79. Os princípios de ser devotado a Deus

(1) É necessário experimentar o julgamento e o castigo das palavras de Deus, vir a compreender a verdade e conhecer a si mesmo, e se livrar de seu caráter corrupto. Só assim alguém pode ser devotado a Cristo;

(2) É necessário saber que existem muitos aspectos amáveis de Cristo para levar em conta; só assim alguém pode valorizar a palavra de Deus, a verdade, em seu coração e vir a amá-Lo, exaltá-Lo e dar testemunho dele verdadeiramente.

(3) É necessário saber que Cristo é a verdade, o caminho e a vida, e que não há salvação senão por meio Dele. Somente assim alguém pode se despender voluntariamente por Cristo e ser leal a Ele;

(4) É necessário ter amor verdadeiro e puro por Cristo e chegar ao ponto em que vocês possam se submeter a Ele até a morte. Só assim se pode ser fiel a Deus até o fim.

Palavras de Deus relevantes:

A crença em Deus exige obediência a Ele e experiência de Sua obra. Deus já fez tanta obra — pode-se dizer que para as pessoas é tudo aperfeiçoamento, refinamento e, mais ainda, castigo. Não houve uma única etapa sequer da obra de Deus que estivesse alinhada às noções humanas; o que as pessoas têm desfrutado são as palavras austeras de Deus. Quando Deus vem, as pessoas deveriam desfrutar Sua majestade e Sua ira. No entanto, não importa quão austeras Suas palavras possam ser, Ele vem para salvar e aperfeiçoar a humanidade. Como criaturas, as pessoas deveriam cumprir os deveres que devem cumprir e ser testemunhas de Deus em meio ao refinamento. Em cada provação elas deveriam conservar o testemunho que deveriam dar e fazer isso tão retumbantemente pela causa de Deus. Uma pessoa que faz isso é uma vencedora. Não importa como Deus o refina, você permanece cheio de confiança e nunca perde a confiança Nele. Você faz o que o homem deveria fazer. É isso que Deus exige do homem, e o coração do homem deveria ser capaz de retornar completamente para Ele e voltar-se para Ele em todo momento passado. Esse é um vencedor. Aqueles a quem Deus Se refere como “vencedores” são os que ainda são capazes de ser testemunha e manter sua confiança e devoção a Deus quando estiverem sob a influência de Satanás e enquanto estiverem sendo sitiados por Satanás, isto é, quando se encontrarem em meio às forças das trevas. Se você ainda for capaz de guardar um coração puro perante Deus e manter o seu amor genuíno a Deus, não importa o quê, então você está sendo testemunha diante de Deus, é isso a que Deus Se refere como sendo um “vencedor”. Se a sua busca é excelente quando Deus o abençoa, mas você recua sem Suas bênçãos, isso é pureza? Já que tem certeza de que esse caminho é verdadeiro, você precisa segui-lo até o fim; você precisa manter sua devoção a Deus. Uma vez que já viu que o Próprio Deus veio à terra para aperfeiçoá-lo, você deveria entregar seu coração inteiramente a Ele. Se você ainda pode segui-Lo não importa o que Ele faça, mesmo se Ele determina um desfecho desfavorável para você no fim, isso é manter sua pureza diante de Deus. Oferecer um corpo espiritual santo e uma virgem pura para Deus significa guardar um coração sincero diante de Deus. Para a humanidade, sinceridade é pureza e a capacidade de ser sincero para com Deus é manter a pureza. Isso é o que você deveria colocar em prática. Quando deve orar, você ora; quando deve se reunir em comunhão, você o faz; quando deve cantar hinos, você canta hinos; e quando deve renunciar à carne, você renuncia à carne. Quando desempenha seu dever, você não o faz de qualquer jeito; quando enfrenta provações, você permanece firme. Isso é devoção a Deus.

Extraído de ‘Você deveria manter sua devoção a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que Eu desejo é a sua lealdade e obediência agora, o seu amor e testemunho agora. Mesmo se não souber neste momento o que é testemunho ou o que é amor, você deve trazer a Mim tudo que é seu e entregar a Mim os únicos tesouros que possui: sua lealdade e obediência. Você deve saber que o testemunho à Minha derrota de Satanás está na lealdade e na obediência do homem, assim como o testemunho à Minha conquista completa do homem. O dever da sua fé em Mim é dar testemunho de Mim, ser leal a Mim e a nenhum outro e ser obediente até o fim. Antes que Eu inicie o próximo passo da Minha obra, como você dará testemunho de Mim? Como será leal e obediente a Mim? Você dedica toda a sua lealdade à sua função ou simplesmente desiste? Você preferiria se submeter a cada arranjo Meu (mesmo se for morte ou destruição) ou fugir no meio do caminho para evitar o Meu castigo? Eu o castigo para que dê testemunho de Mim e para que seja leal e obediente a Mim. Além disso, o castigo no presente serve para desvelar o próximo passo da Minha obra e permitir que a obra progrida desimpedida. Portanto, Eu o exorto a ser sábio e a não tratar nem a sua vida nem o significado da sua existência como areia sem valor. Você sabe exatamente o que será a Minha obra por vir? Você sabe como Eu operarei nos dias por vir e como a Minha obra se desvelará? Você deve saber a importância da sua experiência da Minha obra e, mais ainda, a importância da sua fé em Mim.

Extraído de ‘O que você sabe sobre a fé?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Eu sempre medi o homem com um padrão muito rigoroso. Se sua lealdade vem com intenções e condições, então Eu prefiro não ter nada da sua suposta lealdade, porque abomino aqueles que Me enganam por meio de suas intenções e Me extorquem com condições. Eu só desejo que o homem seja absolutamente leal a Mim e que faça todas as coisas pelo bem de — e para provar — uma palavra: fé. Eu desprezo o uso que vocês fazem de lisonjas para tentar Me fazer regozijar, pois sempre os tratei com sinceridade, e por isso desejo que vocês também ajam para Comigo com uma fé verdadeira.

Extraído de ‘Você é um verdadeiro crente em Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se você puder devotar seu coração, corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade — não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos próprios e pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus, tomando a palavra de Deus como o princípio e a base de tudo — então, ao fazer isso, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você então será uma pessoa perante Deus que recebe Seu elogio. As pessoas de quem Deus gosta são aquelas que são absolutas para com Ele; são aquelas que podem ser devotadas exclusivamente a Ele. Aquelas a quem Ele abomina são as que têm o coração dividido em relação a Ele e que se rebelam contra Ele. Ele abomina aquelas que acreditam Nele e sempre querem desfrutar Dele enquanto continuam sendo incapazes de se despender completamente por Sua causa. Ele abomina aquelas que dizem que O amam, mas que se rebelam contra Ele em seu coração; Ele abomina aquelas que usam palavras eloquentes e rebuscadas para envolver em engano. Aquelas que não são genuinamente dedicadas a Deus ou que não se submeteram verdadeiramente perante Ele são traiçoeiras e excessivamente arrogantes por natureza. Aquelas que não conseguem ser genuinamente submissas em frente ao Deus normal e prático são ainda mais arrogantes e são especialmente a progenitura dedicada do arcanjo. Pessoas que verdadeiramente se despendem por Deus expõem seu ser inteiro perante Ele; submetem-se genuinamente a todas as Suas declarações e são capazes de pôr as Suas palavras em prática. Elas fazem das palavras de Deus a base de sua existência e são capazes de procurar seriamente dentro das palavras de Deus para descobrir quais partes praticar. Tais são as pessoas que verdadeiramente vivem perante Deus.

Extraído de ‘Aqueles que verdadeiramente amam a Deus são os que podem se submeter totalmente à Sua praticidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles que servem a Deus deveriam ser os íntimos Dele, deveriam ser agradáveis a Deus e capazes de ter lealdade absoluta a Ele. Quer você aja em privado ou em público, você é capaz de ganhar a alegria de Deus diante Dele, é capaz de se manter firme diante Dele e, independentemente de como outras pessoas o tratem, você segue sempre a senda que deve seguir e dá todo cuidado ao fardo de Deus. Somente pessoas assim são íntimas de Deus. Os íntimos de Deus são capazes de servir a Ele diretamente porque a eles foram dados a grande comissão e o fardo de Deus, eles são capazes de tornar seu o coração de Deus, e de tornar seu o fardo de Deus, sem levar em consideração suas perspectivas futuras: mesmo quando não tiverem perspectivas e nada tiverem a ganhar, eles sempre acreditarão em Deus com um coração amoroso. Por isso, esse tipo de pessoa é um íntimo de Deus. Os íntimos de Deus são também Seus confidentes; apenas os confidentes de Deus podem compartilhar Sua inquietação e Seus pensamentos, e, ainda que sua carne esteja dolorida e fraca, eles são capazes de suportar a dor e renunciar ao que amam para satisfazer a Deus. Deus dá mais fardos a tais pessoas, e o que Ele deseja fazer se revela no testemunho de tais pessoas. Assim, essas pessoas são agradáveis a Deus, são servas de Deus que são segundo o Seu coração, e somente pessoas como essas podem governar com Ele. Você governará com Deus precisamente quando tiver realmente se tornado íntimo de Deus.

Extraído de ‘Como servir em harmonia com a vontade de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês Me seguiram por todos esses anos, mas jamais Me deram um pingo de lealdade. Em vez disso, vocês têm circulado em torno das pessoas que amam e das coisas que lhes agradam — tanto que, em todos os momentos, e aonde quer que vão, vocês as mantêm perto de seu coração e jamais as abandonaram. Sempre que vocês se tornam ávidos ou apaixonados por qualquer coisa que vocês amam, isso acontece enquanto vocês estão Me seguindo ou até mesmo enquanto estão ouvindo as Minhas palavras. Portanto, digo que vocês estão usando a lealdade que exijo de vocês para, em vez disso, serem leais aos seus “animais de estimação” e apreciá-los. Mesmo que sacrifiquem uma ou duas coisas por Mim, isso não representa seu todo e não demonstra que é a Mim que vocês são verdadeiramente leais. Vocês se envolvem em empreendimentos pelos quais são apaixonados: algumas pessoas são leais a filhos e filhas; outras, a maridos, esposas, riquezas, trabalho, superiores, status ou mulheres. Vocês nunca se sentem cansados ou irritados com as coisas às quais vocês são leais; em vez disso, vocês ficam cada vez mais ávidos por possuir essas coisas em maior quantidade e melhor qualidade, e vocês jamais desistem. Eu e Minhas palavras somos sempre empurrados para trás das coisas pelas quais vocês estão apaixonados. E vocês não têm escolha senão colocá-las em último lugar. Existem até aqueles que deixam esse último lugar para as coisas às quais são leais que ainda hão de descobrir. Jamais houve o menor traço de Mim em seu coração. Vocês podem achar que peço demais de vocês ou que os estou acusando injustamente — mas vocês já dedicaram algum pensamento ao fato de que, enquanto estão alegremente passando um tempo com sua família, vocês não foram leais a Mim nem uma única vez? Em tempos como esse, isso não lhes dói? Quando seu coração está cheio de alegria e vocês são recompensados por sua labuta, vocês não se sentem desanimados por não terem se equipado com verdade suficiente? Quando vocês choraram por não terem recebido Minha aprovação? Vocês quebram a cabeça e fazem um esforço enorme para o bem de seus filhos e filhas, mesmo assim, ainda não ficam satisfeitos; ainda acreditam que não foram diligentes para com eles, que não fizeram tudo que podem por eles. Para Comigo, porém, vocês sempre foram negligentes e descuidados; estou apenas em suas lembranças, mas não perduro em seu coração. Minha devoção e Meus esforços sempre passam despercebidos por vocês, e vocês jamais tiveram qualquer apreço por eles. Vocês apenas se engajam em breve reflexão e acreditam que isso bastará. Essa “lealdade” não é aquela pela qual ansiei por tanto tempo, mas a que por tanto tempo desprezei.

Extraído de ‘A quem você é leal?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Meu interesse continua a ser o modo com que cada um de vocês age e se expressa, com base nisso, determinarei o seu fim. Todavia, devo deixar claro: para com aqueles que não Me ofereceram sequer um pingo de lealdade durante tempos de adversidade, Eu não terei mais misericórdia, pois Minha misericórdia vai só até esse ponto. Não tenho apreço algum, além disso, por quem quer que já tenha Me traído, muito menos gosto de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Esse é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Eu devo lhes dizer isto: qualquer um que partir Meu coração não receberá clemência de Mim pela segunda vez, e qualquer um que tiver sido fiel a Mim ficará para sempre no Meu coração.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que vocês devem realizar hoje não são exigências adicionais, mas o dever do homem e aquilo que deve ser feito por todas as pessoas. Se vocês são incapazes de fazer o seu dever ou de fazê-lo corretamente, não estão criando problemas para si mesmos? Não estão cortejando a morte? Como podem ainda esperar ter um futuro e perspectivas? A obra de Deus é para o bem da humanidade e a colaboração do homem é dada para o bem do gerenciamento de Deus. Quando Deus tiver realizado tudo o que Ele deve realizar, requer-se que o homem não poupe esforços na sua prática e colabore com Deus. Na obra de Deus o homem não deve poupar esforços, deve oferecer sua lealdade e não se entregar a múltiplas noções, nem sentar-se passivamente esperando a morte. Deus pode se sacrificar pelo homem, por que o homem não pode oferecer a sua lealdade a Deus? Deus é uno de coração e mente para com o homem, então, por que o homem não pode oferecer um pouco de colaboração? Deus realiza Sua obra para a humanidade, então por que o homem não pode realizar parte de seu dever para ajudar o gerenciamento de Deus? A obra de Deus alcançou o estágio atual e mesmo assim vocês veem, mas não agem, vocês ouvem, mas não se movem. Pessoas assim não são objetos de perdição? Deus já Se dedicou inteiramente ao homem, então por que, hoje, o homem é incapaz de realizar o seu dever com seriedade? Para Deus, Sua obra é Sua primeira prioridade, e a obra de Seu gerenciamento é da maior importância. Para o homem, colocar as palavras de Deus em prática e cumprir as exigências de Deus são sua primeira prioridade. Vocês todos devem compreender isso.

Extraído de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

A fim de aceitar a comissão de Deus como um humano, é preciso ser devotado. É preciso ser completamente devotado a Deus, e não se pode ser indiferente, não assumir responsabilidade nem agir com base nos interesses ou humores próprios; isso não é ser devotado. Ao que se refere ser devotado? Significa que, enquanto cumpre os seus deveres, você não é influenciado nem constrangido por humores, ambientes, pessoas, questões ou coisas. “Eu recebi essa comissão de Deus; Ele a deu para mim. É isso que devo fazer. Portanto, eu a farei considerando-a como um assunto pessoal e de uma forma que renda bons resultados, com atenção especial em satisfazer a Deus.” Quando tem esse estado, você não está sendo apenas controlado pela sua consciência, a devoção também está envolvida. Se você estiver satisfeito em simplesmente fazê-lo sem a ambição de ser eficiente e alcançar resultados, se sentir que basta simplesmente empenhar algum esforço, então isso é meramente o padrão da consciência e não pode ser considerado devoção. Quando você é devotado a Deus, esse padrão é um pouco mais alto que o padrão da consciência. Então isso não é mais só uma questão de empenhar algum esforço; você também precisa pôr todo o seu coração nisso. Você precisa sempre considerar o seu dever como o seu trabalho a fazer, assumir fardos por essa tarefa, sofrer repreensão se cometer o menor erro ou for um tanto desleixado, sentir que você não pode ser esse tipo de pessoa, porque isso o torna muito indigno de Deus. Pessoas que genuinamente têm sentido cumprem seu dever como se fosse o seu trabalho a fazer, independentemente de alguém estar supervisionando. Não importa se Deus está feliz com elas ou não e não importa como Ele as trata, elas sempre exigem muito de si mesmas para cumprir seus deveres e completar a comissão que Deus lhes confiou. Isso se chama devoção. Esse não é um padrão mais alto que o padrão da consciência? Na maioria das vezes, o padrão da consciência é influenciado por coisas externas, ou a pessoa apenas usa toda a sua força; o nível de pureza não é tão alto. Falando de “devoção” e “ser capaz de cumprir fielmente o seu dever”, o nível de pureza aumenta, e simplesmente fazer algum esforço não basta. Isso exige que você se lance em seu dever de todo coração, mente, corpo e alma. Às vezes, o corpo precisa sofrer um pouco; você precisa dar toda atenção a isso. Quando muitos ambientes o acometem, você não pode ser influenciado nem restringido por eles e não deveria sofrer suas amarras. Você precisa pôr as questões pessoais em segundo lugar; precisa pagar um preço alto, renunciar aos interesses pessoais, a seu orgulho, suas emoções, seus prazeres e confortos físicos, precisa até renunciar à sua juventude, ao seu casamento e às suas perspectivas. Assim sendo, você terá alcançado a devoção.

Extraído de ‘Apenas sendo uma pessoa honesta pode-se ser verdadeiramente feliz’ em “Registros das falas de Cristo”

No início, as pessoas são relutantes em praticar a verdade. Tome o cumprimento devoto dos deveres de alguém como exemplo: você tem algum entendimento sobre o cumprimento de seus deveres e sobre ser devoto a Deus e você também entende as verdades relacionadas, mas quando você será capaz de dedicar-se completamente a Deus? Quando você será capaz de cumprir seus deveres tanto de nome como de fato? Isso exigirá um processo. Durante esse processo, você pode sofrer muitas dificuldades. Algumas pessoas podem lidar com você, e outras podem criticar você. Os olhos de todos estarão fixos em você, e somente então você começará a perceber que você está errado e que, na verdade, foi você que mostrou um desempenho fraco, que a falta de devoção no cumprimento do seu dever é inaceitável e que você não deve ser descuidado ou superficial. O Espírito Santo o esclarecerá a partir de dentro e o repreenderá, quando você cometer um erro. Durante esse processo, você entenderá algumas coisas sobre si mesmo e saberá que é impuro demais, que você abriga motivos pessoais demais e tem desejos exagerados demais quando cumpre seus deveres. Uma vez que tenha entendido a essência dessas coisas, você pode vir para diante de Deus em oração e realmente se arrepender; desse modo, você pode ser purificado daquelas impurezas. Se, dessa maneira, você buscar a verdade com frequência para resolver seus próprios problemas práticos, você gradativamente colocará o pé na senda certa da fé. Quanto mais o caráter corrupto de alguém for purificado, mais seu caráter de vida se transformará.

Extraído de ‘O que deveria ser conhecido sobre transformar o caráter da pessoa’ em “Registros das falas de Cristo”

Se deseja ser devotado em tudo que faz para atender a vontade de Deus, você não pode simplesmente desempenhar um dever; você precisa aceitar qualquer comissão que Deus lhe conceda. Se corresponde ou não a seus gostos e inclui-se ou não em seus interesses, ou se é algo de que você não goste ou que nunca fez, ou é algo difícil, você ainda deveria aceitá-la e submeter-se. Não só precisa aceitá-la, mas precisa cooperar de maneira proativa, aprender sobre ela e alcançar entrada. Mesmo se você sofrer e não tiver sido capaz de se destacar e brilhar, você ainda deve empenhar a sua devoção. Deve considerá-la como o seu dever a cumprir; não como um assunto pessoal, mas como o seu dever. Como as pessoas deveriam entender seus deveres? Quando o Criador — Deus — dá uma tarefa para alguém fazer, e nesse ponto, é que começa o dever dessa pessoa. As tarefas que Deus dá a você, as comissões que Deus dá a você — esses são os seus deveres. Quando as busca como suas metas e realmente tem um coração que ama a Deus, mesmo assim você consegue recusar? Você não deveria recusá-las. Deveria aceitá-las. Essa é a senda da prática. O que é a senda da prática? (Ser totalmente devotado em todas as coisas.) Seja devotado em todas as coisas para atender a vontade de Deus. Onde está o ponto de foco aqui? Está “em todas as coisas”. “Todas as coisas” não significa necessariamente as coisas de que você gosta ou nas quais é bom, muito menos as que lhes são familiares. Às vezes você precisará aprender, às vezes encontrará dificuldades e às vezes precisa sofrer. No entanto, seja a tarefa que for, contanto que seja comissionada por Deus, você precisa aceitá-la Dele, considerá-la como seu dever, ser devotado a cumpri-la e atender a vontade de Deus: essa é a senda da prática.

Extraído de ‘Apenas sendo uma pessoa honesta pode-se ser verdadeiramente feliz’ em “Registros das falas de Cristo”

Não importa o que Deus peça de você, você só precisa trabalhar para isso com toda a sua força, e Eu espero que você seja capaz de vir para diante de Deus e de dar para Ele toda a sua devoção no fim. Enquanto puder ver o sorriso gratificado de Deus sentado em Seu trono, mesmo que esse momento seja a hora determinada da sua morte, você deve ser capaz de rir e sorrir ao fechar seus olhos. Você deve, durante seu tempo na terra, cumprir seu dever final para Deus. No passado, Pedro foi crucificado de cabeça para baixo em nome de Deus; mas, no fim, você deve satisfazer a Deus e esgotar toda a sua energia para o bem Dele. O que um ser criado pode fazer em prol de Deus? Portanto, você deve se entregar a Deus o mais cedo e não o mais tarde possível, para que Ele possa dispor de você como Ele desejar. Contanto que isso deixe Deus feliz e satisfeito, permita que Ele faça o que quiser com você. Que direito os homens têm de falar palavras de queixa?

Extraído de ‘Capítulo 41’ das Interpretações dos mistérios das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Passados os anos, o homem se tornou desgastado pelo tempo, tendo experimentado a adversidade do refinamento e do castigo. Embora tenha perdido a “glória” e o “romance” do passado, o homem, sem o saber, veio a compreender os princípios da conduta humana, veio a apreciar os anos de devoção de Deus em salvar a humanidade. O homem pouco a pouco começa a detestar a própria barbárie. Ele começa a odiar o quanto é bestial, todos os seus equívocos em relação a Deus e as exigências irracionais que fez a Ele. O relógio não pode ser revertido. Os acontecimentos passados se tornam, para o homem, lembranças lamentáveis, e as palavras e o amor de Deus se transformam na força motriz da nova vida do homem. As feridas do homem cicatrizam dia a dia, sua força retorna e ele se levanta e contempla a face do Todo-Poderoso… só para descobrir que Ele sempre esteve ao lado do homem, que Seu sorriso e Seu belo semblante ainda são muito inspiradores. Seu coração ainda guarda a preocupação com a humanidade que Ele criou, Suas mãos ainda são tão calorosas e poderosas quanto eram no princípio. É como se o homem voltasse ao jardim do Éden, porém, desta vez, sem ouvir as tentações da serpente e sem se afastar do rosto de Jeová. O homem se ajoelha diante de Deus, contempla o rosto sorridente de Deus e oferece seu sacrifício mais precioso: “Oh! Meu Senhor, meu Deus!”.

Extraído de ‘O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 78. Os princípios de cumprir os deveres adequadamente

Próximo: 80. Os princípios de avaliar os convertidos em potencial

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro