas nem com base na razão nem de acordo com a consciência. Algumas pessoas não entendem muitas verdades; não sabem o que é a coisa certa a se fazer quando encontram problemas e não dominaram os princípios. O que, então, deve ser feito? O padrão mais baixo que deveriam cumprir é agir de acordo com a consciência. Como se deve agir de acordo com a consciência? As particularidades são que, quando uma pessoa age, ela deve fazê-lo confiando num coração verdadeiro e ser digna de Deus ter nos dado esta vida e digna desta oportunidade dada por Deus de alcançar a salvação. Uma vez que tenha cumprido esse mínimo de padrões, você terá obtido proteção; você não fará coisas que desobedeçam a Deus tão facilmente nem fugirá de suas responsabilidades, nem será suscetível a agir de maneira superficial. Também não será tão propenso a tramar por sua posição, fama, fortuna e futuro. Esse é o papel que a consciência exerce. Os componentes mais fundamentais e importantes da humanidade de uma pessoa são consciência e razão. Que tipo de pessoa é essa que não possui consciência e não tem a razão da humanidade normal? Em termos gerais, é uma pessoa à qual falta humanidade, uma pessoa de humanidade ruim.

Extraído de ‘Dê seu real coração a Deus e você poderá obter a verdade’ em “Registros das falas de Cristo”

Se vocês ainda não encontraram o sentimento e os princípios para ser um santo, isso prova que sua entrada na vida é superficial demais e que vocês ainda não entenderam a verdade. Em sua conduta e no ambiente em que vivem cada dia, isso exige que vocês provem e ponderem, comunguem uns com os outros, encorajam uns aos outros, mantenham uns aos outros alertas, ajudem e cuidem uns dos outros e apoiem e provejam uns para os outros. Não se concentrem sempre nas falhas dos outros; reflitam frequentemente sobre si mesmos e sejam proativos, depois, em admitir ao outro o que fizeram que constitui interferência ou dano a ele. Aprendam a se abrir e comungar, e discutam juntos com frequência sobre como comungar de forma prática com base nas palavras de Deus. Quando o ambiente de sua vida é frequentemente como esse, os relacionamentos entre irmãos e irmãs se tornam normais — não complicados, indiferentes, frios ou cruéis como os relacionamentos dos incrédulos. Lentamente, vocês se despojarão de tais relacionamentos. Irmãos e irmãs se tornam mais próximos e mais íntimos uns com os outros; vocês são capazes de apoiar e amar uns aos outros; há boa vontade em seu coração, ou vocês têm uma mentalidade com que são capazes de ter tolerância e compaixão uns para com os outros, e apoiam e cuidam uns dos outros, em vez de um estado e de uma atitude em que lutam uns contra os outros, pisoteiam uns aos outros, são invejosos uns dos outros, se empenham em competição secreta, abrigam desprezo ou desdém oculto uns pelos outros ou em que ninguém obedece ao outro. Viver em tais estados ou circunstâncias cria relacionamentos terríveis entre as pessoas. Não somente cria todo tipo de influência negativa sobre você e lhe causa dano, como também influencia negativamente e prejudica os outros em graus variados. Em geral, é muito difícil as pessoas superarem isso — você se irrita quando as pessoas o olham do jeito errado ou quando dizem algo que não está alinhado à sua vontade, e quando alguém faz algo que o impede de obter uma brecha, você se ressente dele e se sente desconfortável e infeliz, e só consegue pensar em como restaurar sua reputação. Mulheres e jovens são especialmente incapazes de superar isso. Estão sempre envolvidos nesses caracteres mesquinhos, nessas birras, nessas emoções mesquinhas, e têm dificuldade de vir para diante de Deus. Emaranhadas nesses relacionamentos complexos semelhantes a teias, entrelaçadas neles, as pessoas têm dificuldade de se aquietar diante de Deus e de se aquietar nas palavras de Deus. Portanto, primeiro vocês devem aprender a conviver bem com seus irmãos e irmãs. Devem ser tolerantes e lenientes uns com os outros, ser capazes de ver o que há de excepcional no outro, quais são os pontos fortes de cada um — e devem aprender a aceitar as opiniões dos outros e recuar fundo dentro de si para se empenhar em autorreflexão e ganhar autoconhecimento. Não devem deixar-se levar, nem dar rédea solta às suas ambições, desejos ou meras forças, obrigando os outros a ouvir vocês, a fazer o que vocês mandam, a admirá-los e elevá-los, e mesmo assim ser indiferentes em relação aos pontos fortes dos outros, exagerando e aumentando suas fraquezas sem comedimento, publicando, menosprezando e desprezando suas fraquezas a todo momento, ou usando palavras e outros meios para machucar e irritar os outros, a ponto de obrigá-los a obedecer-lhes, ouvi-los, temê-los e se esconder de vocês. Vocês gostariam de ver surgir ou que existisse um relacionamento como esse entre as pessoas? Gostariam de saber como é?

Extraído de ‘O princípio mais fundamental para a prática da entrada na verdade-realidade’ em “Registros das falas de Cristo”

Para restaurar a semelhança de uma pessoa normal, isso é, para alcançar uma humanidade normal, as pessoas não podem simplesmente agradar a Deus com suas palavras. Elas apenas prejudicam a si mesmas fazendo isso, e isso não beneficia a sua entrada nem a sua transformação. Portanto, para alcançar transformação, as pessoas precisam praticar pouco a pouco. Elas devem entrar devagar, buscar e explorar um pouco por vez, entrar a partir do positivo e viver uma vida prática de verdade, uma vida de um santo. A partir disso, coisas reais, eventos reais e ambientes reais permitem que as pessoas tenham treinamento prático. Não se requer que as pessoas falem da boca para fora; em vez disso, elas devem se treinar em ambientes reais. Primeiro, as pessoas notam que seu calibre é baixo e, então, comem e bebem das palavras de Deus normalmente, e também entram e praticam normalmente; só assim elas podem obter realidade, e é assim que a entrada pode ocorrer ainda mais rapidamente. Para transformar as pessoas, precisa haver alguma praticidade; elas devem praticar com coisas reais, eventos reais e ambientes reais. É possível alcançar treinamento verdadeiro só por depender da vida da igreja? As pessoas poderão entrar na realidade desse jeito? Não! Se as pessoas são incapazes de entrar na vida real, então elas são incapazes de transformar seus velhos estilos de vida e maneiras de fazer as coisas. Isso não se deve inteiramente à preguiça das pessoas ou ao alto nível de dependência, em vez disso, é porque elas simplesmente não têm a capacidade de viver e, além disso, não têm compreensão do padrão de Deus para a semelhança de uma pessoa normal. No passado, as pessoas estavam sempre conversando, falando, comunicando-se — e até viravam “oradoras” — todavia, nenhuma delas buscava transformação no seu caráter de vida; ao contrário, elas buscavam cegamente teorias profundas. Assim, as pessoas de hoje devem mudar esse estilo religioso de crença em Deus na vida delas. Elas devem entrar na prática concentrando-se em um evento, uma coisa, uma pessoa. Elas devem fazê-lo com foco — só assim poderão obter resultados. A transformação das pessoas começa com uma mudança em sua substância. A obra deve ser direcionada à substância das pessoas, sua vida, à preguiça, dependência e servilismo delas — e só assim elas podem ser transformadas.

[…] Sem questões práticas, as pessoas só podem ganhar um entendimento teórico e intelectual — essa não é uma maneira eficaz de transformar as pessoas. Então, como se pode adquirir sabedoria e percepção por meio de treinamento? As pessoas poderiam adquirir sabedoria e discernimento simplesmente ouvindo, lendo e ampliando seu conhecimento? Como poderia ser assim? As pessoas devem entender e vivenciar na vida real! Portanto, deve-se treinar e não se deve afastar da vida real. As pessoas devem prestar atenção aos diferentes aspectos e ter entrada em vários aspectos: nível de educação, expressividade, capacidade de enxergar as coisas, discernimento, habilidade de entender as palavras de Deus, o bom senso e regras de humanidade, e as outras coisas relacionadas à humanidade com as quais as pessoas devem estar equipadas. Após ter alcançado o entendimento, as pessoas devem se concentrar na entrada, e só então a transformação poderá ser alcançada. Se alguém alcançou entendimento, mas negligenciou a prática, como pode ocorrer transformação? No momento, as pessoas entendem muito, mas não vivem a realidade; assim, elas têm pouco entendimento substancial das palavras de Deus. Você foi apenas marginalmente iluminado; você recebeu um pouco de iluminação do Espírito Santo, mas não tem entrada na vida real — ou talvez nem se importe com a entrada — desse modo, a sua transformação é diminuída. Depois de tanto tempo, as pessoas entendem muito. Elas são capazes de falar bastante sobre seu conhecimento de teorias, mas seu caráter exterior permanece o mesmo e seu calibre original permanece como era, não avançando nem um pouco. Se for esse o caso, quando finalmente você entrará?

Extraído de ‘Discutindo a vida da igreja e a vida real’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas que têm a verdade são aquelas que, em suas experiências reais, podem se manter firmes em seu testemunho, permanecem firmes em sua posição, ficam do lado de Deus, sem nunca se afastar, e que podem ter um relacionamento normal com pessoas que amam a Deus, que, quando lhe acontecem coisas, são capazes de obedecer completamente a Deus e podem obedecer a Deus até a morte. Sua prática e suas revelações na vida real são o testemunho de Deus, são a vivência do homem e o testemunho de Deus, e isso é verdadeiramente desfrutar do amor de Deus; quando você tiver experimentado até esse ponto, o devido efeito terá sido alcançado. Você é tomado de um viver real, e cada uma de suas ações é encarada com admiração pelos outros. Suas roupas e sua aparência exterior não têm nada de especial, mas você vive uma vida de extrema devoção e, quando comunica as palavras de Deus, é guiado e iluminado por Ele. Você é capaz de falar a vontade de Deus através de suas palavras, comunicar a realidade e entender muito sobre servir em espírito. Você é sincero em seu discurso, é decente e correto, não é de confrontar; é decoroso, capaz de obedecer aos arranjos de Deus e permanecer firme em seu testemunho quando acontecem coisas, e se mantém calmo e sereno, não importa com que esteja lidando. Esse tipo de pessoa realmente viu o amor de Deus. Algumas pessoas ainda são jovens, mas agem como pessoas de meia-idade; são maduras, possuidoras da verdade e admiradas pelos outros — e essas pessoas são as que têm testemunho e são a manifestação de Deus. O que significa dizer que, quando tiverem experimentado até certo ponto, no interior delas haverá uma percepção de Deus, e assim seu caráter externo também se estabilizará.

Extraído de ‘Aqueles que amam a Deus viverão para sempre em Sua luz’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando as pessoas experimentam até o dia em que sua perspectiva de vida, o significado e a base de sua existência mudaram completamente, quando elas foram modificadas até os ossos e se tornaram outra pessoa, isso não é incrível? Essa é uma grande mudança, uma mudança marcante. Só quando você perder o interesse em fama e fortuna, em status, dinheiro, prazer, poder e glória do mundo, quando puder renunciar facilmente a essas coisas, você terá a semelhança de um ser humano. Aqueles que no fim serão tornados completos são um grupo como esse; eles vivem para a verdade, vivem para Deus e vivem para o que é justo. Essa é a semelhança de um ser humano verdadeiro.

Extraído de ‘Deve-se entender que há semelhanças e diferenças entre as naturezas das pessoas’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior: 120. Os princípios para identificar a natureza e a essência de alguém

Próximo: 122. Os princípios para ser uma pessoa honesta

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro