95. Os princípios de trazer outras pessoas perante Deus

(1) Em todos os assuntos, é necessário se submeter a Deus e exaltá-Lo como grandioso. Tornem-se alguém que teme a Deus e evita o mal, cumpram seu dever e sirvam a Ele como Ele exige;

(2) É necessário aprender a dar testemunho da obra de Deus, mostrando aos outros como Satanás corrompe as pessoas e como Deus as salva, para que possam verdadeiramente voltar para Deus;

(3) É necessário praticar o uso da verdade para resolver problemas, o que leva à compreensão da verdade e ao verdadeiro arrependimento, para que todos possam se submeter a Deus e adorá-Lo;

(4) É necessário levar os outros a comer e beber das palavras de Deus e a experimentar o julgamento e o castigo de Deus, para que conheçam a santidade e a justiça de Deus e O louvem por toda a eternidade.

Palavras de Deus relevantes:

Os humanos foram criados por Deus e deveriam adorá-Lo, mas, na realidade, eles deram as costas a Ele e, no lugar Dele, adoraram Satanás. Satanás se tornou o ídolo no coração deles. Assim, Deus perdeu Sua posição em seu coração, o que quer dizer que Ele perdeu o significado por trás de Sua criação da humanidade. Portanto, a fim de restaurar o significado por trás de Sua criação da humanidade, Ele deve restaurar sua imagem original e livrar a humanidade de seus caracteres corruptos. Para recuperar os humanos, de Satanás, Ele deve salvá-los do pecado. Somente dessa maneira Deus pode, aos poucos, restaurar sua semelhança e função original e, enfim, restaurar Seu reino. A destruição final daqueles filhos da desobediência também será levada a cabo a fim de permitir que os humanos adorem a Deus e vivam na terra de maneira melhor. Como Deus criou os humanos, Ele fará com que eles O adorem; Como Ele deseja restaurar a função original da humanidade, Ele a restaurará completamente e sem nenhuma adulteração. Restaurar Sua autoridade significa fazer os humanos adorarem e se submeterem a Ele; significa que Ele fará os humanos viverem por causa Dele e fará Seus inimigos perecerem como resultado de Sua autoridade. Isso significa que Ele fará com que tudo Dele persista entre os humanos sem resistência de ninguém. O reino que Deus deseja estabelecer é o Seu próprio reino. A humanidade que Ele deseja é uma humanidade que O adorará, que se submeterá completamente a Ele e manifeste a Sua glória. Se Deus não salvar a humanidade corrupta, então o significado por trás de Sua criação da humanidade nadasse perderá; Ele não terá mais autoridade entre os humanos, e Seu reino não será mais capaz de existir na terra. Se Deus não destruir aqueles inimigos que são desobedientes a Ele, Ele não será capaz de obter Sua glória completa, nem será capaz de estabelecer Seu reino na terra. Esses serão os marcos da conclusão de Sua obra e de Sua grande realização: destruir totalmente aqueles dentre a humanidade que são desobedientes a Ele e levar para o descanso aqueles que foram completados.

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que você deveria buscar agora? Se você é capaz ou não de dar testemunho da obra de Deus; se é capaz ou não de se tornar um testemunho e uma manifestação de Deus; e se está apto ou não para ser usado por Ele — são essas as coisas que você deveria buscar. Quanto Deus realmente operou em você? Quanto você viu, quanto tocou? Quanto experimentou e provou? Independentemente de Deus ter ou não testado você, lidado com você ou disciplinado você, Seus atos e Sua obra foram realizados em você. Mas como alguém que crê em Deus e como alguém que está disposto a buscar ser aperfeiçoado por Ele, você é capaz de dar testemunho da obra de Deus tendo como base a sua própria experiência prática? Você pode viver a palavra de Deus por meio de sua experiência prática? Você é capaz de prover para os outros por meio da própria experiência prática e despender sua vida inteira para dar testemunho da obra de Deus? Para dar testemunho da obra de Deus, você deve depender de sua experiência, conhecimento e do preço que você pagou. Só assim você pode satisfazer a Sua vontade. Você é alguém que dá testemunho da obra de Deus? Você tem essa aspiração? Se você é capaz de dar testemunho do nome Dele e, além disso, de Sua obra, e se você consegue viver a imagem que Ele exige de Suas pessoas, então você é uma testemunha de Deus. De que maneira você realmente dá testemunho de Deus? Você o faz ao buscar e ansiar viver a palavra de Deus, e ao dar testemunho por meio de suas palavras, permitindo que as pessoas conheçam Sua obra e vejam Suas ações. Se você verdadeiramente busca tudo isso, então Deus o aperfeiçoará. Se tudo que você busca é ser aperfeiçoado por Deus e ser abençoado no fim, então a perspectiva de sua fé em Deus não é pura. Você deveria estar buscando como ver os feitos de Deus na vida real, como satisfazê-Lo quando Ele lhe revelar Sua vontade, buscando como você deve dar testemunho de Sua sabedoria e maravilha, e como dar testemunho de como Ele disciplina e lida com você. Tudo isso são coisas que você deveria estar ponderando. Se seu amor por Deus é apenas para poder compartilhar de Sua glória depois que Ele o aperfeiçoar, então esse amor ainda é inadequado e não pode satisfazer os requisitos de Deus. Você precisa ser capaz de dar testemunho da obra de Deus, satisfazer Suas exigências e experimentar a obra que Ele tem feito nas pessoas de maneira prática. Seja dor, lágrimas ou tristeza, você deve experimentar todas essas coisas na sua prática. Elas têm o propósito de aperfeiçoá-lo como alguém que dá testemunho de Deus. O que exatamente o obriga a sofrer e buscar perfeição? O seu sofrimento presente é realmente em prol de amar a Deus e dar testemunho Dele? Ou é pelo bem das bênçãos da carne, de suas perspectivas e destino futuros? Todas as suas intenções, motivações e objetivos que você busca devem ser retificados e não podem ser guiados pela própria vontade. Se uma pessoa busca perfeição para receber bênçãos e reinar com poder, enquanto uma outra pessoa busca perfeição para satisfazer a Deus, para dar testemunho prático da obra de Deus, qual das duas maneiras de buscar você escolheria? Se escolhesse a primeira, então você ainda estaria longe demais dos padrões de Deus. Certa vez Eu disse que Minhas ações seriam abertamente conhecidas por todo o universo e que Eu reinaria como Rei do universo. Por outro lado, o que lhes foi confiado é sair para dar testemunho da obra de Deus, não para se tornar reis e aparecer para todo o universo. Que as obras de Deus encham o cosmos e o firmamento. Que todos as vejam e as reconheçam. Essas palavras são ditas em relação ao Próprio Deus, e o que os seres humanos deveriam fazer é dar testemunho de Deus.

Extraído de ‘Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se vocês, como líderes e obreiros na igreja, quiserem conduzir as pessoas escolhidas de Deus para a verdade-realidade e para que sirvam como testemunhas de Deus, o mais importante é que vocês devem ter um entendimento mais profundo do objetivo de Deus de salvar as pessoas e do propósito de Sua obra. Vocês devem entender a vontade de Deus e Suas várias exigências às pessoas. Vocês devem ser práticos em seus esforços; pratiquem apenas tanto quanto entendem e comuniquem apenas o que sabem. Não se gabem, não exagerem e não façam observações irresponsáveis. Se você exagerar, as pessoas o detestarão e, depois, você se sentirá repreendido; isso simplesmente é inapropriado demais. Quando prover a verdade a outros, você não precisa necessariamente lidar com eles e repreendê-los para que eles alcancem a verdade. Se você mesmo não tiver a verdade e apenas lidar com os outros e os repreender, eles temerão você, mas isso não significa que eles entendem a verdade. Em algum trabalho administrativo, é bom você lidar com os outros, podá-los e, em certa medida, discipliná-los. Mas se você não puder prover a verdade e souber apenas ser autoritário e repreender os outros, sua corrupção e feiura serão reveladas. Com o passar do tempo, se as pessoas forem incapazes de obter a provisão de vida ou coisas práticas de você, elas virão a detestá-lo e se sentirão enojadas por você. Aqueles que carecem de discernimento aprenderão coisas negativas de você; aprenderão a lidar com os outros e podá-los, a se irritar e a perder a cabeça. Isso não é equivalente a conduzir os outros para a senda de Paulo, para uma senda da perdição? Isso não é um malefício? Seu trabalho deveria se concentrar em comunicar a verdade e prover vida para os outros. Se tudo que você faz é lidar com os outros cegamente e lhes passar sermões, como eles entenderão a verdade em algum momento? Com o passar do tempo, as pessoas verão quem você realmente é e o abandonarão. Como você pode esperar trazer os outros para diante de Deus dessa maneira? Como isso é fazer o trabalho? Você perderá todos se continuar trabalhando dessa maneira. Seja como for, qual é o trabalho que você espera realizar? Alguns líderes são incapazes de comunicar a verdade para resolver problemas. Em vez disso, eles apenas lidam cegamente com os outros e exibem seu poder para que os outros venham a temê-los e a obedecer a eles — tais pessoas pertencem aos líderes falsos e anticristos. Aqueles cujo caráter não mudou são incapazes de realizar o trabalho da igreja e estão impossibilitados de servir a Deus.

Extraído de ‘Somente aqueles com verdade-realidade podem liderar’ em “Registros das falas de Cristo”

Os deveres que cada um de vocês cumpre agora, seja gravar um filme, seja cantar hinos para testemunhar a Deus, têm algum valor para a humanidade? Onde está o valor deles? O valor deles está em levar as pessoas a ler as palavras de Deus e a trilhar a senda correta para que todas entendam que são contadas entre os seres criados e que todas vão para diante do Criador. Elas não têm muitos problemas que não entendem? Não se sentem impotentes? Não se sentem vazias? Não acham que vivem sem apoio espiritual? Não acham que a vida é cansativa? Qual é a causa de tudo isso? A resposta está nas palavras de Deus. Vocês cumprem esses deveres a fim de produzir este efeito: guiar o pensamento delas, guiá-las para buscar a Deus, para buscar a senda correta, para encontrar o Criador e aceitar, obedecer, entender e conhecer a soberania e os arranjos do Criador. Somente dessa forma elas entenderão para que estão vivendo, qual é o valor e o significado de suas vidas e como devem viver. Portanto, ao fazer seus deveres, vocês devem redobrar sua oração e se esforçar; ser diligentes, não preguiçosos; e comungar juntos com mais frequência, agindo de acordo com os princípios. Quando Deus criou esta humanidade, havia um plano de gestão. Ao longo dos últimos milênios, esta humanidade não arcou com nenhuma responsabilidade substancial ou comissão de dar testemunho do Criador, e a obra que Deus fez em meio à humanidade foi relativamente discreta e simples. Nos últimos dias, contudo, as coisas estão diferentes — vocês arcam com uma responsabilidade substancial! De que maneira ela é substancial? Além de propagar as palavras de Deus, é até mais importante que vocês deem testemunho do Criador a todo ser humano criado. Além disso, vocês também devem levar todo ser humano criado que ouviu o evangelho de Deus perante o Criador, para que possam entender por que Ele criou a humanidade e que, como um ser humano criado, eles devem voltar para diante do Criador e aceitar Sua soberania, Seus arranjos e orquestração. Você pode alcançar isso apenas dançando e cantando um hino? Fazer apenas um aspecto da obra não é suficiente. Você deve empregar uma variedade de métodos e formas de dar testemunho das ações do Criador e da soberania e dos arranjos do Criador. Dessa forma, você então será capaz de levar até mais pessoas diante do Criador para que possam aceitar e obedecer à Sua soberania e Seus arranjos.

Extraído de ‘Somente cumprindo bem o dever de um ser criado é que a vida de alguém tem valor’ em “Registros das falas de Cristo”

Depois de terem experimentado o refinamento de Deus por algum tempo (a provação dos servidores e os tempos de castigo), algumas pessoas por fim disseram: “Crer em Deus é realmente difícil!”. O fato de terem usado as palavras “realmente difícil” mostra que os feitos de Deus são insondáveis, que a obra de Deus possui grande significado e valor e é altamente digna de ser estimada pelo homem. Se, depois de Eu ter feito tanta obra, você não tivesse o menor conhecimento, então Minha obra ainda poderia teria valor? Ela o fará dizer: “Servir a Deus é realmente difícil; os feitos de Deus são tão maravilhosos, e Deus realmente é sábio! Deus é tão lindo!”. Se, após passar por um período de experiência, você é capaz de dizer tais palavras, então isso prova que você ganhou a obra de Deus em si. Um dia, quando você estiver divulgando o evangelho no exterior e alguém lhe perguntar: “Como vai a sua fé em Deus?”, você será capaz de responder: “As ações de Deus são tão maravilhosas!”. Essa pessoa sentirá que suas palavras falam de experiências reais. Isso é verdadeiramente dar testemunho. Você dirá que a obra de Deus é repleta de sabedoria e que a obra Dele em você verdadeiramente o convenceu e conquistou seu coração. Você sempre irá amá-Lo porque Ele é mais do que digno do amor da humanidade! Se você puder responder a essas coisas, então poderá comover o coração das pessoas. Tudo isso é dar testemunho. Se você for capaz de dar um testemunho retumbante, levar as pessoas às lágrimas, isso mostra que você verdadeiramente é alguém que ama a Deus, porque você é capaz dar testemunho de que ama a Deus, e por intermédio de você, as ações de Deus podem ser dadas em testemunho. Pelo seu testemunho, outras pessoas são levadas a buscar a obra de Deus, a experimentá-la, e em qualquer ambiente em que a experimentem, elas serão capazes de se ficar firmes. Essa é a única maneira genuína de dar testemunho, e isso é exatamente o que se exige de você agora.

Extraído de ‘Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês se desviaram em seus resumos da verdade; depois de fazer todos esses resumos, eles só renderam regras. Os “resumos da verdade” de vocês não são feitos para que as pessoas ganhem vida ou alcancem mudanças em seu carácter a partir da verdade. Em vez disso, eles fazem as pessoas dominarem alguns conhecimentos e doutrinas provenientes da verdade. Elas aparentam ter entendido o propósito por trás da obra de Deus, quando na verdade apenas dominaram algumas palavras e doutrinas. Elas não entendem o significado pretendido da verdade; não é diferente de estudar teologia ou ler a Bíblia. Você compila esses livros ou aqueles materiais, e assim as pessoas vêm a possuir esse aspecto da doutrina e aquele aspecto do conhecimento. Elas são oradores de doutrinas de primeira categoria — mas o que acontece quando terminam de falar? Elas são incapazes de experimentar, não têm compreensão da obra de Deus, nem têm compreensão alguma de si mesmas. No fim, tudo que ganharam são fórmulas e regras, e elas conseguem falar sobre essas poucas coisas e nada mais. Se Deus fizesse algo novo, você seria capaz de combinar todas as doutrinas que conhece com a nova? Aquelas coisas suas são apenas regras e você só está fazendo as pessoas estudar teologia, não lhes permitindo experimentar a palavra de Deus nem a verdade. Portanto, aqueles livros que você compila só podem trazer os outros à teologia e ao conhecimento, a novas fórmulas e a regras e convenções. Não podem trazer as pessoas para diante de Deus nem lhes permite entender a verdade ou a vontade de Deus. Você está pensando que, ao levantar aquelas questões uma após a outra, às quais você então responde e para as quais escreve esboços e resumos, seus irmãos e irmãs terão facilidade de entender e acha que, além de serem fáceis de lembrar, essas questões ficam claras num piscar de olhos e que essa é uma ótima maneira de fazer as coisas. Mas o que as pessoas estão entendendo não é o real significado pretendido da verdade e não corresponde à realidade — são apenas palavras e doutrinas. Então seria melhor se você não fizesse nenhuma dessas coisas. Fazer isso é levar as pessoas a entender e dominar o conhecimento. Você traz as pessoas para as doutrinas, para a religião, e faz com que elas sigam a Deus e acreditem Nele dentro das doutrinas religiosas. Isso não é ser tal como Paulo? Vocês acham que dominar o conhecimento da verdade é particularmente importante, e assim estão aprendendo de cor muitos trechos das palavras de Deus. Mas como as pessoas entendem a palavra de Deus não é nada importante. Vocês acham que é extremamente importante que as pessoas sejam capazes de memorizar muitas das palavras de Deus, sejam capazes de falar muita doutrina e descobrir muitas fórmulas dentro das palavras de Deus. Por isso, vocês sempre querem sistematizar essas coisas para que todos continuem estudando pela mesma cartilha, dizendo as mesmas coisas e falando sobre as mesmas doutrinas, para que tenham assim o mesmo conhecimento e observem as mesmas regras — esses são os seus objetivos. Parece que vocês estão fazendo isso em prol de as pessoas ganharem entendimento, quando, ao contrário, vocês não têm ideia de que isso é trazê-las para o meio de regras que estão fora da palavra de Deus a verdade. Para permitir que as pessoas tenham um entendimento real da verdade, você precisa conectás-la com a realidade e com a obra e precisa resolver os problemas práticos de acordo com a palavra de Deus a verdade. Só dessa maneira as pessoas podem entender a verdade e entrar na realidade, e só alcançar tal resultado é realmente trazer as pessoas para diante de Deus. Se tudo que você fala são teorias espirituais, doutrinas e regras, se você só se esforça nas palavras literais, tudo que consegue alcançar é pessoas dizendo as mesmas coisas e seguindo as regras, mas você não será capaz de orientar as pessoas para entender a verdade. Você será particularmente incapaz de fazer com que as pessoas entendam melhor a si mesmas, que alcancem o arrependimento e a transformação. Se a capacidade de falar sobre teorias espirituais pudesse substituir a entrada das pessoas na verdade-realidade, vocês não seriam necessários para liderar as igrejas.

Extraído de ‘Sem a verdade, uma pessoa é suscetível de ofender a Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Se um líder for uma pessoa correta, alguém que esteja trilhando a senda certa e busque e pratique a verdade, então as pessoas que ele liderar comerão e beberão adequadamente e buscarão adequadamente, e, ao mesmo tempo, o progresso pessoal do líder será constantemente visível a outros. Então, qual é a senda correta que um líder deve trilhar? É ser capaz de conduzir outros a um entendimento da verdade e a uma entrada na verdade, e levar outros perante Deus. Qual é uma senda incorreta? É frequentemente elevar a si mesmo e dar testemunho de si mesmo, buscando status, fama e lucro, e nunca dando testemunho de Deus. Que efeito isso tem sobre as pessoas abaixo dele? (Isso leva as pessoas perante ele.) As pessoas irão se afastar de Deus e ficar sob o controle desse líder. Não é óbvio que as pessoas que são levadas perante o seu líder seriam controladas por esse líder? E, é claro, isso as leva para longe de Deus. Se você conduz as pessoas para virem perante você, então você as está conduzindo para virem perante a humanidade corrupta, e você as está conduzindo para virem perante Satanás, não Deus. Somente conduzir pessoas para virem perante a verdade é conduzi-las para virem perante Deus.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (1)’ em “Registros das falas de Cristo”

Quanto mais verdades você entende, maior o seu entendimento de como cumprir bem o seu dever e entrar na realidade da verdade. Conforme seu entendimento cresce, cresce também a sua vida; conforme sua vida cresce, seu estado interior se torna cada vez mais normal e as pessoas e coisas que costumavam perturbá-lo, controlá-lo e restringi-lo não são mais um problema para você. Dessa forma, seu relacionamento com Deus gradualmente se torna cada vez mais normal. Você sabe como depender de Deus, como buscar Sua vontade, onde é o seu lugar, o que deve e não deve fazer, do que deve e não deve estar consciente, e seu estado não se torna cada vez mais normal como resultado? E não é mais fácil viver assim? Não há luz em seu coração e você não fica feliz com mais frequência? Quando você fica feliz com mais frequência, as pessoas desfrutam sua perspectiva mental toda; você se torna capaz de edificar os outros de forma invisível. Em tais momentos, suas palavras e ações são medidas e baseadas em princípios, e quando vê alguém que é negativo e fraco, você é capaz de fornecer algum auxílio essencial. Você não repreende as pessoas ou as contém, mas usa experiências próprias reais para ajudá-las e beneficiá-las. E então você não é mais apenas alguém que se esforça na casa de Deus, mas alguém que é útil, que pode suportar um fardo, que é capaz de fazer algo mais significativo na casa de Deus. Tais pessoas não são apreciadas e acolhidas pelas outras? E como Deus olha para tais pessoas? (Ele Se alegra nelas.) Por que Ele Se alegra nelas? Se você alcançou entrada na vida, se é alguém que vive frequentemente diante de Deus e da verdade, e que também guia os outros em agir assim, então você não os leva para diante de Deus? Se não possui essas verdades, essas experiências, você pode levar os outros para diante de Deus? Se você mesmo é incapaz de viver diante de Deus, será incapaz de levar os outros para diante de Deus. Se você simplesmente se esforça, a maior parte do tempo fazendo isso somente por fazer, então você não é alguém que vive perante Deus. Aqueles que não podem viver perante Deus podem aceitar o escrutínio de Deus? Podem resistir sob Seus testes? Podem ficar firmes em meio a Suas provações? (Não.) Então tais pessoas podem testemunhar em favor de Deus? Podem dar testemunho de Deus? (Não.) Aquelas que não podem dar testemunho de Deus são pessoas que creem verdadeiramente em Deus? No mínimo, elas ainda têm de entrar pela porta da casa de Deus! Isso porque elas acreditam em Deus há anos, mas não alcançaram entrada na vida e não são capazes de dar testemunho a Deus ou dar testemunho Dele a outras pessoas. Tais pessoas não são testemunhas de Deus!

Extraído de ‘A entrada na vida deve iniciar com a experiência de cumprir o dever da pessoa’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior: 94. Os princípios de usar a verdade para resolver problemas

Próximo: 96. Os princípios de exaltar e testemunhar Deus

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro