Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

13. Como discernir a essência das várias noções que as pessoas têm sobre Deus

I. Como discernir as noções e juízos que as pessoas têm sobre as exigências de Deus

O que a humanidade corrupta precisa fazer para ser salva é satisfazer as exigências de Deus ao homem. O processo pelo qual a humanidade corrupta busca satisfazer as exigências de Deus é um processo de entrar na verdade e é também o processo de receber a salvação. Se a humanidade corrupta é incapaz de alcançar as exigências de Deus ao longo de todo o processo de experimentar a obra de Deus, então são pessoas não salvas e serão descartadas. Somente quando a humanidade corrupta tiver aceitado a verdade e sua perspectiva sobre as coisas tiver sido realmente mudada é que uma mudança fundamental pode ocorrer em seus pensamentos e comportamento. Naquele momento, ela será plenamente capaz de cumprir todas as exigências que Deus lhe faz. Podemos colocar dessa maneira: quando o homem conseguir cumprir seus deveres facilmente de acordo com as exigências de Deus, e quando for capaz de obedecer a Deus e agir de acordo com a Sua palavra em tudo que encontrar, então ele será completamente salvo. Pessoas dotadas de consciência e razão não sentem que há alguma coisa particularmente difícil quanto a colocar a verdade em prática, e aqueles que realmente amam a Deus sentem que é menos difícil ainda alcançar as exigências de Deus. As exigências de Deus podem ser completamente alcançadas por homens normais; todos os que sentem que não é tão difícil satisfazer as exigências de Deus são pessoas com humanidade normal. Durante o período em que Deus opera para salvar o homem, todas as pessoas acham que as exigências de Deus são muito difíceis de alcançar e, mesmo que se esforcem ao máximo, ainda parece difícil cumprir as exigências de Deus. Isso se deve à grande extensão da corrupção da humanidade, e assim elas sentem muita dificuldade em obedecer a Deus, e especialmente aquelas pessoas cuja humanidade é muito ruim sentem que isso é ainda mais difícil no período inicial de sua fé em Deus. Não há nada de estranho nisso. Quanto maior a corrupção do homem, mais distante ele está das exigências de Deus e, além disso, não busca a verdade e está preso por sua natureza satânica, o que o torna completamente incapaz de satisfazer as exigências de Deus. Se a humanidade corrupta pudesse facilmente alcançar as exigências de Deus, isso significaria que a dimensão de sua corrupção não é tão grande. Como a natureza da humanidade corrupta é venenosa, seu caráter é altamente arrogante e não possui consciência e razão normais; a humanidade corrupta já se tornou resistente a Deus como Satanás, e toda ela é maligna e antagonista a Deus. Como pode uma humanidade corrupta estar disposta a respeitar a vontade de Deus? E como pode pagar o preço por praticar a verdade? Isso não é possível. Por isso, a salvação da humanidade altamente corrompida não é fácil.

Ao experimentar a obra de Deus, todos aqueles que dão atenção especial à busca da verdade estão interessados em coisas positivas e se tornam dispostos a praticar a verdade. No entanto, visto que seu caráter de vida não mudou, eles têm pouco entendimento da verdade, e a maneira como veem as coisas também não mudou, eles frequentemente desenvolvem noções e fazem juízos arbitrários sobre a obra de Deus. Tudo isso é criado como resultado do fato de que a corrupção do homem é grande demais. Se um homem que experimentou vários anos da obra de Deus não tiver uma compreensão clara de todos os aspectos da verdade, ainda não consegue entender muitas coisas e é incapaz de discernir a essência das coisas, ele frequentemente interpretará erroneamente as palavras de Deus, compreenderá mal a Sua vontade e será incapaz de entender precisamente a Sua intenção; desvios frequentes ocorrerão em sua comunicação da verdade e, às vezes, terá conceitos em seu coração. Isso é algo natural. Os fatos fornecem provas suficientes de que a humanidade sem a verdade é uma humanidade que resiste a Deus e é uma humanidade que não tem meios de ser compatível com Deus. Quando, por exemplo, o alto exige que aqueles que estão de acordo com os três princípios sejam selecionados como líderes, todos sentem que isso é algo muito difícil de alcançar. Eles se queixam a Deus e dizem: “A exigência de Deus é grande demais. Os requisitos do alto não condizem com a situação real”. Há até alguns que dizem que o alto não entende as circunstâncias reais. Que problema é esse? As exigências do alto são realmente excessivas? O alto não entende a situação verdadeira? Por que eles podem dizer essas coisas? A razão principal é que eles não compreendem o princípio e o significado dos três requisitos do alto e não entendem o coração de Deus. Os três princípios exigidos do alto são os padrões para a seleção de líderes e obreiros. Somente aqueles que estão de acordo com os três princípios podem ser selecionados, usados e cultivados, enquanto aqueles que não estão de acordo com os três princípios não podem ser selecionados, usados e cultivados. O significado aqui é profundo, e as pessoas são incapazes de compreendê-lo. A exigência do alto de que as pessoas devem agir de acordo com os princípios não ressalta que é preciso ter atendido plenamente aos três padrões antes que uma pessoa possa ser promovida e usada. O cumprimento dos três padrões se refere ao fato de que uma pessoa certa é capaz de alcançar os três padrões depois de ter passado por um período de treinamento e cultivação. Tal exigência do alto significa primeiramente selecionar as pessoas certas; nas palavras das pessoas mundanas, significa selecionar os candidatos promissores, aqueles que podem ser cultivados como pessoas desse tipo. Certamente não é uma exigência que, no momento de sua seleção, já tenham amadurecido e se tornado esse tipo de pessoa.

Algumas pessoas adotaram esses três princípios como padrões pelos quais avaliar os candidatos. Isso não é uma interpretação errada da intenção de Deus? Parece que ainda não conseguem entender a relação entre o bom cavalo e o bom avaliador de cavalos. Não é fácil reconhecer bons cavalos que consigam percorrer quinhentos quilômetros por dia. Um homem sem juízo bom só é capaz de determinar isso fazendo com que cada cavalo corra quinhentos quilômetros. No entanto, um bom avaliador de cavalos não precisa fazer isso. Após observar e examinar de perto os cavalos com seus olhos, ele é capaz de separar os bons cavalos. Isso é realmente um tipo de habilidade. Os três padrões da família de Deus para a seleção de líderes e obreiros são como os princípios pelos quais um bom avaliador de cavalos reconhece os bons cavalos. Esses três princípios facilitam a distinção entre os candidatos promissores. Não existem muitos recursos, mas sem os três padrões para selecionar líderes e obreiros, as coisas serão ainda mais problemáticas. Se todo tipo de pessoas, como as pessoas astutas, as que agradam as multidões, as talentosas, as que falam em línguas, as boas de lábia e as bajuladoras fossem selecionadas, então como a obra de Deus poderia ser desenvolvida? Como a vontade de Deus poderia ser executada? Em tais circunstâncias, o alto estabelece os três padrões para selecionar líderes e obreiros, e o problema é assim resolvido. É claro que selecionar recursos de acordo com os três princípios é realmente igual a selecionar bons cavalos, e não é tarefa fácil; mesmo que você se esforce, não será capaz de encontrar uma quantidade de pessoas adequadas. Todos os líderes e obreiros da família de Deus estão com um problema real e reclamam incessantemente. Na verdade, não têm outra opção senão promover aqueles que se aproximam dos três padrões e aqueles que são relativamente bons. Embora isso exija muito esforço, o resultado difere bastante. A maioria das pessoas selecionadas dessa maneira representa aquelas que são capazes de se submeter à obra de Deus e alcançar a salvação e que são, pelo menos, capazes de se manter firmes em todos os tipos de provações. Se o alto estabelecesse um padrão ou princípio que permitisse uma seleção fácil de líderes e obreiros, o resultado certamente não seria satisfatório ou, ao contrário, seria bastante terrível. Visto que, por natureza, as pessoas são preguiçosas, elas não querem se esforçar ou fazer as coisas de uma maneira séria. Se alto estabelecesse um padrão que se conformasse com a vontade delas, elas não teriam quaisquer noção e diriam também que o que foi dito acima é realmente bom e compreensivo. Quais, então, seriam as consequências de selecionar líderes e obreiros dessa maneira? É algo que podemos imaginar muito bem. Portanto, é melhor que o alto estabeleça padrões mais elevados e mais rigorosos para selecionar líderes e obreiros quando se considerar a questão sob a perspectiva da eficiência do trabalho. Se os padrões fossem estabelecidos com base nos desejos da maioria, então a obra da família de Deus não poderia ser realizada, e, dessa forma, a obra de Deus de salvar e aperfeiçoar o homem resultaria em nada. Portanto, a obra da família de Deus não pode estar de acordo com a vontade ou os desejos das pessoas. As pessoas são todas gulosas e preguiçosas, preferem o lazer ao trabalho. Elas se sentem bem quando não precisam fazer nenhum esforço no cumprimento de seus deveres. Se houver alguma dificuldade e elas precisarem despender um pouco de esforço, elas reclamarão incessantemente como se estivessem sendo maltratadas. Pode-se ver que não têm devoção alguma. Não lidam com as coisas de maneira responsável, e fazer as coisas atrapalhadamente se tornou sua natureza; não são pessoas fiéis e dispostas a suportar dificuldades para satisfazer a Deus. Se as coisas fossem feitas de acordo com os gostos e padrões da humanidade corrupta, a obra de Deus para salvar o homem seria estragada e não resultaria em nada. Visto que a humanidade corrupta não possui a verdade e só possui corrupção, se a obra da família de Deus se conformasse à vontade do homem e às suas concepções e imaginações, então ela não acompanharia as tendências do mundo? Isso só resultaria num mal e numa escuridão cada vez maiores.

Se as pessoas pudessem ver esse ponto claramente, então compreenderiam as intenções gentis de Deus ao realizar Sua obra e perceberiam que os arranjos do alto são justos e razoáveis, e não acolheriam noções nem queixas. Vamos pensar um pouco mais: se toda a obra de Deus fosse feita de acordo com as concepções e imaginações do homem, e tudo o que Deus fizesse se adequasse às concepções do homem, então a obra não seria do homem? Se assim fosse, seria capaz de conseguir o efeito de salvar o homem? Se Deus agisse dessa maneira, Ele seria capaz de mudar o homem e ganhá-lo A obra que se conforma com as concepções do homem contém a verdade? Tudo o que Satanás faz está de acordo com as concepções do homem, e tudo o que o mundo religioso faz também se conforma com as concepções do homem e é favorecido e aplaudido por todos, mas quais são os resultados? A humanidade não está cada vez mais maligna e o mundo religioso cada vez mais sombrio? A humanidade corrupta se tornou demônios, e a maioria das pessoas do mundo religioso está seguindo os anticristos, agindo como canalhas que resistem e julgam a Deus, são os subordinados das forças de Satanás! A humanidade não sente repulsa pelo grande dragão vermelho nem o odeia, e nunca dissecou nem se opôs às más ações do grande dragão vermelho. A humanidade corrompida é a degenerada que fica do lado de Satanás e que odeia a Deus! Como isso não poderia ser doloroso a Deus? A causa raiz por que o homem sempre tem noções a respeito da obra de Deus é a natureza satânica do homem. O homem pode compreender tudo o que Satanás faz, mas, mesmo sabendo que é mal, ele pode perdoar e deixar de julgar a respeito. Mas o homem trata o que Deus faz de maneira bem diferente. Ele geralmente tem noções e juízos, resiste e condena. Isso é justo para Deus? Por que o homem odeia tanto a Deus? Por que o homem não odeia a Satanás? Por que o homem não ousa expor e dissecar o grande dragão vermelho? Por que o homem não tem ódio genuíno ao grande dragão vermelho? Por que o homem em seu coração adora demônios? Isso está intimamente ligado à natureza e à essência da humanidade corrupta. A humanidade é descendente de Satanás e não há nada de falso nisso! É extremamente importante que conheçamos a natureza e a essência da humanidade! Essa é a verdade que devemos conhecer completamente para alcançar a salvação pela fé em Deus.

II. Como discernir as noções e os juízos das pessoas sobre reunir-se em grupos classificados

Quando a família de Deus implementa reuniões em grupos classificados, a maioria das pessoas tem as seguintes noções: se as pessoas são classificadas em grupos diferentes para terem reuniões, como as pessoas que não buscam a verdade poderão mudar? Não será o fim para as pessoas atrasadas? As pessoas preguiçosas dizem: “Reunir-se assim é bom, por que se preocupar em classificar as pessoas em diferentes grupos? É problema demais! Isso não está causando problemas para nós?” Há até quem diga que a família de Deus não tem amor. A maioria das pessoas tem noções sobre se reunir em grupos classificados e se queixa, como se a família de Deus tivesse cometido um erro e não fosse tão sábia quanto ela. Elas estão expressando corrupção. As que não possuem a verdade não podem ver nada claramente; não importa o que a família de Deus faça, terão noções. No que diz respeito à questão de se reunir em grupos classificados, a forma como as pessoas veem é: se somente as pessoas boas, as pessoas ruins, as que estão buscando ativamente e as que não estão buscando se reunirem, as pessoas serão capazes de mudar e progredir. Esse tipo de pensamento está errado. Se uma pessoa ama ou não a verdade isso é determinado por sua natureza. A exortação e ajuda de outros só é eficaz para os que estão buscando comparativamente. Com relação aos que não amam a verdade e cuja natureza é muito ruim, não importa como você os exorte e ajude, isso não terá nenhum propósito. Olhe para os que foram expulsos da família de Deus. Há alguns entre eles que creram em Deus por muitos anos e que são até obreiros, mas por toda parte nunca buscaram a verdade e apenas seguiram em frente para receber bênçãos. Não há nenhuma mudança que possa ser vista neles. Eles ouviram muitas pregações e participaram de tantas reuniões, mas como é que não ganharam a verdade? Então, os que não buscam a verdade não podem ser levantados por ninguém, e os que têm uma natureza viciosa, mesmo se comparecerem à reunião todos os dias, não podem mudar. Esse é um fato que ninguém pode negar.

Há os que não parecem buscar a verdade, mas pela essência de sua natureza têm um coração que a ama. Se tais pessoas forem regadas e apoiadas por boas pessoas, elas serão capazes de se manter firmes. Algumas pessoas têm uma natureza muito má, não amam a verdade, são particularmente arrogantes e presunçosas e não obedecem a ninguém; a maioria delas não pode ser salva. As pessoas que não se submetem à liderança de alguém e não buscam a verdade só podem ser colocadas no grupo B, com o objetivo de levá-las à autorreflexão e a conhecer sua própria corrupção, de modo a se arrependerem e corrigirem seus caminhos. O que pode estar errado com isso? Se colocarmos as pessoas dessa categoria no grupo A, isso trará problemas para as que buscam a verdade, e para muitas pessoas isso poderia ser desastroso e um distúrbio. É injusto, pelo assim chamado amor, colocar alguém que sempre perturbe a igreja e que não ame a verdade entre os que buscam a verdade, e isso trará problemas e obstruirá os que podem ser salvos. Portanto, a família de Deus coloca no grupo B as pessoas que não perseguem a verdade e são particularmente arrogantes presunçosas e irracionais e que podem atrapalhar os do grupo B. Isso é vantajoso para o povo escolhido de Deus e para elas também. É benéfico para ambos os lados. Como você pode dizer que a família de Deus não tem amor? O resultado prejudicial de misturar pessoas boas com pessoas más, as que buscam a verdade com as que não buscam é: sempre haverá interrupções e perturbações durante a reunião, o que realmente influenciará os resultados da reunião; isso perturbará as pessoas boas e as que buscam a verdade. Não apenas as pessoas más e as que não buscam a verdade não podem ser mudadas, mas as boas pessoas e as que buscam a verdade serão atrasadas. Reunir-se de modo a bagunçar todo mundo não beneficia a maioria e dificilmente pode trazer bons resultados. Devido à perturbação dessas pessoas da laia de Satanás, os líderes e obreiros da igreja se sentem impotentes e desamparados, seus fardos são enormes e a pressão os deixa ofegantes. Implementar fazendo as pessoas se reunirem em grupos classificados resolverá todas essas dificuldades. Dessa forma, os que realmente creem em Deus e os que estão buscando comparativamente com afinco podem entrar na verdade e progredir mais rapidamente. Os que não buscam a verdade refletirão sobre si mesmos, verão quão lamentáveis são e sentirão vergonha. Isso irá instigá-los a se arrependerem e ter um novo começo. Se forem colocados entre as pessoas boas para compensar o número, isso causará um grande dano a todos os que buscam a verdade. Além disso, isso os tornará ainda mais arrogantes e presunçosos; deixarão de ter consciência de si próprios, como também se sentirão bem consigo mesmos e perturbarão e demolirão mais severamente a obra de Deus. Isso é um fato. Os que são experientes têm um gostinho disso. Você pode dizer que é falta de amor por parte da família de Deus isolar aqueles cuja humanidade é muito ruim e que não buscam a verdade, adotando-se o modo de reunião em grupos classificados? Se alguém sentir que isso não é amor, por favor, use seu amor para ajudar essas pessoas a se arrependerem e corrigirem seus caminhos. Vamos ver se o seu amor pode ou não amenizar esses incorrigíveis. Se as pessoas não buscam nem aceitam a verdade, qualquer forma de reunião não as ajudará. Nós só podemos isolá-las e não permitir que continuem perturbando os demais. Isso é bom o suficiente para elas! Você não consegue ver isso claramente? A obra da igreja deve ser feita de acordo com as circunstâncias atuais, e é mais importante testar se bons resultados podem ou não ser alcançados. Não podemos obedecer a regras nem ser retidos pelas concepções do homem. O mais importante é como devemos praticar para levar o povo escolhido de Deus ao caminho certo da trilha certa da fé em Deus e permitir que os que sinceramente creem em Deus entendam a verdade e entrem na realidade. Para alcançarmos esse objetivo, não devemos nos limitar por nenhuma regra ou regulamento. Somente dessa maneira é que agiremos em conformidade com a vontade de Deus.

A prática de reunião em grupos classificados já foi comprovada como sendo eficaz e geralmente atende à aprovação dos crentes. Os fatos confirmaram que tal implementação está completamente de acordo com a vontade de Deus. Algumas pessoas julgam que a família de Deus não tem amor. O ponto de vista delas é absurdo. O que é o amor verdadeiro afinal de contas? Se realmente têm amor, por que não podem amar a Deus? Por que não podem considerar a vontade de Deus? Por que não podem conduzir os que buscam a verdade na trilha certa da crença em Deus? Todos os que não têm um coração que realmente ama a Deus não têm amor. As pessoas estão cheias do caráter de Satanás por dentro e estão amarradas e ligadas pela natureza de Satanás. Dentro delas, só têm um coração que é considerado de carne, um coração que ama e tem piedade de Satanás e um falso amor cheio de emoções. O amor do homem é todo controlado por suas emoções, tudo é produzido a partir da luxúria e das preferências carnais, e tudo vem de sua natureza satânica. Portanto, tudo é amor falso, amor fingido, amor enganoso. Quando algumas pessoas veem que a família de Deus descarta Satanás e expele os demônios, dizem que a família de Deus não tem amor. Quando veem que a família de Deus isola as pessoas más, classificando os crentes em grupos de reuniões diferentes, julgam a família de Deus como sendo carente de amor. Esse tipo de pessoa realmente confunde o certo com o errado, anula o preto e o branco e fala absurdamente sobre o amor. Ela realmente não tem vergonha! Você ama Satanás e os demônios; você também quer que o povo escolhido de Deus ame Satanás e os demônios com você? Você usa seus pontos de vista absurdos para medir a obra da família de Deus; você não acha que é extremamente arrogante, presunçoso e totalmente sem razão? O do alto não compreende realmente a situação nas igrejas abaixo? O do alto não é capaz de ver através da essência da corrupção da humanidade? O do alto não é capaz de ver claramente que tipo de pessoa é capaz de receber a salvação de Deus e que tipo de pessoa deve ser excluída? O do alto não tem experiências nem percepção suficientes? O do alto não é capaz de conduzir as pessoas tão bem quanto você? Você compreende algumas doutrinas e pode pronunciar algumas palavras vazias; você acha que pode usá-las para enganar as pessoas? Você não sabe que somente os que não têm a verdade podem ser tão estúpidos? A pessoa verdadeiramente inteligente acredita que o do alto compreende a verdade mais do que ela, e compreende melhor a vontade de Deus do que ela. Ela acredita que a obra da do alto está sob a liderança do Espírito Santo, e que tudo vem do Espírito Santo. Portanto, independentemente de estar ou não de acordo com suas próprias concepções, ela é capaz de obedecer e, além disso, em sua experiência, ela busca a vontade de Deus e procura a verdade para resolver seus problemas. No entanto, as pessoas arrogantes e estúpidas não podem fazer isso. Os que não têm a verdade só podem seguir tendências, observar regras e regulamentos e tomam as regras, regulamentos e as concepções do homem como sendo a verdade e se apegam a elas para sempre, sem mudanças. Agir dessa maneira é consistente com os princípios da obra do Espírito Santo? Não é exatamente essa a prática dos pastores religiosos e de todos os tipos de anticristos? Essa prática antiquada foi extinta pela família de Deus há muito tempo, mas essas pessoas estúpidas ainda se apegam obsessivamente às regras e aos regulamentos da religião, e simplesmente não conseguem ver o caminho da obra pelo qual o Espírito Santo conduz as pessoas. Como essas pessoas podem ver a beleza sempre renovada da Era do Reino?

A capacidade de algumas pessoas julgarem que a família de Deus não tem amor vem inteiramente de sua natureza satânica. Essas pessoas não possuem a verdade nem um pouco, e elas enganam e confundem as pessoas com amor satânico falso e fingido. Não é esse o esquema astuto de Satanás? Todos sabem que os crentes em Deus enfatizam o amor. Esse tipo de pessoa usa a máscara do amor para julgar a obra da família de Deus, acreditando que, assim que falar dessa forma, todos o considerarão como uma pessoa que tem amor e, assim, o adorará e o seguirá. Ele simplesmente não sabe quem é. Ele é capaz de salvar pessoas? Ele pode trazer a verdade para as pessoas, enfatizando o amor falso? Ele pode fazer com que as pessoas tenham uma mudança genuína dessa maneira? As pessoas nas religiões sempre falam de amor, mas na verdade acolhem más intenções, o coração do anticristo. Deveríamos nos acalmar um pouco e precisamos compreender isso: só a verdade pode salvar e mudar o homem. O falso amor só é capaz de iludir e arruinar as pessoas. Prestar atenção à verdade é o que há de mais prático, e as pessoas que se afastam da verdade para falar apenas de amor são enganadoras. Somente os que receberam a verdade são os que genuinamente amam a Deus, e você só pode ter amor e ter tudo se tiver a verdade. Somente os que realmente amam a Deus estão aptos a falar de amor, e os que não amam a Deus certamente amam a Satanás e adoram os demônios. Todos os que não dão testemunho de Deus e sempre falam de amor são enganadores, e são todos falsos líderes e falsos obreiros.

Somente as pessoas que exaltam a Deus e dão testemunho de Deus em todas as coisas são as que verdadeiramente amam a Deus, e somente as que realmente amam a Deus estão aptas a falar de amor; somente as pessoas que são capazes de considerar a vontade de Deus em todas as coisas realmente amam a Deus; somente as que realmente podem obedecer a Deus e são capazes de satisfazer a Deus são as que realmente amam a Deus. Os que verdadeiramente amam a Deus prestam atenção à verdade e à realidade; os que não focalizam a verdade e a realidade, mas tagarelam sobre o amor são enganadores e hipócritas. Todos deveriam saber isso: somente os que verdadeiramente amam a Deus têm amor. O amor pelo homem e por Satanás não pode salvar nem mudar as pessoas, e é amor falso. Você não vê isso? As pessoas que não podem distinguir o amor verdadeiro do falso são pessoas que não têm a menor verdade. São pessoas empobrecidas, lamentáveis e cegas. Como as pessoas da religião, todas elas não foram salvas.

III. Como discernir noções e juízos sobre a punição por roubar ofertas

Em todas as eras da obra de Deus, há exemplos representativos de punição do mal, e mesmo a Era da Graça não é exceção. Deus não perdoou Judas, o ímpio que havia traído Jesus diretamente. Quanto mais sérias serão as circunstâncias das pessoas que roubam ofertas de Deus e também Seu castigo na Era do Reino? Isso é decidido pelo caráter correto de Deus. Várias pessoas têm noções e julgam a família de Deus, punindo as pessoas iníquas e dizendo: “Este é o caminho do homem e falta amor. Deus não poderia agir dessa maneira.” Além disso, algumas pessoas perguntam sobre que tipo de punição deve ser dada àquelas cujas circunstâncias são sérias por roubar as ofertas de Deus. Elas tentam investigar a verdade. Elas realmente são mal-intencionadas! Adotar uma atitude complacente e desdenhosa em relação a todos os que roubam as ofertas de Deus está de acordo com Sua vontade? Essas pessoas absurdas não têm o menor conhecimento do caráter de Deus e julgam a obra da família de Deus com base apenas em suas próprias concepções e imaginação. Elas são muito arrogantes e ridiculamente estúpidas.

Na Era da Lei, Deus ordenou que os que violassem certos regulamentos fossem apedrejados até a morte. Ele não liberou os que resistiram e julgaram Moisés, e por meio das palavras da boca de Moisés, Ele abriu a terra para engolir os duzentos e cinquenta líderes. É claro que o caráter de Deus não tolera nenhuma ofensa. Julgar Moisés era essencialmente protestar contra Deus, porque Moisés foi a pessoa que Deus estabeleceu como o líder dos israelitas. Desobedecer a Moisés era desobedecer a Deus, e se opor a Moisés era se opor a Deus; não pode haver dúvidas sobre isso. Na Era do Reino, o caráter de Deus foi completamente revelado ao homem. Deus não é simplesmente misericordioso e amoroso, mas o mais importante é que o caráter de Deus é justo, majestoso e colérico. A justiça está acima de tudo no caráter de Deus e esse é o caráter inerente de Deus. Na Era da Graça, Judas roubou o dinheiro do Senhor. Isso levou à traição de Jesus e ele recebeu a punição da morte no final. A partir disso, pode-se ver que Deus detesta ao máximo os que roubam ofertas. Na Era do Reino, Deus é suficientemente tolerante com relação à humanidade corrupta, e isso pode ser visto pelo preço que Deus pagou e pelo sofrimento que Ele suportou em Sua encarnação. A resistência do homem, o juízo e até a blasfêmia contra Deus são muito sérios e, de acordo com os pecados do homem, devem ser condenados à morte e imediatamente eliminados. No entanto, Deus não tratou o homem de acordo com as transgressões que este cometeu, e o homem viu pouco da justa ira de Deus sobre ele. Por essa razão, ele crê que o caráter de Deus ainda é misericordioso e amoroso, mas isso é um grave erro. Quando Deus realiza Sua obra durante os últimos dias, está determinado a completar e aperfeiçoar um grupo de pessoas, e por causa desse grupo de pessoas Ele suporta a humilhação, a calúnia e os juízos do homem com enorme paciência. Uma vez que Deus tiver completado esse grupo de pessoas, Sua ira começará a entrar em erupção. Naquele momento, todos os malfeitores serão duramente pressionados a escapar de Seu castigo. No entanto, como esse dia não chegou, as pessoas estão despreocupadas e descuidadas, como se Deus não faria isso. De fato, a paciência de Deus já atingiu o limite e Sua ira está pronta para entrar em erupção. Quando o dia de Deus chegar, muitas pessoas serão punidas. Durante o período em que o evangelho do reino se espalhou por toda a nação, vimos com nossos próprios olhos que pelo menos mais de dez mil pessoas iníquas sofreram punição. Depois que Deus tiver completado Sua obra no continente chinês, Ele punirá mais pessoas más. Naquela época, os que traíram a Deus, os que são antagônicos a Deus e os que fizeram todo tipo de coisas más ficarão estupefatos e apenas se resignarão a ser punidos, aguardando a morte com os olhos fechados.

Quando observamos a história da obra de Deus, podemos ver que em cada época de Sua obra Deus emite leis e mandamentos. Quem violar Suas leis e mandamentos receberá punição e disciplina. Especialmente durante a Era do Reino todos os decretos e mandamentos administrativos proclamados por Deus são critérios e princípios para o juízo e castigo da humanidade. Algumas pessoas transgridem contra eles uma ou duas vezes, mas se elas se arrependerem e puderem buscar a verdade, Deus ainda terá piedade delas. Se permanecerem impenitentes, serão condenadas e punidas de acordo com os decretos administrativos de Deus. Isso é completamente verdadeiro. Deus é fidedigno, Deus é tão bom quanto a Sua palavra, e Sua palavra se tornará verdadeira. O desvio e roubo de ofertas de Deus é uma questão que ofende especialmente o caráter de Deus. Podemos dizer que não é excessivo, mas a família de Deus lida com os que roubam ofertas porque esse tipo de pessoa está destinado a ser punido e não pode receber a salvação de Deus em absoluto. Algumas pessoas deixam de ver a natureza dessa questão claramente e até julgam que a punição da família de Deus contra os que roubam ofertas é errada e que a família de Deus não é amorosa, pois na opinião delas, a punição dessas pessoas está errada. Para quem estão falando? É razoável permitir que elas roubem todas as ofertas de Deus para que a obra da família de Deus não tenha meios de ser realizada? Isso é amor? Nós podemos ver quão absurdas são suas concepções! Há também alguns que defendem os ladrões de ofertas. Essas pessoas realmente acolhem más intenções. Agir dessa maneira é abrir a porta para Satanás e defender pessoas como Judas. Isso é totalmente antagônico a Deus! Algumas pessoas até exigem uma explicação por parte da família de Deus: que tipo de punição exatamente deve ser imposta àqueles que roubam ofertas? Essas pessoas são duvidosas e detestáveis. Elas estão desafiando a família de Deus! Bem, Eu digo a você: quanto aos que roubam ofertas de Deus em mais de 10 mil yuanes e evocam a ira do povo escolhido de Deus, eles podem ser tratados de qualquer maneira de acordo com as leis e mandamentos, e nenhuma punição será excessiva. Quanto aos que roubam ofertas de Deus em menos 10.000 yuanes, se puderem fazer uma restituição pontual e sentir remorso pelo pecado, devem receber um demérito. Além disso, eles nunca deverão ser promovidos nem usados. O estado tem suas leis e o Céu tem suas regras. A família de Deus não deveria muito mais ter leis? Quando a concretização do reino de Cristo vier formalmente, haverá leis completas estabelecidas para restringir o comportamento das pessoas e dos infratores contra as leis, e elas serão punidas de acordo com as leis. Isso é correto e adequado.

Agora é o período do reinado do grande dragão vermelho, e a família de Deus estabeleceu apenas regras simples de punição. A família de Deus não deveria fazer isso? Os que têm noções a respeito disso são verdadeiramente cegos. Embora tenham lido a Escritura por vários anos e tenham passado por vários anos na obra de Deus nos últimos dias, não conseguem ver o fato de que a família de Deus tem leis em vigor. Essas pessoas são muito ignorantes! Você acha que é razoável que o mundo tenha leis, mas não é razoável que a família de Deus tenha leis? Você acha que as nações do mundo podem punir as pessoas, mas a família de Deus não pode punir os malfeitores? Que lógica é essa? Você não sabe que o primeiro conjunto de leis do mundo, a lei de Moisés, veio de Deus? Como a família de Deus tinha leis na Era da Lei, a família de Deus não deveria ter leis na Era do Reino? Você ainda não sabe que o caráter de Deus é justiça, majestade e ira? Você ainda não sabe que Deus destruirá esta era perversa? Algumas pessoas são extremamente arrogantes e presunçosas e sempre se apegam às suas noções. Elas acham que a família de Deus é facilmente enganada e podem tratar a família de Deus da maneira que desejarem. Tal pensamento está errado. A família de Deus tem a verdade, mas também tem leis, mandamentos e regulamentações punitivas para salvaguardar a implementação da verdade, que são parte da realidade do reino em que Cristo detém o poder. No futuro, quando o reino de Cristo tomar forma, as leis da família de Deus serão gradualmente sãs e perfeitas e estarão no rumo certo, mas isso acontecerá no futuro, o que não discutiremos por enquanto. Neste momento estamos avançando para o dia da concretização do reino. Chegará o dia em que Deus completará esse grupo de pessoas, o reino começará, então, a se expandir grandemente e o reino de Cristo aparecerá na terra. Esse grupo de pessoas que agora estão sendo treinadas e aperfeiçoadas serão os pilares e as pedras angulares do reino. O significado de Deus completar um grupo de pessoas na China continental é tão profundamente abrangente, mas as pessoas ainda não viram isso claramente. As pessoas sempre reclamam incessantemente enquanto fazem Sua obra, e sempre reclamam quando encontram dificuldades, mas não sabem como cuidar da vontade de Deus. Elas não são muito ignorantes e desprovidas de qualquer razão?

Punir aqueles cujas circunstâncias são sérias, pois roubam as ofertas de Deus, está completamente de acordo com a vontade de Deus. Deus nunca lidou suavemente com esse tipo de pessoa má, e esse é o caráter de Deus. As pessoas deveriam saber disso claramente. Somente se elas realmente conhecerem o caráter de Deus, não desenvolverão noções relativas ao Seu castigo às pessoas más. As pessoas podem ter noções sobre a questão de a família de Deus punir o mal; o que isso mostra? A punição de Deus do mal é correta ou não? É correto ou não a família de Deus punir os que roubam ofertas? Todos deveriam tomar uma posição sobre isso, e devem ter conhecimento disso.

IV. Como discernir as noções e juízos sobre os rumores contra Jesus

A crença do homem em Deus deveria basear-se na essência e na realidade de Deus, e não deveria basear-se em sua imaginação e concepções. Deus é real e prático. Ele é o Criador e é o Mestre de todas as coisas. Ele também pode se tornar carne para julgar e castigar pessoalmente o homem e para realizar a obra de salvar e aperfeiçoar o homem. Esse é o lado prático de Deus. As pessoas deveriam tratar e conhecer adequadamente esse fato. A essência de Deus é a divindade, e o homem não tem como captá-lo nem imaginá-lo, pois Deus é onipotente e o homem simplesmente não consegue compreendê-Lo. A humanidade corrupta não deseja buscar a verdade nem deseja obedecer à obra de Deus, e quer sempre substituir o Deus em quem tem fé pelo Deus em suas concepções e imaginação. Isso é completamente absurdo. Tendo realizado vários milhares de anos de pesquisa científica, até agora a humanidade não obteve resultados a respeito da existência, da soberania e da obra de Deus. Como o homem pode chegar a um conhecimento de Deus confiando na pesquisa científica e na imaginação em seu tratamento a respeito de Deus? No que se refere à humanidade corrupta, o sentido mais básico que deveria ter é que deve experimentar a obra de Deus de maneira obediente e conscienciosa, compreendendo a vontade de Deus e buscando a verdade, aceitando e obedecendo a palavra de Deus, não obedecendo as heresias e falácias dos homens, agindo de acordo com o que Deus diz e tendo fé em tudo o que Ele faz. Ao experimentar a obra de Deus dessa maneira, ela pode finalmente chegar ao conhecimento de Deus e ver claramente que Ele é real e verdadeiramente o Mestre de todas as coisas, que está salvando e aperfeiçoando o homem de uma maneira prática, e ainda mais poderá ver que Deus é o Criador, que Ele liderou o homem o tempo todo e que proveu para a humanidade ao mesmo tempo em que a salvava.

Embora a humanidade tenha sido corrompida por Satanás, Deus não a rejeita e ainda a está salvando. Deus Se encarnou duas vezes para entrar na caverna do tigre e salvar a humanidade, e isso é um fato que as pessoas podem observar. No entanto, Satanás está relutante em ser derrotado e faz o máximo para perturbar o povo escolhido de Deus e impedir que ele receba Sua obra . Ele forjou muitos rumores em relação ao Deus encarnado, maliciosamente caluniando e difamando-O para enganar a humanidade. Esses são os truques e as artimanhas consistentemente usados por Satanás, e assim tem sido desde o início do tempo de Jesus. Agora, ouvimos um rumor de que Jesus Se casou e teve filhos, o que fez que alguns que creem Nele desenvolvessem noções e dúvidas e debates se travassem sobre se Ele era um homem ou era Deus. Como devemos compreender essa questão? De fato, a questão é bem simples. Porque Jesus era Deus encarnado, Ele Se tornou o Filho do homem. O Filho do homem é um homem normal, um homem comum, mas Ele tinha a identidade e a essência de Deus, era capaz de fazer a obra de Deus e expressar Sua voz. Isso explica que Jesus era tanto homem como Deus. Jesus era homem, pois tinha a aparência externa da humanidade; Jesus era Deus porque tinha a essência intrínseca da divindade. Então, que Jesus era Deus e também homem é algo totalmente preciso de se dizer. Com relação ao Deus encarnado, Ele é tanto homem como Deus. Se falamos do Espírito de Deus, só podemos dizer que Ele é Deus, e não podemos dizer que Ele é homem. Por que a humanidade não O conhece? Porque a humanidade não tem a verdade e sempre define Deus com base em sua própria imaginação. De acordo com a lógica dos humanos, Deus não pode ser um homem e um homem não pode ser Deus. Isso se dá porque a humanidade não conhece o Deus encarnado e nunca experimentou isso. No que diz respeito a um ser humano, podemos dizer que um homem não pode ser Deus, mas em relação a Deus encarnado podemos dizer que Ele é um homem e também Deus, o que está completamente de acordo com a realidade. Porque a humanidade não compreende a verdade, ela é incapaz de saber esse ponto.

A respeito do boato de que Jesus Se casou e teve filhos, independentemente de ser verdadeiro ou falso, deveria ser entendido assim: Jesus era Deus encarnado e Ele redimiu a humanidade ao ser pregado na cruz; esse é um fato universalmente reconhecido. Acreditamos que Jesus é Deus encarnado, que Ele é o Salvador da humanidade. Isso é suficiente. Nossa fé Nele não tem nada a ver com se Ele Se casou e teve filhos. Mesmo se Ele se casasse e tivesse filhos, isso não seria um erro, pois Ele completou a obra de redimir a humanidade e cumpriu a vontade de Deus. Quanto a se Jesus Se casou ou não e se teve filhos, esse foi o próprio caso de Jesus, em que a humanidade não tem o direito de interferir. Além disso, a questão de se casar e ter filhos foi ordenada aos seres humanos por Deus. Jesus era Deus encarnado como o Filho do homem e tinha uma humanidade normal. Mesmo se Ele tenha Se casado de fato e teve filhos, isso não teria sido um erro. Já que a humanidade se casa e tem filhos, por que seria uma ofensa para Jesus fazer isso? Deus não disse na Bíblia que Jesus não seria Jesus se Ele Se casasse e tivesse filhos, então, que razão a humanidade tem para não permitir que Jesus Se case e tenha filhos? Isso não é absurdo? Acreditamos em Jesus para receber Sua salvação, e isso não tem nada a ver com os assuntos familiares de Jesus. Nós somos a humanidade que foi corrompida por Satanás e precisamos da salvação de Deus, então não deve haver condições adicionais para recebermos Sua salvação .

Não é absurdo que um pecador que merece a perdição receba a salvação mesmo com segundas intenções? É ainda mais absurdo que alguns desenvolvam noções sobre esse assunto. Nós podemos fazer uma suposição. Se Jesus Se casasse e tivesse filhos, não seria Ele capaz de realizar Sua obra de redenção? Deveria haver condições adicionais para Jesus fazer a obra de redenção? Mesmo se houvesse condições adicionais, elas não deveriam ser decididas pelo homem; essa é uma questão para Deus e não tem nada a ver com a humanidade. A humanidade corrupta deveria ter sentido e não deveria delimitar e julgar a obra de Deus de acordo com suas concepções e imaginação. No entanto, as obras de Deus são uma questão para Deus, para ser decidido por Ele, e é inútil mesmo que o homem queira interferir nelas.

Ao crer em Deus, deve-se lutar pela salvação e não se deve interferir na obra de Deus. Quanto às coisas que não compreendemos, podemos verificá-las por meio da experiência da obra do Espírito Santo, ou buscar por meio da oração. A imaginação e o juízo do homem são fracos e pouco confiáveis, e podemos dizer que são infundados. A imaginação e o juízo podem, por acaso, ser eficazes na resolução de enigmas ou em jogos de azar. Eles não têm utilidade alguma se forem aplicados à obra de Deus. Se o homem fosse capaz de conhecer Deus por meio da imaginação, então não precisaria se submeter à Sua obra. Para o homem ser salvo ao crer em Deus isso depende completamente de sua submissão e obediência e da iluminação e esclarecimento do Espírito Santo. A imaginação e o veredicto do homem são os mais desprezados por Deus. A predileção de uma pessoa ao emitir um veredicto ou juízo sobre os outros a torna odiosa e passível de fúria. Se as pessoas julgarem e condenarem Deus, Deus não ficará enfurecido? As pessoas são imprecisas em seu veredicto sobre os outros porque seguem sendas diferentes e por causa dos princípios por trás de como se comportam serem diferentes. Portanto, se o veredicto das pessoas sobre os outros não é necessariamente preciso, então seu veredicto sobre Deus é ainda mais impreciso. Se as pessoas não podem sequer conjecturar com precisão sobre os outros e ainda assim querem conjecturar corretamente a respeito de Deus, isso não é ser muito arrogante e sem sentido? Com relação a se Jesus Se casou ou não e se teve filhos, a humanidade não deveria tirar conclusões nem deveria interferir porque a humanidade corrupta pertence a Satanás e o segue, é cúmplice e subordinada a Satanás e não está qualificada para interferir nas questões de Deus. Se Jesus Se casou e teve filhos isso é uma questão para Jesus, e o homem não tem o direito de interferir. Independentemente de ser verdadeiro ou falso, a realidade é que, se Jesus Se casou e teve filhos, Ele continuou sendo Jesus e, se não Se casou nem teve filhos, ainda era Jesus. Esse é um fato que nenhum homem pode negar. A obra de redenção de Jesus não tem nada a ver com o fato de Ele Se casar ou ter filhos, porque você não pode tirar uma conclusão achando que se Jesus Se casasse e tivesse filhos, Ele não teria sido capaz de realizar a obra de redenção. De fato, Ele já havia realizado a obra de redenção e toda a humanidade havia recebido a salvação de Deus há muito tempo. Por que, então, as pessoas deveriam se preocupar com o fato de que a obra de redenção teria fracassado se Ele tivesse Se casado e tido filhos? Isso não é ridículo? O correto para a humanidade corrupta é que elas se preocupe se pode ou não ser salva. A humanidade corrupta sempre quer se apegar a Deus para condená-Lo, e isso expõe a natureza satânica dela. É uma prova conclusiva da hostilidade da humanidade em relação a Deus e expõe completamente a feia face satânica da humanidade corrupta.

A humanidade corrupta deve possuir o seguinte sentido diante de Deus: não importa como Deus opere, independentemente de estar certo ou errado, independentemente de estar ou não de acordo com suas concepções, a essência de Deus não pode mudar e Ele ainda é Deus. A humanidade corrupta não pode negar Deus, nem pode alterar sua própria essência corrupta. A humanidade corrupta diante de Deus é sempre poeira e sujeira. Como ela pode usar seu coração perverso e corrupto para medir o coração de santidade e justiça de Deus? Deus veio em carne nos últimos dias para salvar pessoalmente e aperfeiçoar o homem, realizando um estágio da obra significativo e profundo, que inclui muitas coisas que não estão de acordo com as concepções do homem, mas que estão cheias da sabedoria de Deus. Se o homem olhar para as coisas confiando em suas concepções e imaginação, será fácil para ele ser eliminado e perder sua própria vida. Assim como a palavra de Deus diz: “Eu coloquei uma grande pedra em Sião. Para os crentes, essa pedra é o fundamento de sua construção. Para aqueles que não creem, essa é uma pedra que os faz tropeçar. Para os filhos do diabo, essa é a pedra que os esmaga até a morte” (de ‘A centésima décima oitava declaração’ em “A Palavra manifesta em carne”). Tendo experimentado a obra de Deus até os dias de hoje, vimos que a obra de Deus é cheia de sabedoria, tudo que Deus faz contém Seu bom propósito e é tudo para revelar, salvar, aperfeiçoar e eliminar pessoas. A razão pela qual algumas pessoas foram eliminadas é por causa de seus próprios noções e imaginação. A principal razão pela qual algumas pessoas podem ser salvas e aperfeiçoadas é porque elas podem buscar a verdade e tentar descobrir a vontade de Deus em coisas que não podem compreender plenamente e em coisas sobre as quais elas têm noções. Mesmo que não possam entendê-las completamente, são capazes de obedecer à obra de Deus. Depois de vários anos de experiência, acabam compreendendo a verdade e suspiram de emoção: Deus é tão sábio! Tudo o que Deus faz é a verdade, é justiça. No homem só há absurdo e corrupção, enquanto em Deus não há o menor absurdo nem corrupção. Deus é eternamente a verdade; Deus é eternamente santo e justo.

Muitas pessoas absurdas ao tratar com Deus apresentam muitos absurdos. Elas delimitam Deus e até mesmo se apegam a Ele inflexivelmente, como um juiz que encontra a prova contra um criminoso e deve condená-lo. Tais pessoas são precisamente da laia de Satanás e são verdadeiros anticristos. Elas se esforçam para encobrir, camuflar e falar em defesa de suas próprias transgressões, mas ao lidar com os outros, uma vez que consigam algo contra eles, os atacam cruelmente e não os deixam ir. Esse tipo de pessoa é extremamente cruel e deve ser punida e amaldiçoada. A humanidade corrompida é até capaz de dar lugar a sentimentos em relação à sua própria carne e sangue e ser muito tolerante e perdoadora com relação a eles. Ao lidar com Deus, no entanto, são muito rigorosas e exercitam a “justiça”, sem um indício de sentimento humano, e são cruéis e sem coração, como o vento de outono varrendo as folhas caídas. O velho ditado diz bem: “Pode-se esquivar de um tigre que queira comê-lo, mas não se pode fugir de um homem que queira assassiná-lo.” É evidente que a crueldade da humanidade atingiu um extremo incomparável. Deus deu ao homem tão grande graça e tanto amor, mas este não leva nada disso ao coração, e assim que compreende as “falhas” de Deus, se torna totalmente implacável e precisa pregá-Lo na cruz. Essa é a atitude da humanidade corrupta ao lidar com Deus. É óbvio que a humanidade corrupta e Deus são totalmente irreconciliáveis. Não é de se admirar que muitas pessoas tenazmente acolham noções relativas a Deus. Elas podem até ter piedade e mostrar caridade aos homens, mas tratam Deus com crueldade insensível. Podemos ver que a humanidade foi tão corrompida por Satanás a ponto de não mais ter a menor semelhança de um homem.

Como é possível que uma humanidade tão corrupta não tenha noções sobre os rumores contra Jesus? Como não poderia condená-Lo no coração? Algumas pessoas não creem mais porque ouviram rumores sobre Jesus, alguns líderes e obreiros tornam-se passivos e enfraqueceram quando ouviram falar de rumores sobre Jesus, e algumas pessoas até dizem: “Se eu soubesse antes que Jesus Se casou e teve filhos, não teria acreditado Nele”. Essas pessoas certamente não têm fé genuína em Deus, e menos ainda possuem conhecimento genuíno de Deus. Um boato pode derrubá-las e levá-las ao inferno. Quem é o culpado por isso? Sua fé é realmente problemática. Em quem elas creem afinal? Eu acho que só creem em si mesmas e definitivamente não creem em Deus. O do alto está equivocado em exigir que o conhecimento dos rumores sobre Jesus seja comunicado? Se um crente em Deus não consegue conhecer nem mesmo isso corretamente e não consegue passar nesse teste, então ele é lamentável demais! Mesmo que essas pessoas não vão embora, elas não servem para nada e não ganharão nada porque essas pessoas são muito estúpidas e ignorantes, ridículas e absurdas demais e desprovidas de sentido! A humanidade corrupta, como Satanás, há muito se tornou amarga inimiga de Deus. Por um lado, crê em Deus e espera receber as bênçãos de Deus, enquanto, por outro lado, continua a se opor a Deus como se tivesse que travar uma luta implacável por superioridade com Deus. Por que a humanidade corrupta se opõe a Deus tão violentamente? A humanidade desfruta de tudo o que Deus concedeu a ela, mas por que paga graça com inimizade? Por que não tem consciência e sentido em relação a Deus? O grande dragão vermelho luta com o céu, com a terra e com Deus, e as pessoas estão cansadas de sua perseguição. Por que as pessoas não lutam com Satanás e com o grande dragão vermelho? Por que devem insistir em lutar eternamente com Deus? Elas acham que é fácil intimidar a Deus? Pessoas corruptas intimidam os fracos e temem os fortes, e sempre creem que Deus é misericordioso e compassivo e pode-se brincar com Ele. São tão cegas e ingratas! Se você julgar um homem, ele não o perdoará; como Deus poderá perdoá-lo se você julgá-Lo e atacá-Lo? Você não sabe que Deus é o Deus da justiça? Deus tem amor e compaixão, e mais ainda, Ele tem majestade e ira. Deus retribuirá a todo homem de acordo com suas ações! Naquele tempo, a humanidade corrupta saberá que o caráter de justiça de Deus não tolera ofensa.

V. Como discernir noções e juízos sobre o dia de Deus

Quando as pessoas experimentaram vários anos da obra de Deus, cumpriram alguns deveres e sofreram algumas dificuldades, elas creem que têm capital e estão perfeitamente justificadas para aguardar a vinda do dia de Deus e desfrutar das bênçãos de Deus para que possam escapar de todos os tipos de desastres que destroem a humanidade. De acordo com as noções e a imaginação do homem, contanto que alguém tenha fé no Deus Todo-Poderoso por vários anos, estará qualificado para ser salvo no reino. Portanto, a maioria das pessoas está confiantemente antecipando a vinda do dia de Deus, assim como os crentes na Era da Graça estão ansiosos para serem elevados ao céu para desfrutarem de bênçãos junto ao Senhor quando Ele voltar novamente. Assim, podemos ver que o desejo extravagante das pessoas é muito grande, muito absurdo. A maioria das pessoas não tem conhecimento claro do que é o dia de Deus e, portanto, inevitavelmente acolhem muitas ilusões sobre isso. Para ser exato, o dia de Deus é o dia em que o grupo de pessoas que aceitou a obra de Deus dos últimos dias é completado e ganho por Deus, e Deus aparece publicamente diante de todas as nações e de todos os povos. A chegada desse dia marca a conclusão bem sucedida da obra de Deus na China continental, e a partir desse momento, Deus iniciará formalmente o juízo e castigo de toda a humanidade, o que significa que grandes desastres e calamidades começarão a sobrevir na sua totalidade, assim como Deus disse: “Eu vigiarei sobre toda a Terra e, aparecendo no Oriente do mundo com justiça, majestade, ira e castigo, Me revelarei às miríades de multidões da humanidade!” (de ‘A vigésima sexta declaração’ das declarações de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). "Quando Deus castigar as pessoas do universo inteiro, quando todo tipo de catástrofe ocorrer..." (de ‘Interpretação da vigésima sexta declaração’ em “A Palavra manifesta em carne). “Quando desenrolo formalmente o pergaminho é quando as pessoas por todo o universo são castigadas, quando as pessoas por todo o mundo estão sujeitas a provações, e é o clímax da Minha obra; todas as pessoas vivem em uma terra sem luz, todas as pessoas vivem em meio à ameaça do ambiente” (de ‘A vigésima nona declaração’ das declarações de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). Esse é o significado do dia de Deus. Quando o dia de Deus chegar, as provações de todas as pessoas na terra começarão formalmente, e o que todas as nações e todos os povos verão é a aproximação de grandes catástrofes. O próximo passo da obra de salvação de Deus prosseguirá com grandes calamidades e o povo escolhido de Deus da China começará a passar por toda sorte de provações e refinamentos.

Ora, os crentes em Deus deveriam estar claros de que a essência da obra do Deus encarnado é travar guerra com Satanás. Não importa como a humanidade corrupta julgue e resista a Deus, ou como Satanás perturbe e destrua Sua obra, Deus completará e obterá esse grupo de pessoas. Só então é que Deus obterá glória. O dia de Deus é um importante balizador para Ele obter glória. Se esse grupo de pessoas não fosse completado por Deus, não haveria o dia de Deus, mas apenas o dia do extermínio da humanidade. Ora, todos nós já vimos claramente que o povo escolhido de Deus começou a entrar na trilha certa e que Deus triunfou completamente sobre Satanás. Portanto, a vinda do dia de Deus é irresistível e o dia de Deus está logo ali na esquina. Quando o dia de Deus chegar, os crentes não serão ressuscitados para o céu para desfrutar das bênçãos como o homem imaginou, muito menos serão levados diretamente para o reino para não serem atingidos por calamidades. As pessoas só verão os desastres aumentando o tempo todo e as provações se tornando cada vez mais severas. Elas não terão onde fugir para salvar suas vidas e não haverá saída para elas. Elas só poderão suplicar a Deus, orar a Ele, buscar refúgio Nele. É nesses desastres e provações que Deus aperfeiçoará Seu povo escolhido. Isso é verdade.

Agora as pessoas ainda não conseguem ver o perigo de se apegar ao mundo e à carne, e se recusam a cair em si. Naquele tempo, não terão como continuar agarradas ao mundo e aos prazeres sensuais, e não serão mais envolvidas pelo mundo secular. Em vez disso, todas ela viverão em meio a catástrofes em constante estado de ansiedade, e somente saberão orar a Deus e busca-Lo, desejando fervorosamente que Ele lhes conceda Sua graça o quanto antes para que possam escapar da morte. Essa é a mentalidade e expectativa de todos os homens. No entanto, os que já foram salvos por meio da experiência da obra de Deus, terão conforto em seus corações porque a graça de Deus os acompanha e ainda mais são protegidos por Deus. Agora é o período de Deus agir na carne, e do lado de fora o ambiente parece relativamente pacífico. Portanto, as pessoas praticamente não prestam atenção à salvação de Deus e não a valorizam. Algumas pessoas até pensam em escapar dela e não prestam nenhuma atenção à sincera solicitude e boa intenção de Deus. Podemos ver que a humanidade corrupta é extremamente má e deve ser tratada por meio de provações e catástrofes. A chegada do dia de Deus é o oposto da imaginação e expectativa do homem. Embora Deus aparecerá publicamente para dar testemunho de Seu nome e Sua obra, aqueles que são capazes de ver Sua aparência são poucos, e isso está muito longe da circunstância durante o tempo em que Deus interage e vive junto com o homem na carne. Quando o dia de Deus chegar, todos os salvos que perseguem a verdade, é claro, ficarão encantados e alegres porque compartilham da graça salvadora de Deus. Seus espíritos obterão conforto e não temerão mais os ataques de catástrofes. Os que não buscam a verdade, que muitas vezes resistem a Deus e julgam a obra de Deus, lamentarão e rangerão os dentes como se tivessem visto o seu fim, e exibirão amargo remorso e lamentáveis lágrimas. Podemos dizer assim: a vinda do dia de Deus será um evento bem-vindo que trará imensa gratificação para os que já foram salvos, enquanto que para os que não buscam a verdade, que estão relutantes em se separar do mundo, que muitas vezes julgam a Deus e que blasfema de Deus e até mesmo O traem, aquele será o dia em que o desastre lhes atingirá.

Quando o dia de Deus chegar, serão completamente desgraçados e derrotados e começarão a ser punidos. A ira de Deus descerá sobre eles e receberão severa punição. Tal é a obra de Deus: deve haver algumas pessoas que foram completadas por Deus e então começarão a desfrutar das bênçãos e recompensas de Deus, e também é inevitável que um certo grupo de pessoas seja eliminado e sofra o castigo e a maldição de Deus porque resistiram a Deus, julgaram-No e blasfemaram contra Ele. Nisso podemos ver o caráter de justiça de Deus. Deus recompensará e abençoará os que sinceramente O amam; os que se opõem a Deus e são irreconciliáveis com Ele até a morte receberão o castigo e a maldição de Deus. Podemos ver que o dia de Deus tem um duplo significado, e que não é absolutamente nada como o homem imagina que seja: todos aqueles que creem em Deus receberão bênçãos e salvação, nenhum deles será condenado nem punido. A palavra de Deus é prova disso, e a parte relevante da palavra de Deus é a seguinte:

Todos aqueles que durante o período da salvação do homem por Deus não forem capazes de mudar sua predisposição e todos os que não forem capazes de obedecer a Deus completamente serão objeto de punição.”

de ‘Vocês devem pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus para a salvação do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Minha misericórdia expressa-se naqueles que Me amam e negam a si mesmos. E a punição que ocorre aos malvados é precisamente prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, fome e pestes sobrevirão a todos aqueles que a Mim se opõem, e eles prantearão. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão da acusação; eles também, ao caírem no desastre – do tipo raramente visto ao longo das eras –, passarão a viver num constante estado de pânico e pavor.

de ‘Você deve preparar boas ações suficientes para seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Para com uma pessoa assim Meu justo caráter reserva castigo e julgamento, justa retribuição e punição justa para todos os que praticam o mal; todos os que não andam no Meu caminho certamente serão punidos, mesmo que sigam até o fim. Essa é a justiça de Deus.

de ‘As experiências de Pedro: seu conhecimento do castigo e do julgamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Assim é com aqueles dentre vocês – aquele que reconhece verbalmente o Deus encarnado, mas que não pode praticar a verdade da obediência ao Deus encarnado, no fim será eliminado e destruído; […]

de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Algumas palavras foram comunicadas no passado com relação ao dia de Deus, mas porque a estatura das pessoas é pequena e seu entendimento é limitado, muitas delas ainda prestam atenção a quando virá o dia de Deus para que desfrutem da bênção; o resultado é que quando a família de Deus arranja Sua obra anual, ela desenvolve noções a respeito de sua obra e diz que o que ela diz não é exato, mas uma mentira. De fato, tudo isso é muito verdadeiro se a família de Deus disser que um ano em particular for um ano crucial, e qual é o ano mais importante para a busca da verdade ou o mais importante para se entrar na trilha certa. O objetivo é fazer com que o povo escolhido de Deus coloque todos os seus esforços em buscar a verdade para alcançar a salvação. Na realidade, nenhum homem pode saber precisamente em que ano o dia de Deus definitivamente acontecerá. Quando eu faço os arranjos da obra, eu me baseio somente na condição real do povo escolhido de Deus, e em meu coração certamente não sei em qual ano nem em qual dia o dia de Deus virá. No entanto, só sei que o dia está realmente muito próximo e não pode ser ignorado de modo algum. Se as pessoas não entrarem na trilha certa da fé em Deus dentro de um ano ou dois, estarão correndo o risco de serem eliminadas. Porque Deus já falou assim: “Hoje, as coisas que vocês não entendem estão sendo invertidas e a senda da entrada positiva está sendo revelada a vocês e, depois disso, essa etapa da obra terminará, e vocês começarão a trilhar a senda que vocês humanos deveriam seguir. Naquele momento, Minha obra terminará, e daquele ponto em diante vocês não se encontrarão mais Comigo” (de ‘Prática (8)’ em “A Palavra manifesta em carne”). Por meio das palavras de Deus, podemos afirmar que quando a obra de Deus for concluída, será o momento em que o grande dragão vermelho cairá do poder, e isso é como Deus disse: “O tempo do conflito interno é precisamente aquele em que Deus parte da terra”. Você não vê que o grande dragão vermelho está em constante perigo de cair do poder? Ora, a obra de Deus já atingiu seu pico e o povo escolhido de Deus começou a entrar na trilha certa. Os que deveriam ter sido separados mais ou menos o foram. Quando a obra de Deus for concluída, outro grupo de pessoas que permaneceu impenitente e ainda causa perturbação será esvaziado, e então o dia de Deus chegará. Portanto, agora é o período mais crucial. Espero que os irmãos e as irmãs possam ver claramente que sofrer um pouco de dificuldade por causa da busca da verdade nesses poucos anos valerá muito a pena. Eu também tenho sido submetido a muitas dificuldades ao passar pela obra de Deus, mas isso é insignificante em comparação com as dificuldades que Deus sofreu. Eu entendo os sentimentos de irmãos e irmãs e quanta opressão e sofrimento devemos suportar no cumprimento de nossos deveres sob o governo do grande dragão vermelho. Além disso, ao buscar a verdade para alcançar mudança de caráter, também teremos que sofrer muita dor com o juízo, o castigo, a poda, o tratamento, as provações e os refinamentos. Sem a obra do Espírito Santo e o conforto da palavra de Deus, não seria fácil seguir em frente. Portanto, deveríamos ver que essa é a graça de Deus e também Sua bênção Deus, em toda a inocência, suporta a calúnia, a humilhação, a resistência e a condenação do homem e nos acompanha enquanto sofremos dificuldades, esperando até que nós, esse grupo de pessoas, tenhamos sido completados por Ele. Nós não estamos sozinhos ao sofrer dificuldades, pois Deus está junto a nós como um companheiro. Esse conforto já é suficiente. Quando Deus nos fizer completos, seremos capazes em nossos corações de sentir que já recebemos a maior salvação, nossos espíritos não estarão mais ligados pela carne e por Satanás. Veremos que tudo o que Deus fez é a verdade, que toda palavra que Deus falou é a verdade. Dentro de nossos corações, não mais teremos noções e juízos, e seremos completamente um só coração com Deus. Naquele tempo, apenas louvaremos a Deus, graças a Ele e viveremos no amor de Deus e não sofreremos mais.

Enquanto o coração das pessoas ainda estiver sujo e corrupto e enquanto ainda forem capazes de ter noções e juízos a respeito de Deus, não estarão qualificadas para antecipar a vinda do dia de Deus, e deverão buscar a verdade racionalmente e aceitar o juízo e castigo de Deus para resolver sua corrupção - e só então serão segundo o coração de Deus. Algumas pessoas que não desejam cumprir seus deveres relutam em deixar o mundo e querem fugir da família de Deus; no entanto, elas impacientemente aguardam a vinda do dia de Deus. Eu me pergunto o que as leva a esperar pelo dia de Deus. Qual é o objetivo delas em antecipar a vinda do dia de Deus? O que elas podem obter quando chegar o dia de Deus? Eu não sei se elas têm uma compreensão clara dessas questões. As pessoas com sabedoria e razão deveriam ser assim: quanto mais elas veem que o dia de Deus está se aproximando, maiores deveriam ser seus esforços para buscar a verdade e preparar boas ações para si mesmas. Dessa forma, quando o dia de Deus chegar, terão um vislumbre de esperança para que possam receber a salvação de Deus. Se uma pessoa acreditou em Deus por muitos anos, mas não possuía nenhuma verdade e não obteve mudança em seu caráter de vida, nem preparou boas ações adequadas, mas mesmo assim muitas vezes ainda aguardava a vinda do dia de Deus, qual é o sentido disso? Elas não trarão humilhação sobre si mesmas? Essas pessoas provavelmente estão mentalmente desequilibradas.

Todos os que aguardam o dia de Deus deveriam ter a mente clara e pensar mais sobre o que é exatamente o dia de Deus, quais pessoas receberão bênçãos com a chegada do dia de Deus e quais pessoas sofrerão desastres. Uma vez que tenham pensado claramente sobre essas coisas, saberão como deverão lidar com o dia de Deus, e saberão o que falta a elas, com o que devem se equipar, quais problemas ainda estão por resolver, como deveriam resolvê-los e que boas ações deveriam preparar. Somente se esses problemas forem resolvidos o mais rápido possível, seus corações se sentirão um pouco mais firmes e seguros. Nesse momento, se elas aguardarem o dia de Deus, não terão mais medo. Não se deve ver a si mesmo como sendo muito bom, nem se deve ter uma estimativa muito alta de si mesmo. A verdadeira estatura das pessoas será revelada com a chegada das grandes catástrofes. O que o homem acredita ou pensa não contará nem irá se sustentar. O único critério confiável é medir-se de acordo com as palavras de Deus e de acordo com Seus padrões. Na questão da salvação, ninguém pode enganar a Deus porque Deus é a verdade e também é justiça, Deus é o Mestre de todas as coisas; elas só terão esperança de alcançar a salvação se obedecerem a obra de Deus honestamente.

Agora que o dia de Deus está diante de nossos olhos, as pessoas deveriam tremer de medo e ter temor quando o dia de Deus for mencionado. Algumas pessoas não querem mencionar o dia de Deus, como se a família de Deus as tivesse ferido. Com essas pessoas realmente não se pode arrazoar! A família de Deus persegue você com sutileza e puxa você; a família de Deus está prendendo, prejudicando ou traindo você? Se você não acredita na palavra de Deus, a família de Deus não irá forçá-lo. Você pode voltar ao mundo para desfrutar dos prazeres da carne e depois verá o que espera por você no final! A senda de cada pessoa depende de suas próprias escolhas. Todos têm o direito de escolher crer ou não em Deus. Nessa questão ninguém pode coagir. Se uma pessoa receberá bênçãos ou sofrerá desastres por crer em Deus, isso depende de como ela segue sua própria senda. Alguém duvida desse ponto?

9 de julho de 2007

Anterior:Um olhar sobre a essência da humanidade corrupta a partir das concepções do homem

Próximo:Somente aqueles equipados com a verdade podem vencer a tentação e a confusão de Satanás