Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

12. O que significa “deixar tudo para trás e seguir a Deus”?

Palavras de Deus relevantes:

Você pode devotar seu coração, seu corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade. Não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus. Em tudo você pode considerar a palavra de Deus como o princípio, como a base. Assim, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você será alguém que ganha o louvor de Deus perante Ele.

de ‘As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você crê em Deus e segue a Deus, portanto deve amar a Deus em seu coração. Deve afastar o seu caráter corrupto, deve procurar satisfazer o desejo de Deus e deve cumprir o dever de uma criatura de Deus. Visto que você crê em Deus e segue a Deus, deve oferecer tudo a Ele e não deve fazer escolhas nem pedidos pessoais, bem como deve alcançar a satisfação do desejo de Deus. Visto que você foi criado, deve obedecer ao Senhor que o criou, porque você inerentemente não tem domínio sobre si mesmo e não tem aptidão para controlar seu destino. Visto que é uma pessoa que crê em Deus, você deve buscar santidade e mudança. Visto que é uma criatura de Deus, você deve acatar a seu dever, pôr-se no seu lugar e não deve exceder a seu dever. Isso não é para o restringir nem suprimir por meio de doutrina, mas é a senda pela qual você pode cumprir seu dever e que pode ser — e deve ser — alcançada por todos aqueles que fazem justiça.

de ‘O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre’ em “A Palavra manifesta em carne”

9. Seus pensamentos devem ser sobre o trabalho da igreja. Você deve pôr de lado perspectivas sobre sua própria carne, ser decidido a respeito de assuntos familiares, dedicar-se integralmente à obra de Deus, colocá-la em primeiro lugar e sua vida pessoal em segundo. Essa é a decência de um santo.

de ‘Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você deve sofrer dificuldades pela verdade, deve se entregar à verdade, deve suportar humilhação pela verdade e, para ganhar mais da verdade, você deve passar por mais sofrimento. É isso que você deve fazer. Você não deve jogar a verdade fora em favor de uma vida familiar pacífica nem deve perder a dignidade e integridade da sua vida por causa de um prazer momentâneo. Você deve buscar tudo que é belo e bom e buscar uma senda na vida que seja mais significativa. Se você levar uma vida tão vulgar e não buscar quaisquer objetivos, você não desperdiça a vida? O que você pode ganhar com uma vida assim? Você deve abandonar todos os prazeres da carne em favor da verdade e não deve jogar fora todas as verdades em favor de um pouco de prazer. Pessoas assim não têm integridade nem dignidade; sua existência não faz sentido!

de ‘As experiências de Pedro: seu conhecimento de castigo e julgamento’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Deus faz a seguinte exigência a todas as pessoas que creem Nele: abandonar tudo para segui-Lo. Da Era da Graça à Era do Reino, um grande número de pessoas abandonou tudo para seguir a Deus. Somente essas pessoas são dignas de ser chamadas de santas, que são o povo de Deus durante a Era do Reino. O que significa abandonar tudo e seguir a Deus? Significa entregar todo o seu coração e todo o seu ser a Deus, mergulhar totalmente na obra Dele e se despender por Ele. Esse é o verdadeiro significado de abandonar tudo para seguir a Deus. Há pessoas que acreditam que somente aqueles que não têm família nem preocupações podem abandonar tudo, e que as pessoas que têm família, que são casadas, têm pais, esposa e filhos não o podem fazer. Essa perspectiva é incorreta. Primeiro, as pessoas devem saber que as exigências que Deus lhes faz são justas e razoáveis. Ele não pediu que as pessoas abandonem seus pais, esposa ou filhos. Em vez disso, Ele pede que as pessoas entreguem seu coração e cumpram plenamente seu dever, sem ser controladas por nenhuma pessoa, evento ou coisa. Isso equivale a abandonar tudo e seguir a Deus. Ele não tenta forçar as pessoas a fazerem coisas contra a vontade delas. Basta que a pessoa faça todo o esforço possível para satisfazer a Deus. É inteiramente normal que se deva rejeitar aquilo que deve ser rejeitado. Se, por ora, alguém não puder abandonar algo, basta apenas que não seja controlado por essa coisa. Se o seu coração ainda estiver restrito e ele não puder cumprir plenamente seu dever, isso não é considerado abandonar tudo. A questão de devoção a Deus está na prática de abandonar tudo. Se você realmente for uma pessoa leal a Deus, no seu coração você será capaz de evitar que sua família, esposa (ou marido) ou filhos o restrinjam. Muitos irmãos e irmãs têm laços de família, mas o coração deles não está restrito pela família e eles cumprem muito bem o seu dever. Embora se ausentem ocasionalmente para cuidar da família, não permitem que isso interfira de forma alguma no cumprimento de seu dever. Pode-se dizer que eles não abandonaram tudo para seguir a Deus? Realmente é uma dificuldade ter uma família e ninguém pode negar isso. No entanto, se o coração for capaz de ser leal a Deus, eles serão capazes de se livrar de todas as complicações familiares. Embora a carne passe por certas privações, a pessoa recebe grandes bênçãos de Deus por crescer na vida. E as pessoas que se apegam aos prazeres da carne, o que ganham? No final, não recebem nada. E como se lida com as dificuldades da carne? Pode-se dizer que qualquer número de dificuldades carnais é uma coisa boa. Contanto que Deus esteja satisfeito, o espírito da pessoa pode se alegrar. A maior dor de todas seria ofender a Deus por se apegar aos prazeres da carne. Todas as pessoas que abandonam tudo para se despender por Deus serão gratificadas porque cumpriram plenamente o seu dever humano e satisfizeram a Deus. Além disso, serão elogiados por Deus, pois Ele abençoa imensamente todas as pessoas que se despendem sinceramente por Ele. Os que se apegam aos prazeres da família e da carne e não conseguem abandonar tudo para seguir a Deus são todos leais ao diabo Satanás. Certamente não poderão ser salvos por Deus e especialmente não terão a Sua bênção.

da comunhão do alto

Anterior:Quais são as diferenças entre cumprir o seu dever e prestar serviço?

Próximo:Qual é a diferença entre entender a verdade e entender a doutrina?

Conteúdo Relacionado

  • Qual é a diferença entre um bom servo e um servo mau?

    Palavras de Deus relevantes: A obra de um trabalhador qualificado é capaz de trazer as pessoas para o caminho certo e permitir que se aprofundem na ve…

  • A Bíblia foi compilada pelo homem, não por Deus; a Bíblia não pode representar Deus

    Antes, o povo de Israel lia apenas o Antigo Testamento. Em outras palavras, no início da Era da Graça, as pessoas liam o Antigo Testamento. O Novo Testamento só apareceu durante a Era da Graça. O Novo Testamento não existia quando Jesus trabalhava; as pessoas registraram Sua obra depois que Ele ressuscitou e ascendeu ao céu. Só então os Quatro Evangelhos passaram a existir, e além deles também as epístolas de Paulo e Pedro e o livro do Apocalipse. Apenas mais de trezentos anos depois que Jesus ascendeu ao céu, quando as gerações subsequentes reuniram seus registros, passou a existir o Novo Testamento. Somente depois que essa obra foi concluída surgiu o Novo Testamento; ele não existia anteriormente. Deus havia feito toda a obra, o apóstolo Paulo tinha feito todo o trabalho, e depois as epístolas de Paulo e Pedro foram reunidas, e a grandiosa visão registrada por João, na ilha de Patmos, foi colocada por último, pois profetizava a obra dos últimos dias. Estes foram arranjos das gerações posteriores, e são diferentes dos enunciados de hoje. O que está registrado hoje está de acordo com as fases da obra de Deus; aquilo com que as pessoas se envolvem hoje é a obra feita pessoalmente por Deus, e as palavras proferidas pessoalmente por Ele. Você não precisa interferir — as palavras, que vêm diretamente do Espírito, foram arranjadas passo a passo e são diferentes dos arranjos dos registros do homem. O que registraram, pode-se dizer, estava de acordo com seu nível educacional e com o calibre humano. O que registraram foram as experiências dos homens, cada um tinha seus próprios meios de registro e conhecimento, e cada registro era diferente. Assim, se você adora a Bíblia como Deus, você é extremamente ignorante e tolo!

  • Como se deve abordar e usar a Bíblia de uma maneira que esteja de acordo com a vontade de Deus? Qual é o valor inerente da Bíblia?

    A explicação de Deus para a essência, a construção e as falhas da Bíblia não é absolutamente para negar sua existência, nem a condena. Em vez disso, é para fornecer uma explicação razoável e apropriada, para restaurar a imagem original da Bíblia e para corrigir os desentendimentos que as pessoas têm da Bíblia, de modo que todos tenham a visão correta a respeito dela, não mais a adorem e não fiquem mais perdidas; as pessoas erroneamente tomam sua fé cega na Bíblia como a crença e a adoração de Deus, e nem ousam encarar seu verdadeiro pano de fundo e seus pontos fracos. Depois que todos tiverem um entendimento puro da Bíblia, serão capazes de deixá-la de lado sem hesitação e corajosamente aceitar as novas palavras de Deus. Esse é o objetivo de Deus nesses vários capítulos. A verdade que Deus quer contar às pessoas aqui é que nenhuma teoria ou fato pode substituir a presente obra ou as palavras atuais de Deus, e que não existe nada que possa substituir a posição de Deus. Se as pessoas não conseguem se desvencilhar das malhas da Bíblia, elas nunca serão capazes de chegar diante de Deus. Se querem ficar diante de Deus, elas primeiro devem esvaziar seu coração de tudo que possa substituí-Lo; desse modo, Deus ficará satisfeito.

  • Quais são as diferenças entre as palavras expressas pelo Senhor Jesus na Era da Graça e as palavras expressas por Deus Todo-Poderoso na Era do Reino?

    As palavras proferidas por Deus nesta era são diferentes daquelas proferidas durante a Era da Lei e, assim, também diferem das palavras proferidas durante a Era da Graça. Na Era da Graça, Deus não fez a obra da palavra, mas simplesmente descreveu a crucificação a fim de redimir toda a humanidade. A Bíblia apenas descreve porque Jesus deveria ser crucificado, os sofrimentos a que Ele foi submetido na cruz, e como o homem deveria ser crucificado por Deus. Durante aquela era, toda a obra feita por Deus centrou-se em torno da crucificação. Durante a Era do Reino, Deus encarnado profere palavras para conquistar todos aqueles que Nele creem. Esta é “a Palavra que aparece na carne”; Deus veio durante os últimos dias para fazer esta obra, o que significa dizer que Ele veio para realizar o real significado da Palavra que aparece na carne.