28. Os princípios para aceitar o julgamento e o castigo das palavras de Deus

(1) É necessário reconhecer que as palavras de Deus são inequivocamente verdadeiras. Elas são a realidade das coisas positivas, estejam elas de acordo com as noções humanas ou não. Embora o céu possa desabar, as palavras de Deus permanecem imutáveis;

(2) Não importa quão duras ou penetrantes sejam as revelações e o julgamento das palavras de Deus, contanto que elas estejam de acordo com os fatos em alguma medida, deve-se aceitá-las, obedecer a elas e buscar o esclarecimento e a iluminação do Espírito Santo;

(3) Independentemente das provações e do refinamento que alguém experimenta, ele deve orar a Deus e buscar a verdade, praticar de acordo com as palavras de Deus e permanecer firme em seu testemunho, desse modo humilhando Satanás;

(4) Depois que alguém é podado e tratado, deve aprender a se submeter e aceitar isso, devendo, em seguida, refletir e buscar a verdade para resolver seus problemas e ser purificado da corrupção.

Palavras de Deus relevantes:

Antes de o homem ser redimido, muitos dos venenos de Satanás já estavam plantados dentro dele e, depois de milhares de anos de ser corrompido por Satanás, o homem já tem dentro de si uma natureza estabelecida que resiste a Deus. Portanto, quando o homem foi redimido, isso não é nada mais do que um caso de redenção, na qual o homem é comprado por um alto preço, mas a natureza venenosa dentro dele não foi eliminada. O homem que é contaminado assim deve sofrer uma mudança antes de ser digno de servir a Deus. Por meio dessa obra de julgamento e castigo, o homem conhecerá por completo a substância imunda e corrupta dentro de si mesmo, e ele poderá mudar completamente e se tornar limpo. Só assim o homem pode se tornar digno de retornar diante do trono de Deus. Toda a obra feita neste dia é para que o homem possa ser limpo e mudado; através do julgamento e castigo pela palavra, bem como por meio do refinamento, o homem pode remover sua corrupção e ser purificado. Em vez de considerar este estágio da obra como sendo o da salvação, seria mais apropriado dizer que é a obra de purificação. Na verdade, este estágio é o da conquista, assim como o segundo estágio na obra da salvação. É através do julgamento e castigo pela palavra que o homem chega a ser ganho por Deus; e é através do uso da palavra para refinar, julgar e revelar, que todas as impurezas, noções, motivos e aspirações individuais dentro do coração do homem são reveladas por completo. Embora o homem possa ter sido redimido e perdoado de seus pecados, isso só pode ser considerado como Deus não Se lembrar das transgressões do homem e não tratar o homem de acordo com as suas transgressões. No entanto, quando o homem, que vive num corpo de carne, não foi liberto do pecado, ele só pode continuar pecando, revelando infinitamente o caráter satânico corrupto. Essa é a vida que o homem leva, um ciclo interminável de pecar e ser perdoado. A maioria da humanidade peca de dia apenas para confessar à noite. Desse modo, embora a oferta pelo pecado seja para sempre efetiva para o homem, ela não será capaz de salvar o homem do pecado. Apenas metade da obra da salvação já foi concluída, pois o homem ainda tem caráter corrupto. Por exemplo, quando as pessoas souberam que eram descendentes de Moabe, proferiram palavras de queixa, pararam de buscar a vida e se tornaram totalmente negativas. Isso não mostra que a humanidade ainda é incapaz de se submeter completamente sob o domínio de Deus? Não é exatamente esse o caráter satânico corrupto? Quando você não estava sendo submetido a castigo, suas mãos estavam erguidas acima de todas as outras, mesmo as de Jesus. E você gritou em voz alta: “Seja um filho amado de Deus! Seja íntimo de Deus! Preferimos morrer a nos submeter a Satanás! Revolte-se contra o velho Satanás! Revolte-se contra o grande dragão vermelho! Que o grande dragão vermelho caia completamente do poder! Que Deus nos complete!” Seus clamores eram mais altos que todos os outros. Mas então veio o tempo do castigo e, mais uma vez, o caráter corrupto das pessoas foi revelado. Então, seus clamores cessaram e a resolução delas fracassou. Essa é a corrupção do homem; correndo mais fundo que o pecado, ela é algo plantado por Satanás e profundamente enraizado no homem. Não é fácil para o homem tomar consciência de seus pecados; ele não tem como reconhecer sua própria natureza profundamente enraizada e deve confiar no julgamento pela palavra para alcançar esse resultado. Só assim o homem pode ser mudado paulatinamente desse ponto em diante.

Extraído de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não torna clara a natureza do homem simplesmente com algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda a longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo podem ser chamados de julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de revelar a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus. Se você não considera essas verdades como importantes e só pensa em evitá-las ou em encontrar um novo caminho que não seja por elas, então digo que você é um pecador atroz. Se você tem fé em Deus, mas não busca a verdade ou a vontade de Deus, nem ama o caminho que o leva para mais perto de Deus, digo que você é alguém que está tentando se esquivar do julgamento, um fantoche e um traidor que foge do grande trono branco. Deus não poupará nenhum rebelde que fuja de Sua vista. Tais homens irão receber punição ainda mais severa. Aqueles que comparecerem perante Deus para ser julgados, e que, além disso, tiverem sido purificados, viverão para sempre no reino de Deus. Evidentemente, isso é algo que pertence ao futuro.

Extraído de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje, Deus os julga, castiga e condena, mas saiba que o sentido da sua condenação é para que você possa se conhecer. Ele condena, amaldiçoa, julga, castiga para que você se conheça, para que seu caráter possa mudar e, além disso, para que você possa conhecer seu valor e ver que todas as ações de Deus são justas e de acordo com Seu caráter e as necessidades de Sua obra, que Ele opera de acordo com Seu plano para a salvação do homem, e que Ele é o Deus justo que ama, salva, julga e castiga o homem. Se você sabe apenas que é de status inferior e que é corrupto e desobediente, mas não sabe que Deus deseja deixar clara a Sua salvação mediante o julgamento e o castigo que hoje Ele faz em você, você não tem como ganhar experiência, muito menos é capaz de seguir adiante. Deus não veio para matar nem para destruir, mas para julgar, amaldiçoar, castigar e salvar. Antes da conclusão de Seu plano de gestão de 6.000 anos — antes de Ele expor o fim de cada categoria de homens — a obra de Deus na terra é para o bem da salvação; seu propósito é puramente tornar completos aqueles que O amam — minuciosamente — e trazê-los para a submissão ao Seu domínio. Não importa como Deus salva pessoas, tudo é feito levando-as a se libertar de sua velha natureza satânica; isto é, Deus as salva fazendo com que elas busquem a vida. Se não buscarem a vida, elas não terão como aceitar a salvação de Deus. A salvação é a obra do Próprio Deus, e a busca de vida é algo que todo homem deve possuir para aceitar a salvação. Aos olhos do homem, a salvação é o amor de Deus, e o amor de Deus não pode ser castigo, julgamento e maldição; a salvação deve conter amor, compaixão e, ademais, palavras de consolo, bem como deve conter as ilimitadas bênçãos concedidas por Deus. As pessoas creem que, quando Deus salva o homem, Ele o faz tocando-o e fazendo com que ele Lhe entregue o coração por meio de Suas bênçãos e Sua graça. Ou seja, Seu tocar o homem é Sua salvação dele. Esse tipo de salvação se dá por fazer um acordo. Só quando Deus lhe conferir cem vezes mais, o homem virá a se submeter diante do nome de Deus e se esforçar para fazer o bem por Ele e trazer-Lhe glória. Essa não é a vontade de Deus para a humanidade. Deus veio operar na terra para salvar a humanidade corrupta — não há falsidade nisso; não fosse assim, Ele certamente não teria vindo fazer Sua obra em pessoa. No passado, Seu meio de salvação foi mostrar extremo amor e compaixão, tanto que Ele deu tudo de Si a Satanás em troca da humanidade inteira. O presente em nada se parece com o passado: a salvação concedida a vocês hoje ocorre no tempo dos últimos dias, durante a classificação de todos conforme a espécie; o meio de sua salvação não é amor nem compaixão, mas castigo e julgamento a fim de que o homem possa ser salvo de forma mais completa. Assim, tudo o que vocês recebem é castigo, julgamento e golpes implacáveis, mas saibam disto: nesses golpes impiedosos não há a mais ligeira punição. Não importa quão duras sejam as Minhas palavras, o que recai sobre vocês são apenas algumas palavras que lhes podem parecer sumamente cruéis, e não importa quão enraivecido Eu fique, o que chove sobre vocês ainda são palavras de ensinamento, e Eu não tenho intenção de feri-los nem de causar-lhes a morte. Tudo isso não é um fato? Saibam que, hoje, quer se trate de julgamento justo ou de refinamento e castigo implacáveis, tudo é para o bem da salvação. Independentemente de hoje haver ou não a classificação de todos conforme a espécie ou a exposição das categorias do homem, todas as declarações e a obra de Deus são para salvar aqueles que realmente amam a Deus. O julgamento justo visa purificar o homem, o refinamento implacável visa limpar o homem, palavras duras ou castigos visam purificar e são para o bem da salvação.

Extraído de ‘Vocês deveriam pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus de trazer a salvação ao homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas não podem mudar o próprio caráter; elas devem submeter-se ao julgamento e castigo, e ao sofrimento e refinamento das palavras de Deus, ou o tratamento, a disciplina e a poda pelas Suas palavras. Só então elas podem alcançar a obediência e a fidelidade a Deus, e não mais ser superficiais para com Ele. É sob o refinamento das palavras de Deus que o caráter das pessoas muda. Só por meio da exposição, julgamento, disciplina e do tratamento de Suas palavras elas não ousarão mais agir precipitadamente, mas, em vez disso, se tornarão firmes e controladas. O ponto mais importante é que elas são capazes de se submeter às palavras atuais e à obra de Deus e, ainda que ela não esteja em concordância com as noções humanas, elas conseguem deixar essas noções de lado e se submeter voluntariamente.

Extraído de ‘As pessoas cujo caráter mudou são as que entraram na realidade das palavras de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se você deseja ser purificado da corrupção e passar por uma mudança em seu caráter de vida, você deve ter um amor pela verdade e a capacidade de aceitar a verdade. O que significa aceitar a verdade? Aceitar a verdade indica que, não importando que tipo de caráter corrupto você tenha ou qual dos venenos do grande dragão vermelho estão em sua natureza, você reconhece isso quando é revelado pelas palavras de Deus e se submete a essas palavras; você as aceita incondicionalmente, sem inventar desculpas ou tentar escolher o que lhe agrada, e você vem a conhecer a si mesmo com base naquilo que Ele diz. É isso que significa aceitar as palavras de Deus. Não importa o que Ele diga, não importa o quanto Suas declarações trespassem seu coração, e não importa quais palavras Ele use, você pode aceitá-las contanto que aquilo que Ele diz seja a verdade e você pode reconhecê-las, contanto que estejam em conformidade com a realidade. Você pode se submeter às palavras de Deus independentemente de quão profundo seja o seu entendimento delas, e você aceita e se submete à luz que é revelada pelo Espírito Santo e comunicada pelos seus irmãos e irmãs. Quando tal pessoa tem buscado a verdade até certo ponto, ela pode obter a verdade e alcançar uma transformação do seu caráter. Mesmo que aqueles que não amam a verdade possam ser de humanidade decente, quando se trata da verdade, eles são confusos e não a levam a sério. Embora possam ser capazes de algumas boas obras, consigam se despender por Deus e sejam capazes de renúncia, eles não podem alcançar uma mudança de caráter.

Extraído de ‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo”

Quando recebemos o julgamento das palavras de Deus, não devemos temer o sofrimento, nem deveríamos ter medo da dor, e muito menos deveríamos temer que as palavras de Deus traspassarão nosso coração. Deveríamos ler mais de Suas declarações sobre como Ele nos julga e castiga e expõe a nossa essência corrupta. Precisamos lê-las e nos apoiarmos mais nelas. Não compare os outros com elas — devemos comparar nós mesmos com elas. Não nos falta nem uma única dessas coisas; todos nós podemos nos enquadrar nelas. Se você não acredita nisso, vá experimentar por sua conta. Após lerem as palavras de Deus, algumas pessoas são incapazes de aplicá-las a si mesmas; pensam que partes dessas palavras não são sobre elas, mas, antes, sobre outras pessoas. Por exemplo, quando Deus expõe pessoas como vadias e prostitutas, algumas irmãs sentem que, por terem sido infalivelmente fiéis ao seu marido, tais palavras não devem se referir a elas; algumas irmãs sentem que, já que são solteiras e nunca fizeram sexo, tais palavras também não devem ser sobre elas. Alguns irmãos sentem que essas palavras visam apenas a mulheres e nada têm a ver com eles; algumas pessoas acreditam que tais palavras de Deus soam desagradáveis demais e se recusam a aceitá-las. Existem até pessoas que dizem que, em alguns casos, as palavras de Deus estão erradas. Essa é a atitude certa a se ter em relação às palavras de Deus? As pessoas são incapazes de refletir sobre si mesmas com base nas palavras de Deus. Aqui, “vadias” e “prostitutas” se referem à corrupção das pessoas na promiscuidade. Sejam eles homens ou mulheres, casados ou solteiros, todos possuem a corrupção da promiscuidade — como, então, isso pode não ter nada a ver com você? As palavras de Deus expõem os caracteres corruptos das pessoas; seja homem ou mulher, seu nível de corrupção é o mesmo. Isso não é um fato? Antes de fazermos qualquer outra coisa, temos de perceber que devemos aceitar cada uma das palavras ditas por Deus, não importa se essas declarações tenham um som agradável ou não ou se nos causem um sentimento amargo ou doce. Tal é a atitude que deveríamos ter em relação às palavras de Deus. Que tipo de atitude é essa? É uma atitude devota, uma atitude paciente ou uma atitude de aceitar o sofrimento? Eu lhes digo que não é nenhuma dessas. Em nossa fé, devemos manter firmemente que as palavras de Deus são a verdade. Já que sem dúvida elas são a verdade, deveríamos aceitá-las racionalmente. Sendo ou não capazes de reconhecê-las ou admiti-las, a nossa primeira atitude para com as palavras de Deus deveria ser a de aceitação absoluta. Cada linha das palavras de Deus se refere a um estado específico. Isto é, nenhuma das linhas de Suas declarações trata de aparências externas, muito menos de regras externas ou de uma forma simples de comportamento nas pessoas. Elas não são assim. Se você vir cada linha professada por Deus como tratando de um tipo simples de comportamento humano ou aparência externa, então você não tem entendimento espiritual e não entende o que é a verdade. As palavras de Deus são profundas. Como são profundas? Tudo que Deus diz, tudo que Ele revela trata dos caracteres corruptos das pessoas e das coisas essenciais e profundamente enraizadas em sua vida. São coisas essenciais, não são aparências externas e, sobretudo, não são comportamentos externos. A julgar pela aparência externa, todas as pessoas podem parecer estar bem. Por que, então, Deus diz que algumas pessoas são espíritos malignos e algumas são espíritos impuros? Essa é uma questão que não é visível para você. Assim, você não pode confiar que a aparência ou o que você vê do lado de fora se compare às palavras de Deus.

Extraído de ‘A importância de buscar a verdade e a senda de buscá-la’ em “Registros das falas de Cristo”

O caráter corrupto do homem se esconde em cada pensamento e ideia, dentro dos motivos por trás de cada ação; ele se esconde em cada ponto de vista que o homem tem sobre algo e em cada opinião, entendimento, ponto de vista e desejo que tem em sua abordagem a tudo que Deus faz. Fica escondido dentro dessas coisas. E o que Deus faz? Como Deus aborda essas coisas do homem? Ele arranja ambientes para expor você. Ele não só exporá, mas também julgará você. Quando você revelar seu caráter corrupto, quando tiver pensamentos e ideias que desafiam a Deus, quando tiver estados e pontos de vista que rivalizam com Deus, quando tiver estados através dos quais entende Deus errado ou resiste e se opõe a Ele, Deus repreenderá, julgará e castigará você, e, às vezes, até punirá e disciplinará você. Qual é o objetivo de disciplinar e repreender você? É fazer com que você entenda que aquilo que pensa são as noções do homem, e que elas são erradas; suas motivações vêm de Satanás, elas têm sua origem na vontade humana, não representam Deus, são incompatíveis com Deus, não podem cumprir as intenções de Deus, são repugnantes e odiosas para Deus, incitam Sua ira e até provocam Sua maldição. Quando percebe isso, você é capaz de mudar suas motivações. E como elas são mudadas? Em primeiro lugar, você deve se submeter à maneira com que Deus o trata e se submeter aos ambientes e às pessoas, assuntos e coisas que Ele estabelece para você; não encontre falhas, não dê desculpas objetivas e não fuja de suas responsabilidades. Em segundo lugar, busque a verdade que as pessoas devem praticar e nas quais devem entrar quando Deus faz o que Ele faz. Deus exige que você entenda essas coisas. Ele quer que você reconheça seus caracteres corruptos e sua essência satânica para que você seja capaz de se submeter aos ambientes que Ele arranja para você e, finalmente, para que você seja capaz de praticar o que Ele exige de você de acordo com a Sua vontade, e seja capaz de atender à Sua vontade. Então você terá passado pelo teste.

Extraído de ‘Só ser verdadeiramente obediente é uma crença real’ em “Registros das falas de Cristo”

O homem vive sob a influência de Satanás e existe na carne; se não for purificado e não receber a proteção de Deus, o homem ficará cada vez mais depravado. Se quiser amar a Deus, ele deve ser purificado e salvo. Pedro orou: “Deus, quando Tu me tratas com amabilidade fico encantado e sinto consolo; quando Tu me castigas, sinto consolo e alegria ainda maiores. Embora eu seja fraco e suporte sofrimento indescritível, embora haja lágrimas e tristeza, Tu sabes que essa tristeza se deve à minha desobediência e à minha fraqueza. Choro porque não consigo satisfazer Teus desejos, fico triste e arrependido por ser insuficiente para as Tuas exigências, mas estou disposto a alcançar esse reino, estou disposto a fazer tudo que puder para Te satisfazer. Teu castigo me trouxe proteção e me deu a melhor salvação; Teu julgamento eclipsa Tua tolerância e paciência. Sem Teu castigo e julgamento, eu não desfrutaria Tua misericórdia e amabilidade. Hoje, vejo ainda melhor que Teu amor transcendeu os céus e se elevou acima de todas as coias. Teu amor não é só misericórdia e amabilidade; é mais do que isso: é castigo e julgamento. Teu castigo e julgamento me proporcionaram tanto. Sem Teu castigo e julgamento, nenhuma pessoa sequer seria purificada e nenhuma pessoa sequer seria capaz de experimentar o amor do Criador. Embora eu tenha suportado centenas de provações e tribulações e até tenha chegado à beira da morte, elas permitiram que eu Te conhecesse de fato e ganhasse a salvação suprema. Se Teu castigo, Teu julgamento e Tua disciplina fossem afastados de mim, eu viveria em trevas, sob o império de Satanás. Que benefícios traz a carne humana? Se Teu castigo e julgamento me deixassem, seria como se Teu Espírito me tivesse abandonado, como se Tu não estivesses mais comigo. Se assim fosse, como eu poderia continuar vivendo? Se me deres enfermidade e tirares minha liberdade, posso continuar vivendo, mas se Teu castigo e julgamento me deixarem em algum momento, eu não terei como continuar vivendo. Se eu estivesse sem Teu castigo e julgamento, eu teria perdido Teu amor, um amor que é profundo demais para que eu o expresse com palavras. Sem Teu amor, eu viveria sob o império de Satanás e seria incapaz de ver Tua face gloriosa. Como eu poderia continuar vivendo? Eu não poderia suportar tal escuridão, tal vida. Ter-Te comigo é como ver-Te; então, como eu poderia deixar-Te? Eu Te imploro, eu Te suplico que não tires de mim meu maior consolo, mesmo que sejam apenas poucas palavras de reafirmação. Tenho desfrutado Teu amor e hoje não posso mais ficar afastado de Ti; como eu poderia não Te amar? Derramei muitas lágrimas de tristeza por causa do Teu amor, mas sempre senti que uma vida como esta tem mais sentido, é mais capaz de me enriquecer, mais capaz de me mudar e mais capaz de permitir que eu alcance a verdade que deveria ser possuída pelas criaturas”.

Extraído de ‘As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando vocês sofrem um pouco de constrangimento ou dificuldade, isso lhes faz bem; se vocês tivessem tudo fácil, seriam arruinados, e então como poderiam ser protegidos? Hoje, é porque são castigados, julgados e amaldiçoados que vocês recebem proteção. É porque sofreram muito que vocês são protegidos. Se não, há muito vocês teriam caído em depravação. Isso não é tornar as coisas difíceis para vocês intencionalmente — a natureza do homem é difícil de mudar, e deve ser dessa forma para que o caráter dele seja mudado. Hoje, vocês não têm nem a consciência nem o senso que Paulo possuía, não têm nem mesmo sua autoconsciência. Vocês sempre têm de ser pressionados e sempre têm de ser castigados e julgados para despertar seu espírito. Castigo e julgamento são o melhor para sua vida. E quando necessário, deve haver também o castigo dos fatos chegando sobre vocês; só então vocês se submeterão completamente. A natureza de vocês é tal que, sem castigo e maldição, vocês não estariam dispostos a inclinar sua cabeça, a se submeter. Sem os fatos diante de seus olhos, não haveria efeito algum. Vocês são muito inferiores e inúteis em caráter! Sem castigo e julgamento, seria difícil para vocês serem conquistados e difícil para que sua injustiça e sua desobediência fossem vencidas. Sua velha natureza está tão profundamente enraizada. Se vocês fossem colocados no trono, não teriam ideia da altura do céu e da profundidade da terra, muito menos de aonde estão indo. Vocês nem sabem de onde vieram, então como poderiam conhecer o Senhor da criação? Sem o castigo e a maldição oportunos de hoje, seus últimos dias teriam chegado há muito tempo. Isso sem mencionar seu destino — ele não está ainda mais em risco? Sem esse castigo e julgamento oportunos, quem sabe quão arrogantes ficariam e quão depravados vocês se tornariam. Esse castigo e esse julgamento trouxeram vocês até o dia de hoje e preservaram sua existência. Se vocês ainda fossem ensinados por meio dos mesmos métodos do seu “pai”, sabe-se lá em que reino entrariam! Vocês não têm habilidade de controlar-se e refletir sobre si mesmos. Para pessoas como vocês, se vocês simplesmente seguirem e obedecerem, sem causar interferência nem interrupções, Meus objetivos serão alcançados. Não seria melhor para vocês se aceitassem o castigo e o julgamento de hoje? Que outras escolhas vocês têm?

Extraído de ‘Prática (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você entende agora o que é julgamento e o que é verdade? Se tiver entendido, exorto você a se submeter obedientemente a ser julgado, caso contrário jamais terá a oportunidade de ser elogiado por Deus ou de ser trazido por Ele ao Seu reino. Aqueles que só aceitam o julgamento, mas nunca são purificados, isto é, aqueles que fogem da obra de julgamento, hão de ser para sempre detestados e rejeitados por Deus. Os pecados deles são mais numerosos e mais graves que os dos fariseus, pois eles traíram a Deus e são rebeldes contra Deus. Tais pessoas, que não são dignas nem mesmo de prestar serviço, irão receber punição mais severa, uma punição que, além disso, é eterna. Deus não irá poupar nenhum traidor que antes tenha manifestado lealdade com palavras, mas que depois O tenha traído. Pessoas assim irão receber retribuição por meio da punição do espírito, da alma e do corpo. Não é essa precisamente uma revelação do caráter justo de Deus? Não é o propósito de Deus ao julgar o homem e revelá-lo? Deus consigna todos aqueles que realizam todo tipo de atos perversos durante o período do julgamento a um lugar infestado de espíritos malignos, deixando esses espíritos malignos destruírem livremente seus corpos carnais, os quais exalam o mau cheiro de cadáveres. Essa é a adequada retribuição a eles. Deus escreve no livro de registros deles cada um dos pecados desses falsos crentes, falsos apóstolos e falsos trabalhadores desleais; então, no devido tempo, Ele os lança no meio de espíritos imundos, deixando esses espíritos imundos profanarem o corpo inteiro deles à vontade, para que jamais possam ser reencarnados e jamais vejam a luz novamente. Aqueles hipócritas que prestam serviço por algum tempo, mas que são incapazes de permanecer leais até o fim, são contados por Deus dentre os perversos, para que andem no conselho dos ímpios e se tornem parte de sua corja desordenada; no fim, Deus os aniquilará. Deus descarta e desconsidera aqueles que nunca foram leais a Cristo nem dedicaram qualquer esforço e aniquilará a todos na mudança das eras. Eles não existirão mais na terra, muito menos ganharão acesso ao reino de Deus. Aqueles que nunca foram sinceros para com Deus e que são forçados pelas circunstâncias a lidar superficialmente com Ele são contados entre aqueles que prestam serviços a Seu povo. Só um pequeno número de pessoas como essas sobreviverão, enquanto a maioria irá perecer com aqueles que não são qualificados nem para prestar serviço. Por fim, Deus trará a Seu reino todos os que forem unos com Ele em pensamento, o povo e os filhos de Deus, bem como aqueles predestinados por Deus a serem sacerdotes. Eles serão a destilação da obra de Deus. Quanto àqueles que não puderem ser enquadrados em nenhuma categoria estabelecida por Deus, esses serão contados entre os descrentes — e vocês certamente podem imaginar qual será o desfecho deles. Eu já disse a vocês tudo que deveria dizer; a estrada que vocês escolherem será uma decisão sua. O que vocês devem entender é o seguinte: a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra nenhuma misericórdia para com homem algum.

Extraído de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 27. Os princípios para viver segundo as palavras de Deus

Próximo: 29. Os princípios para aceitar ser podado e tratado

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Venha conversar com a gente
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro