72. Os princípios para os expurgos da igreja

(1) Todos os tipos de pessoas más, pessoas insensatas, estúpidas e maçãs podres, conforme atestado pela maioria, devem ser expurgadas;

(2) Pessoas confusas de calibre muito pobre, que não conseguem entender a verdade de forma nenhuma e não fazem bem à igreja, devem ser expurgadas;

(3) Todas as pessoas que se envolvem em desonestidade e engano, que semeiam discórdia, que formam facções ou que tramam e conspiram para perturbar a vida da igreja devem ser expurgadas;

(4) Qualquer pessoa que julgar com frequência e fizer acusações contra líderes e obreiros, cujas acusações infundadas visam puramente incitar e provocar, deve ser expurgada;

(5) Se alguém deve ser expurgado, a igreja deve ter uma razão adequada para isso, deve estar de acordo com os arranjos do trabalho e a maioria dos membros deve concordar.

Palavras de Deus relevantes:

Deus salva aqueles que podem vir à vida, que conseguem enxergar a salvação de Deus, que podem ser leais a Deus e que estão dispostos a buscar a Deus. Ele salva aqueles que acreditam na encarnação de Deus e na Sua aparição. Algumas pessoas podem vir à vida, e algumas não podem; isso depende da natureza delas poder ser salva ou não. Muitas pessoas têm ouvido muitas palavras de Deus, mas não entendem a vontade de Deus e ainda são incapazes de colocá-las em prática. Tais pessoas são incapazes de viver qualquer verdade e também interferem deliberadamente na obra de Deus. São incapazes de fazer qualquer trabalho por Deus, não conseguem dedicar nada a Ele e também gastam o dinheiro da igreja em segredo e comem na casa de Deus de graça. Essas pessoas estão mortas e não serão salvas.

Extraído de ‘Você é alguém que veio para a vida?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles entre os irmãos e irmãs que estão sempre dando vazão à sua negatividade são lacaios de Satanás e perturbam a igreja. Tais pessoas devem um dia ser expulsas e eliminadas. Se, em sua fé em Deus, as pessoas não tiverem um coração de reverência a Deus, se não tiverem um coração de obediência a Deus, então não só serão incapazes de fazer qualquer obra para Ele, mas, ao contrário, se tornarão aquelas que perturbam Sua obra e que O desafiam. Crer em Deus, mas não Lhe obedecer nem O reverenciar, e, em vez disso, resistir a Ele, é a maior desgraça para um crente. Se os crentes são tão casuais e irrestritos em sua fala e conduta como são os incrédulos, então eles são ainda mais malignos que os incrédulos; são demônios arquetípicos. Aqueles que dão vazão à sua conversa venenosa e maliciosa dentro da igreja, aqueles que espalham rumores, fomentam a desarmonia e formam grupos entre os irmãos e irmãs — eles deveriam ter sido expulsos da igreja. Mas porque agora é uma era diferente da obra de Deus, essas pessoas estão limitadas, pois enfrentam certa eliminação. Todos que foram corrompidos por Satanás têm caráter corrupto. Alguns não têm nada além de caráter corrupto, enquanto outros são diferentes: eles não só têm caráter satânico corrupto, mas sua natureza é também extremamente maliciosa. Não só suas palavras e ações revelam seu caráter satânico corrupto; essas pessoas são, além disso, o genuíno diabo Satanás. Seu comportamento interrompe e perturba a obra de Deus, prejudica a entrada na vida de irmãos e irmãs e danifica a vida normal da igreja. Mais cedo ou mais tarde, esses lobos em pele de cordeiro precisam ser removidos; uma atitude impiedosa, uma atitude de rejeição, deveria ser adotada para com esses lacaios de Satanás. Só isso é ficar do lado de Deus, e aqueles que deixam de fazê-lo estão chafurdando na lama com Satanás. Pessoas que genuinamente creem em Deus sempre O têm em seu coração e sempre levam dentro de si um coração reverente a Deus, um coração que ama Deus. Aqueles que creem em Deus deveriam fazer as coisas de modo prudente e cauteloso e tudo que fazem deveria ser de acordo com as exigências de Deus e capaz de satisfazer Seu coração. Eles não deveriam ser teimosos, fazendo o que bem lhes agrada; isso não convém à santa decência. As pessoas não precisam correr de maneira descontrolada, agitando a bandeira de Deus por toda parte enquanto se gabam e trapaceiam em todo lugar; esse é o tipo de conduta mais rebelde. As famílias têm suas regras, e as nações têm suas leis — e não é assim mais ainda na casa de Deus? Os padrões não são ainda mais rigorosos? Não há ainda mais decretos administrativos? As pessoas são livres para fazer o que quiserem, mas os decretos administrativos de Deus não podem ser alterados à vontade. Deus é um Deus que não tolera ofensa dos humanos; Ele é um Deus que mata as pessoas. As pessoas realmente ainda não sabem disso?

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje Eu Me levanto e castigo todos os tipos de espíritos malignos que Me desafiam. Independentemente de quanto tempo eles Me seguiram, eles devem sair do Meu lado. Eu não quero ninguém que seja contra Mim (eles são aqueles que não têm entendimento espiritual, aqueles que foram temporariamente possuídos por espíritos malignos e aqueles que não Me conhecem). Eu não quero nenhum deles! Todos serão removidos e se tornarão filhos da perdição! Depois de prestarem serviço a Mim hoje, todos eles devem ir embora! Não vadiem em Minha casa; deixem de se aproveitar constante e descaradamente. Aqueles que pertencem a Satanás são todos filhos do diabo e perecerão para sempre.

Extraído de ‘Capítulo 109’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Quando a obra de Deus dos últimos dias estiver para terminar, a obra de purificação e limpeza da igreja deve ser realizada. Isso é de suma importância e o caráter justo de Deus será inteiramente revelado nessa questão. Os escolhidos de Deus já sabem que o caráter de Deus não é apenas misericordioso e amoroso, mas, além disso, também é majestoso e irado e não tolera ofensas. Desde o momento em que Deus embarcou na obra dos últimos dias e começou a falar, todo tipo de anticristo, pessoa perversa, espírito maligno e demônio impuro tem sido incessante em julgar, atacar, enganar, incitar, perturbar, demolir, destruir, criar caos em todos os lugares e chegar ao ponto de suprimir, prender, punir e expulsar os escolhidos de Deus arbitrariamente, incendiar todas as igrejas e causar devastação. Cada um deles ofendeu o caráter de Deus há muito tempo e Deus ficou furioso e começou a se desfazer total e completamente desses demônios satânicos, desses espíritos malignos e demônios impuros, a recompensar os bons e a punir os maus. Somente erradicando todos os anticristos, pessoas perversas, espíritos malignos e demônios impuros a igreja poderia ser completamente limpa e só então a vontade de Deus seria totalmente satisfeita. A purificação e limpeza da igreja revelou inteiramente o caráter de Deus que não tolera ofensas. Isso fez os escolhidos de Deus finalmente perceberem que o caráter justo de Deus é majestoso e irado. Eles testemunharam a salvação e o amor de Deus e viram que o Deus Todo-Poderoso justo é totalmente digno de louvor e aclamação. As palavras de Deus dizem: “Deus Se voltou agora para a obra de ‘classificar as pessoas’, a qual mostra que o que Deus quer e o que satisfaz a Deus não é a igreja de hoje, mas o reino após a classificação. Nesse momento, Ele faz mais uma advertência a todos os ‘bons perigosos’: a menos que Deus não aja, assim que Deus começar a agir, essas pessoas serão eliminadas do reino. Deus nunca faz as coisas de modo perfunctório, Ele sempre age de acordo com o princípio de que ‘um é um e dois são dois’, e, se existem aqueles que ele não deseja sequer ver, Ele faz todo o possível para eliminá-los, para impedi-los de causar problemas no futuro. Isso é chamado de ‘levar o lixo para fora e limpar completamente’” (‘Capítulo 12’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). A purificação e limpeza completa da igreja é a etapa final da obra de Deus nos últimos dias. Os escolhidos de Deus devem entender a vontade de Deus e ser totalmente fiéis durante a purificação da igreja, e, durante a disputa final com as forças do mal de Satanás, encabeçadas pelos demônios do anticristo, eles devem dar belo testemunho e retumbante para retribuir o amor de Deus e trazer conforto para o coração de Deus. Isso é o que Deus exige e o dever a ser cumprido e o belo testemunho a ser prestado pelos escolhidos de Deus.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Você deve ser capaz de identificar e ver claramente todos os que devem ser eliminados e destruídos, pois essas pessoas são perversas, são pessoas que se opõem a Deus e não têm amor pela verdade. Independentemente de como são podadas e tratadas, ou regadas e supridas, no final, elas permanecerão incapazes de aceitar a verdade e serão suscetíveis de mudar as táticas para cometer o mal e se opor a Deus. Não há remédio para essas pessoas; sendo assim, elas devem ser eliminadas. Algumas pessoas são punidas por seus diversos malfeitos e algumas são desmascaradas, expulsas e eliminadas. Todos os anticristos, pessoas perversas, espíritos malignos e demônios imundos que são expulsos por seus diversos malfeitos serão eliminados e consignados para aniquilação. Para aqueles que não cometeram grande mal, mas cuja natureza e essência não têm amor pela verdade, embora possam não parecer excessivamente maus, externamente, com o tempo eles se revelarão e, quando o fizerem, derão eliminados ou expulsos. Aqueles cujo julgamento ainda não aconteceu podem ter permissão de permanecer na igreja por enquanto. Todos os que não cometeram nenhum grande mal, mas foram incessantes nos males menores e, depois de podados e tratados, melhoraram seu comportamento, podem ficar; se continuarem a se comportar mal e continuarem cometendo os mesmos velhos erros, deverão ser eliminados ou expulsos. Pessoas são eliminadas e condenadas à aniquilação nas seguintes circunstâncias: em primeiro lugar, todas as que nunca levaram a sério comer e beber as palavras de Deus, que sempre fazem barulho por nada, que provocam e alienam as pessoas, que formam grupinhos e gangues, que causam problemas, que trazem graves danos à vida da igreja, fazendo com que sejam desprezados pelos escolhidos — elas são iníquas e pessoas deverão ser purificadas ou expulsas e tratadas assim que forem identificadas; em segundo lugar, todas as que nunca foram assíduas na igreja, que encontram todas as razões e desculpas para deixar de cumprir seu dever ou que cumprem seu dever com relutância, que o fazem de maneira descuidada e superficial — elas são intrusas descrentes, malfeitoras que usaram ardis para entrar na igreja; em terceiro lugar, algumas pessoas estão dispostas a cumprir alguma pequena tarefa para agradar a si mesmas, mas o que elas fazem não tem efeito, elas ganham uma refeição grátis cumprindo seu dever de braços cruzados, onde quer que vão elas causam interrupções e não há mal que elas não cometam — essas pessoas são más; em quarto lugar, aquelas que nada fazem além de envergonhar o nome de Deus enquanto cumprem seu dever ou que se divertem com membros do sexo oposto, que desperdiçam dinheiro, brincam e desfrutam da comida e bebida, alegando cumprir seu dever e divulgar o evangelho — essas pessoas são bestas desprovidas de humanidade e devem ser purificadas ou expulsas. Se as transgressões das pessoas forem ocasionais ou for sua primeira ofensa, elas poderão ter a oportunidade de refletir sobre si mesmas. Se for uma transgressão grave ou se for um agressor persistente, deve ser expulso. As pessoas podem ser purificadas ou expulsas tão somente por não buscarem a verdade. Se elas também deixarem de cumprir inteiramente seu dever e, quando cumprem seu dever, nunca conseguirem separá-lo de suas próprias motivações pessoais, se estiverem sempre fazendo coisas ruins sem escrúpulos, sempre fazendo coisas para si próprias, desperdiçando os bens da casa de Deus e cada ação sua envergonhar o nome de Deus — essas pessoas são más e deverão ser eliminadas! Qualquer igreja que descobrir essas pessoas deve purificá-las ou expulsá-las.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Já que a obra de Deus dos últimos dias é a obra de julgamento e castigo da raça humana por meio da expressão de palavras de verdade, as exigências para as pessoas que recebem a Sua obra são que elas possuam uma linha normal de pensamento, um sentido são e que sejam capazes de entender a verdade. Podemos ver claramente que a igreja foi infiltrada por aqueles que são possuídos por demônios, aqueles que têm a obra grave dos espíritos malignos, bem como por todo tipo de pessoas de raciocínio lento e com sentido anormal. Essas pessoas não entendem nem um pouquinho a verdade e são incapazes de cumprir os deveres que precisam cumprir. Se permanecem na igreja, elas são simplesmente um fardo que nos desgastará. É por isso que elas devem ser expurgadas. Fazê-lo é benéfico para a igreja, bem como para seus membros. Há principalmente vários tipos de pessoas que precisam ser expurgadas:

1. Se alguém, mesmo que o ambiente familiar permita reuniões, não vive a vida da igreja o tempo todo, é, na verdade, um descrente e deve ser expurgado.

2. Aqueles que fingem ser cristãos, mas que realmente são descrentes devem ser expurgados.

3. Se alguém que já teve uma desordem mental ou foi possuído por demônios não tiver sentido comum o tempo todo, ou se alguém frequentemente apresentam a obra de espíritos malignos, esses não satisfazem os pré-requisitos para aceitação da obra de Deus e não têm como entender a verdade. É por isso que devem ser expurgados.

4. Os que são severamente incapacitados, inclusive aqueles que sofrem de todo tipo de doença estranha, e as pessoas velhas que são surdas ou têm visão embaçada ou são imbecis dormentes, se forem incapazes de entender a verdade, não importando a forma como você a comunique a eles, devem ser expurgados.

5. Se alguém sempre tem concepções sobre Deus, tem atitude suspeita, não busca nem um pouco a verdade, tem coração malicioso e quer processar a igreja ou os seus líderes por causa de sua insatisfação com eles, deve ser expurgado.

6. Se alguém é desprezado pela maioria das pessoas da igreja e elas se sentem indignadas com essa pessoa porque suas palavras e ações são iguais às dos descrentes, tal pessoa deve ser expurgada.

7. Se alguém gosta especialmente de seguir e lisonjear pessoas, é susceptível a seguir a obra de espíritos malignos, a crer em mentiras e ser enganado, sempre tem concepções de Deus, mantém uma atitude cética e não aceita a verdade, é classificado como absurdo e mau, ele deve ser expurgado.

Os sete tipos de pessoas mencionados acima não satisfazem as exigências para aceitar a obra de Deus e não têm como entender a verdade. Mesmo que creiam em Deus, essas pessoas não podem obter a verdade e não podem ser salvas. É por isso que todas elas são pessoas que devem ser expurgadas.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Toda obra realizada pela casa de Deus respeita princípios. Há princípios para promover e usar as pessoas; também há princípios para expulsar e expurgar as pessoas. A fim de realizar a obra de acordo com os nossos princípios, devemos ver claramente através da essência do problema e nunca devemos cometer o erro de confiar em aparências. Somente fazendo as coisas dessa forma é que podemos assegurar que atenderemos as expectativas de Deus. Quando somos incapazes de ver claramente através da essência das pessoas, fica fácil violarmos os princípios e seguirmos as regras rigidamente. Neste momento, a maioria dos líderes tem essa lacuna, principalmente devido ao fato de eles entenderem muito poucas verdades e serem incapazes de ver claramente através da essência da maioria das pessoas. Assim, quando eles estão lidando com questões, ficam totalmente perdidos e tudo o que conseguem fazer é seguir regras rigidamente. Então, eles são incapazes de garantir que possam realizar a obra deles adequadamente sem cometer erros. Antes que a igreja expulse ou expurgue uma pessoa em especial, eles devem primeiro entender completamente a natureza essencial dessa pessoa. No mínimo, devem entender completamente que essa pessoa não mudará independentemente de quantos anos de fé tenha, que trata-se de alguém que absolutamente não busca a verdade, que essa pessoa basicamente não possui consciência e sentido de uma pessoa normal, e que o Espírito Santo absolutamente não opera nele ou nela. Essa pessoa pode ser expurgada ou expulsa somente se todos reconhecerem que ele ou ela é assim. Somente seguindo esses procedimentos é que se pode garantir que não haverá nenhum erro. Se somos capazes de entender completamente as intenções de Deus em termos de quais pessoas devem ser salvas, abandonadas ou eliminadas, então podemos expurgar e expulsar corretamente aquelas pessoas que a igreja deve expurgar e expulsar sem sermos injustos para com nenhuma pessoa inocente e sem deixarmos escapar nenhuma má pessoa. Somente expurgando e expulsando corretamente as pessoas dessa forma é que podemos estar plenamente de acordo com as intenções de Deus. A igreja deve basear sua decisão de expurgar ou expulsar alguém na essência dessa pessoa. Somente assim pode-se garantir que a decisão esteja de acordo com as intenções de Deus e que nenhum erro seja cometido. Por exemplo, a expulsão de pessoas possuídas por demônios, de anticristos que continuam a julgar a obra de Deus ou o homem usado pelo Espírito Santo, daqueles que são promíscuos ou cometem atos homossexuais regularmente e daqueles que continuam a praticar toda forma de mal e a perturbar a obra da casa de Deus baseia-se no fato de que, por natureza e essência, eles já pertencem a Satanás e não podem mais ser salvos. Conforme determinado por sua essência, essas pessoas não foram predestinadas e selecionadas por Deus, mas são malfeitores e oportunistas que se esgueiraram na casa de Deus. Portanto, devemos expulsar tantas pessoas assim quanto possível. Tais atos nunca podem estar errados. Isso é porque esses procedimentos são implementados com base na essência de uma pessoa e não em suas transgressões momentâneas. Se forem apenas baseados nas transgressões momentâneas, provavelmente algumas pessoas que tenham transgressões momentâneas, mas que sejam capazes de se arrepender genuinamente, serão arruinadas. A família de Deus nunca permitiu a expulsão de pessoas que cometeram transgressões sérias, mas que são capazes de se arrepender verdadeiramente.

A fim de assegurar que a igreja aja corretamente com relação às pessoas que ela expulsa e expurga, a casa de Deus estipulou previamente que a aprovação plena do líder e dos diáconos da igreja deve ser obtida para se expulsar alguém. A aprovação da igreja também deve ser obtida e a pessoa pode ser expulsa com a aprovação de uma ampla maioria dos membros da igreja (acima de 80%). Essa regra ainda é válida. Agora podemos usar essa regra para reexaminar todos aqueles que foram expulsos ou expurgados e, se alguns deles tiverem humanidade razoavelmente boa e foram expulsos por causa de uma ofensa temporária, eles podem ser convidados a voltar para retomar sua vida de igreja. Com relação àqueles com humanidade ruim e maligna, eles devem ser abandonados para sempre. Quando você é capaz de ver claramente através da essência das pessoas, fica muito mais fácil realizar a sua obra. Desde que possa ver claramente através do tipo de pessoas que elas são, isso significa que você também tem visto claramente através da essência da pessoa.

Extraído de “Arranjos de trabalho”

Anterior: 71. Os princípios para isolar pessoas em uma igreja

Próximo: 73. Os princípios para a expulsão da igreja

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro